Foto elenco peça teatral No Buraco

Foto: Ricardo Gabriel / Divulgação

A companhia carioca conhecida por seus espetáculos com mímica e comicidade apresenta as peças “No Buraco”, dias 14 e 15 de setembro (Sábado às 20h, domingo às 19h), e o infantil  “O Maior Menor Espetáculo da Terra” (de 21 a 29/09 – sábados e domingos, às 18h) no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo. O grupo formado por Álvaro Assad, Márcio Moura e Melissa Teles-Lôbo é uma das mais representativas em mímica e comicidade no Brasil.

“No Buraco”, de 2004,  promete riso, pantomina e efeitos exclusivos. A peça acontece atrás de um biombo de um metro de altura e sete de comprimento. O ETC E TAL subverte a imaginação do espectador através de cinco hilariantes pantomimas. O espetáculo promove uma experiência teatral diferente que, sem mostrar o corpo inteiro dos atores. “É como se nós fossemos bonecos de manipulação. A diferença é que os movimentos são muito próximos do cotidiano”, explica Assad.

São cinco esquetes mudas, com 10 minutos cada, nas quais predominam a linguagem circense e o humor ácido. A primeira história a ser contada é “O Buraco”, que inspirou o título da obra. Nesse número, ao mesmo tempo romântico e nonsense, um casal começa a cavar um buraco para se encontrar. O problema é que cada um aparece de um lado, dificultando o final feliz. A seguir, o público confere “Patos ou Parque de Diversões?”, com um trio de patinhos, típico de barracas antigas de parques de diversões. Os bichos vão rodar em uma esteira fictícia à espera de tiros de espingardas de rolhas. “O Circo” também traz um ar de nostalgia ao transportar os presentes para uma espécie de picadeiro. Além de cenas com o homem bala e o trapezista, haverá uma luta entre o palhaço e o mímico. Ainda estão na programação “Os Pilotos”, uma batalha aérea recheada de piruetas no ar e de perseguições, e o surpeendente “”, um jogo de disputa física do elenco totalmente despido. Segundo o diretor, o fato de estarem nus não deve ser visto como algo de mau gosto ou pejorativo, pois as pessoas só veem o dorso e não há estímulo sexual. O objetivo foi mostrar que, para se fazer mímica, nada é necessário além do próprio corpo. A plateia tem a nítida impressão de “ver” os atores flutuando, voando, afundando, caindo, e cavalgando.

O intenso agacha e levanta da trupe é fruto de um treinamento físico que inclui aulas de pilates e de reeducação postural global (RPG). “Optamos por esse tipo de preparação porque queremos melhorar nosso rigor gestual e porque o grupo está envelhecendo”, afirma Assad, referindo-se aos 19 anos de existência do Centro Teatral e Etc e Tal. Um dos elementos visuais que mais chamam a atenção durante a peça é a variedade de figurinos. Ao todo, são 35 trocas de roupas, criadas por Fernanda Sabino, da Artesanal Cia. de Teatro. Para que tudo saia perfeito, ele brinca que é preciso escolher entre respirar ou vestir-se. Algumas trocas ocorrem durante a atuação dos colegas. Outras, nos intervalos de 40 segundos entre um tema e outro, nos quais a plateia assiste a projeções paralelas.

Ainda em setembro, o grupo se apresenta durante mais dois fins de semana no Espaço Furnas Cultural com a peça infantil “O Maior Menor Espetáculo da Terra”, onde um grande-mínimo-novíssimo e compacto picadeiro do “CIRCO DE PULGAS” é montado. O espetáculo ficará em cartaz de 21 a 29 – sábados e domingos – às 18h. A direção é de Alvaro Assad.

Sob o comando de um inusitado trio cômico formado por Álvaro Assad, Márcio Moura e Melissa Teles-Lôbo, o espectador será apresentado ao menor ser da Terra: A PULGA. Da China, Pun Ching Oo a pulga Funâmbula, da Argentina, PulGardel a pulga bala, da Oceania, as lindas pulgas gêmeas trapezistas Pulg Lee e Pilg Luu e, dentre tantas outras, uma inimaginável pulga indomável da floresta do Zimbábue. Todas elas com talentos arrebatadores e incrivelmente trabalhados pelos Mestres de Cerimônias, conduzindo o público a ver o que não pode ser visto e imaginar um extraordinário mundo mambembe em miniatura. O texto é uma mescla de dramaturgia de números clássicos do circo tradicional com uma profunda pesquisa científica do universo das pulgas e, claro, a comicidade característica do grupo Etc e Tal.

Confira uma prévia do espetáculo:

No Buraco – Centro Teatral Etc e Tal
Linguagem: Pantomima – Espetáculo adulto
Gênero: Comédia
Duração: 60 minutos
Classficação etária: 14 anos
Local: Espaço Furnas Cultural – End.: Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Informações:  21 2528 5166
Data: Até 15 de setembro – Sábados às 20h, domingos às 19h

O Maior Menor Espetáculo da Terra – Centro Teatral Etc e Tal
Datas: de 21 a 29 de setembro – sábados e domingos, às 18h
Local: Espaço Furnas Cultural – End.: Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Informações:  21 2528 5166
Classficação etária: livre

Horário de funcionamento da bilheteria: Ingressos distribuídos até as 17h, a partir das 14h, nos dias dos espetáculos. Capacidade: 192 lugares – Informações pelo tel.: 21 2528 5166 / *Para acesso ao Espaço Cultural, é necessária a apresentação de documento com foto.

Anúncios