Archive for julho, 2013


Foto/arte: divulgação

A Santa Estação Cia de Teatro apresenta o espetáculo “Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”, nos dias 2, 3 e 4 de agosto, no Oi Futuro, no Flamengo. Após apresentações em Campinas, Curitiba e São Paulo, o grupo gaúcho, que completa 10 anos, encena no Rio de Janeiro um espetáculo ambientado em uma ficção com referência na desconstrução “nonsense” de David Lynch, que ora faz lembrar os filmes de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez, ora a estética dos quadrinhos de Frank Miller e Alan Moore. Com cenas de assassinato, roubo, sexo, intriga, humor, pitadas de efeitos especiais e personagens do submundo, Hotel Fuck está ancorado no diálogo entre a linguagem cinematográfica e teatral e tem como objetivo interferir nos espaços cotidianos da cidade sob a forma de um set de filmagem.

A peça transita entre o teatro, o cinema e a rua. O espetáculo apresenta ao espectador cenas decupadas, longe de uma narrativa tradicional, a saga se completa em três horas: Episódio 1 – “Cavando a porta do inferno.”;  Episódio 2 – “Uma temporada no paraíso.” eEpisódio 3 – “Eles atiram em lobos.” O público acompanha de perto as gravações e os truques utilizados para a realização dos efeitos especiais do que seria um filme de ação, sexo e terror, com muito humor e amadorismo, típicos de uma produção de baixo orçamento. Os atores jogam além dos personagens do filme Hotel Fuck, as figuras do entorno, ou seja, a equipe técnica: diretor, produtor, diretor de fotografia, assistente, diretor de arte, figurinista, câmera, técnicos de luz e som etc., misturando realidade e ficção e jogando com as diferentes camadas que surgem dessa contaminação. O texto dramático é de Diones Camargo e a direção de Jezebel De Carli.

Sinopse

“Quando Nick Newman, um infame esquartejador de mulheres, decide parar de matar, ele não imagina os problemas que essa decisão irá lhe trazer. A começar por Linda, sua amante imortal, que fica furiosa com a notícia, pois apesar dos insistentes pedidos ela nunca teve a sorte de ser destroçada pelo amado, da mesma forma que este fazia com as outras mulheres. Outra que não suporta a ideia é Audrey, uma mulher misteriosa que planeja vingar-se do homem que a mutilou, anos antes. Para isso, ela contrata Gordon, um detetive durão, sem saber que na verdade este não passa de um ex-ator que vive aprisionado no seu único e derradeiro papel. Essas figuras ainda cruzarão com Ashley, uma diva pornô excêntrica e radicalmente egocêntrica; com Loureen, uma diretora fetichista e dominadora, que está em busca do próximo roteiro que lhe colocará novamente atrás das câmeras; e com Jessica, uma transexual dividida pela culpa de um passado obscuro. Para completar esse cenário de pesadelo, um quadro de James Dean, um vestido da Marilyn Monroe, um papel de parede de pinturas rupestres, e uma revelação mística trazida por Leatherface. Garotas com cinta liga e armas em punho, massacres, assaltos a bancos, fetiches e perversões, algemas, couros e muffins, perseguições implacáveis, apostas mal-sucedidas, trocas de identidades, travestismo, esquartejamentos, revelações místicas trazidas por Leatherface, garotões que amam suas Magnum 44, corações partidos, sexo e sangue…  muito sangue. Onde? No Hotel Fuck, baby.”

A Santa Estação Cia. de Teatro foi fundada em 2003 sob direção de Jezebel De Carli e integrada por atores/bailarinos formados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul e Teatro Escola de Porto Alegre. Mantém seu trabalho de criação e produção artística, bem como de gestão e programação cultural de um espaço de referencia no âmbito das artes cênicas na cidade de Porto Alegre, o projeto Usina das Artes – Usina do Gasômetro. “Nestes dez anos a Santa Estação na busca de criar uma linguagem própria e inovadora vem produzindo espetáculos, experimentos e performances com reconhecimento de público e crítica.”

Atenção! As senhas serão distribuídas a partir de 1h antes do evento, na bilheteria do local.

“Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”
Local: Oi Futuro (Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo)
Período: 02, 03 e 04 de agosto, às 19h  – Classificação etária: 18 anos
Informações: (21) 3131-3060

Anúncios

Foto: Marian Starosta

Último final de semana para assistir à peça Larvárias, que fica em cartaz até domingo, dia 21, no Espaço Furnas Cultural. Espetáculo da Cia do Giro retrata os aspectos delicados e graciosos do cotidiano, seu humor e poesia, fazendo uso da linguagem das máscaras larvárias originadas do carnaval suíço.

