Da sessão “não é de graça, mas é quase”:
| Expectativa da organização da 22ª edição do projeto é reunir aproximadamente 120 mil pessoas |

Foto: reprodução Facebook Trem do Samba

A 22ª edição do “Trem do Samba acontecerá no dia 2 de dezembro, próximo sábado. O evento celebra o Dia Nacional do Samba, comemorado no dia 2 de dezembro, com uma viagem de trem da estação Central do Brasil até o bairro de Oswaldo Cruz, considerado berço do samba carioca. A festa contará com um palco principal montado na Central do Brasil, além de mais três no bairro do subúrbio carioca.  Neste ano o evento idealizado pelo sambista Marquinhos de Oswaldo Cruz homenageia o tambor como instrumento que promove a comunicação entre as gerações, a ancestralidade, além de interagir com diversas culturas.

A festa do samba terá início às 21h do dia 1° de dezembro, com a partida do “Cortejo Alegre dos Senhores da Memória”, conduzido pelos “Senhores da Memória”, seguidos de diversos partideiros, os improvisadores do
samba. O cortejo seguirá em direção à Praça Paulo da Portela, em Oswaldo Cruz, onde será formada uma enorme roda de samba. À meia-noite, em saudação aos “Senhores da Memória”, haverá uma grande queima de fogos, que marcará o encerramento das atividades do dia.

No dia 2 de dezembro – Dia Nacional do Samba – a Central do Brasil e Oswaldo Cruz se transformam para receber o grande evento. Na Central, a programação começará às 13h, com DJs, e os shows começarão às 15h. No Palco Almir Guineto (homenagem ao sambista falecido em maio deste ano), renomados artistas do samba nacional se apresentarão, como Marquinhos de Oswaldo Cruz, Osmar do Breque, Tantinho da Mangueira e Wilson Moreira, além das Velhas Guardas da Portela, Vila Isabel, Salgueiro, Mangueira e Império Serrano, se revezam até às 19h.

A partir das 18h24, trens sairão da Central do Brasil em viagens diretas, a cada 20 minutos, (às 18h24, 18h44, 19h04 e 19h24) com rodas de samba para animar a viagem dos passageiros até Oswaldo Cruz, onde a festa continuará. Para embarcar no Trem do Samba, basta contribuir com 1kg de alimento não perecível, que será trocado por um bilhete, na própria estação da Central do Brasil, durante todo o dia do evento, ou comprar uma passagem diretamente na bilheteria. Os alimentos arrecadados serão destinados a entidades de apoio a pessoas carentes. A organização do do evento entregará as doações ao Banco Rio de Alimentos, do Sesc Regional Rio, que destinará os alimentos para instituições parcerias.

Durante o trajeto, dentro de cada um dos vagões e de cada uma das composições, sambistas vão comandar rodas de samba, fazendo a festa com o público. Cinco Velhas Guardas e 32 rodas de samba garantirão shows e muita festa. Na programação estão:  Coletivo Samba na Rua; Democráticos de Guadalupe; Pedetersa; Kizomba; Clube do Samba; Grupo Moça Prosa; Autonomia/Pedra do Sal; Kebajê; Embaixadores da Folia; Pagode do Nelsinho e Wilma; Baluarte de Turiaçú; Aos novos compositores; Grupo Regente; Tia Ciça.

Em Oswaldo Cruz, todos desembarcarão das composições e 14 rodas de samba seguirão para bares de referência do bairro. O público poderá desfrutar das atrações dos três palcos montados em diferentes pontos: Palco Mestre Pirulito, na Praça Paulo da Portela, Palco Wilson das Neves, na Rua João Vicente, e Palco Mestre Trambique, na Rua Átila da Silveira. A festa não tem hora para acabar.

Segundo a organização do projeto, a expectativa de público é de aproximadamente 120 mil pessoas, a festa emprega anualmente cerca de 1.500 trabalhadores, promove o aquecimento do comércio local e, em média, são arrecadadas 2,5 toneladas de alimentos em cada edição.

Para o retorno do evento também haverá trens especiais. Confira os horários: Da estação Oswaldo Cruz para Santa Cruz, às 0h e 1h45; Da estação Oswaldo Cruz para Japeri, às 23h30 e 1h30; Da estação Oswaldo Cruz para a Central do Brasil, às 22h, 23h, 0h15, 1h e 2h. A SuperVia alerta que é proibido embarcar nos trens com garrafas de vidro, caixas de isopor, gelo e objetos pontiagudos.

Trem do Samba 2017 
Local: Estação de trens Central do Brasil/Oswaldo Cruz
Data: dias 1°/12/2017 (Cortejo Alegre dos Senhores da Memória e roda de samba em Oswaldo Cruz); dia 2/12/2017 (Trem do Samba)
Horário: dia 1°/12, às 21h; dia 2/12, a partir das 13h, conforme programação