​​
| Festa da Rua – Rio de Histórias a Céu Aberto reúne mais de 40 atrações, entre shows, intervenções e oficinas |

Foto: divulgação

Um dos parques mais emblemáticos do Brasil será palco da Festa da Rua – Rio de Histórias a Céu Aberto, ocupação literária que o Instituto Tear promove anualmente na cidade. O festival acontecerá no próximo sábado, dia 25 de novembro, no Campo de Santana, na Praça da República, região central do Rio de Janeiro, e contará com mais de 40 atrações para todas as idades.

A programação, que começará às 9h e se estenderá até às 14h, inclui contação de histórias, cirandas, brincadeiras musicais, intervenções, oficinas e shows. Cerca de 150 artistas devem participar do evento, entre eles Junu Ramos e Terreirada Cearense, Choro da Glória, Grupo Dandalua, Festival Carioca de Contação de Histórias, Edmilson Santini, Lata Doida, Poesia Viral, Peneira, Cacuriança e coletivos do projeto Trilhas Literárias.

Mais do que uma sucessão de apresentações e oficinas, o festival é um movimento de resistência cultural onde os encontros e trocas criam o lugar como espaço a ser vivido.

“A Festa da Rua tem como principal objetivo promover a construção de um novo olhar sobre a cidade, ativando a amabilidade contida no espaço urbano e fortalecendo os sentidos de pertencimento, de cuidado e de apropriação”, destaca Patricia Freitas, do Instituto Tear.

Localizado entre a Central do Brasil e a Saara, o Campo de Santana possui uma vocação política e poética como local que abrigou festas, aclamações e manifestações populares que marcaram a história do Rio de Janeiro e do País, sobretudo no Século XIX. Esses registros encontram-se presentes nas obras de escritores, poetas, cronistas e folcloristas, e a Festa da Rua busca sensibilizar, estimular, mobilizar e convocar os moradores da cidade a reativarem o local como espaço do povo, de encontros, de interações e de criação.

Sobre a Festa da Rua

A Festa da Rua é um evento público realizado anualmente desde 1980 pelo Tear, e destina-se à ocupação dos espaços públicos da cidade para o compartilhamento de fazeres e saberes de mestres, brincantes, artistas populares e a comunidade.  O evento reúne diversas oficinas nas várias linguagens da arte, Pés-de-Livro, jogos e brincadeiras, intervenções estéticas, saraus, música, performances, mostras fotográficas, de artes visuais e multimídia, e tudo aquilo que agregar afetos pela troca de experiências e pensamentos.

Sobre o Instituto Tear

O Tear é uma organização que atua desde 1980 nas áreas da educação, arte e cultura, tendo sido reconhecido, em 2005, como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura e em 2014 como Pontão de Cultura e Educação, encarregado da formação e fortalecimento da Rede de Pontos de Cultura. Ao longo dos anos, construiu uma metodologia de trabalho, com centralidade na arte, pautada nas relações entre expressão criadora, ludicidade, conhecimento e cidadania, tornando-se um centro de referência nacional no campo da arte-educação. A missão do Tear é promover o desenvolvimento humano nas dimensões éticas e estéticas, através da arte- educação/ambiental, contribuindo à transformação social.

Programação:

– Poesia Viral, com o Cordel: A peleja da princesa Jesebel, com o violeiro Magrilin;
– Cia Roseira D´Água, com Toque de Caixa para o Divino e Brincadeira de Cacuriá
– Mais de 20 oficinas com arte-educadores do Tear e convidados;
– Casa da Rosinha;
– Lata Doida;
– Ojá Turbante;
– Cacuriança;
– Fabio Lima;
– Raphael dos Santos;
– Edmilson Santini;
– Roda de Danças Populares, com Grupo Dandalua;
– Roda de Choro, com Choro da Glória;
– Roda de Capoeira, com Associação Lagoa Azul Capoeira RJ;
– Aulão Dança Afro, com AFRO Conexões;
– Mostra do Festival Carioca de Contação de Histórias;
– Pé de Livro;
– Performances;
– Oficina de intervenção temporária | LabIT 2017;
– Intervenções com a Peneira;
– Pocket show com Junu e Terreirada Cearense.

Festa da Rua – Rio de Histórias a Céu Aberto
Local: Campo de Santana, s/nº – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 25/11 (sábado)
Horário: 9h às 14h
Informações: Tel.: 21 3238-3690 / institutotear.org.br