Concerto integra a série “Música no Museu” e encerra programação cultural de 2018 da Casa Firjan |

Foto: divulgação

Formada por jovens moradores das comunidades Babilônia, Chapéu Mangueira, Cantagalo, Pavão/Pavãozinho, Complexo do Alemão e Morro dos Macacos, a Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro se apresenta na Casa Firjan, em Botafogo, no dia 15 de dezembro (sábado). Com peças de Händel, Vivaldi, Tchaikovsky, Piazzolla e Pixinguinha, o concerto, sob a regência do maestro Giuseppe Laukas, integra a série de apresentações do projeto Música no Museu e encerrará a programação cultural de 2018 do centro cultural, de inovação e empreendedorismo.

Fundada pelo falecido maestro Davi Machado em 1982, a orquestra chegou a encerrar suas atividades, mas retomou sua agenda de apresentações em 2014 com a proposta de profissionalizar jovens talentos de projetos sociais. Atualmente, reúne 44 músicos entre 14 e 23 anos de idade.

Concerto Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro
Local: Casa Firjan – Rua Guilhermina Guinle, 211 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ – Tels.: 0800 0231 231 (ligações gratuitas de telefone fixo no estado do Rio) / 4002 0231 (custo de ligação local)
Data: dia 15/12 (sábado)
Horário: 17h
Entrada gratuita a partir de inscrição no “Ingresso Certo” ou pelo site http://www.firjan.com.br/casafirjan
Capacidade: 200 lugares (sujeito à lotação)

Clique em “Leia mais”, “Continue lendo” ou em “View full article” e saiba mais sobre a Casa Firjan e o projeto Música no Museu. 

Casa Firjan, um legado para o Rio
Inaugurada há quatro meses, a Casa Firjan tem um modelo de atuação diversificado com o objetivo único de refletir, criar e entregar soluções para os desafios da nova economia. Como um centro de inovação e empreendedorismo, integra uma programação de palestras, laboratórios de tendências e cursos a um ambiente de debate e elaboração de políticas públicas, que contempla ainda uma programação de atividades culturais. Em um terreno de 10 mil m², na rua Guilhermina Guinle, em Botafogo, a Casa Firjan abriga um novo prédio, de arquitetura contemporânea e premiada, e um patrimônio histórico restaurado, que inclui uma casa principal e duas casas geminadas construídas no início do século XX.

Música no Museu completa 21 anos
Lançado em 1997, o Música no Museu tornou-se a maior série de música clássica do país e uma das maiores do mundo. Sob a curadoria do empresário Sergio da Costa e Silva, as apresentações do projeto já foram vistas por mais de 1 milhão de pessoas em turnês pelo Brasil e em países como Portugal, Espanha, França, Alemanha e Estados Unidos. O projeto já passou pelas principais casas de espetáculo internacionais, como o Carnegie Hall, em Nova York, e recebeu 30 prêmios, entre eles o Cultura Viva e o Latin American Quality Awards.

Anúncios