Tag Archive: cinelândia


| “Be-Marche: as noites de Berlioz” marca estreia de Thiago Soares, primeiro-bailarino do Royal Ballet, como coreógrafo | 
foto externa do Theatro Municipal

Foto: Vânia Laranjeira/Reprodução

Da sessão “não é de graça, mas é quase”:

Estreou hoje, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro (TMRJ), o espetáculo “Be-Marche: as noites de Berlioz”. A montagem – com direção de arte de Oskar Metsavaht e regência do maestro Carlos Prazeres, titular da Orquestra Sinfônica da Bahia – marcou a estreia do carioca Thiago Soares, primeiro-bailarino do Royal Ballet (Londres), como coreógrafo e presta homenagem aos 110 anos do TMRJ e aos 150 anos da morte do compositor romântico francês Hector Berlioz.

O programa inclui a participação do ballet, de cantores solistas e da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. Na primeira parte, o público poderá assistir ao ciclo de seis canções de Berlioz intitulado “Les nuits d’éte”, com poemas de Theophile Gauthier. As canções amorosas e melancólicas terão como intérpretes Cinthia Fortunato (soprano), Lara Cavalcanti (mezzo soprano) e Geilson Santos (tenor), cantores solistas do TMRJ. Na segunda parte, o Corpo de Baile dançará ao som de dois movimentos da “Sinfonia Fantástica”, a abertura “Carnaval Romano” e a “Marcha Troiana”, da ópera “Les Troyens”.

As apresentações acontecerão nos dias 20, 21*, 25, 26, 27 e 28 de abril, com ingressos à venda pela internet que custam de R$ 10 a R$ 360. Neste domingo de Páscoa, dia 21 de abril, às 11h00, acontecerá mais uma edição do “Municipal a R$1,00 (um real)“*, com venda de ingressos a partir das 10h, no dia do espetáculo, apenas na bilheteria do Theatro, na Praça Floriano, s/nº, na Cinelândia.

Be-Marche: as noites de Berlioz
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° – Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Datas:
dia 20/04, sábado, às 17h00
dia 25 e 26/04, quinta e sexta-feira, às 20h00
dia 27 e 28/04, sábado e domingo, às 17h00
dia 21* (“Municipal a R$1,00 (um real”), domingo, às 11h – venda de ingressos a partir das 10h, no dia do espetáculo, apenas na bilheteria do Theatro
Lotação: 2.226 lugares
Duração: duas horas
Classificação: livre

| 2ª edição do “Festival Todo Mundo Tem Direitos” acontece hoje, a partir das 18h, com shows de Teresa Cristina, Marcelo Jeneci, BNegão Trio, Ellen Oléria, Pedro Luís, Marcia Castro e Marina Iris |

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Cinelândia ficará animada nesta segunda-feira, 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, com shows de diversos artistas durante a segunda edição do Festival Todo Mundo Tem Direitos. O evento no Centro do Rio celebrará os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, um marco no reconhecimento da dignidade e da garantia de direitos fundamentais a todos. A intenção é celebrar a luta e a resistência por direitos como saúde, educação, moradia, liberdade e vida. A partir das 18h, público poderá curtir shows de Teresa Cristina, Marcelo Jeneci, BNegão TrioEllen Oléria, Pedro Luís, Marcia Castro Marina Iris.

O festival é organizado por entidades ligadas à defesa dos direitos humanos como a Anistia Internacional, Justiça Global, Casa Fluminense, Coletivo RJ Verdade Memória e Justiça, Instituto de Estudos da Religião e Centro pela Justiça e o Direito Internacional e Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

II Festival Todo Mundo Tem Direitos
Atrações musicais: Teresa Cristina, Marcelo Jeneci, BNegão Trio, Ellen Oléria, Pedro Luís, Márcia Castro e Marina Iris
Local: Cinelândia – Praça Floriano, s/nº – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 10/12 (segunda-feira)
Horário: 18h

| Homenagem em memória do ex-escravo e abolicionista brasileiro acontece nesta sexta, 24/08, na escadaria da Câmara Municipal do Rio |

Foto: divulgação

O espetáculo “LUIZ GAMA – Uma Voz pela Liberdade“, que lota teatros desde 2015, ganha apresentação pública e gratuita na escadaria da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, na Cinelândia, no dia 24 de agosto, às 17h, uma homenagem inédita ao ex-escravo e abolicionista brasileiro. A apresentação ocorre por ocasião dos 136 anos da morte do herói nacional. No elenco, Deo Garcez, que vive Luiz Gama, e Soraia Arnoni, que interpreta Luiz Mahim. Ricardo Torres assina a direção e o próprio Deo a dramaturgia.

A peça é uma biografia dramatizada do soteropolitano Luiz Gonzaga Pinto da Gama, ex-escravo, jornalista, poeta, político, primeira voz negra da literatura brasileira, advogado autodidata e abolicionista, que libertou mais de 500 escravos. Gama foi reconhecido oficialmente como advogado em 2015 pela OAB e nomeado, por leis federais, como o patrono do abolicionismo brasileiro e herói da pátria. O espetáculo convida o público a repensar nossa história oficial, revelando o que se escondeu por muito tempo, e traz uma importante reflexão sobre nossos preconceitos contemporâneos. A montagem é uma produção da Olhos d’ Água Produções Artísticas

LUIZ GAMA – Uma Voz pela Liberdade
Local: escadaria da Câmara Municipal do Rio de Janeiro (Palácio Pedro Ernesto) – Praça Floriano, s/nº – Cinelândia – Centro do Rio/RJ
Data: dia 24/08
Horário: 17h

| Apresentação deste sábado, 30/06, às 15h, terá participação dos pianistas Thalysson Rodrigues, Ingrid Barancoski e Rachel Paixão |

Foto: Marcos Lucas

O concerto deste mês do grupo de compositores Prelúdio 21 será dedicado ao piano, somente com obras escritas para o instrumento. Em sua série no Centro Cultural da Justiça Federal, na Cinelândia, no Centro do Rio, a apresentação acontecerá neste sábado, dia 30 de junho, às 15h, com Ingrid Barancoski, Thalysson Rodrigues e Rachel Paixão, pianistas intérpretes convidados. As senhas serão distribuídas meia-hora antes do espetáculo.

No programa, as obras “Massas” (Neder Nassaro; pianista Rachel Paixão), “October 8” (Caio Senna; pianista Caio Senna), “Atonas” (Sergio Roberto de Oliveira; pianista Ingrid Barancoski), “As Quatro Estações” (Marcos Lucas) e “Intermitências IV” (José Orlando Alves) e “Tocata” (Alexandre Schubert; pianista Thalysson Rodrigues). Os concertos da série “Prelúdio 21 – Música do Presente” acontecem sempre no último sábado de cada mês.

Apresentação Prelúdio 21 – concerto com obras para piano
Local: Centro Cultural Justiça Federal – Teatro – Av. Rio Branco, 241 – Centro – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: (21) 3261-2550
Data: dia 30/06 (sábado)
Horário: 15h
Classificação: livre
Distribuição de senhas meia-hora antes do espetáculo.

| Narrativa do documentário é construída a partir do depoimento e protagonismo de mães e familiares vítimas da violência de Estado da Baixada Fluminense |

A pré-estreia do curta documentário “Nossos Mortos Têm Voz“, da Quiprocó Filmes, acontecerá no Cine Odeon, na Cinelândia, Centro do Rio, no dia 27 de março, às 18h30. Após a exibição do filme haverá um debate com a presença dos diretores, de representantes do “Fórum Grita Baixada: Segurança e Cidadania”, do “Centro de Direitos Humanos da Diocese de Nova Iguaçu”, de mães representantes da “Rede de Mães e Familiares da Baixada Fluminense – RJ” e com mães e familiares protagonistas do filme. A direção, o argumento e roteiro são de Fernando Sousa e Gabriel Barbosa. As pessoas interessadas em comparecer ao evento devem confirmar presença pelo e-mail nossosmortostemvoz@quiprocofilmes.com.br.

De acordo com a organização do evento, a escolha da data de estreia do filme busca dialogar e contribuir com a luta de mães e familiares vítimas da “Chacina da Baixada” por memória e justiça. No dia 31 de março de 2005, policiais do Estado do Rio de Janeiro assassinaram 29 pessoas em Queimados e Nova Iguaçu.

Sinopse
“A narrativa do documentário é construída a partir do depoimento e do protagonismo das mães e familiares vítimas da violência de Estado da Baixada Fluminense. Tendo como ponto de partida esses casos, mas não se limitando à crueza da violência praticada, o documentário pretende trabalhar com as histórias atravessadas por essas perdas. Pretende-se resgatar a memória dessas vidas interrompidas trazendo uma visão crítica sobre a atuação do Estado através das polícias na Baixada Fluminense, sobretudo no que diz respeito à violência contra jovens negros.”

O documentário é o segundo filme da “Trilogia da Memória”, da qual fazem parte “Nossos Sagrado” e “Entroncamentos”.

Pré-estreia do curta documentário “Nossos Mortos Têm Voz”
Local: Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro – Praça Floriano, nº 7 – Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 27/03 (terça-feira)
Horário: 18h30

| Filme homenageia os 500 anos da Reforma Protestante |

A pré-estreia do curta-metragem Projeto Reformadores acontece nesta segunda-feira, 30 de outubro, às 19h, no Cine Odeon (Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro desde maio de 2015), na Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro. O evento reunirá, além do público, toda a equipe e o elenco da produção.

O filme de 30 minutos busca narrar a jornada de grandes reformadores para homenagear os 500 anos da Reforma Protestante, que serão comemorados no dia 31 de outubro deste ano. O curta foi produzido pela doizel, composta por Nathanael Carvalho & Raphael Dusi, filmmakers do Rio de Janeiro. Com meta de R$ 18 mil, a produção arrecadou (informação verificada no dia 30/10/2017) R$ 21.970 por meio da plataforma de financiamento coletivo Catarse.

Em caso de uma eventual lotação ou para quem não conseguir chegar no horário, também haverá uma exibição do curta às 20h.

 

Pré-estreia do curta-metragem Projeto Reformadores
Local: Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro – Praça Floriano, n° 7 – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 30/10 (segunda-feira)
Horário: 19h e 20h
Capacidade: 500 lugares

| Evento, que também comemora o aniversário do maestro Heitor Villa-Lobos, reunirá diversos músicos para um concerto ao vivo |
Foto da Praça Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução site Rádio MEC FM

 

Na próxima quinta-feira, o agitado Centro do Rio terá um espaço reservado para a apreciação da música clássica. Uma boa pedida pra quem estiver por lá entre 10h e 15h.

O Dia Nacional da Música Clássica e o aniversário do maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, celebrados em 5 de março, serão comemorados pela MEC FM com uma programação especial. A partir das 10h, a emissora receberá o público e diversos músicos para um concerto ao vivo na Praça Floriano – Cinelândia -, no Centro do Rio de Janeiro.

A programação especial acontecerá das 10h às 15h. Participam da transmissão Rádio o Duo Sanfonado – Tibor Fittel e Priscila Azevedo; o oboísta Harold Emert; os músicos do Abstrai Ensemble, o violonista Luis Carlos Barbieri, os intérpretes do Duo Ritmata, Andrea e Odette Ernst Dias e Duo Kervokian-Braga.

Comemoração do Dia Nacional da Música Clássica e do aniversário de Villa-Lobos
Local: Praça Floriano (Cinelândia) – Centro do Rio de Janeiro (em frente ao Theatro Municipal, próximo à estátua do maestro Carlos Gomes)
Data: dia 05/03
Horário: das 10h às 15h

Teatro na rua

Foto peça teatral Paredes Externas

Foto: divulgação Secretaria Municipal de Cultura de Queimados

A Secretaria Municipal de Cultura de Queimados promove sessões da peça “Paredes Externas” – projeto multimídia que reúne artes plásticas, dança, performance, audiovisual, arquitetura, música e poesia – e que trata das relações afetivas pela ótica de um jovem casal em crise, interpretado por Mariana Quintão e Gabriel Delfino.

O espetáculo, de 40 minutos, tem como cenário uma estrutura quadricular, com área total de 16 metros quadrados, construída com ripas de madeira e cercada por telas transparentes. A direção e autoria são de Pierre Santos, supervisão artística de Miwa Yanagizawa e cenário de Carla Juaçaba e Bruno Siniscalchi.

A peça participou do III Festival Internacional de Teatro e Artes do Teatro Elinga, em Angola, em maio deste ano e  foi contemplada pelo Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro) – 2012.

Durante as apresentações,  50 cadeiras serão disponibilizadas  para acomodação do público.

Locais e Horários:

– Queimados: Praça dos Eucaliptos
Domingo, dia 23 de junho, às 19:3h0

– Cinelândia (em frente à ALERJ)
Sexta, dia 28 de junho, às 18h e 20h

– Orla de Copacabana – Quiosque da Globo Rio ( perto da Rua Miguel Lemos)
Domingo, 7 de julho, às 18h e 19:30h

– Largo do Jesus – Morro do Vidigal (entre a Rua Benedito Calixto e Rua Dr. Olinto de Magalhães)
Domingo, 14 de julho, às 18h e 19:30h

Classificação: livre

Flyer Dulcina Abre o Pano

Foto: divulgação

Flyer Dulcina Abre o Pano

Foto: divulgação

“Oficina de teatro teórico-prática” será ministrada pelo diretor Antônio Guedes, que abordará as tendências contemporâneas nas artes cênicas. Com o texto “Carícias”, de Sergi Belbel, os participantes vão construir cenas e identificar o discurso da estrutura narrativa escolhida. As aulas são indicadas para atores e diretores. Haverá turma de 20 alunos e alguns ouvintes. A aula inaugural é a única exceção, sendo aberta para todos os interessados.

Já a oficina “Instrumento: corpo” fica por conta da coreógrafa e bailarina Márcia Rubim. A principal proposta é investigar as possibilidades expressivas do corpo em cena. Os seguintes temas serão abordados: conexões corporais e espaciais; tridimensionalidade do corpo e do espaço; do movimento à palavra; da palavra ao movimento. Esta oficina destina-se a bailarinos, atores e estudantes interessados em investigar as possibilidades expressivas do corpo em movimento.

As oficinas fazem parte do projeto ‘Dulcina abre o pano’, projeto de ocupação vencedor do edital lançado pela Funarte, que abrigará 23 produções no período de abril a novembro/2013. A produtora cultural Belazarte Realizações Artísticas levará ao palco do Teatro Dulcina 12 espetáculos adultos, uma estreia nacional, uma atração internacional, duas de dança-teatro, dois de dança, dois musicais, dois circenses, sete infantis e 15 oficinas. Estas abordam os mais variados temas – de jazz à utilização de vídeos e projeções audiovisuais no teatro. Tudo acontece de quarta a domingo, a partir das 14h. Sobem ao palco criadores conceituados como Ernesto Piccolo, Ary Coslov, Marcia Rubim, Vitor Garcia Peralta, Tim Rescala, Marcio Abreu e Luiz Antônio Pillar, entre outros.

Oficina de teatro teórico-prática

Datas: 11, 12, 18 e 19 de abril

Horário: das 15h às 18h

Local: Teatro Dulcina – Rua Alcindo Guanabara, 17 – Cinelândia. Telefone: (21) 2240-4879

Vagas: 20 pessoas e mais alguns ouvintes | Inscrições através do e-mail 

guedes@pequenogesto.com.br

Oficina Instrumento: corpo

Datas: 10, 17 e 24 de abril

Horário: das 14h às 17h30

Local: Teatro Dulcina – Rua Alcindo Guanabara, 17 – Cinelândia. Telefone: (21) 2240-4879

Vagas: 20 pessoas | Inscrições através do e-mail oficinanodulcina@gmail.com

CinelândiaAto com o intuito de chamar atenção para a falta de políticas culturais para as artes públicas acontece nesta quarta, dia 27, a partir das 10h, na Cinelândia. O evento, intitulado “Enquanto seu lobo não vem”, contará com a participação de diversos grupos e artistas cariocas que tem a rua como palco. Estão previstas atividades como cortejos, esquetes, leitura de cordel e apresentações de artistas e grupos durante toda a manhã. O objetivo é chamar a atenção da população e das autoridades para as artes públicas – diversidade de expressões artísticas e culturais que fazem parte do cenário urbano de diferentes cidades do mundo e que tem forte presença no Rio de Janeiro.

“Os artistas cariocas reivindicam políticas públicas para o setor que, embora levem arte de forma gratuita e democrática para a população, não se enquadra nas atuais políticas culturais. Eles aguardam ainda a resposta da Prefeitura do Rio de Janeiro para a implementação do “Projeto Arte Pública, uma política em construção” – já aprovado, mas ainda sem data para liberação da verba prevista para sua execução. O projeto prevê programação gratuita permanente em quatro praças públicas da cidade, transformando-as verdadeiros centros culturais ao ar livre. São elas: Largo do Machado, Praça Saens Peña, Praça Tiradentes e Praça Harmonia.”

Para a manifestação, estão confirmadas as presenças dos grupos Tá Na Rua, Cia Mystérios e Novidades, Off-Sina, Escola Livre de Palhaços, Boa Praça, Teatro de Dionyses, Teatro em Cordel, Gerusa Perna Fina, Denis Estatua Viva, Boneca Lilica, Jeff Bonfin, Realejo de Pascal Maurice, Banda Os Siderais e Orquestra Voadora. O mestre de cerimônias do evento será o diretor Amir Haddad.

“Enquanto seu lobo não vem”

Dia 27 de março, a partir das 10h, na Cinelândia                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       

%d blogueiros gostam disto: