Projeto levará pessoas com deficiência visual para pedalar na Praça Mauá e em Niterói, nos dias 21 e 28 deste mês|

Foto: reprodução

Uma plataforma de entretenimento, integração e saúde para pessoas que não enxergam e que enxergam. É com essa mesma proposta que o Pedaleiros – projeto que oferece às pessoas com deficiência visual a experiência de andar de bicicleta – dá sequência à atual temporada com duas etapas no Rio de Janeiro: dia 21/10, na Praça Mauá, Centro do Rio de Janeiro, e 28/10, em Niterói. A iniciativa tem quatro horas de duração, das 10h às 14h. O objetivo é ocupar os espaços públicos com uma atividade lúdica e divertida, levando amor, carinho e respeito a todos.

Iniciado em dezembro de 2015, o projeto já realizou 11 etapas e levou mais de 1.200 pessoas com deficiência visual para pedalar em diferentes lugares do Rio de Janeiro, impactando mais de 40 mil pessoas em seus eventos. De Copacabana a Nova Iguaçu. De Madureira à Lagoa Rodrigo de Freitas. Nesta nova temporada, foi contemplada a primeira edição do projeto em São Paulo, no dia 16 de setembro, no Parque Villa Lobos. Além das duas etapas de outubro, estão programadas outras duas na capital fluminense ainda em 2017. Tudo para levar essa experiência a um maior número de pessoas.

Sem fins lucrativos, Pedaleiros tem base em uma das principais dificuldades dos deficientes visuais: a mobilidade. Entendendo que a saúde dessas pessoas merece essa atenção e com a preocupação de melhorar a qualidade de vida delas, o projeto busca trazê-las para o convívio social e propiciar um momento único de liberdade, além de impactar aqueles que as cercam. Na iniciativa, Pedaleiros Guias, capacitados por meio de treinamento, usam bicicletas no formato tandem para fazer o passeio com os Pedaleiros (pessoas com deficiência visual) e descrevem todo o percurso. Pessoas sem deficiência visual também podem desfrutar da sensação, fazendo o passeio vendadas.

“Nossa missão é oferecer entretenimento e tirar essas pessoas de suas casas. Além disso, fazer com que todos enxerguem o que as possibilidades físicas dos olhos não podem, que é colocar-se no lugar do outro e experimentar a sensação de uma pessoa com deficiência visual”, comenta Rafaello Ramundo, sócio-diretor da Novo Traço, empresa idealizadora e realizadora do projeto. “É importante aprender a deixar de lado as próprias vontades, estabelecer relações de ajuda mútua, perceber no outro as suas necessidades mais básicas e tocantes e sentir a felicidade por meio da alegria alheia. Pedaleiros foi criado para engajar o público com atividades de lazer em um espaço seguro e acolhedor”, completa.

O projeto desempenha um papel simbólico, sensibilizando tanto os que não enxergam quanto os que enxergam. O que se percebe é que a experiência de sentir o vento no rosto ao andar de bicicleta transcende a atividade em si. É como executar um voo, se libertar. Por isso, Pedaleiros é uma proposta que oferece emoções indescritíveis, refletindo uma nova perspectiva para todos, que é “olhar com o coração”. Segundo o IBGE, existem mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual no país, sendo 582 mil cegas e seis milhões com baixa visão (dados da fundação com base no Censo 2010).

Criado pela NOVO TRAÇO, o projeto conta com a farmacêutica EMS como mantenedora e apoio da Localiza, Multiplan e do Ministério do Esporte, Governo Federal, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

“O Pedaleiros é uma proposta que possibilita uma experiência única de mobilidade sem barreiras, gerando engajamento, ajuda mútua e entretenimento. Por isso, estamos orgulhosos com essa parceria que tanto colabora para o cumprimento de nossa missão de cuidar das pessoas e também reforça o nosso compromisso de promover bem-estar. Estamos falando, portanto, do acesso em diversos sentidos: do acesso ao ir e vir, ao sentir-se livre e conectado, ao convívio integrado, a uma troca de gentilezas, enfim, do acesso a tudo que podemos dizer que está relacionado à saúde e à qualidade de vida, prioridades que nos movem nestes mais de 50 anos de trajetória”, afirma Marcus Sanchez, vice-presidente Institucional da EMS.

Programação:

Pedaleiros na Praça Mauá
Data: dia 21/10 (sábado)
Local: Praça Mauá
Horário: 10h às 14h

Pedaleiros em Niterói
Data: dia 28/10 (sábado)
Local: a definir
Horário: 10h às 14h
Mais informações: https://www.facebook.com/projetopedaleiros

Anúncios