No elenco, Adriano Basegio e Daniela Carmona, a direção e roteiro são de Daniela Carmona.

Larvárias
Período: até 21/07 – sextas e sábados às 20h, domingos às 19h
Local: Espaço Furnas Cultural – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – RJ
Classificação indicativa: Livre
Os ingressos serão distribuídos das 14h às 17h, nos dias dos espetáculos, limitados à capacidade do auditório: 170 lugares.
– Para acesso ao Espaço Cultural, é necessária a apresentação de documento com foto. *A entrada de pessoas trajando bermudas e sandálias é permitida somente nos finais de semana.

Foto: divulgação Centro Cultural Correios

A primeira fase do Festival “Correios em Movimento – Dança em Trânsito” acontece no Centro Cultural Correios, de 17 a 22 de julho. Além de brasileiras, o intercâmbio cultural acontece com a presença de companhias da Itália, Hungria e Inglaterra. O Festival apresenta um recorte da dança contemporânea internacional e, na edição de 2013, entre 17 de julho e 24 de novembro, prestigia o público com apresentações em diversas cidades do Brasil e na França.

Após a primeira etapa no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro e Sesc, o espetáculo segue para Duque de Caxias/RJ, São Paulo/SP, Florianópolis, Alto Bela Vista e Entre Rios do Sul (Santa Catarina), Quedas do Iguaçu/PR e Vitória/ES. Em setembro, retorna ao Rio e, em novembro, segue para apresentações em Essone e Paris, na França. Com o encontro entre companhias brasileiras e europeias de dança contemporânea, o evento promete desenhar um painel de suas diferentes visões e estéticas, das novas tendências e conceitos na criação.

“Esse mosaico da criação coreográfica mundial é um processo enriquecedor para quem faz e quem assiste”, define a coreógrafa Giselle Tápias, curadora do evento ao lado da filha, a bailarina Flávia Tápias.

PROGRAMAÇÃO da primeira etapa – de 17 a 22 de julho.
Centro Cultural Correios Rio de Janeiro (Teatro e Bistrô)

17 – quarta-feira – 19h (para convidados)
– TAO TE – Ferenc Fehér, Budapeste, Hungria
– MAPA MOVEDIÇO – Ângelo Madureira e Ana Catarina, São Paulo;
– PARTILHA – Improvisações no Bistrô com oito artistas de companhias de dança nacionais distintas.

18 – quinta-feira – 19h 
– TAO TE – Ferenc Fehér, Budapeste, Hungria;
– DELÍRIO – Ângelo Madureira e Ana Catarina, São Paulo;

19 – sexta-feira – 19h
– PING-PONG / Encontro de Gerações – Angel Vianna
– Dança e debate com as coreógrafas e bailarinas Angel Vianna, Regina Miranda, Carlinhos de Jesus, Flávia Tápias e Marina Magalhães.
– Mediação – Hélia Borges

20 – sábado – 19 h
– Work in progress – “No” – 904 KM Bruno Duarte e Bárbara Lima, Rio de Janeiro, Brasil
– THERE WE HAVE BEEN – James Cousins, Londres, Inglaterra

21- domingo – 19h
– THERE WE HAVE BEEN – James Cousins, Londres, Inglaterra
– QUI, ORA – Cláudia Catarze, Torino, Itália

22 – segunda-feira – 19h
– no Mezanino do Espaço Sesc (Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana)
– PASSO QUINTET – Ambra Senatore, Torino, Itália.

Serviço:
“Correios em Movimento / Dança em Trânsito” 
Período: de 17 a 22 de julho de 2013
Local: Centro Cultural Correios  – Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – Tel.: 21 2253-1580
Classificação: 10 anos

Foto Grupo Sururu na Roda

Foto: divulgação

Parece que a onda de pocket shows pegou mesmo no Rio de Janeiro. Mais um acontece nesta quinta-feira, dia 18, também em uma livraria. Desta vez, quem se apresenta é o grupo de samba e choro Sururu na Roda. Formado por Nilze Carvalho – voz, cavaquinho e bandolim, Fabiano Salek – voz e percussão, Sílvio Carvalho – voz, percussão e cavaquinho e Juliana Zanardi – voz e violão, o grupo apresenta canções do novo CD e DVD “Sururu na Roda ao Vivo“.

“Foi em 2000, na informalidade dos encontros nos jardins da UNIRIO, que surgiu a idéia de formar o grupo Sururu na Roda. A então estudante Nilze Carvalho – voz, cavaquinho e bandolim – uniu-se a Fabiano Salek e Sílvio Carvalho – respectivamente voz e percussão, e voz, percussão e cavaquinho. Em sua formação mais recente, Juliana Zanardi – voz e violão – completa o grupo, transformando a parceria num dos mais badalados sambas de roda que revitalizaram a Lapa, bairro ícone da boemia do Rio de Janeiro. Uma das grandes marcas do grupo é sua sonoridade que expressa diferentes nuances de timbres. Isso ocorre com muita naturalidade pelo fato de seus integrantes serem cantores e instrumentistas, cada um proveniente de um contexto musical diferente, trazendo para o grupo sua bagagem e suas influências. O resultado é uma grande mistura dos gêneros da música brasileira, uma verdadeira miscigenação musical, um grande Sururu!”
Fonte: Página do grupo no Facebook

Pocket Show e Lançamento de CD/DVD Sururu na Roda
Data: 18 de julho, às 19h
Local: Livraria Cultura – Rua Senador Dantas, 45 – Centro

———————-

Já o pocket show e sessão de autógrafos de Gabriel Moura acontecem Em São Conrado. O cantor e compositor lança seu segundo álbum da carreira solo, o “Karaokê Tupi 2”. Gabriel criou o grupo Farofa Carioca, ao lado de Seu Jorge, e faz parte do quarteto carioca 4 Cabeça e da Orquestra Saga.

Pocket Show + Lançamento do CD “Karaokê Tupi 2”, de Gabriel Moura
Data: sábado, 20 de julho, às 19h
Local: Livraria Cultura – Espaço de Eventos – Shopping Fashion Mall – Estrada da Gávea, 899 – São Conrado

O Teatro Mágico em dose dupla

Foto O Teatro Mágico

Foto: divulgação

Hoje temos uma boa dica para quem não conferiu a apresentação do grupo em maio, publicada aqui. A trupe fará 2 shows gratuitos na sexta-feira, dia 19, na zona oeste e na zona norte da cidade. Na Arena Carioca Chacrinha, em Guaratiba, a apresentação será às 14h, em seguida, o público poderá curtir o show na Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, a partir das 19 horas. Os shows tem classificação livre.

Para garantir ingressos para os shows na Pérola Negra, os interessados devem retirá-los na bilheteria da Arena, a partir desta quarta feira, dia 17 de julho, às 9h. Serão distribuídos até 2 ingressos por pessoa. Para informações sobre ingressos na Arena Carioca Chacrinha, o público deve ligar para 21 3404-7980, em horário comercial.

Arena Jovelina Pérola Negra
Endereço: Praça Enio, s/nº
Tel.: 2886-3889

Arena Carioca Chacrinha
Endereço: Rua Soldado Eliseu Hipólito, s/nº – Guaratiba
Tel.: 21 3404-7980

Foto: divulgação

No dia 15 de julho acontece a Noite de Abertura do Festival Internacional de Cinema Feminino 2013 (FEMINA), com sessão dupla, a partir das 19 horas. Serão exibidos o curta-metragem Resposta de Mulheres (1975), de Agnès Varda e o longa Marussia (2013), de Eva Pevolovici. 

No drama de Eva Pevolovici, Lucia e sua filha Marussia, de 6 anos, percorrem as ruas de Paris. Lúcia é Russa, não tem endereço fixo, dorme onde for possível e transita pelos mais diferentes lugares. Contra o desejo de seus conterrâneos, ela não quer voltar para o seu país de origem, esperando encontrar em Paris uma vida diferente para ela e sua pequena filha.

Sobre o documentário Resposta de Mulheres: “A pergunta ‘O que é ser uma mulher?’ foi proposta pelo segundo canal de televisão francês a várias mulheres cineastas. Este cine-panfleto é uma das respostas possíveis, no que diz respeito ao corpo das mulheres – nosso corpo –, do qual se fala tão pouco quando se fala da condição feminina. Nosso corpo-objeto, nosso corpo-tabu, nosso corpo com ou sem seus filhos, nosso sexo, etc. Como viver nosso corpo? Nosso sexo, como vivê-lo?” (Agnès Varda).

Produções francesas clássicas e recentes são exibidas às segundas-feiras no Cinemaison. Para assistir aos filmes é necessário solicitar o cartão de sócio através do site cinefrance.com.br, que foi criado pelo Serviço Audiovisual da Embaixada da França com o objetivo de reforçar a promoção do Audiovisual francês no Brasil e disponibilizar informações para os profissionais, parceiros da Cinemateca e para os cinéfilos que gostam do cinema francês. Após realizar a inscrição, que é gratuita, o interessado recebe uma mensagem de confirmação de cadastro por e-mail, que deve levar impressa ao Cinemaison minutos antes do horário da sessão, para que sua “carteirinha” seja providenciada.

Cinemaison – Avenida Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro
Tel : (21) 3974 6644
Mais informações no site www.cinefrance.com.br

A décima edição do evento, que é realizado desde 2004, acontece de 16 a 28 de julho, na Caixa Cultural. Serão exibidos 115 filmes, divididos em duas mostras competitivas (Nacional e Internacional) e treze programas da Mostra Informativa. Na competitiva concorrem 15 filmes em 4 categorias: Grande Prêmio Femina (melhor filme), Prêmio Especial do Júri, Melhor Direção e Melhor Destaque Feminino. Na Mostra Informativa são 85 filmes divididos em 13 programas. A atriz Patrícia Pillar é a homenageada desta edição. Os ingressos custam R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes Caixa pagam meia. O Festival conta ainda com seminários gratuitos entre os dias 17 e 20 de julho às 14h, CAIXA Cultural (Av. Almirante Barroso, 25 – Centro).

Mais informações sobre o Festival nos sites da Caixa Cultural, no site do evento e no site Cinefrance:

www.caixacultural.com.br
www.feminafest.com.br
www.cinefrance.com.br

Alex Cohen lança dvd/cd e faz shows no Rio

Foto Alex Cohen

Foto: divulgação site

O cantor e compositor faz dois pocket shows na próxima semana. Apresentações acontecem na Bara e no centro do Rio. Alex Cohen, que completou 12 anos de carreira, acaba de lançar seu novo DVD/CD Reluz, com 18 faixas, entre elas composições autorais como “Taí” (carro chefe do dvd), “Pra Não Te Perder” e “Essência do Prazer”. A gravação do DVD teve a direção musical e artística de Max Pierre, conhecido por dirigir grandes nomes da música brasileira como Ivete Sangalo, Roberto Carlos, Xuxa, Fabio Jr, entre outros.

No novo trabalho, além de canções que já receberam a interpretação do artista, o público poderá conferir a gravação de canções consagradas como “Reluz”, “Muito Estranho”, “Só Você”, “Yesterday”, “Vitoriosa”, “Você é Linda”, “Sentado à Beira do Caminho” e muito mais.

Barra:
Local: Fnac Barra – Barra Shopping – Av. das américas, 4666, Rio de Janeiro
Data e horário: 15 de julho, de 19h às 20h
Tel.: (21)2109-2000
*Distribuição de senhas à partir das 18h

Centro:
Local: Livraria Saraiva Ouvidor – Rua do Ouvidor, 98A – Centro
Data e horário: 25 de julho, 12:30h
Tels.: (21) 2507-9500 / (21) 2507-3785 / (21) 2507-1896 / (21) 2507-9130

 

Foto palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Programação especial do Teatro reúne atrações variadas. Na música, apresentação da Banda dos Fuzileiros Navais,  concerto com composições de Mozart, Vivaldi, Pixinguinha, Brahms e Beatles, Ópera A Valquíria, de Wagner, além de palestra com o Maestro Silvio Viegas. Haverá também apresentação de dança, como O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky (Ato III), pelo Ballet do Theatro Municipal, Orquestra Sinfônica e Coro do Theatro Municipal.

As atividades acontecem durante todo o dia e começam pela manhã, a partir das 08:30h, com apresentação da Banda dos Fuzileiros Navais.

Confira a programação completa:

8:30h – Banda dos Fuzileiros Navais

9:30h – Os Pequenos Mozart – Escadaria do Foyer

– Concerto com composições de Mozart, Vivaldi, Pixinguinha, Brahms e Beatles

10:30h – Escola Estadual de Dança Maria Olenewa

– Estudos de Dança, de Strauss e Lumbye – Coreografia Dalal Achcar

–  La Bayadère (Suite do Pas D’Action), de Minkus – Coreografia Marius Petipa

12h – Ballet do Theatro Municipal

– O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky (Ato III) – Coreografia Yelena Pankova

14h – Coro do Theatro Municipal

– Carmina Burana, de Carl Orff

17:15h – Projeto Falando de Ópera

Palestra com o Maestro Silvio Viegas sobre A Valquíria, de Wagner

18h – Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal e solistas

– Ópera A Valquíria, de Wagner

Aniversário de 104 anos do Theatro Municipal do rio de Janeiro – Programação Especial
Endereço: Praca Marechal Floriano s/nº – Centro
Tels.: 21 2332-9191 / 2332-9134

—————————–

A atividade teatral era, na segunda metade do século XIX, muito intensa no Rio de Janeiro. Mas a então capital do Brasil não tinha um teatro que correspondesse plenamente a essa atividade e estivesse à altura da principal cidade do país. Seus dois maiores, o São Pedro e o Lírico, eram criticados pelas suas instalações, seja pelo público, seja pelas companhias que neles atuavam.

Em 1894, o autor teatral Arthur Azevedo lançou uma campanha para que um teatro fosse construído para ser sede de uma companhia municipal, a ser criada nos moldes da Comédie Française. Mas a campanha resultou apenas em uma Lei Municipal, que determinou a construção do Theatro Municipal. A lei, no entanto, não foi cumprida, apesar da existência de uma taxa para financiar a obra. A arrecadação desse novo imposto nunca foi utilizada para a construção do Theatro.

Somente em 1903, o prefeito Pereira Passos, nomeado pelo presidente Rodrigues Alves, retomou a idéia e, a 15 de outubro de 1903, lançou um edital com um concurso para a apresentação de projetos para a construção do Theatro Municipal. Encerrado o prazo do concurso, em março de 1904, foram recebidos sete projetos. Os dois primeiros colocados ficaram empatados: o “Áquila”, pseudônimo do engenheiro Francisco de Oliveira Passos, e o “Isadora”, pseudônimo do arquiteto francês Albert Guilbert, vice-presidente da Associação dos Arquitetos Franceses. O resultado deste concurso foi motivo para uma longa polêmica na Câmara Municipal, acompanhada pelos principais jornais da época, em torno da verdadeira autoria do projeto “Áquila” – que se dizia feito pela seção de arquitetura da Prefeitura – e do suposto favoritismo de Oliveira Passos, pelo fato de ser filho do prefeito, entre outros argumentos.

Como decisão final resolveu-se pela fusão dos dois projetos pois, na verdade, os dois projetos ganhadores correspondiam a uma mesma tipologia. Feitas as alterações no projeto, a 2 de janeiro de 1905, o prédio começou a ser erguido, com a colocação da primeira das 1.180 estacas de madeira de lei sobre as quais se assenta o edifício. Para decorar o edifício foram chamados os mais importantes pintores e escultores da época, como Eliseu Visconti, Rodolfo Amoedo e os irmãos Bernardelli. Também foram recrutados artesãos europeus para fazer vitrais e mosaicos.

Finalmente, quatro anos e meio mais tarde – um tempo recorde para a obra, que teve o revezamento de 280 operários em dois turnos de trabalho – no dia 14 de julho de 1909 foi inaugurado pelo presidente Nilo Peçanha o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que tinha capacidade para 1.739 espectadores. Serzedelo Correa era o prefeito da cidade.
Em 1934, com a constatação de que o teatro estava pequeno para o tamanho da população da cidade, que tinha crescido muito, a capacidade da sala foi aumentada para 2.205 lugares. A obra, apesar de sua complexidade, foi realizada em três meses, novamente em tempo recorde para a época. Posteriormente, com algumas modificações, chegou-se ao número de 2.361 lugares.
Em 1975, a 19 de outubro, o Theatro foi fechado para obras de restauração e modernização de suas instalações e reaberto em 15 de março de 1978. No mesmo ano foi criada a Central Técnica de Produção, responsável por toda a execução dos espetáculos da casa.
Em 1996, iniciou-se a construção do edifício Anexo. O objetivo foi desafogar o teatro dos ensaios para os espetáculos, que, com a atividade intensa da programação durante todo o ano, ficou pequeno para eles e, também, para abrigar condignamente os corpos artísticos. Com a inauguração do prédio, o Coro, a Orquestra e o Ballet ganharam novas salas de ensaio e bastante espaço para suas práticas artísticas.

Em 2008, com o patrocínio dos Grandes Patronos: Petrobrás, BNDES, Eletrobrás e Rede Globo de Televisão; Patronos Ouro Embratel e Vale; e dos Co-Patrocinadores Bradesco Seguro e Previdência e MetrôRio tornou-se possível iniciar a obra de restauração e modernização para o centenário do Theatro. Para tal a casa foi fechada em meados de outubro daquele ano. O Theatro Municipal reabriu em 27 de maio de 2010 totalmente reformado, após dezoito meses fechado. A obra de restauração e modernização (veja em restauro) foi a maior reforma da historia do teatro e custou R$ 64 milhões.

 Fonte: http://www.theatromunicipal.rj.gov.br/historia.html

Arte: divulgação Cidade das Artes

Cidade das Artes reúne diversas atrações neste sábado. A partir das 12 horas, o público poderá conferir exposições, performance, teatro, poesia, cinema e música. Às 13h haverá Performance do coletivo de arte e música Shibatonics, grupo com vários artistas que movimentam a cena artística carioca de um jeito inovador. Entre eles, Antonio Bokel, Bruno Br e Peu Mello. Seus trabalhos unem a arte contemporânea com o gênero musical do rock. Shiba, como também é conhecido, é um coletivo de música, artes e performance que foca na interação do público e na união das pessoas através dessas manifestações artísticas.

Confira mais atividades gratuitas no site da Fundação Cidade das Artes: www.cidadedasartes.org.

Fechando o dia, *Show de Marcelo Bonfá e banda, que não será gratuito.

Confira a programação!

Jardins do Rock

Admiradores do rock terão nos jardins da Cidade das Artes um espaço para tocar instrumentos musicais, cantar, dançar e declamar poesia.
Local: Jardim e Praça
12h: Sarau com música e poesia
13h: Performance do coletivo de arte e música Shibatonics
Abertura da Exposição
14h: Exposição Luz para todos, do coletivo de arte e música Shibatonics.
Local: Galeria
13 de julho a 11 de agosto
Espetáculo infantil
15h: Mistureba, com Paulo Bi
Local: Jardim e Praça
Cineclube das Artes
Local: Teatro de Câmara
15h: Exibição do documentário Rock Brasília – Era de Ouro
18h: Exibição do filme Somos tão Jovens
19h30: Bate-papo como diretor do filme Somos tão Jovens, Antonio Carlos da Fontoura.
Bate-papo
17h: Henrique Rodrigues – autor do livro Como se não houvesse amanhã
Mediação: Bruno Garcia
Local: Sala de Leitura
*Show de Marcelo Bonfá e banda
20h30: O baterista da Legião Urbana apresentará um show com sucessos da Legião Urbana e músicas dos seus discos solos.
Local: Teatro de Câmara – Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia) / R$10,00 (promocional para as pessoas que participarem das atividades do dia)
Av. das Américas, 5300, Barra da Tijuca  – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: (21) 3325 0102
Mais informações no site www.cidadedasartes.org.
 Foto/arte Samba Amigo

Foto/arte: divulgação Rádio Globo

Mais uma edição do Samba Amigo acontece amanhã. Os shows ficam por conta de Neguinho da Beija-Flor, Dona Ivone Lara e do grupo Vou pro Sereno. O evento é promovido pela Rádio Globo, Prefeitura do Rio e Riotur.  A festa será comandada por Robson Aldir, que comanda o programa semanal Madrugada na Globo, e tem a direção artística do maestro Rildo Hora.

Samba Amigo no Parque
Data: 13/07/2013
Local: Parque Madureira – Endereço: Rua Soares Caldeira, 115 (atrás do Shopping de Madureira)
Horário: a partir das 17 horas
Sobre o Parque
O Parque Madureira foi inaugurado em 23 de junho de 2012. De acordo com a prefeitura, são 93 mil metros quadrados e diversas opções de lazer, esporte e cultura, além de ser a terceira maior área verde da cidade (menor apenas que o Aterro do Flamengo e a Quinta da Boa Vista). O local tem quadras de vôlei, vôlei de areia, basquete e futebol, além de um campo de grama sintética para partidas de futebol. Crianças, adultos e idosos ganharam equipamentos especiais como playgrounds, academia ao ar livre e academia para a terceira idade, além de uma área para a prática de bocha, tênis de mesa e uma ciclovia. A infraestrutura conta com oito conjuntos de banheiros (masc/fem/fraldário/PCD), oito quiosques comerciais, um de bicicletas e um de esportes. Em um local privilegiado do parque, a Praça do Samba, um novo ponto de encontro da região com rodas de samba que remetem à tradição cultural do bairro. O investimento total da Secretaria Municipal de Obras foi de aproximadamente R$ 100 milhões.

Em dezembro de 2012, o Skate Park Jorge Luiz de Sousa “Tatu”, nome dado em homenagem a um dos pioneiros do skate carioca, recebeu o prêmio de melhor pista pública do Brasil. O prêmio foi concedido pela Revista “Cem Por Cento Skate“.

Arte; divulgação Conexão Rio

Série com 29 shows gratuitos fazem parte do Festival Conexão Rio. Entre os dias 11 de julho e 8 de agosto, 29 apresentações de música instrumental acontecerão em casas de shows, teatros, espaços públicos e centros culturais da cidade. Serão dias de encontros musicais ecléticos e de diferentes gerações entre artistas cariocas e de outros estados. O show de abertura – que acontece hoje –  é de Leo Gandelman com a cantora e pianista Maíra Freitasàs 20h30, na Cúpula do Planetário, na Gávea. 

Os ingressos para as apresentações gratuitas devem ser retirados no site  sympla.com.br/conexão ou a partir de 1 hora antes de cada espetáculo nos locais – sujeito à lotação dos espaços – Confira a programação:

11 de julho (quinta) às 20h30

Cúpula do Planetário – Rua Vice Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea

Show: Leo Gandelman Duo convida Maíra Freitas

12 de julho (sexta) às 20h30

Cúpula do Planetário – Rua Vice Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea.

Show: Leo Gandelman Quinteto convida Serginho Trombone

13 de julho (sábado) às 20h30

Arena Carioca Abelardo Barbosa/Chacrinha – Rua Soldado Eliseu Hipólito, S/N – Pedra de Guaratiba.

Show: Leandro Braga Trio convida Mareike Valentim

14 de julho (domingo) às 20h30

Sala Baden Powel – Rio Som e Cena – Av. N.S. de Copacabana, 360 – Copacabana.

Show: Carlos Malta Quarteto em “Saravá Baden” convida Silvério Pontes

15 de julho (segunda)

Teatro Ipanema – Rua Prudente de Moraes, 824 – Ipanema.

20h30 – Show: Luiz Brasil e banda

22h – Show: Nova Lapa Jazz e Convidado: Moreno Veloso

16 de julho (terça)

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Rua Humaitá, 163 – Humaitá.

20h30 – Show: Rabotnik

22h – Show: Chinese Cookie Poets

17 de julho (quarta) às 20h30

Lona Cultural Gilberto Gil – Av. Marechal Fontenelle, 5000 – Realengo.

Show: Pascoal Meirelles convida Mingo Araujo

18 de julho (quinta) às 20h30

Teatro Maria Clara Machado – Av. Padre Leonel França, 240 – Gávea.

Show: Victor Biglione convida Marcel Powell

19 de julho (sexta) às 20h30

Lona Cultural Municipal Terra – Rua Marcos de Macedo, 21660 – Guadalupe.

Show: Henrique Cazes Quarteto

20 de julho (sábado) às 20h30

Arena Carioca Abelardo Barbosa/Chacrinha – Rua Soldado Eliseu Hipólito, S/N – Pedra de Guaratiba.

Show: Paraphernalia

21 de julho (domingo) às 20h30

Choperia Brazooka – Av. Mem de Sá, 70 – Lapa.

Show: Os Parafina

22 de julho (segunda) às 20h30

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Rua Humaitá, 163 – Humaitá.

Show: Baticun: 21 anos convida Gabriel Moura e Rogê

23 de julho (terça) às 20h30

Teatro Ipanema – Rua Prudente de Moraes, 824 – Ipanema.

Show: Ricardo Silveira convida Zeca Assumpção

24 de julho (quarta) às 20h30

Teatro Odisséia – Av. Mem de Sá, 66 – Lapa.

Show: BondeSom convida Bolimbolacho

25 de julho (quinta) às 20h30

Teatro Maria Clara Machado – Av. Padre Leonel França, 240 – Gávea.

Show: Victor Biglione convida Marcel Powell

26 de julho (sexta) às 20h30

Cúpula do Planetário – Rua Vice Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea.

Show: Zé Paulo Becker Trio convida Marcos Ariel

27 de julho (sábado) às 20h30

Lona Cultural Municipal Terra – Rua Marcos de Macedo, 21660 – Guadalupe.

Show: Paraphernalia

28 de julho (domingo) às 20h30

Arena Carioca Abelardo Barbosa/Chacrinha – Rua Soldado Eliseu Hipólito, S/N – Pedra de Guaratiba.

Show: Lucas Vasconcellos e Bernardo Pauleira convidam Antônio Saraiva

29 de julho (segunda) às 20h30

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Rua Humaitá, 163 – Humaitá.

Baticun: 21 anos convida Pedro Luís e a Parede

30 de julho (terça) às 20h30

Teatro Ziembinski – Rua Urbano Duarte , 22  – Tijuca

Show: Walter Lang Trio convida Lula Ribeiro

31 de julho (quarta) às 20h30

Sala Baden Powel – Rio Som e Cena – Av. N.S. de Copacabana, 360 – Copacabana.

Show: Marcos Ariel Trio

1º de agosto (quinta) 20h30

Miranda – Avenida Borges de Medeiros, 1424 – Piso 2 – Lagoa.

Show para DUNCAN LINDSAY com Alceu Valença, Paulo Rafael, Arto Lindsay, Kassin, Siba dentre outros.

2 de agosto (sexta) às 20h30

Arena Carioca Abelardo Barbosa/Chacrinha – Rua Soldado Eliseu Hipólito, S/N – Pedra de Guaratiba.

Show: Walter Lang Trio convida Virginia Rodrigues (BA)

3 de agosto (sábado) às 20h30

Lona Cultural Municipal Terra – Rua Marcos de Macedo, 21660 – Guadalupe.

Show: Os Ritmistas convidam Maíra Freitas

4 de agosto (domingo) às 20h30

Choperia Brazooka – Av. Mem de Sá, 70 – Lapa.

Show: Monte Alegre Hot Jazz Band

05 de agosto (segunda) às 20h30

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto – Rua Humaitá, 163 – Humaitá.

Show: Paulo Rafael convida JR Tostoi e Lucio Maia (PE)

06 de agosto (terça) às 20h30

Teatro Ipanema – Rua Prudente de Moraes, 824 – Ipanema.

Show: Marco Lobo Quinteto convida Virginia Rodrigues (BA)

07 de agosto (quarta) às 20h30

Centro Municipal de Referencia da Música Carioca Artur da Távola  – Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca.

Show: Nova Lapa Jazz

08 de agosto (quinta) às 20h30

Teatro Maria Clara Machado – Av. Padre Leonel França, 240 – Gávea.

Marco Lobo e Rafael Vernet convidam Paula Santoro (MG)

Foto/arte: divulgação brasilfutebol7.com.br

Entre os dias 5 e  14 de julho acontecem o Mundialito de Seleções e de Clubes de Futebol 7. A bola vai rolar na  Arena Sapucaí, montada na Praça da Apoteose. A terceira edição do Mundialito de Seleções conta com a participação de 8 equipes de 8 países, divididas em dois grupos: no primeiro estão Brasil, Itália, Venezuela e Angola, no segundo, México, Argentina, Bolívia e Espanha. As duas melhores de cada grupo disputam as semifinais e final. A entrada é gratuita nas arquibancadas do setor 13

Confira a tabela do Mundialito de Seleções, que também terá algumas partidas transmitidas pela Fox Sports e pelo site http://www.e-livesports.tv/!

Sexta-feira (5) – 1ª Rodada

México x Argentina – 17h / Venezuela x Itália – 18h15 / Bolívia x Espanha – 19h30 / Angola x Brasil – 20h45

Sábado (6) – 2ª Rodada

Espanha x México – 14h (FOX ao vivo) / Brasil x Venezuela – 15h15 (FOX ao vivo) / México x Bolívia – 16h30 / Venezuela x Angola – 17h45

Domingo (7) – 3ª Rodada

Espanha x Argentina – 14h (FOX ao vivo) / Brasil x Itália – 15h15 (FOX ao vivo) / México x Bolívia – 16h30 Venezuela x Angola – 17h45

Segunda-feira (8) – 4ª Rodada

19h30 – Semifinal – 1º Grupo B x 2º Grupo A
20h45 – Semifinal – 1º Grupo A x 2º Grupo B

Terça-feira (9)

19h30 – Disputa do 3º lugar
20h45 – Final

Já a segunda edição do Mundialito de Clubes de Futebol 7 será entre os dias 10 e 14 de julho. Um dos destaques da competição será Petkovic, que jogará pela equipe do Flamengo. Além da equipe rubro-negra, o Rio de Janeiro estará representado por mais duas equipes: Botafogo e Fluminense (Vice-Campeão da Liga Fut7), que assegurou a vaga na competição após vencer o Qualifying, seletiva organizada pela Confederação Brasileira de Futebol 7 (CBF7), na qual participaram Madureira (3º colocado na Copa do Brasil), America (Vice-Campeão da Copa do Brasil), Vasco (3º Colocado no Brasileiro 2012), Corinthians, Cruzeiro, América Mineiro e Rio Branco-ES. A tabela de jogos e horários ainda não foi divulgada pela CBF7 e Federação de Futebol 7 do Estado do Rio de Janeiro (FF7ERJ), organizadoras do evento.

*Clique aqui e confira a tabela dos jogos do Mundialito de Clubes de Futebol 7, que começa hoje!

%d blogueiros gostam disto: