Tag Archive: arte


| Peças Escola de Princesas e Os Contadores serão apresentadas no sábado e no domingo |

Foto: divulgação

O Américas Shopping abre a programação de setembro do projeto Faz e Conta com a peça “Escola de Princesas”. A apresentação acontece no sábado, dia 02 de setembro, às 17h, na Praça de Eventos.

A peça narra a história de Valentina, uma jovem que é enviada à uma escola de mágica. Nessa escola, ela terá como professoras: Bela, Ariel e Branca de Neve. Sua tarefa será se tornar uma verdadeira princesa, mas para isso ela terá que abrir mão de muitas coisas, como o seu amor verdadeiro. Será que ela irá conseguir se transformar em uma verdadeira princesa? Diversão, interatividade e muita surpresa esperam pelas famílias.

No domingo, 03 de setembro, o shopping tem muita história para contar aos pequenos com a peça “Os Contadores“. A apresentação do espetáculo começa às 17h.

Também encenada pela Cia Teatro de Bolso, quatro artistas mambembes interpretam famosas fábulas do universo infantil como: A Rã e o Escorpião, A Princesa e a Ervilha, A Moça do Balde de Leite, entre outros clássicos da literatura infantil. Nesta apresentação, a plateia mirim poderá conhecer, de forma divertida, uma variedade de contos que fizeram parte de muitas gerações.

Foto: divulgação

No elenco das peças estão Juan Santos, Leandro Amado, Louise Milene, Bruno Leão, Letícia Moraes, Charles Rodrigues, Nunny Passos e Maurício Alves. Os textos e as adaptações são de Anderson Oliveira e as coreografias são de de Iris Santos. A direção é de Anderson Oliveira e Ronize Carrilho. A classificação dos espetáculos é livre.

Peças infantis “Escola de Princesas” e “Os Contadores”
Local: Praça de Eventos – Piso L1 do Américas Shopping – Av. das Américas, n° 15.500 – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro/RJ (esquina com Benvindo de Novaes) – Tel.: (21) 2442-9900
Datas e horários: “Escola de Princesas” (sábado, dia 02/09, às 17h); “Os Contadores” (domingo, dia 03/09, às 17h)

Anúncios
| Cada encontro terá um artista convidado que fará sua interpretação do texto |
foto da fachada da Baukurs Botafogo

Foto: reprodução site Baukurs

O curso de alemão Baukurs promove, até novembro, o Ciclo de Leituras Baukurs. O objetivo é apresentar textos da literatura e do teatro de diversas épocas e nacionalidades, muitas vezes pouco conhecidos, principalmente pelas novas gerações.  Cada encontro, que começará às 18h30, terá um artista convidado que fará sua interpretação do texto. Ao final o público poderá debater com os atores sobre os temas apresentados. O Baukurs fica na Rua Goethe , n° 15, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

A curadoria programou para os próximos meses obras importantes da literatura dramática do pré-romantismo alemão e do romantismo brasileiro.

Programação:

28 de agosto – Texto: Stella (1774) Autor: Johann Wolfgang von Goethe
Elenco: Cristina Pereira, Elisa Barbato, Renato Reston, Luciana Palhares, Pedro Mussi, João Santucci, Patricia Bello, Gabriel Flores e Luis Fernando Medeiros
Direção: Antonio Gilberto

4 setembro – Texto: Antonio José ou O Poeta e a Inquisição (1838, considerada a primeira obra teatral romântica brasileira) Autor: Gonçalves de Magalhães –
Direção: João Santucci

18 setembro – Texto: Tempestade e Ímpeto (1776, peça teatral que deu origem ao título do movimento pré-romântico alemão – Sturm und Drang) Autor: Friedrich Maximilian Klinger –
Direção: Pedro Osório

9 outubro – Texto: Leonor de Mendonça (1847) Autor: Gonçalves Dias
Direção: Antonio Gilberto
23 de outubro – Texto: O Preceptor ou Vantagens da Educação Particular Autor: Jakob Michael Reinhold Lenz –
Direção: Ester Jablonski

13 de novembro – Texto: Macário (1850) Autor: Álvaro de Azevedo –
Direção: Gilberto Gawronski
27 de novembro – Os Bandoleiros (1777, inicia a escrever, publica em 1781) Autor: Friedrich Schiller –
Direção: Ricardo Kosovski

Ciclo de Leitura Baukurs
Local: Baukurs – Rua Goethe, n°15 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ – Tels.: (21) 2294 6017 –
Horário: 18h30
Distribuição de senhas: 30 minutos antes do início da leitura
Classificação: não recomendado para menores de 12 anos
Direção geral: Thea Schünemann Miranda
Curadoria e Coordenação: Antonio Gilberto

| “Botafogo Vivo” é a primeira iniciativa da Rede Botafogo de Cultura Solidária |
foto externa da Biblioteca Popular de Botafogo

Foto: reprodução internet

Neste sábado, dia 26 de agosto, das 10h às 17h, a Praça Chaim Weizmann e a Biblioteca Popular Municipal de Botafogo Machado de Assis receberão diversas atividades para público de todas as idades. Música, cinema, teatro, literatura, dança, oficinas para crianças, coral formado por moradores de rua, contação de histórias e compartilhamento de ideias sobre projetos culturais e inovação cidadã estão entre as atrações do evento “Botafogo Vivo”. 

A iniciativa é da recém-criada Rede Botafogo de Cultura Solidária, que reúne profissionais de diversas áreas, compartilhando expertises e experiências. A proposta do grupo é formar uma rede comunitária colaborativa envolvendo produtores e empresas ligadas aos setores cultural, social, ambiental e educacional que atuem no bairro da Zona Sul carioca. A ideia de produzir eventos para ocupar os espaços públicos surgiu da necessidade de levar para a rua tudo o que se produz no bairro, não se intimidando com a falta de segurança e a violência.

O evento do próximo sábado será a primeira edição da série “Botafogo Vivo”, que pretende seguir itinerante pelas praças do bairro, produzindo, divulgando, compartilhando arte, criatividade e cultura, integrando moradores, frequentadores, artistas e produtores da região. Haverá uma “árvore do agasalho” para receber doações de roupas de frio e cobertores, que estarão disponíveis para quem quiser pegar.

 

Programação:

– Na Praça Chaim Weizmann

10h – Atividades infantis: oficina de arte e leitura do livro “Botafogo para crianças”, feita pela historiadora Kaori Kodama, autora em parceria com o ilustrador Guto Lins, que conta a história do bairro de uma forma lúdica e divertida
10h30 – Roda de Capoeira de Angola – Mestre Ferradura
11h – Apresentação de dança contemporânea da Escola e Faculdade de Dança Angel Vianna
12h – Livros na Praça – distribuição de livros feita pela Biblioteca Machado de Assis. Qualquer pessoa pode escolher um livro e levar. É de graça
12h – Coral Uma Só Voz, formado por moradores de rua
13h – Apresentação do grupo de choro Criançada Reunida
13h30 – Ciranda de Música e Poesia com o grupo do Teatro do Mar
13h50 – Apresentação de uma cena teatral lúdica com o grupo do Teatro do Mar
14h – Grupo Oficina Roda de samba com a cantora Christina Paz
15h – Show de MPB com a Banda Atitude, da comunidade Santa Marta
16h – Show da cantora Luíza Breves

– No auditório da Biblioteca Machado de Assis (Rua Farani, n° 53)

10h – Abertura com apresentação da Rede Botafogo de Cultura Solidária com o jornalista Mário Margutti
10h15 – Roda de conversa “Inovação Cidadã”, comandada pela professora Ivana Bentes, da Escola de Comunicação da UFRJ
10h40 – Antonio Breves fala sobre a proposta do Espaço Cultural Olho da Rua
11h – Palestra do jornalista Mário Margutti sobre “Projetos Culturais”
13h – Apresentação de projetos da Universidade Santa Úrsula, como a adoção da Praça Chaim Weizmann e as atividades ambientais e sustentáveis no Morro Azul
14h – Pré-estreia do filme “Sigilo eterno”, do cineasta Noilton Nunes, seguida de debate com o diretor e elenco

“Botafogo Vivo”
Local: Praça Chaim Weizmann (final da Rua Farani) e Biblioteca Pública Machado de Assis ( Rua Farani, n° 53 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 26/08
Horário: das 10h às 17h, conforme programação

| Espetáculo baseado no Folclore Brasileiro promove oralidade, corporalidade e musicalidade entre o público infantil |
foto do elenco da Cia Bricantar

Foto: divulgação

 

O Clubinho do Shopping Tijuca deste domingo, dia 20 de agosto, traz um show educativo com a Cia Bricantar, que irá, inclusive, reavivar a importância da cultura brasileira nas crianças. O grupo apresentará, a partir das 15h, o show “Curupira ou Caipora“, baseado em histórias do Folclore Brasileiro. A apresentação explora as características e diferenças entre o Curupira e o Caipora.

No enredo, eles disputam o posto de protetor oficial das florestas. O espetáculo promove oralidade, corporalidade e musicalidade entre o público infantil.

O Clubinho é uma programação que acontece sempre aos domingos, às 15h, no Espaço Tijuca Play, no Shopping Tijuca.

Clubinho Shopping Tijuca – Show “Curupira ou Caipora”
Data: dia 20/08
Horário: 15h
Local: Espaço Tijuca Play, piso L1 – Shopping Tijuca – Av. Maracanã, n° 987 – Tijuca – Rio de Janeiro/RJ

| Clássica peça infantil narra a história do boneco que gostaria de se tornar um menino de verdade |
foto do de um ator caracterizado de Pinóquio

Foto: divulgação

Neste domingo, dia 20 de agosto, o Shopping Bay Market recebe a peça infantil “As Aventuras de Pinóquio“, a partir das 15h. O conto narra a história do boneco que gostaria de se tornar um menino de verdade. A ação será realizada na Praça de Alimentação.

Gepeto é um velho lenhador muito talentoso que em outros tempos construíra brinquedos incríveis que encantavam a todas as crianças. Ele tinha uma incrível afeição a uma de suas criações, que considerava ser a sua maior obra de arte, e seu nome era Pinóquio.

O maior sonho de Gepeto era que Pinóquio se tornasse um menino de verdade. Para isso, todo dia, antes de dormir, ele pedia que seu desejo se tornasse realidade. Certa noite, ao ver uma estrela cadente, Gepeto enfatiza o seu desejo e a Fada Azul dá vida ao boneco, dizendo que para ele se tornar um menino de verdade terá que demonstrar bravura e lealdade. Uma fascinante aventura para os pequenos curtirem.

Peça infantil “As Aventuras de Pinóquio”
Local: Praça de Alimentação do Shopping Bay Market – Av. Visconde do Rio Branco, n° 360 – Centro Niterói/RJ – Tel.: (21) 2620-2330
Data: dia 20/08 (domingo)
Horário: 15h

 

 

| Enredo de peça infantil promete levar uma lição para a garotada: o melhor remédio é o sorriso |

foto do elenco da peça infantil Palhaçaria

Foto: divulgação

Uma atração circense promete agitar a criançada neste final de semana. O Center Shopping Rio promove, no domingo, dia 20 de agosto, às 17h, a peça “Palhaçaria”.

Produzida pela Cia Cochicho na Coxia, a apresentação retrata a história de um grupo de palhaços que é chamado às pressas por uma rainha. O motivo da convocação é fazer o príncipe sorrir pela primeira vez e conquistar o título de “Mestre dos Palhaços”. O enredo promete levar uma lição para a garotada: o melhor remédio é o sorriso.

Peça infantil “Palhaçaria” no Center Shopping Rio
Data: 
dia 20/08 (domingo)
Horário: 
17h
Local: 
3º piso do Center Shopping – Av. Geremário Dantas, n° 404 – Jacarepaguá – Rio de Janeiro/R – Tel.: (21) 3312-5000

| Repertório vai do erudito ao popular e termina com apresentação de Carmina Burana |
foto externa do Theatro Municipal

Foto: Vânia Laranjeira/Reprodução

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro completa 108 anos nesta sexta-feira, dia 14 de julho, e realiza uma programação extensa e diversificada, contando com apresentações dos três corpos artísticos da instituição (ballet, orquestra e coro), além da participação de convidados especiais.

O programa será aberto às 9h30, com a Banda Marcial dos Fuzileiros Navais, que se apresentará nas escadarias do Theatro Municipal. Em seguida, o público poderá assistir ao “Um espetáculo de operetas”, com a Academia de Ópera Bidu Sayão. Ao meio-dia será a vez dos alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, que subirá ao palco para apresentar três balés, “Alegria Russa”, “Mozart” e “Les Sylphides”. As Visitas Guiadas também funcionarão com entrada franca nos horários de 13h30, 14h, 14h30 e 15h, e contarão com programação especial. No aniversário, os visitantes aprenderão mais sobre a história do Theatro, a necessidade de um teatro do porte do Municipal e a pressão feita por Arthur Azevedo para a concretização desse projeto. Ao final da Visita, Sacha Rodrigues fará uma homenagem a seu avô Nelson Rodrigues, lendo um texto no qual o dramaturgo conta como foi a estréia de “O Vestido de Noiva”.

Às 15h30, no foyer do teatro, será encenado “A morte do cisne”, número de balé com piano e violoncelo, com Deborah Ribeiro, primeira solista do Balé do Theatro Municipal. Às 16h o público poderá assistir aos Pequenos Mozart e Amadeus, conjunto de violinos composto por crianças a partir de 3 anos de idade que se vestem com roupas da época do grande compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Às 17h30, Deborah volta a apresentar “A Morte do Cisne”, dessa vez no Salão Assyrio, junto com o cantor popular Marcio Gomes, que interpretará canções da época do rádio, tango e boleros.  A Orquestra Sinfônica, o Coro e o Ballet do Theatro Municipal apresentarão a cantata “Carmina Burana”, às 20h.

Aniversário de 108 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Data: dia 14 de julho (sexta-feira)
Horário: 9h30 às 20h (conforme programação) – A distribuição de ingressos acontecerá por ordem de chegada do público.
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano, s/nº – Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ

Programação:

9h30 BANDA DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS
10h15 – ACADEMIA DE ÓPERA BIDU SAYÃO
Um Espetáculo de Operetas Operetas de Offenbach, Léhar, Strauss, Weill, Bernstein, entre outros. Maestrina Preparadora Priscila Bomfim Coordenação e apresentação Eduardo Álvares

12h – ESCOLA ESTADUAL DE DANÇA MARIA OLENEWA
Alegria Russa
Música J. Strauss
Coreografia Silvana Andrade

Mozart
Música W. A. Mozart
Coreografia Dalal Achcar Les Sylphides
Música F. Chopin
Coreografia M. Fokine
Direção e apresentação Hélio Bejani

SOLISTAS DO BALLET DO THEATRO MUNICIPAL
Don Quixote, Pas de deux
Música L. Minkus
Coreografia M. Petipa
Bailarinos Mel Oliveira e Sandro Fernandes

15h30 – A MORTE DO CISNE
Música Saint-Säens
Coreografia M. Fokine
Bailarina Deborah Ribeiro
iano Priscila Bomfim
Violoncelo Pablo Uzeda
Apresentação André Heller-Lopes

16h – OS PEQUENOS MOZART E AMADEUS
Obras de Mozart, Haydn, Paganini, Beatles, Pixinguinha, Sivuca, Zequinha de Abreu, Chico Buarque, Tom Jobim, entre outros.
Direção Artística e Piano Suray Soren

16h30 – MÁRCIO GOMES  “ETERNAS CANÇÕES ”
Piano Moises Pedrosa

17h30 A MORTE DO CISNE
Música Saint-Säens
Coreografia M. Fokine
Bailarina Deborah Ribeiro
Piano Priscila Bomfim
Violoncelo Marcelo Salles

20h – CARMINA BURANA
BALLET, CORO E ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL
Música Carl Orff
Coreografia Rodrigo Negri
Regência Tobias Volkmann
Participação Especial Coral Infantil da UFRJ
Regente Maria José Chevitarese
Solistas Michele Menezes, Ciro D’Araújo, Jacques Rocha
Bailarinos Claudia Mota, Márcia Jaqueline, Deborah Ribeiro, Priscilla Mota, Fernanda Martiny, Juliana Valadão, Mônica Barbosa, Rachel Ribeiro, Regina Ribeiro, Renata Gouveia,Filipe Moreira, Murilo Gabriel, Edifranc Alves, Carlos Cabral, Paulo Muniz, Santiago Junior Participação Especial Elisa Baeta, Inês Schlobach, Lourdes Braga, Shirley Pereira, Teresa Ubirajara, Zélia Íris, Roberto Lima
Assistente de Coreografia Marcela Gil
Ensaiador César Lima
Assistente Margarida Mathews
Maestro Titular do Coro Jésus Figueiredo
Diretoras do BTM Ana Botafogo e Cecília Kerche

 

| Mostra de uma das mais respeitadas artistas brasileiras contemporâneas traz obras inéditas, entre desenhos, esculturas e instalação |
Foto interna no Paço Imperial

Foto: M2 Eventos

Conhecida por atuar nos limites de escala, peso e equilíbrio, com obras monumentais, a paulista Elisa Bracher leva sua nova exposição ao Paço Imperial a partir do dia 23 deste mês. Artista multimídia, Bracher trabalha com gravura, escultura e desenho simultaneamente, como meios diferentes de uma mesma trama intertextual. A mostra “Anatomia da Flor” reúne 86 trabalhos, entre esculturas de pedra, grandes desenhos e uma instalação no pátio central do edifício. O destaque fica por conta de uma série inédita de desenhos de grande dimensão, onde a artista explora pela primeira vez o uso da cor. Tendo como curadora Elisa Byington, a exposição, com mais de 80 peças, será inaugurada no dia 23 de março. O período de visitação será de 24 de março a 29 de maio de 2016. 

Com um vasto currículo de exposições no Brasil e no exterior, essa é a segunda grande individual da artista no Paço Imperial. No Rio de Janeiro, Elisa Bracher expôs no MAM e em galerias como Mercedes Viegas. Acostumada com materiais pesados como pedra, chumbo e madeira, a escultora e gravadora exibe pela primeira vez seus delicados desenhos vermelhos.

“Na transparência do papel arroz, as obras evidenciam uma suavidade que sempre existiu no meu trabalho mas nunca foi tão aparente. São desenhos doloridos e delicados”, explica a artista.

No Paço Imperial, a exposição ocupa, além do Terreiro, no primeiro piso, o pátio central e os Pórticos. A exposição abre com um painel de 40 desenhos inéditos de cerca de 30 x 40 cm, que revelam o início do percurso de sete anos do trabalho no qual a cor foi um elemento guia pela primeira vez, além de 40 desenhos com mais de 2 metros. Complementam a mostra quatro esculturas: duas em granito rosa e duas em pedra e madeira, e mais uma escultura de grande porte, também em granito rosa, de 25 toneladas. No pátio principal haverá uma instalação monumental feita em taipa de pilão (técnica construtiva que atravessa culturas e civilizações), material já usado por Elisa em museus e galerias em São Paulo.

Para a curadora, a atual série de pinturas vermelhas subverte as expectativas em relação ao aspecto arquitetônico-urbanístico dominante até então na obra da artista.
“Elisa mostra um trabalho líquido, visceral, orgânico, tanto no encarnado dominante, quanto no amarelado fluido do verniz e das tintas pretas típicas da gravura, sobre o papel arroz. À diferença do trabalho que devia ser visto à distância, o atual invoca a proximidade absoluta”, explica Elisa Byington.

Exposição “Anatomia da Flor”
Artista: Elisa Bracher
Período: de 24 de março a 29 de maio e 2016
Horário: de terça a domingo, das 12h às 19h
Local: Paço Imperial – Praça XV de Novembro, 48 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Informações: Tel.: 21 2215-2093 / site: http://www.pacoimperial.org.br
Curadoria: Elisa Byington
Produtora: Claudia Zarvos Consultoria e Design

| Evento cultural realizado em São Gonçalo tem como objetivo divulgar a arte e os artistas locais |

Foto: Diário da Poesia

 

No dia 06 de março, sexta-feira, às 19:30h, acontece a 6ª edição do Diário da Poesia – evento cultural realizado em São Gonçalo, que tem como objetivo divulgar a arte e os artistas da cidade – que vai homenagear o escritor Décio Machado, com o espetáculo “Passarinho, Passará”, sob a coordenação geral do professor e poeta Renato Cardoso.

Será uma noite dedicada a arte, onde artistas locais mostrarão suas obras no Restaurante Sintonia Fina, além de contar toda a história deste poeta e romancista. Na poesia, participam do encontro, Marcelo Motta, Carlos Galeno, Nereis Ribeiro, Tito Duarte, Pablo Queiróz, José Francisco Rodrigues, Luciano Batista, Gabriel Tânatos, Fabio Hartmann, Renato Cardoso e, lógico, do homenageado Décio Machado.

A música ficará por conta de Fellipe Gambarine, do Grupo De Primeira, Tatiani Lima, Vitor Adolfo e Vitor Ribeiro. Na ocasião, também acontecerá o lançamento da Revista Sinestesia, da escritora e editora Cláudia Banegas, além das exposições do artistas plásticos Kleber Marques e Heber Vargas.

Diário da Poesia – homenagem ao escritor Décio Machado
Local: Restaurante Sintonia Fina, Avenida Presidente Kennedy, 673 – Centro – São Gonçalo – RJ (próximo ao Clube Mauá) / Tel.: 26069346
Data: dia 06/03
Horário:  às 19:30h

| Um espetáculo de Rogério Blat, com direção de Anselmo Vasconcellos |
Foto do elenco da prça O Tombo

Foto: Reprodução Facebook O Tombo

A peça O Tombo“, de Rogério Blat, será encenada no dia 28 de fevereiro, às 20h, no Teatro Sylvio Monteiro, em Nova Iguaçu. No elenco, Surama de Castro, Wagner Trindade e Luciana Malcher.  A direção é de  Anselmo Vasconcellos. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo.

A comédia conta a historia de Serena, uma mulher insatisfeita com o resultado de sua vida. Depois de ficar viúva na lua de mel, passou grande parte do seu tempo vivendo no exterior e, ao voltar ao Brasil, descobriu-se desenturmada e sem amigos. A única pessoa presente diariamente na sua vida é Marilu, sua empregada doméstica.

