| Peça conta parte da vida e obra de Grandjean Montigny, arquiteto francês que viveu no Rio no século XIX |

Foto de dois atores durante apresentação da peça teatral Grandjean, le soleil

Foto: Pedro Fávero

O espetáculo, que conta a vida e obra de Grandjean Montigny, arquiteto francês que viveu no Rio, é parte da 2ª edição da Mostra Bosque – PUC cena experimentalpromovida pela PUC-Rio. As apresentações acontecem nos *sábados de outubro, às 18h, no Solar Grandjean de Montigny, no Museu Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio.

No elenco, Ander Simões, Jaqueline Calazans, Geise Gomes, Verônica da Costa, Nina Barros e Cacau Nascimento, além de participação de Roberta Valente em vídeo. O texto e a direção são de Lucas Valentim. A classificação é livre.

SINOPSE:
Uma trupe de atores negros utiliza de diversas possibilidades cênicas para contar fragmentos da vida e obra de Grandjean de Montigny, arquiteto francês que chega, juntamente com a Missão Artística Francesa, ao Rio de Janeiro de 1816. O espetáculo é itinerante percorrendo a casa construída pelo próprio Grandjean, onde ele viveu grande parte de sua vida, alinhando a cultura popular à erudita, tanto na proposição estética quanto na utilização de uma escrita rebuscada, barroca e metalinguística.

Espetáculo Grandjean, le soleil 
Período: sábados de outubro, às 18h – exceto no dia 24 /10
Local: Solar Grandjean de Montigny – Museu Universitário PUC-Rio – Rua Marquês de São Vicente, 225 – Gávea – Rio de Janeiro – RJ ( Campus da PUC Rio)
*Capacidade limitada –  as senhas serão distribuídas 15 minutos antes do espetáculo
Duração: 60 minutos
Classificação: livre

Anúncios