Grupo curitibano apresenta repertório de seu 3º disco de estúdio, “De cima do mundo eu vi o tempo” |
Foto da A Banda Mais Bonita da Cidade

Foto: Lubi Meirelles / divulgação

Um ano após lançar “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo”, disco que consolidou lugar de destaque nacional para A Banda Mais Bonita da Cidade, o grupo volta ao Rio de Janeiro para duas apresentações abertas ao público no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Também sob patrocínio da empresa, músicos farão uma apresentação voltada à ONG Atitude Social, que apoia projetos de inclusão social de crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade através da arte. Os shows abertos ao público acontecem nos dias 24 (sábado) e 25 (domingo) de novembro, às 19h. As senhas devem ser retiradas uma hora antes, com limite de um ingresso por pessoa.

No dia 25, às 14h, o grupo formado por Uyara Torrente – voz, Luís Bourscheidt – bateria, Marano – baixo, Vinícius Nisi – teclados e Eduardo Rozeira – guitarra também se apresentará para as crianças atendidas pela ONG.

Em “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo” o grupo curitibano apresenta maturidade em canções reflexivas e releituras de importantes artistas contemporâneos. Além de composições próprias, o álbum apresenta canções de artistas como os acreanos da banda Los Porongas, o gaúcho Ian Ramil, o pernambucano Tibério Azul, o duo paulista Versos que Compomos na Estrada e o veterano inquieto Maurício Pereira. “A afinidade emocional nos conectou”, diz Uyara Torrente. 

O show apresenta um olhar sobre questões que tangem o cotidiano caótico, em que a relação com o tempo, em suas diferentes abordagens, é a temática central. 

O terceiro disco de estúdio dos curitibanos reflete a maturidade do grupo e o coloca naturalmente como um dos mais importantes da cena brasileira contemporânea. Com o tempo trabalhando a seu favor, o grupo se isolou numa fazenda no norte do Paraná por 15 dias. “Canalizamos nossas energias para a criação”, explica Uyara. Com um repertório de 30 músicas de diversos compositores – o que demonstra capacidade de diálogo artístico e criatividade – nove faixas foram selecionadas. O passar do tempo também se encontra nisso: o privilégio para escolher.

Show da A Banda Mais Bonita da Cidade – De Cima do Mundo eu Vi o Tempo
Local: Espaço Furnas Cultural – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: 21 2528-5166 (segunda a sexta, das 9h às 17h)
Datas: dias 24 e 25/11
Horário: 19h
Ingressos: serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, 1 (um) por pessoa, limitados à capacidade do Capacidade do auditório: 170 lugares
Duração: 90 min.
Classificação: livre
Clique em “leia mais” ou em “View full article” e saiba mais sobre a banda e seu novo trabalho.

“O isolamento deliberado, panaceia possível para as coisas do mundo, se reflete de forma espontânea na sonoridade do disco. As harmonias bem trabalhadas, a precisão da voz de Uyara – cuja preparação vocal foi de Paola Pagnosi – e o equilíbrio do grupo se traduzem em coesão e em experimentação segura. As abordagens desenrolam-se sonoramente através de arranjos intensos e urgentes, comprimindo-se e dilatando-se através das teorias tempo-espaço, tão discutidas nas últimas décadas.

Uma das músicas do novo disco, a faixa “Tempo”, composição de Lívia Humaire e Markus Thomas (Versos que Compomos na Estrada), ganhou clipe com direção de fotografia, montagem e colorização de Biel Gomes e assistência de direção de Giulia Góes, com produção da Bloco Filmes. Assista aqui.

O sucesso virtual é uma das características da banda, que soma mais de 45 milhões de visualizações de vídeos em seu canal no YouTube e mais de meio milhão de seguidores no Facebook. Na gravação de “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo” juntaram-se ao quinteto curitibano os músicos Lorenzo Flach (guitarrista de Ian Ramil), Felipe Ventura (da banda Baleia) e Felipe Ayres (ruído/mm). A produção do disco ficou a cargo de Vinícius Nisi. Madura, embora sem trair sua história, A Banda Mais Bonita da Cidade vê o tempo de cima, como forma de entendê-lo melhor. E também de aproveitá-lo.

Formada em 2009, em Curitiba, A Banda Mais Bonita da Cidade rompeu barreiras e arrebatou fãs numa velocidade inédita com o clipe da música “Oração”, presente no primeiro disco do grupo, que veio como demanda natural em 2011. No ano seguinte, lançou o compacto em vinil “Canções Que Vão Morrer no Ar”. Em 2013, o álbum “O Mais Feliz da Vida” apresentou a vocalista Uyara Torrente como compositora e definiu parte da sonoridade da banda ao tratar do futuro e de temas cotidianos com um olhar sensível e necessário. Em 2016 os artistas lançaram o DVD “Ao Vivo no Cine Jóia”.