Depois de mergulhar em vários métodos de auto-ajuda, Serena resolve virar celebridade. Passa a freqüentar festas e locais onde os VIPs se encontram e, ao se envolver num barraco com jogadores de futebol, ganha destaque na mídia. Marilu, aproveitando a oportunidade, liga para os jornais inventando mentiras para promover a patroa.

Serena resolve comprar uma roupa de uma grife famosa, pois se recusa a usar roupas de gosto duvidoso que as celebridades vestem. Ao entrar na loja, Marilu vê o piso molhado e empurra Serena que leva um tombo feio. Machucada, resolve processar a loja. Aproveitando a situação, Serena comparece a programas de TV que exploram seu drama.

Após uma batalha judicial, recebe uma indenização milionária. Recuperada, rica, famosa e cercada de sub-celebridades, Serena é reconhecida em todos os lugares da moda. No entanto, embriagada pela fama, nem lê mais o monte de papéis que Marilu dá para ela assinar. Sempre em busca de evidência na mídia, fica radiante quando Marilu conta que conseguiu colocá-la bem no alto, em destaque no carro abre-alas de uma escola de samba. O que Serena não sabe é que Marilu planeja mais um tombo – dessa vez definitivo – para se tornar a única herdeira da patroa. De maneira inovadora, o autor propôs três diferentes finais.

O Tombo
Local: Teatro Sylvio Monteiro – Rua Getúlio Vargas, 51 – Nova Iguaçu – Tel.: 21 2667-2157
Data: dia 20/02, sábado
Horário: às 20h – *Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo
Classificação: Não recomendado para menores de 16 (dezesseis) anos

 

| A mostra Trajetórias – Ingá: Do Palácio ao Museu do Estado conta a história fluminense através da arte, cultura e política |

O Museu do Ingá – um espaço da Secretaria de Estado de Cultura (SEC)  – promove, até o dia 29 de novembro deste ano, a exposição Trajetórias – Ingá: Do Palácio ao Museu do Estado, que resgata a história fluminense e do próprio museu através de plataformas interativas, que aliam fotos, imagens, objetos e filmes em suportes como tablets, aplicativos e materiais audiovisuais. A mostra, com curadoria de Carlos Fernando Andrade, marca o início da nova fase do museu e tem como objetivo resgatar a identidade e a autoestima fluminense.

 “Os museus tem que falar do presente e o que vemos atualmente é que a identidade do estado do Rio de Janeiro está muito diluída, queremos chamar atenção para isso. Nosso objetivo é contar a nossa trajetória através das narrativas locais e da participação do público fluminense. O museu precisa ser relevante para as pessoas, passado e presente têm que se cruzar. Queremos que gente de todo o Rio venha visitar o Ingá e que se reconheça nas histórias”, analisa Mariana Varzea, Superintendente de Museus da SEC.

A mostra inédita traz mapas interativos que revelam a formação dos municípios, acervo com objetos da cultura popular, fotos dos ex-governadores e até um Cine Fluminense, com trechos de filmes que foram rodados na região. Um quiz repleto de curiosidades vai testar os conhecimentos dos visitantes, que poderão gravar depoimentos em cabines de vídeos para serem publicados no Youtube. A exposição reconta também a história da construção do palácio de 1860 onde hoje funciona o museu, que foi palco de importantes episódios da política.

 “A referência inicial desta exposição é o próprio local onde ela está sendo montada: o Palácio Nilo Peçanha, atual Museu do Ingá. Cenário da construção republicana no Estado do Rio de Janeiro, sua trajetória, como sede da política fluminense de 1903 a 1975, que confunde com a própria história do estado do Rio. A organização territorial do Estado do Rio de Janeiro guarda intima relação entre as culturas que predominaram nos diferentes períodos de sua história”, explica o curador Carlos Fernando.

A exposição lança a nova identidade visual e o novo branding do Museu do Ingá, assinados pela 32bits. A produção é da Trítono e da 32 bits que criaram, em parceria com a curadoria, espaços, conteúdos e dispositivos digitais da nova exposição. O projeto de requalificação do museu e a nova exposição são uma realização da Secretaria de Estado de Cultura com patrocínio da Petrobras e do Governo do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual  de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro.

O público poderá visitar as seguintes áreas:

Sala “Formação: Terra, Homem e Cultura”
Esta área conta com uma mesa interativa onde o público pode passear por temas geográficos, econômicos e culturais através da visão do historiador e geólogo Alberto Lamego: a Serra, o Brejo, a Restinga e a Guanabara. Há também um painel mostrando o surgimento dos municípios ao longo do tempo, e outro, sobre o Rio Paraíba do Sul, tão importante para o Estado. O acervo material de objetos da cultura popular da região forma uma vitrine expositiva. O público poderá também assistir a uma projeção com edição de filmes históricos sobre a memória cultural do Estado.

Sala Tempos de Política
Essa sala tem curadoria da historiadora Andrea Tello, que separou três governadores icônicos para a história do Estado e do próprio Palácio: Nilo Peçanha, Amaral Peixoto e Roberto Silveira. Suas histórias e de seus governos são contadas em artes nas paredes e, também, através de parte do acervo do museu, com objetos que pertenceram a esses três antigos ocupantes do Palácio. Além disso, foram digitalizados quatro almanaques históricos, que registravam todos os municípios do Estado. São um álbum de 1908, outro de 1922, além de um álbum de Feliciano Sodré e Raul Veiga.

Sala “O Ingá é”
O espaço interativo conta com ipads onde, através de aplicativos, os visitantes poderão opinar sobre as futuras ações do museu, além de ficar por dentro de novidades e detalhes sobre a nova identidade visual. Em cabines  o público poderá gravar depoimentos sobre o espaço, que serão publicados no Youtube.

Sala Simbologia
Será possível conhecer e compreender os elementos da bandeira e do hino do estado do Rio que representam, por exemplo, as belezas naturais, como o pico Dedo de Deus e as primeiras atividades econômicas, como o cultivo de cana-de-açúcar e café.

Galeria dos Governadores
Uma linha do tempo visual dos 43 governadores até a fusão do estado do Rio de Janeiro com o estado da Guanabara.

Exposição TRAJETÓRIAS – Ingá: Do Palácio ao Museu do Estado
Local: Museu do Ingá –  Rua Presidente Pedreira 78, Ingá – Niterói – Rio de Janeiro – RJ – Tels.: (21) 2717 2893 / 2717-2903
Período: até 29/11/2015
Horário de funcionamento: Terça à sexta: 12h às 17h. Sábados, domingos e feriados: 13h às 17h
Classificação: Livre

 

Foto/arte: Reprodução

9º Bienal da UNE, União Nacional dos Estudantes, um dos maiores festivais estudantis de cultura da América Latina, acontece entre os dia 1º e 6 de fevereiro, na Lapa, reduto da boemia carioca. O evento ocorre desde 1999 e já passou por diversas cidades do país. A programação reúne debates, seminários, oficinas, mostras de trabalhos, shows e diversas outras atividades culturais. É um grande festival de cultura, ciência e tecnologia que seleciona e apresenta o que de mais importante tem sido produzido nas universidades brasileiras. As atividades da Bienal ocorrerão em espaços como a Fundição Progresso e o Circo Voador, além de shows ao ar livre, às 22h, ao lado dos Arcos da Lapa. show do sambista Arlindo Cruz acontece no Circo Voador, na abertura do evento.

O evento reúne mais de 100 convidados nos debates, que acontecem na Fundição Progresso durante todo o dia. Entre os participantes estão o ministro da Cultura, Juca Ferreira, o publicitário Jefferson Monteiro, criador da Dilma Bolada e o diretor do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile. A Bienal se divide em seminários sobre assuntos como política, saúde, cultura, direitos humanos e comunicação.

“Essa edição da Bienal traz o tema “#VozesdoBrasil”, complementando uma busca da UNE pelas características que formam o povo brasileiro. A 9ª Bienal procurará fazer uma reflexão sobre a nossa brasilidade por meio da língua, trazendo uma perspectiva histórica da nossa linguagem, desde os tempos do tupi e da carta de Pero Vaz de Caminha, até o nossa atual língua continuamente construída e inacabada.”

Confira a programação completa no site da Bienal.  As atividades em locais fechados estão sujeitas à lotação.

Shows:
Dia 01/02 – Arlindo Cruz (Circo Voador)
Dia 02/02 – Pitty – Arcos da Lapa
Dia 03/02 – Alceu Valença – Arcos da Lapa
Dia 04/02 – Cidade Negra – Arcos da Lapa
Dia 05/02 – Criolo – Arcos da Lapa

Circo Voador
Rua dos Arcos, s/nº – Centro – Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 2533-0354

Arcos da Lapa
Praça Cardeal Câmara, s/nº – Centro – Rio de Janeiro – RJ

Fundição Progresso
Rua dos Arcos, 24 – Centro – Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 3212-0800

 

Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

No dia 24 de janeiro, a partir das 18:30h, o Instituto Moreira Salles inicia sua programação especial dedicada aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro com a abertura da exposição de desenhos, aquarelas e gravuras Um passeio pelo Rio – A cidade nas andanças de Joaquim Manuel de Macedo e a apresentação do show Carnaval de Pixinguinha, com arranjos feitos pelo autor de “Carinhoso”.

A pequena mostra irá reunir cerca de 50 obras pertencentes ao acervo de iconografia do IMS, com tamanhos variados, que retratam o Rio de Janeiro de meados do século XIX. A curadoria partiu de uma série de crônicas do autor de A moreninha, Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882), publicadas no Jornal do Commercio em torno de 1860. A série intitulada Um passeio foi reunida e publicada, em 1862, com o título Um passeio pela cidade do Rio de Janeiro. Suas crônicas descrevem alguns importantes pontos da cidade, como o Passeio Público e a praça XV, resgatando fatos históricos e outras histórias curiosas desses locais. A exposição é um convite ao visitante para fazer um passeio pelo Rio antigo.

O show Carnaval de Pixinguinha irá reunir 10 músicos e o cantor Pedro Miranda no jardim do IMS para uma celebração em torno de arranjos escritos pelo mestre na década de 1950. Boa parte do repertório está presente na caixa de partituras homônima lançada em 2014 em uma parceria do IMS, com as Edições Sesc e a Imprensa Oficial. É em clima carnavalesco que se homenageia um dos mais brilhantes e completos artistas que o Brasil já conheceu.

O público poderá apreciar canções como Bebê (Paulino do Sacramento); Já te digo (Pixinguinha e China); Cristo nasceu na Bahia (Sebastião Cirino e Duque); Pelo telefone (Donga e Mauro de Almeida); Ai, eu queria (Pixinguinha e Vidraça); Mulher cruel (João da Bahiana); Flor do Abacate (Álvaro Sandim); Depois que você me deixou (Nássara e J. Cascata); Adeus, morena (Gastão Viana); Gavião calçudo (Pixinguinha); Molengo (Pedro Antonio da Silva); Tenho um desejo (J.F. Fonseca Costa); Cascatinha (Pixinguinha); Cigana de Catumbi (J. Resende); Cidade Mulher (Noel Rosa); Primavera no Rio (João de Barro); Hino do Carnaval Brasileiro (Lamartine Babo); Cidade Maravilhosa (André Filho)

Músicos: Cantor/apresentador – Pedro Miranda; Direção musical – Pedro Paes; Flauta – Dudu Oliveira; Clarinete – Rui Alvim; Trompetes – Nailson Simões e Aquiles Moraes; Bombardino – Everson Moraes; Tuba – Thiago Osório; Violão – Luiz Flavio Alcofra; Cavaquinho – Jayme Vignoli; Percussão – Oscar Bolão e Marcus Thadeu.

Programação:
Um passeio pelo Rio – A cidade nas andanças de Joaquim Manuel de Macedo
Abertura: 24 de janeiro, às 18:30h
Período: De 25 de janeiro a 3 de maio
De terça a domingo, das 11h às 20h
Classificação: livre
Visitas monitoradas para escolas: agendar pelo telefone (21) 3284-7400.

O Carnaval de Pixinguinha, com direção musical de Pedro Paes
Data: Dia 24 de janeiro, às 20h, no jardim do IMS. Se chover, o show acontecerá no auditório.
Classificação: livre

Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro: Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea – Tel.: (21) 3284-7400/ (21) 3206-2500

| Clássico da comédia do absurdo, do Autor Fernando Arrabal, fala da guerra de forma inusitada e propõe a reflexão sobre o momento atual do país |
Foto do elenco da peça Piquenique no Front

Foto: Janderson Pires / Divulgação

Sinopse: Um clássico do teatro do absurdo. O espetáculo Piquenique no Front conta de forma bem humorada, original e absurda, a história do soldado incompetente Zapo que, em combate, recebe num domingo a inesperada visita dos seus pais, o Senhor e Senhora Tépan para um piquenique em pleno front de batalha. Sem entender a situação de seus pais, Zapo acompanha essa atividade familiar com acontecimentos insólitos, um piquenique no meio de uma guerra, entre bombas, tiros e rajadas, como a prisão do soldado inimigo Zepo e a visita de farejadores à procura de feridos. A gentileza e tranquilidade de todos não é abalada, em meio de bombardeios de aviões, metralhadoras e granadas eles cantam, brincam e dançam. (…) “Viemos aqui para fazer um piquenique com você e vamos aproveitar o domingo. (…) Já que o Senhor prisioneiro é tão simpático, vamos passar um ótimo dia no campo.” (…)

A peça estará em cartaz na Arena Carioca Dicró, na Penha, na Arena Abelardo Barbosa – Chacrinha -, em Pedra de Guaratiba, na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira, na Lona Cultural Municipal Terra, em Guadalupe, e na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna.

O espetáculo do escritor, pintor, poeta, dramaturgo, diretor e cineasta Fernando Arrabal traz no elenco os atores Alexandre Lino,Leo Campos, Mariana Martins, Tom Pires, João Fraga, Diogo Pivari. A tradução e direção são de Jacqueline Laurence. Realização: Cineteatro Produções.

“Levar ao palco das Arenas e Lonas do Rio de Janeiro uma montagem que registra a qualidade e o respeito merecidos de uma obra prima do Teatro do Absurdo, é por si só motivo de comemoração com muito Piquenique. Escrita há mais de 40 anos pelo escritor Fernando Arrabal, que presenciou a guerra e refletiu-a em todo o seu trabalho, “Piquenique no Front” é uma obra que ainda se mantém forte e impactante na atual conjuntura política e de manifestos que vive nosso país. Encenar “Piquenique no Front” comitantemente ao cenário de revolta e luta que vivemos, é uma grande oportunidade de propor a reflexão, lançar um olhar sobre si mesmo diante e dentro desta guerra. E, além disso, prestar uma homenagear ao gênio Fernando Arrabal e seus 82 anos de vida completados em 2014 e mais de 60 anos dedicados ao teatro e ao cinema.”

Programação:

– 29 DE JANEIRO (QUINTA-FEIRA ÀS 18H) – ARENA CARIOCA DICRÓ – PENHA
Endereço: Parque Ari Barroso / Tel:3486-7643

– 30 DE JANEIRO (SEXTA-FEIRA ÀS 2IH) – ARENA CARIOCA ABELARDO BARBOSA – CHACRINHA
Endereço: Pedra de Guaratiba / Tel: 3404-7980

– 1º DE FEVEREIRO (DOMINGO ÀS 19H) – ARENA CARIOCA FERNANDO TORRES – MADUREIRA
Endereço: Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira / Turiaçu.

– 4 DE FEVEREIRO (QUARTA-FEIRA ÀS 19H) – LONA CULTURAL MUNICIPAL TERRA – GUADALUPE
Endereço: Rua Marcos de Macedo, s/n° | Guadalupe / Tel.: 3018-4203

– 6 DE FEVEREIRO (SEXTA-FEIRA ÀS 20H) – ARENA CARIOCA JOVELINA PÉROLA NEGRA – PAVUNA
Endereço: Praça Ênio s/n – Pavuna – zona norte / Tel: 2886-3889

Duração: 50 minutos

Foto de Inês Rache, artesã

Foto: Divulgação / Inês Rache, artesã

Exposição tem inspiração nas belezas do Rio e na Copa do Mundo

A exposição “Energia do Artesanato na Copa” reúne o trabalho de mais de mil artesãos fluminenses na Casa do Artesanato, em Botafogo, até o dia 11 de julho. Com inspiração nas belezas do Rio e na Copa do Mundo, os artistas exibem diversas técnicas tradicionais do Estado. O público pode conferir trabalhos de bordado, esculturas em argila e vidro, entre outras, que estarão disponíveis para comercialização até o dia 11 de julho.

Durante o evento também serão ministrados cursos e palestras sobre as diversas técnicas utilizadas pelos artesãos em diversos materiais, remetendo à história e às tradições de cada região. Com o objetivo de atuar no aprendizado ou aperfeiçoamento das habilidades manuais, até 11 de julho, o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro oferece 18 oficinas gratuitas para artesãos fluminenses. São mais de 800 vagas distribuídas entre os cursos que acontecerão de segunda a sexta-feira, às 9 horas e às 14 horas, com uma técnica diferente a cada dia.

Para participar, é preciso fazer inscrição prévia, pois as vagas são limitadas. Dentre os cursos oferecidos estão os de modelagem em argila, reutilização de resíduos, arte francesa, decupagem e scrapdecor. As inscrições para as oficinas podem ser feitas pelos telefones 21 2332-1555/2332-4900 ou no local.

A mostra é promovida pelo Programa de Artesanato, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços e tem o patrocínio de Furnas/Eletrobrás.

Exposição “Energia do Artesanato na Copa”
Local: Casa do Artesanato – Rua Real Grandeza, 293 – Botafogo
Período: até 11 de julho, das 9h às 18h – diariamente

Paulo Betti comanda mais uma edição do sarau “Mostre seu talento em cinco minutos”

Foto: Andréa Graiz/Divulgação

Na próxima terça-feira , dia 27 de maio, a partir das 20h, os atores Paulo Betti e Paulo Maia apresentam o sarau “Mostre seu talento em cinco minutos”, no Sesc Casa da Gávea.  O evento, iniciado em junho de 2012, abre espaço para que novos artistas interpretem canções, declamem poemas, dancem, leiam crônicas, apresentem esquetes e stand-up, dentro do tempo proposto. As apresentações são transmitidas pela TV web Casa da Gávea, no endereço http://www.casadagavea.org.br.

Nesse momento em que a cidade do Rio de Janeiro é objeto de desejo da maioria dos artistas do país, na Casa da Gávea eles podem, no sarau, apresentar suas qualidades em cinco minutos para um público sensível e encorajador – destaca Paulo Betti, um dos sócios do centro cultural.

Além das edições do sarau, o Sesc Casa da Gávea apresenta oficinas, o Ciclo de Leituras Dramatizadas, e uma programação de peças e shows.

Sarau Mostre seu talento em cinco minutos
Data: Terça-feira (27 maio)
Horário: 20h
Local: Sesc Casa da Gávea (80 lugares): Praça Santos Dumont, 116 – Gávea
Informações: (21) 2239-3511
Classificação: Livre

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A atração gratuita acontece neste domingo, dia 18 de maio, às 17h, no no Espaço Bobinadeiras. A peça conta a história de uma princesa mimada que conhece um sapo, depois de sua bola de ouro cair em uma lagoa. Aos poucos, os dois acabam se tornando amigos e a princesa entende que aparência não é tudo.

Um belo dia, tomada de um forte carinho pelo novo amigo, ela lhe dá um beijo e, num passe de mágica, desfaz o encanto que o aprisionava. A partir daí, a princesa ficará surpresa com o belo príncipe em que ele se transformou e o amor florescerá.

O espetáculo, uma adaptação de Rodrigo Scheer, é produzido pela Companhias Nosso Riso e Macacos de Imitação e tem direção de Alexandre Maguolo. No elenco, Alexandre Maguolo, Rodrigo Scheer e Daniele Castro.

Peça Infantil O Príncipe Sapo
Local: Bangu Shopping – Rua Fonseca, 240 – Bangu. Tel.: (21) 2430-5130
Data: 18/05, domingo
Horário: 17h

Foto de Paulo Betti no camarim

Foto: Divulgação

Está de volta o tradicional sarau “Mostre seu talento em cinco minutos”, apresentado pelo ator Paulo Betti. Em janeiro, o encontro acontecerá na próxima terça-feira (28), a partir das 20 horas. Criado em em junho de 2012, o evento abre espaço para que artistas interpretem canções, declamem poemas, dancem, leiam crônicas, apresentem esquetes e stand-up, dentro do tempo proposto. As apresentações são transmitidas pela TV web Casa da Gávea (www.casadagavea.org.br).

A Casa da Gávea é um empreendimento cultural que dirige suas atividades para o estudo, debate e divulgação das mais variadas formas de arte e cultura e para a produção de espetáculos teatrais, filmes, vídeos, edições de livros, programas de rádio, exposições e shows musicais.

Sarau Mostre seu talento em cinco minutos no nosso palco (apresentação Paulo Betti)
Data: Dia 28/01, terça-feira
Horário: às 20h
Local: Sesc Casa da Gávea (80 lugares): Praça Santos Dumont, 116 – Gávea
Informações: (21) 2239-3511
Classificação: Livre

Foto/arte: Divulgação ECOA

ONG ECOA – Teatro Social promove o “Encontros TEATRO SOCIAL” no dia 21/09/2013, na Lapa. De acordo com a organização, os objetivos são a troca de experiências e de pontos de vista relacionados às diferentes formas de se aliar o teatro ao social, uma iniciativa para o diálogo e reflexão sobre o tema, além de abrir espaço para um grande bate-papo com pessoas que vivem e produzem Teatro Social em diferentes vertentes no Rio de Janeiro.  Serão abordados os seguintes temas: “O espaço urbano e o alargamento dos espaços cênicos” e “A arte como resgate social”.

O evento terá, também, momentos práticos com oficinas, exposição de fotos e exibições de curtas-metragens. A programação artística do evento busca como público-alvo receber estudantes de teatro, professores, arte-educadores, ativistas culturais, pesquisadores ou qualquer pessoa que vise conhecer/debater o tema Teatro Social. 

Entre os participantes do evento estão o ator e cineasta Jorge Coutinho, presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro – SATED-RJ; Amir Haddad, ator, diretor de teatro e teatrólogo; Zé Alex, diretor da cia EnvieZada; Geo Britto, coordenador Político-Artístico do Centro de Teatro do Oprimido – CTO, realizou projetos em comunidades, presídios, instituições de saúde mental, escolas e trabalhou com o Teatro do Oprimido na Palestina, Índia, Egito, África do Sul, Moçambique, Botswana , Guatemala, México, Argentina, Uruguay, Bolívia, Colômbia, entre outros; Veríssimo Junior, ator, arte-educador, diretor de teatro, professor de Artes Cênicas da Rede Municipal de Ensino e mestre em educação, além de idealizador, fundador e diretor do grupo “Teatro de Laje”, na Vila Cruzeiro durante os 10 anos.

Haverá também a exibição de curtas-metragens que dialogam com o tema arte-social. Cadu Barcellos (5X Favela – Agora por nós mesmos) exibirá alguns dos seus curtas, seguidos de um bate-papo. Rafael Chaves (Estudante do curso de Cinema e AudioVisual, na UFF) exibirá alguns curtas do Glauber Rocha, também seguidos de bate-papo sobre sua pesquisa acerca da obra do cineasta.
Encontros TEATRO SOCIAL
Local: CTO ( Centro de Teatro do Oprimido) – Rua: Av. Mem de Sá 31, Lapa/RJ
Data: 21/09, sábado
Horário: das 9h às 17h
Local: CTO (Centro de Teatro do Oprimido) – Av. Mem de Sá, 31 – Lapa
Mais informações na página do evento no Facebook.

Foto: Reprodução internet

O Instituto Cultural Brasilis, em parceria com o IATEC, oferece entre os dias 3 e 6 de outubro oficinas gratuitas de Direção de Palco e Produção Técnica, Logística de Produção de Shows e Eventos, Produção de Festivais e Marketing para Produtores. Com apoio do Vivo Rio, as aulas acontecerão na unidade Centro do IATEC. As inscrições podem ser feitas pelo site do instituto ou pelo e-mail atendimento@institutoculturalbrasilis.org.br. Mais informações pelos telefones (21) 2493-9628 e 2486-0629.

Sobre as oficinas:

Direção de Palco e Produção Técnica – “Na função de produtor é fundamental o conhecimento das questões técnicas. Afinal, o produtor é responsável por comandar a equipe, necessitando entender um pouco de tudo. Com o conhecimento técnico o produtor pode dialogar e cobrar resultados de sua equipe. A oficina Introduz aos interessados através do conhecimento sobre as áreas técnicas envolvidas na produção dos mais variados tipos de eventos. São informações de caráter prático e podem ser utilizadas como ferramentas de conteúdo técnico no dia-a-dia da produção.”

Data: 03/10 (quinta)
Horário: das 13h30 às 17h30
Oficineiro: Fred Fonseca – Tour Manager dos Titãs, atuou na Globo como Coordenador de Produção e Assistente de Produção em novelas, mini-séries e musicais, além de ter participado da direção de palco de programas como Criança Esperança e Som Brasil.

Logística de Produção de Shows e eventos – “A oficina visa apresentar conceitos de logística, bem como apresentar ferramentas para sua aplicação, nas mais diversas áreas de shows e de eventos artísticos.”

Data: 04/10 (sexta)
Horário: das 13h30 as 17h30
Oficineiro: Elsa Costa – produtora de eventos como Roda Skol, Dream Factory, Somos Todos Brasileiros e pré-abertura do Parapan – Momentwnm.

Produção de Festivais – “A oficina Visa apresentar o aluno o universo dos festivais, com suas peculiaridades de produção.”

Data: 05/10 (sábado)
Horário: das 9h30 as 13h30
Oficineiro: Elsa Costa

Marketing para produtores

Apresentação: “Conhecer e entender de marketing é fundamental para exercer a atividade de produção como parte de um contexto maior e que se relaciona com um universo de anunciantes, apoiadores e patrocinadores. Além disso, também possibilita posicionar melhor seu empreendimento cultural no mercado e descobrir novas oportunidades de negócio.

A oficina: Introduzir o profissional de produção no contexto da atividade de marketing e oferecer conhecimentos e ferramentas que contribuam para a elaboração e implementação de projetos de Marketing Cultural e de Eventos.”

Data: 06/10 (domingo)
Horário: das 9h30 as 13h30
Oficineiro: Lucy Deccache – produtora executiva com 25 anos de experiência em eventos na área social e empresarial.

A IATEC Unidade Centro fica na Rua Pedro I, nº 4.402 – Praça Tiradentes – Tels.: 21 2493-9628 / 7819-3299

Foto: divulgação Facebook

Nada de paredes, luze especiais, vernissage, público limitado ou específico. É passeando pela cidade com seus trabalhos a tiracolo que os artistas participantes do ”Walking Gallery” levam arte ao público. O movimento cultural surgiu em abril de 2009, em Barcelona, quando o artista Jose Puig fez seu primeiro passeio com seu quadro pendurado no ombro. A intenção era desenvolver um movimento alternativo no mundo da arte. Os encontros acontecem em diversas cidades como Barcelona, São Paulo, Goiânia, Madrid, Bilbao, Buenos Aires, Avilés, Zaragoza, Vigo, Londres, San Sebastián, Tarragona e Sitges.

O movimento terá sua primeira edição no Rio neste sábado e pretende percorrer os bairros de Copacabana e Ipanema, a princípio. O ponto de encontro é na Praça General Osório (em frente à entrada do metrô), às 10h. A saída está prevista para as 10:45h. Em caso de chuva, o passeio será feito somente no metrô.

O evento é aberto para todo tipo de artista plástico/visual e fotógrafos que desejam levar sua arte para um passeio pelas ruas cariocas.

Veja mais informações no site do movimento ou na página do evento no Facebook!

Foto: divulgação Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Os cursos serão oferecidos por meio de uma da parceria entre o Theatro e Accademia do Teatro alla Scala, de milão, que fornece consultoria ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro – espaço da Secretaria de Estado de Cultura – para a execução do projeto Fábrica de Espetáculos, na zona portuária da cidade. Serão ministrados sete cursos técnicos gratuitos durante os meses de agosto e setembro para requalificar os funcionários do Theatro e capacitar os futuros professores da Escola da Fábrica de Espetáculos, além de demais interessados. Entre as opções de curso estão: Segurança do Trabalho, Pintura Artística em Telões, Música para Direção de Cena, Maya – software, Maquiagem de Efeitos Especiais, Operador de Luz e Produção e assistente de produção. As aulas acontecerão em diversos locais como:  Casa de Cultura Laura Alvim, Theatro Municipal, Escola Spectaculu e CTP Inhaúma (Central Técnica de Produções).

“Sobre a Accademia Teatro alla Scala
Transformada em fundação privada em 2001, a Accademia Teatro alla Scala passou a ter a estrutura que mantém até hoje. A instituição é dividida em quatro departamentos – Música, Ballet, Palco & Workshops e Gestão – que cobrem uma infinidade de profissões ligadas às artes do espetáculo com uma grande oferta de cursos de formação, especialização e oficinas. No entanto, a Accademia começou a funcionar de forma embrionária em 1813, quando o Teatro instituiu a Escola de Ballet, que é hoje reconhecida internacionalmente como uma das melhores para a formação de bailarinos. Em 1950 foi ampliada com a fundação da Escola de Cadetes alla Scala, graças a Arturo Toscanini, a fim de dar continuidade histórica à tradicional ópera italiana. Outro impulso decisivo foi na década de 1970, quando o então diretor de cenografia do Teatro alla Scala Tito Varisco criou um curso para construtores e projetistas com o objetivo de transmitir o padrão de excelência encontrado nas práticas criativas do Scala.”

Abaixo, mais informações como locais e horários dos cursos:

Curso: Segurança do Trabalho
Professor: Christian Van Goethem

Período: 14 a 22 de agosto
Carga horária: 40h
Capacidade: até 20 alunos
Local: Theatro Municipal – Auditório e Sala do Coro
Endereço: Av. Almirante Barroso nº 14/16 – Centro – RJ
Horário:      14/08 – 14h30 às 17h30
15, 16, 19, 20, 21/08 – 9h às 15h30
17/08 – 9h às 13h
22/08 – 9h às 13h

Curso: Pintura Artística em Telões
Professor: Roberto Lucidi

Período: 22 a 30 de agosto
Carga horária: 40h
Capacidade: até 20 alunos
Local: CTP Inhaúma
Endereço: Av. Ministro Mavigner nº 376 – Inhaúma – RJ
Horário:      22/08 – 12h00 às 15h00
23, 26, 27, 28, 29/08 – 09h00 às 15h30
24/08 – 09h00 às 12h00
30/08 – 09h00 às 13h00
Observação: Haverá transporte grátis com saída do TM 1 hora antes do curso.

Curso: Música para Direção de Cena
Professor: Laurent Gerber

Período: 22 a 30 de agosto
Carga horária: 40h
Capacidade: até 20 alunos
Local: Theatro Municipal – Auditório e Sala do Coro
Endereço: Av. Almirante Barroso nº 14/16 – Centro – RJ
Horário:      22/08 – 14h30 às 17h30
23, 26, 27, 28, 29/08 – 10h30 às 17h30
24/08 – 10h30 às 13h30
30/08 – 12h00 às 15h00

Curso: Maya – software
Professor: Gianluca Dentici

Período: 26 de agosto a 03 de setembro
Carga horária: 40h
Capacidade: até 10 alunos
Local: Escola Spectaculu
Endereço: Av. Rodrigues Alves n° 847 – Cais do Porto – RJ.
Horário:      26/08 – 12h00 às 15h00
27, 28, 29, 30/08 e 02/09 – 09h00 às 15h30
31/08 – 09h00 às 12h00
03/09 – 09h00 às 13h00

Curso: Maquiagem de Efeitos Especiais
Professor: Roberto Paglialunga

Período: 03 a 11 de setembro
Carga horária: 40h
Capacidade: até 10 alunos
Local: Theatro Municipal – Camarim do ballet
Endereço: Av. Almirante Barroso nº 14/16 – Centro – RJ
Horário:      03/09 – 14h30 às 17h30
04, 05, 06, 09 e 10/09 – 10h30 às 17h30
07/09 – 10h30 às 13h30
11/09 – 10h00 às 14h00

Curso: Operador de Luz
Professor: Andrea Burgaretta

Período: 03 a 11 de setembro
Carga horária: 40h
Capacidade: até 20 alunos
Local: Casa de Cultura Laura Alvim
Endereço: Avenida Vieira Souto, 176 – Ipanema
Horário:       03/09 – 11h30 às 14h30
04, 05, 06, 09 e 10/09 – 8h30 às 14h30
07/09 – 10h00 às 13h00
11/09 – 10h00 às 14h00

Curso: Produção
Professor: Andrea Minetto

Período: 03 a 11 de setembro
Carga horária: 40h
Capacidade: até 20 alunos
Local: Theatro Municipal – Sala do coro
Endereço: Av. Almirante Barroso nº 14/16 – Centro – RJ
Horário:      03/09 – 14h30 às 17h30
04, 05, 06, 09 e 10/09 – 10h30 às 17h30

Inscrições:

– Informações: tel.: 21 2332-9238 – Taydara Araújo ou Maria José de Oliveira
– Inscrições pelo e-mail: educativo@theatromunicipal.rj.gov.br
– Haverá uma ficha de inscrição a ser preenchida pelo aluno e a mesma deverá ser enviada, junto com um currículo do aluno para o e-mail acima.

Mais informações disponíveis no site http://www.theatromunicipal.rj.gov.br/releases.html

Fonte: Site do Theatro Municipal do Rio de Janeiro – http://www.theatromunicipal.rj.gov.br

 

Foto/arte: divulgação

Confira mais uma dica de agito na cidade para o final de semana!

O bloco Block’n Roll promove o “Festival Block’n Roll Multicultural ” entre os dias 9 e 11 de agosto, na Praça Iaiá Garcia, na Ribeira. O evento será uma mistura de atividades culturais como música; dança; circo; artesanato; oficinas de percussão, teatro e malabares e ecologia. Na música, a proposta do festival é misturar diferentes ritmos como rock, jazz, MPB, forró e reggae. No sábado, entre outras atrações, haverá apresentação de dança do ventre, programada para às 15:30h. Entre as bandas que vão se apresentar, estão a 4 X Rock, Alforria, Apotherock e a bateria do Blok’n Roll. Durante todo o festival haverá barraquinhas com comidas e bebidas. Toda a verba arrecadada no evento será usada para organização do desfile de carnaval do Block’n Roll em 2014.

Fonte: Ilha Notícias e pág. do evento no Facebook.

Festival Multicultural Block’n Roll
Local: Praça Iaiá Garcia – Ribeira – Ilha do Governador
Datas: 09, 10 e 11 de agosto – sexta (a partir das 17:00h), sábado e domingo (a partir das 14h)
# Confira a programação completa na página do evento no Facebook ou no site http://www.blocknroll.com.br!

Foto/arte: divulgação

Se você curte pelo menos um dos temas citados no título deste post, vai querer conferir Rio Fashion Day. A primeira edição do evento acontecerá na Chopperia Buxixo, dia 10 de agosto, das 11h às 18h. A proposta do evento, Idealizado pela estilista Ana Beatriz Freitas e pelo empresário Gustavo Marques, é a troca de experiências entre artistas, marcas, designers, estudantes, e o público em geral, num ambiente multidisciplinar que reúne mercado, gastronomia, música e sorteios.

O mercado envolve mais de *30 marcas de diversos segmentos: moda feminina, masculina, moda fitness, acessórios, decoração e arte. A ideia foi selecionar novos estilistas e criadores, além de marcas que não são tão conhecidas, mas que já possuem um lugar cativo na vida dos cariocas.

O Rio Fashion Day terá trilha sonora comandada pelo DJ Bola, que tocará os ritmos que fazem sucesso nas pickups de todo o mundo, além de uma mesa de frios e um barman criando *drinks para o público.

*Atenção! Os drinks não serão gratuitos, mas terão preços especiais, de acordo com a assessoria do evento; *Serão mais de 30 marcas vendendo seus produtos: moda masculina, feminina, fitness, acessórios, gastronomia etc.
Rio Fashion Day
Data: Sábado, dia 10 de agosto
Horário: 11h
Local: Buxixo Up – Endereço: Av. Maracanã, 760 – Tijuca

Vem aí a 4ª edição do Multigrab Expo Shapes, evento que reúne shapes de skate customizados por diversos artistas. O evento vai rolar entre os dias 27 de julho e 14 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 09 às 17h.

Local: Galpão das Artes Urbanas Helio G. Pellegrino
Endereço: Padre Leonel Franca, s/nº – Gávea – Rio de Janeiro
email: galpaodasartes@gmail.com

Fonte: Associação de Imprensa da Barra – AIB www.aib.org.br
%d blogueiros gostam disto: