Foto/arte: Reprodução internet

Foto/arte: Reprodução internet

Nos dias 28 e 29 de maio, às 19:30h, alunos de teatro da escola O Tablado apresentam o clássico de Nelson Rodrigues no Teatro Odylo Costa, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Uerj.

“A peça conta a história de um homem que é atropelado na Praça da Bandeira, no Rio, e pede um beijo a Arandir, um jovem de coração puro e atormentado. Presenciando a cena de beijo entre os dois homens, o repórter do jornal Última Hora, Amado Ribeiro, que também é retratado no folhetim “Asfalto Selvagem”, transforma o último desejo de uma pessoa agonizante em manchete principal. O sensacionalismo da mídia é apresentado assim por meio do “Última Hora”, que altera completamente a história, colocando Arandir como um criminoso que empurrou o amante e depois o beijou.”

A montagem tem direção de Fernando Melvin. No elenco, André Alves, Andreia Sobrinho, Bruna Medina, Eduarda Studart, Felipe Zava, Gustavo Sanoli, Hugo Lobo, Isabela Cunhã, João Garaza, Keren Hapuque, Lucas Gomes, Luci Ponte, Luiz Alfredo Montenegro, Marcio de Andrade, Marcio Silva, Maria Julia Lacaille, Neide Viegas, Paula Neves, Raquel Bonfante, Ricardo Monteiro, Thais Sena, Virginia Freitas, Wescley Di Luna e Yuri Cardoso.

O texto do livro publicado em 1960 foi inspirado em um fato verídico, que aconteceu com um repórter do Jornal O Globo, o seu atropelamento. No chão, ao perceber que estava perto da morte, o jornalista pediu um beijo a uma jovem que tentava ajudá-lo. Foi adaptado duas vezes para filme e também para quadrinhos.

A peça teatral, permeada por ingredientes como sexualidade, intrigas, falta de ética da imprensa, polícia e crise familiar, foi escrita por Nelson Rodrigues em 1960, especialmente para o Teatro dos Sete. Em 1961, com direção de Fernando Torres, estreou no Rio de Janeiro, encenada por atores renomados como Fernanda Montenegro, Sérgio Britto e Ítalo Rossi. No cinema, a primeira versão foi em 1963, com direção de Flávio Tambellini e com Reginaldo Faria, Norma Blum, Xandó Batista e Jorge Dória nos papeis centrais. A segunda foi em 1981, com direção de Bruno Barreto e, no elenco, Ney Latorraca, Tarcísio Meira, Christiane Torloni e Daniel Filho.

Para assistir ao espetáculo, basta comparecer com antecedência ao local. Não haverá distribuição de senhas, a entrada estará sujeita à lotação do teatro. Capacidade: 950 lugares.

O Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues
Local: Teatro Odylo Costa, filho – Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã
Data: 28 e 29/05, quarta e quinta-feira
Horário: 19:30h
Duração: 70 min.
Classificação indicativa: 16 anos
Capacidade: 950 lugares

Para enviar sugestões de atividades gratuitas ou parcerias, entre em contato conosco, envie-nos as informações e/ou releases! Utilize o formulário abaixo ou envie sua mensagem para o e-mail degracaeuvou1@gmail.com. Curta a nossa página no Facebook!

Anúncios