Tag Archive: cultura


| Espaço em Botafogo promove último final de semana da arena de matemática, com nove jogos interativos para crianças, e da mostra “Visões de Futuros Possíveis”, com experiência imersiva |

Foto: Vinicius Magalhães

A atividade de “Contação de Histórias” entrou para a programação fixa da Casa Firjan, em Botafogo, sempre aos sábados, com duas sessões gratuitas, às 14h e às 16h, apresentando desde contos populares a textos de autores que são referência do universo infanto-juvenil. Com o objetivo de estimular a imaginação, despertar os sentidos e promover a conexão entre as pessoas, a Contação de Histórias integra a agenda do programa “Casa Aberta”, composta por atividades diversas, como mostras, oficinas e atrações culturais.

Também integram a programação a “Mostra Aquário”, que apresenta vídeos de especialistas nacionais e internacionais sobre os desafios do futuro e da nova economia, além da exposição “Mostra Pioneiros”, que traz a história de empreendedores do século XX que contribuíram de forma significativa para o desenvolvimento socioeconômico do país, como Barão de Mauá, um dos pioneiros da industrialização nacional.

Foto: Thiago Ripper

Encerramento da arena com jogos de matemática
O final de semana também marca o encerramento da mostra “Visões de Futuros Possíveis”, que propõe uma experiência imersiva em projeções de futuros alternativos, e da “Arena Firjan SESI Matemática”, que oferece nove atividades que estimulam o aprendizado da matemática a partir de brincadeiras voltadas para crianças e adolescentes entre 4 e 16 anos. Os jogos trabalham conceitos como conjuntos numéricos; intervalos; operações de adição, subtração, divisão e multiplicação; equações de 1º e 2º graus; formas geométricas; e raciocínio lógico.

Foto: Paula Johas

Bicicleta de rodas quadradas
Experiência de andar em uma bicicleta com rodas quadradas de tamanhos diferentes, porém alinhadas, em um terreno ondulado. A ideia é trabalhar com o conceito da matemáticacicloide”. A atividade é direcionada a crianças a partir de 4 anos de idade, duas por vez, durante 5 minutos.

Solte a imaginação
O participante é convidado a criar mosaicos coloridos, formas geométricas e objetos em 3D a partir de peças em acrílico. A atividade é direcionada a crianças a partir de 4 anos de idade, seis por vez, durante 5 minutos.

Programação de sábado (25/05)
Das 10h às 20h:
– Atividades do programa “Casa Aberta”
A partir das 10h: Visões de Futuros Possíveis (experiência imersiva); Arena Firjan SESI Matemática (jogos interativos); Mostra Aquário; Mostra Pioneiros
14h e 16h: “Contação de Histórias”

Programação de domingo (26/05)
Das 12h às 18h
– Atividades do programa “Casa Aberta”
A partir das 12h: Visões de Futuros Possíveis (experiência imersiva); Arena Firjan SESI Matemática (jogos interativos); Mostra Aquário; Mostra Pioneiros

Serviço:
Entrada: gratuita
Endereço: Rua Guilhermina Guinle 211, Botafogo – Rio de Janeiro/RJ
Horários de funcionamento:
Terça a sábado – das 10h às 20h / Domingo – 12h às 18h / Segunda-feira: fechada para visitação

Clique em “Leia mais” ou em “View full article” e saiba mais sobre a Casa Firjan.

Compre Livros Infantis em Promoção no Magazine Você!

Continue lendo

Anúncios
| Projeto do SESC conta com intervenção literária com performance artística que mistura leitura, teatro e interação com o público | 

Foto: divulgação

O sucesso foi tão grande que o projeto “Ponto de Leitura”, do SESC, volta ao Caxias Shopping no dia 25 de maio (sábado) para mais uma edição. Em uma área especial com tapetes coloridos e pufes, das 14h às 18h, o público será convidado a dedicar um tempo ao universo da leitura.

O projeto é um serviço de extensão da Gibiteca João Carpalhau da Unidade SESC Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, com a disponibilização de pequeno acervo com livros em HQ e revistas em quadrinhos para que os clientes possam ler no local. A programação é aberta para o público de todas as idades. Os pais podem levar os filhos e ler com eles. Para incentivar ainda mais os leitores, haverá uma intervenção literária com uma performance artística que mistura leitura, teatro e interação com o público.

Ponto de Leitura SESC
Local: Caxias Shopping – Rodovia Washington Luiz, 2895 – Duque de Caxias/RJ – Tel.: (21) 2430-5110 / WhatsApp (21) 9-9305-3611
Data: dia 25/05 (sábado)
Horário: das 14h às 18h

Dica Magazine Você:
Clique aqui e compre livros pelo site.

| Grupo Seligae recebe artistas para roda de samba deste sábado, 11/05, no Engenho de Dentro |
Foto de Délcio Luiz

Foto: reprodução Facebook

O cantor e compositor Délcio Luiz e Grupo Caju pra Baixo são os convidados do Samba da Feira deste sábado, dia 11 de maio abril. A roda de samba acontece na área externa do Engenhão (Estádio Nilton Santos), no Engenho de Dentro, das 17h às 23h, e tem como anfitrião o Grupo Seligae. Os intervalos serão animados pelo DJ Luiz.

Já se apresentaram no evento da Zona Norte do Rio artistas e grupos como Diogo Nogueira, Xande de Pilares, Reinaldo, Noca da Portela, Leandro Sapucahy, Gustavo Lins, Arlindinho, Marquynhos Sensação, Marquinho PQD, Juliana Diniz, João Martins, Renato da Rocinha, Rafael Bezerra, Revelação, Bom Gosto, Samba Xoxo, Samba do Chapéu, Soul mais Samba, Grupo do Arruda, Renato Milagres, Familia Macabu, RDN, Bateria da Mangueira, Belo, Alcione, Tiee, grupo Swing & Simpatia e Reinaldo, entre outros.

Foto: reprodução Facebook

A organização do evento alerta que não é permitida a entrada com bebidas, não há disponibilidade de cadeiras para todo o público – apenas para idosos, gestantes e mães com crianças de colo – e que menores de 18 anos devem estar acompanhados dos responsáveis legais.

 

 

 

 

Samba da Feira
Atrações: Grupo Seligae; Délcio Luiz e Grupo Caju pra Baixo (convidados)
Data: dia 11/04 (sábado)
Horário: das 17h às 23h
Local: Armazéns do Engenhão – Praça do Trem (em frente à estação de trens Engenho de Dentro, área externa do Estádio Nilton Santos) – Rio de Janeiro/RJ
Classificação: livre (menores de 18 anos devem estar acompanhados dos responsáveis legais)

| Show com muito xote e forró pé de serra acontece a partir das 19h30 no shopping da Tijuca |
Foto da Banda Trem Violado

Foto: divulgação

O som do xote, forró pé de serra, violão e violas invade o Shopping Boulevard, na Tijuca, nesta quinta-feira, dia 9 de maio, com a apresentação da Banda Trem Violado, que sobe ao palco com vocal, violões, flauta e percussão. O show acontecerá às 19h30, no Palco Boulevard, localizado na Praça de Alimentação (3º piso) da Zona Norte carioca.

Clássicos da MPB ganham novos arranjos no show da banda formada pela cantora Patrícia Bento e pelos músicos Dudu Valdez e Allyson Alves, que interpretam sucessos de artistas como Dominguinhos, Sivuca, Geraldo Vandré e Gonzaguinha, entre outros, além de canções autorais.

O grupo surgiu dos encontros semanais entre novos compositores no Centro Cultural Carioca. A identificação com a música brasileira de raiz resultou nesse trabalho de valorização da cultura.

Show da Banda Trem Violado
Local: Novo Palco do Shopping Boulevard (Praça de Alimentação, 3º piso) – Rua Barão de São Francisco, 236 – Grande Tijuca – Tel.: 21 2577-8777
Data: dia 9/05 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Classificação indicativa: livre

| “Be-Marche: as noites de Berlioz” marca estreia de Thiago Soares, primeiro-bailarino do Royal Ballet, como coreógrafo | 
foto externa do Theatro Municipal

Foto: Vânia Laranjeira/Reprodução

Da sessão “não é de graça, mas é quase”:

Estreou hoje, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro (TMRJ), o espetáculo “Be-Marche: as noites de Berlioz”. A montagem – com direção de arte de Oskar Metsavaht e regência do maestro Carlos Prazeres, titular da Orquestra Sinfônica da Bahia – marcou a estreia do carioca Thiago Soares, primeiro-bailarino do Royal Ballet (Londres), como coreógrafo e presta homenagem aos 110 anos do TMRJ e aos 150 anos da morte do compositor romântico francês Hector Berlioz.

O programa inclui a participação do ballet, de cantores solistas e da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. Na primeira parte, o público poderá assistir ao ciclo de seis canções de Berlioz intitulado “Les nuits d’éte”, com poemas de Theophile Gauthier. As canções amorosas e melancólicas terão como intérpretes Cinthia Fortunato (soprano), Lara Cavalcanti (mezzo soprano) e Geilson Santos (tenor), cantores solistas do TMRJ. Na segunda parte, o Corpo de Baile dançará ao som de dois movimentos da “Sinfonia Fantástica”, a abertura “Carnaval Romano” e a “Marcha Troiana”, da ópera “Les Troyens”.

As apresentações acontecerão nos dias 20, 21*, 25, 26, 27 e 28 de abril, com ingressos à venda pela internet que custam de R$ 10 a R$ 360. Neste domingo de Páscoa, dia 21 de abril, às 11h00, acontecerá mais uma edição do “Municipal a R$1,00 (um real)“*, com venda de ingressos a partir das 10h, no dia do espetáculo, apenas na bilheteria do Theatro, na Praça Floriano, s/nº, na Cinelândia.

Be-Marche: as noites de Berlioz
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° – Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Datas:
dia 20/04, sábado, às 17h00
dia 25 e 26/04, quinta e sexta-feira, às 20h00
dia 27 e 28/04, sábado e domingo, às 17h00
dia 21* (“Municipal a R$1,00 (um real”), domingo, às 11h – venda de ingressos a partir das 10h, no dia do espetáculo, apenas na bilheteria do Theatro
Lotação: 2.226 lugares
Duração: duas horas
Classificação: livre

| Evento reúne cinema, música, atividades valendo brindes e bolsas para cursos de alemão, recreação infantil e oficinas de desenho e de construção de óculos de realidade virtual

Foto: Oliver Jaeckel

Nesse sábado, dia 6 de abril, acontece o Festival da Língua Alemã, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Organizado pelo Consulado-Geral da Alemanha no Rio de Janeiro, o Festival marca a abertura da Semana da Língua Alemã, que acontece simultaneamente em todo o Brasil. O evento acontece das 10h às 18h. A programação inclui apresentações musicais, atividades infantis, *feira gastronômica, mostra de curtas-metragens alemães, quiz, sorteios, estande de informações sobre ensino superior na Alemanha, speak dating – onde os participantes terão a oportunidade de fazer um primeiro contato com a língua alemã ou pôr seus conhecimentos do idioma à prova. O Goethe-Institut promoverá atividades valendo brindes e bolsas para cursos de alemão no instituto. O público também encontrará um estande para trocas e doações de livros em alemão e/ou de autores alemães.

A Escola Alemã Corcovado participa com uma apresentação da Orquestra Corcovado, composta por alunos da escola e jovens músicos, às 14h. Além disso, os alunos das turmas de “Maker e Inovação” promoverão uma oficina de construção de óculos de realidade virtual. Confira a programação a seguir.

Programação Rio: 

10:30 – Alunos do Colégio Cruzeiro apresentam repertório de canções em alemão em voz e violão
10:45 – Apresentação de violino de alunos do Colégio Cruzeiro
11:00 – Coral de alunos do Colégio Cruzeiro
11:00 – 14:00 – Recreação infantil, contação de histórias e brincadeiras com alunos do Colégio Cruzeiro
11:30 – Coral do Baukurs
12:30 – Oficina de desenho com a Compactor
13:00 – 18:00 – Estande de informações do DAAD Brasil, o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico
13:30 – Teatro de Bonecos Papa Vento apresenta: Branca de Neve
14:00 – 17:00 – Speak Dating com o Goethe-Institut
14:00 – 17:00 – Exibição de curtas-metragens com curadoria do Goethe-Institut
14:15 – Apresentação da Orquestra da Escola Alemã Corcovado
14:30 – Oficina de desenho com a Compactor
15:00 – Oficina Maker para construção de óculos de realidade virtual com a Escola Alemã Corcovado
15:30 – Quiz do Goethe-Institut
15:30 – Oficina de desenho com a Compactor
17:30 – Apresentação do Quarteto de Trompas da UFRJ

Festival da Língua Alemã
Local: Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa – Rio de Janeiro/RJ – Tels.: 21 2215-0621 / 2224-3922
Data: dia 6/04 (sábado)
Horário: das 10h às 18h
Programação completa do evento em todo o Brasil disponível em semanadalinguaalema.com.br
*Obs.: comidas e bebidas não serão oferecidas gratuitamente

| Pianista é atração do projeto “Quartas Instrumentais”, no Centro do Rio, a partir das 19h |
Foto do pianista João Carlos Assis Brasil

Foto: reprodução Facebook

O pianista João Carlos Assis Brasil apresenta o espetáculo “Todos os Pianos”, hoje, 27 de fevereiro, a partir das 19h, no Espaço Cultural BNDES, no Centro do Rio de Janeiro. O concerto – atração da semana do projeto Quartas Instrumentais – é um tributo do músico a outros pianistas que se revelaram grandes compositores ao longo da história da música nos séculos XIX e XX. Entre choro, bossa, samba, jazz e trilhas sonoras, chegando ao clássico, Assis concebe suítes de diversos matizes.

Parte dos ingressos deve ser reservada pelo site do Espaço Cultural BNDES. Para assistir às apresentações do projeto musical, cada pessoa pode realizar apenas uma inscrição, que dá direito à retirada de um ingresso no dia do espetáculo, até às 18h – com tolerância até 18h30 -, mediante apresentação do documento de identidade. Caso não tenha conseguido garantir um pela internet, o público poderá encontrar bilhetes na recepção do Espaço Cultural, no dia do espetáculo, a partir das 18h.

Quartas Instrumentais
Atração: João Carlos Assis Brasil apresenta “Todos os Pianos”
Local: Espaço Cultural BNDES – Avenida Chile, 100 – Centro (próximo à estação Carioca do metrô) – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 27/02
Horário: 19h
Classificação: livre

| Edição do projeto “Mundo Infantil” também terá oficina de pirulitos decorados a partir das 16h |

Foto: Fanfarra Produções

Neste domingo, 24 de fevereiro, tem apresentação de “O Circo Sinuca” no BarraShopping, na Bara da Tijuca, a partir das 17h. Com doses de humor, o espetáculo musical de bonecos manipulados conta histórias de personagens que fazem a alegria do circo, como palhaços, mágicos, equilibristas e trapezistas.

Foto: Fanfarra Produções

Na produção teatral, tudo começa quando o circo chega à sorridente cidade de Sorrislândia. Um cidadão local perdeu seu sorriso ao ver o cruel domador do circo, Chico-chicotada, bater em um leão. Depois de um certo tempo, já sem o domador, o circo passa ter a obrigação de devolver a alegria à cidade.

Além do espetáculo, o lounge da portaria A (nível Américas) receberá uma oficina de pirulitos decorados a partir das 16h. A atração fechará a temporada do Festival de Bonecos, que acontece aos domingos de fevereiro e faz parte do Mundo Infantil, projeto do shopping da Zona Oeste do Rio que promove atrações gratuitas aos domingos à tarde.

Mundo Infantil – Festival de Bonecos – O Circo Sinuca
Local: BarraShopping – Avenida das Américas, 4.666 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 24/02 (domingo)
Horários: Oficinas – a partir das 16h; apresentação teatral – a partir das 17h

| Shopping de Campo Grande recebe Marquinhos de Oswaldo Cruz e Carol Oliveira | 
Foto de Marquinhos de Oswaldo Cruz

Foto: Cristina Granato

O “esquenta” para o carnaval do West Shopping, em Campo Grande, começa neste fim de semana, com shows para alegrar toda a família. No sábado (16 de fevereiro), a partir das 19h, acontece uma animada roda de samba com Marquinhos de Oswaldo Cruz, fundador do Trem do Samba, compositor e, em parceria com Noca da Portela,  vencedor de alguns sambas da agremiação de Madureira.

Foto de Carol Oliveira

Foto: divulgação

Já no domingo (17 de fevereiro), a partir das 17h, será a vez do show da cantora Carol Oliveira, que apresentará o melhor do estilo axé retrô no empreendimento da Zona Oeste do Rio.

A artista começou sua carreira nos bares de Fortaleza, no Ceará, aos 13 anos de idade. Ela participou da edição de 30 anos do lendário movimento de arte e cultura cearense, o Massafeira. Em 2013, veio morar no Rio de Janeiro, o que possibilitou novos horizontes em sua carreira musical. Logo Começou a marcar presença em shows mais intimistas e recebeu convites para participar de projetos especiais como “Bar MPB” (Rádio MPB FM), “Ê Saudade” e “Purelas”.

Pré-carnaval West Shopping 
Local: West Shopping (praça de alimentação) – Estrada do Mendanha, 555 – Campo Grande – Rio de Janeiro/RJ – Tels.: (21) 3178-9501/9502
Programação:
– Dia 16/02 (sábado)
Roda de Samba com Marquinhos de Oswaldo Cruz
Horário: 19h
– Dia 17/02 (domingo)
Show da cantora Carol Oliveira
Horário: 17h

| Edição do “Rio de Bem com a Vida” terá show de abertura de Gabriel C e banda |
Foto de Rodriguinho

Foto: reprodução Facebook

O cantor, compositor e produtor musical Rodriguinho se apresenta hoje em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, no projeto cultural Rio de Bem com a Vida. A abertura do show será de Gabriel C e banda.

Com o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – LEI do ISS, e Triunfo Logística, o projeto promove shows de artistas consagrados do samba, pop e MPB, além de apresentações stand up comedy e área gastronômica*.

O evento começará às 20h. Os ingressos devem ser retirados pelo site Eventbrite.

Projeto Cultural Rio de Bem com a Vida
Atrações musicais: Rodriguinho e Gabriel C e banda
Local: LIT – Rua Fonseca, 534 – Praça Raimundo Paz – Bangu – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 8/02 (sexta-feira)
Horário: 20h
Classificação: 18 anos
Evento sujeito à lotação
*Obs.: comidas e bebidas não são oferecidas gratuitamente.

| “Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais” comemora Dia Municipal das Baianas de Acarajé |

Foto: divulgação

Neste sábado, dia 09 de fevereiro, na entrada do RioZoo, acontece o “Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais“, evento em comemoração ao Dia Municipal das Baianas de Acarajé, cujo ofício é reconhecido pelo IPHAN como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil desde 2005.

Cinco barracas de baianas venderão acarajés e doces típicos durante o evento, que também contará com shows dos grupos “Samba da Cabaça”, “Filhas de Samba” e “Afoxé Filhos de Gandhi”, além da presença de food trucks. A festa, no Parque da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, acontecerá das 11 às 16h.

 

Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais
Local: RioZoo (Parque da Quinta da Boa Vista, s/n°) – São Cristóvão – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 9/02 (sábado)
Horário: das 11h às 16h

| Conjunto de choro e samba homenageia cantor e compositor paulista Henricão nesta quinta-feira | 
Foto do Coisa da Antiga

Foto: Rebeca Figueiredo / reprodução Facebook

O conjunto Coisa da Antiga é a atração desta semana do projeto Quintas no BNDES, no Espaço Cultural BNDES, no Centro do Rio. Os músicos apresentarão o espetáculo “Só Vendo que Beleza! Homenagem a Henricão”, interpretando composições do cantor e compositor paulista que fez história na “Era de Ouro do Rádio“, levando canções influenciadas pelo samba rural para lares brasileiros, bailes e salas de cinema. O grupo de choro e samba de São Paulo- formado por Anita Galvão (voz), Rafael Esteves (bandolim), Ricardo Perito (cavaquinho), Rodrigo Carneiro (violão 7 cordas), Koka Pereira (percussão) e Lucas Brogiolo (percussão) – subirá ao palco às 19h.

Além de Henricão, entre as influências do Coisa da Antiga estão artistas como PixinguinhaJoão da BaianaBenedito LacerdaCarmen MirandaElizeth Cardoso, Isaurinha Garcia, Altamiro Carrilho, Carmen Costa, Ataulfo Alves, Regional do Canhoto, Abel Ferreira, Lindinha Batista e Dircinha Batista.

Os ingressos podem ser reservados pelo site do Espaço Cultural BNDESa partir das 10h desta segunda-feira até o dia do espetáculo, às 14h. Eles devem ser retirados às 18h, com tolerância até às 18h30, mediante apresentação do documento de identidade. Caso não tenha conseguido garantir pela internet, o público poderá encontrar bilhetes na recepção do Espaço Cultural, no dia do show, a partir das 18h.

Quintas no BNDES
Atração musical: Coisa da Antiga
Local: Espaço Cultural BNDES – Avenida Chile, 100 – Centro – Rio de Janeiro/RJ (próximo à estação Carioca do metrô)
Data: dia 7/02 (quinta-feira)
Classificação: livre
| Show do projeto Quartas Instrumentais terá canções do CD “Luminoso”, com choro sambado, samba-choro, samba, afro-samba, baião, polca, frevo, xote, lundu e habanera |
Foto do Elias Barboza Quinteto

Foto: reprodução Facebook

O Elias Barboza Quinteto se apresenta no Espaço Cultural BNDES, no Centro do Rio, na próxima quarta-feira, dia 9 de janeiro, às 19h. O grupo formado pelo compositor e bandolinista gaúcho Elias Barboza, Matheus Kleber (acordeon e piano), João Vicente (violão sete cordas), Fabio Azevedo (cavaquinho) e Fernando Sessé (percussão) apresentará canções do CD “Luminoso” no projeto Quartas Instrumentais. As músicas partem do choro e contemplam ritmos de todo o Brasil, como choro sambado, samba-choro, samba, afro-samba, baião, polca, frevo, xote, lundu e habanera.

Parte dos ingressos deve ser reservada pelo site do Espaço Cultural BNDESa partir de segunda-feira (7/01), às 10h. Para assistir às apresentações do Quartas Instrumentais, cada pessoa pode realizar apenas uma inscrição, que dá direito à retirada de um ingresso no dia do espetáculo, que deve ser retirado às 18h – com tolerância até 18h30 -, mediante apresentação do documento de identidade. Caso não tenha conseguido garantir um pela internet, o público pode encontrar bilhetes na recepção do Espaço Cultural, no dia do espetáculo, a partir das 18h.

Quartas Instrumentais
Atração: Elias Barboza Quinteto
Local: Espaço Cultural BNDES – Avenida Chile, 100 – Centro (próximo à estação Carioca do metrô) – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 09/01
Horário: 19h
Classificação: livre

| No espetáculo “Sinestesia”, movimento das mãos da pianista é captado e transformado em objetos tridimensionais pelo artista visual |

Foto: reprodução Facebook

A pianista Clara Sverner e o artista visual Muti Randolph apresentam o espetáculo “Sinestesia” no Espaço Cultural BNDES, no dia 19 de dezembro, às 19h, no projeto musical Quartas Instrumentais. 

No concerto, o movimento das mãos de Sverner é captado e transformado, em tempo real, em objetos tridimensionais pelo artista visual. O espetáculo se define como o entrecruzamento de domínios sensoriais, e o objetivo dos artistas é desafiar os sentidos do público. “A pianista toca imagens e o público enxerga a música”, descreve Muti.

No repertório da apresentação estão: H. Villa-Lobos – Polichinelo; Glauco Velasquez – Devaneio / Brutto Sogno; A. Ginastera – Danza del Viejo Boyero / Danza de La Moza Danosa; C. Debussy – Clair de Lune / Feux d´Artifice / Cathédrale Engloutie; Igor Stravinsky – Tango; A. Webern – Variações para piano Op. 27; A. Schoenberg – Intermezzo da Suite Op. 25; A. Stockausen – Nº 4 Klavierstuck IX; A. Scriabin – Nuances / Poema nº 1 / Estudo nº 12 (Patético).

Parte dos ingressos deve ser reservada pelo site do Espaço Cultural BNDESa partir de segunda-feira, às 10h. Para assistir às apresentações do Quartas Instrumentais, cada pessoa pode realizar apenas uma inscrição, que dá direito à retirada de um ingresso no dia do espetáculo, que devem ser retirados às 18h – com tolerância até 18h30 -, mediante apresentação do documento de identidade. Caso não tenha conseguido garantir um pela internet, o público pode encontrar bilhetes na recepção do Espaço Cultural, no dia do espetáculo, a partir das 18h.

Quartas Instrumentais
Atrações: Clara Sverner e Muti Randolph
Local: Espaço Cultural BNDES – Avenida Chile, 100 – Centro (próximo à estação Carioca do metrô) – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 19/12
Horário: 19h
Classificação: livre

| Espetáculo teatral com dançarinos em pernas de pau e músicos conta lenda de pássaro cantor |

Foto: divulgação

O espetáculo “Uirapuru” terá duas apresentações gratuitas neste final de semana. Uma no Centro de Artes da Maré, no dia 15 de dezembro, às 11h, e outra na Arena Carioca Dicró, na Penha, no dia 16, às 15h. A peça encenada pela Grande Cia Brasileira de Mystérios e Novidades tem direção artística de Ligia Veiga, responsável pela concepção. A montagem recebeu os prêmios Myriam Muniz 2015 e Funarte Arte na Rua 2014.

Violino, rabeca, flauta, bandolim, saxofone, percussão com tambor, atabaque e pandeiro são os instrumentos que convivem em harmonia lírica nas apresentações do premiado espetáculo musicado de teatro de rua, que tem suas canções representadas e interpretadas por atores, músicos e dançarinos. A inspiração para a peça vem do poema sinfônico “Uirapuru”, de Villa-Lobos, e da opereta popular “Pássaro Uirapuru”, da compositora paraense Dona Noêmia.

“Contamos a lenda do pássaro cantor com personagens na perna de pau, suas danças dramáticas e seus cantos mágicos”, diz Ligia, criadora do espetáculo.

No elenco, Ligia Veiga, Sara Hana, Mafalda Pequenino, Aline Figueiredo, Rafael Rodrigues, Fabio Costta, Dicoklen Brito, Fabio de Sousa, Marilia Felippe, Rudá Brauns, Renata Neves, Pedro Lima, Thiago Queiroz e Roberto Kauffmann. O espetáculo é patrocinado pela Prefeitura do Rio de Janeiro (Secretaria Municipal de Cultura) por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

Teatro de Rua – Espetáculo musicado Uirapuru
Classificação: livre
Duração: 70 minutos
Local: Centro de Artes da Maré (CAM) – Rua Bitencourt Sampaio, 181 – Maré – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 15/12 (sábado)
Horário: 11h
Local: Arena Carioca Dicró – Parque Ary Barroso, Penha – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 16/12 (domingo)
Horário: 15h
Direção geral: Ligia Veiga
Apresentação: Grande Cia. Brasileira de Mystérios e Novidades
Músicos: Renata Neves, Rudá Brauns, Pedro Lima, Thiago Queiroz, Roberto Kauffmann e Alexandre Bitencourt.
Figurino: Caetana Dias | Assistente de figurino: Preta Marques |Preparação Corporal: Marilia Felippe | Assistente de produção: Marcos Alpive | Direção de Produção: Marina França

| Atração deste domingo, 16/12, faz parte do roteiro especial de Corais de Natal 
Foto do Coral da Paróquia Sant'Ana

Foto: divulgação

O West Shopping recebe o Coral da Paróquia Sant’Ana, de Campo Grande, neste domingo, 16 de dezembro, a partir das 17h, como parte do roteiro especial de Corais de Natal do empreendimento. Até o fim de dezembro, uma programação com a participação de grupos musicais da região promete encantar os clientes com canções natalinas tradicionais.

No repertório, canções como “Noite Feliz”, “Natal das Crianças” e “Quero ver você não chorar”. O concerto acontecerá na praça de alimentação do shopping da Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Desde 2015 o Coral da Paróquia Sant’Ana dissemina a arte da música através de um grupo formado por mais de 30 crianças e adolescentes da catequese e de igrejas vizinhas. O objetivo do projeto musical, idealizado pelo Padre João Paulo e regido pelo professor de música Luis Gabril, é agregar cada vez mais vozes e fazer com que as crianças se socializem e descubram novos dons. E, com isso, aguçar a sensibilidade e aumentar a autoestima dos participantes.

Apresentação do Coral da Paróquia Sant’Ana
Data: dia 16/12 (domingo)
Horário: 17h
Local: West Shopping (praça de alimentação) – Estrada do Mendanha, 555 – Campo Grande – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: (21) 3178-9501/ 9502

| “Hora de Clarice”, com atividades sobre crônicas da escritora, acontece dia 11/12, no Rio e em SP |
Foto da escritora Clarice Lispector

Foto: Bluma Wainer. Acervo Clarice Lispector/IMS

Consagrada por romances como A paixão segundo G.H. e A hora da estrela, Clarice Lispector (1920-1977) também foi uma exímia cronista, ainda que não se sentisse totalmente à vontade com o gênero. Esse viés de sua produção será abordado na próxima edição do evento Hora de Clarice, realizado no dia 11 de dezembro (terça-feira), nas sedes do Instituto Moreira Salles (IMS) no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizado anualmente, o projeto foi lançado pelo IMS em 2011 com o intuito de fazer com que a data de nascimento da escritora, 10 de dezembro, faça parte do calendário cultural do país.

No IMS Rio serão abordados os textos de Lispector publicados na imprensa. Às 20h, a atriz Clarice Niskier lerá crônicas da escritora selecionadas por Eucanaã Ferraz, consultor de literatura do instituto. A leitura será pontuada por breves peças musicais compostas por Vitor Niskier Braga especialmente para a apresentação. Segundo Ferraz, Clarice “dobrou a língua portuguesa, que não havia chegado ainda nesse nível de experimentação, de sutileza. Ela faz no século XX o que Machado de Assis fez no século XIX.”

No IMS Paulista, a atividade terá início às 19h, com uma leitura de crônicas de Lispector realizada pela escritora Andréa del Fuego. Em seguida haverá uma palestra com Pedro Karp Vasquez, responsável pela obra da autora na editora Rocco e organizador do volume Todas as crônicas, lançado este ano. O livro reúne, pela primeira vez, na íntegra, os textos do gênero escritos por Lispector para periódicos, especialmente o Jornal do Brasil, e revistas, como Senhor Joia.

Em texto publicado no site do IMS dedicada à autora, Bruno Cosentino escreve sobre a relação de Lispector com a crônica. Resistente à ideia de escrever para ganhar dinheiro, ela costumava expor seus desconfortos com o gênero. “Na literatura de livros permaneço anônima e discreta. Nesta coluna estou de algum modo me dando a conhecer. Perco minha intimidade secreta? Mas que fazer? É que escrevo ao correr da máquina e, quando vejo, revelei certa parte minha”, afirmou. Com o tempo, no entanto, a prática proporcionou gratificação. “Escrevi nove livros que fizeram muitas pessoas me amar de longe. Mas ser cronista tem um mistério que não entendo, […] tem me trazido mais amor ainda. Sinto-me tão perto de quem me lê.”

O acervo da escritora está sob a guarda do IMS desde 2004, sendo formado por uma biblioteca de cerca de 800 livros e um arquivo com seis documentos, entre os quais manuscritos dos romances A hora da estrela e Um sopro de vida, correspondências, um caderno de notas, entre outros itens. Além de promover a Hora de Clarice, o IMS já homenageou a escritora com o volume duplo (17-18) dos Cadernos de Literatura Brasileira. Também lançou o livro Clarice Lispector – Figuras de escrita, de Carlos Mendes de Sousa, e organizou a mostra Clarice, pintora, exibida em 2009 no IMS Rio. Em 2012, criou um site dedicado à escritora.

Além das sedes do Rio e de São Paulo, o IMS Poços apresenta uma atividade educativa em homenagem à escritora. No dia 10 de dezembro, às 9h, o centro cultural realizará uma oficina com os alunos da Escola Municipal Antônio Sérgio Teixeira baseada na obra da autora. O IMS também convida parceiros e amigos para celebrar o aniversário de Lispector. Assim como nos anos anteriores, tanto a programação do IMS como a das instituições parceiras estarão disponíveis no site horadeclarice.ims.com.br.

Hora de Clarice
Local: Auditório do IMS Rio – Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: (21) 3284-7400
Data: dia 11/12
Horário: 20h
Distribuição de senhas 30 minutos antes e limite de 1 (uma) por pessoa

Noca da Portela lança Livro-CD na UERJ

| Artistas como Aluísio Machado, Zé Katimba, Rosa Magalhães e Tiãozinho da Mocidade também marcam presença em evento desta quarta-feira | 
Foto de Noca da Portela

Foto: reprodução Facebook

No dia 12 de dezembro, às 19h, o Teatro Odylo Costa, filho (Teatro da Universidade Do Estado do Rio de Janeiro -UERJ) recebe Noca da Portela para o Show de Lançamento do Livro-CD Noca: da Portela e de todos os sambas, realizado pelo Acervo Universitário do Samba da UERJ.

A obra conta a trajetória do sambista desde sua juventude até suas vivências na G.R.E.S Portela. O livro-CD, lançado em comemoração aos 86 anos do compositor, foi escrito pelo professor Marcelo Braz (UFRJ), tem apresentação de Luiz Antonio Simas, prefácio do professor Roberto Medronho e contracapa assinada por Paulinho da Viola.

Outros artistas biografados pelo projeto, como Aluísio Machado, Zé Katimba, Rosa Magalhães e Tiãozinho da Mocidade marcam presença no evento, além de renomadas figuras do mundo do samba. Estudantes que forem ao evento receberão certificados para horas complementares.

Show de Lançamento do Livro-CD de Noca da Portela
Local: Teatro Odylo Costa, filho – Rua São Francisco Xavier, 524 – Campus UERJ Maracanã (próximo à estação Maracanã da SuperVia e MetrôRio)
Data: dia 12/12 (quarta-feira)
Horário: 19h
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: tel.: 21 2334-0681
Acessibilidade para pessoas com deficiência

| Monumento tem de 70 metros de altura e 900 mil lâmpadas de LED |

Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Um dos pontos de encontro mais populares do Rio de Janeiro nesta época do ano está de volta. Árvore de Natal da Lagoa, agora Árvore do Rio Petrobras, será inaugurada no dia 1ª de dezembro (sábado). Com uma grande queima de fogos, o monumento de 70 metros de altura terá suas 900 mil lâmpadas de LED acesas às 21h, na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul carioca.
A Árvore permanecerá no local até o dia 6 de janeiro de 2019, acesa de segunda à quinta-feira, das 20h à 01h, e sextas, sábados e domingos, das 20h às 02h, fazendo parte do calendário Rio de Janeiro a Janeiro.
O monumento ficou ausente da cidade por 2 anos por falta de patrocínio. O projeto deste ano foi desenvolvido pela Dream Factory e Backstage, com patrocínio dos Postos Petrobras, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, além de apoio da TIM e 99 e parceria de mídia com a Clear Channel, Eletromídia, Extra e O Globo. O apoio institucional é da Prefeitura do Rio de Janeiro.
Inauguração da Árvore do Rio Petrobras
Local: Lagoa Rodrigo de Freitas – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 1/11/2018
Horário: 21h
| “Jota Rodrigues – A Arte da Vida Atrevida” fica em cartaz de 1º/11/2018 a 3/03/2019 |

Foto: Francisco Moreira da Costa – Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular 

O poeta pernambucano radicado em Nova Iguaçu Jota Rodrigues, falecido em fevereiro deste ano, será homenageado em uma exposição idealizada pelo Sesc RJ, que será inaugurada no dia 1º de dezembro, em sua unidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A mostra, batizada de “Jota Rodrigues – A Arte da Vida Atrevida”, aborda a vida e a obra do cordelista, que, além de autor de mais de 400 títulos, também foi xilógrafo, gráfico, músico e estudioso de fitoterapia. Idealizada pelo Sesc RJ, a exposição tem a curadoria do antropólogo Ricardo Gomes Lima, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ.

A exposição conta a história de Jota por meio de um painel ilustrado e apresenta sua vasta produção artística. Entre as peças que serão exibidas estão manuscritos, fotografias, folhetos de cordel escritos e impressos pelo próprio artista, matrizes em madeira, xilogravuras em papel e tecido e registros etnográficos dos diversos conjuntos musicais criados por ele. A mostra também adentra no mundo das plantas medicinais que ele estudava e cultivava em seu jardim para distribuir a amigos e vizinhos. O acervo pertence à Maria Aparecida de Oliveira, filha do artista.

Cidadão Iguaçuano, patrono de bibliotecas e premiado pelo MinC– Pernambucano de Águas Belas, pai sertanejo e mãe da etnia Carijó/Fulni-ô, Jota Rodrigues chegou à Baixada Fluminense em 1964. Estabeleceu-se com mulher e filhos em Nova Iguaçu, na região do Morro Agudo (hoje Comendador Soares). Faleceu em 22 de fevereiro de 2018, não sem antes ter seu valor reconhecido na região que escolheu para viver e também nacionalmente. Foi patrono e deu nome a diversas bibliotecas escolares e comunitárias da região e, em 2007, recebeu o Prêmio Culturas Populares, do Ministério da Cultura. Em 2009 a Câmara Municipal de Nova Iguaçu lhe concedeu o título de Cidadão Iguaçuano. Em 2018, recebeu homenagem póstuma na 8ª Conferência Municipal de Nova Iguaçu. O município receberá a exposição em março de 2019, também na unidade do Sesc.

Bate-papo com a filha e pesquisadores – A abertura da exposição, neste sábado (1/12), às 15h, contará com um bate-papo sobre a vida e a obra do artista. O encontro reunirá a filha, Maria Aparecida, o curador Ricardo Lima e a pesquisadora Cáscia Frade (UERJ). Como os três conviveram com Jota Rodrigues e estudaram a sua obra, o tema será as características do trabalho do artista, assim como aspectos da sua vida pessoal e profissional. Conterrâneo do homenageado, nascido no mesmo município, o ator e cordelista Edmilson Santini fará uma intervenção artística baseada na obra do poeta.

Exposição Jota Rodrigues – A Arte da Vida Atrevida
Local: Sesc Duque de Caxias – Rua General Argolo, 47 – Jardim 25 de Agosto/RJ – Tel.: 21 3659-8377
Abertura: dia 1/11/2018, às 15h
Visitação: de terça a sábado (exceto feriados), das 8h às 17h
Período: até 03/032019
Classificação indicativa: livre

Grupo curitibano apresenta repertório de seu 3º disco de estúdio, “De cima do mundo eu vi o tempo” |
Foto da A Banda Mais Bonita da Cidade

Foto: Lubi Meirelles / divulgação

Um ano após lançar “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo”, disco que consolidou lugar de destaque nacional para A Banda Mais Bonita da Cidade, o grupo volta ao Rio de Janeiro para duas apresentações abertas ao público no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Também sob patrocínio da empresa, músicos farão uma apresentação voltada à ONG Atitude Social, que apoia projetos de inclusão social de crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade através da arte. Os shows abertos ao público acontecem nos dias 24 (sábado) e 25 (domingo) de novembro, às 19h. As senhas devem ser retiradas uma hora antes, com limite de um ingresso por pessoa.

No dia 25, às 14h, o grupo formado por Uyara Torrente – voz, Luís Bourscheidt – bateria, Marano – baixo, Vinícius Nisi – teclados e Eduardo Rozeira – guitarra também se apresentará para as crianças atendidas pela ONG.

Em “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo” o grupo curitibano apresenta maturidade em canções reflexivas e releituras de importantes artistas contemporâneos. Além de composições próprias, o álbum apresenta canções de artistas como os acreanos da banda Los Porongas, o gaúcho Ian Ramil, o pernambucano Tibério Azul, o duo paulista Versos que Compomos na Estrada e o veterano inquieto Maurício Pereira. “A afinidade emocional nos conectou”, diz Uyara Torrente. 

O show apresenta um olhar sobre questões que tangem o cotidiano caótico, em que a relação com o tempo, em suas diferentes abordagens, é a temática central. 

O terceiro disco de estúdio dos curitibanos reflete a maturidade do grupo e o coloca naturalmente como um dos mais importantes da cena brasileira contemporânea. Com o tempo trabalhando a seu favor, o grupo se isolou numa fazenda no norte do Paraná por 15 dias. “Canalizamos nossas energias para a criação”, explica Uyara. Com um repertório de 30 músicas de diversos compositores – o que demonstra capacidade de diálogo artístico e criatividade – nove faixas foram selecionadas. O passar do tempo também se encontra nisso: o privilégio para escolher.

Show da A Banda Mais Bonita da Cidade – De Cima do Mundo eu Vi o Tempo
Local: Espaço Furnas Cultural – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: 21 2528-5166 (segunda a sexta, das 9h às 17h)
Datas: dias 24 e 25/11
Horário: 19h
Ingressos: serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, 1 (um) por pessoa, limitados à capacidade do Capacidade do auditório: 170 lugares
Duração: 90 min.
Classificação: livre
Clique em “leia mais” ou em “View full article” e saiba mais sobre a banda e seu novo trabalho.

Continue lendo

Mostra reúne fotos não conhecidas pelo público, réplicas de objetos pessoais e músicas de diversas fases da carreira do artista |
Foto em preto e branco de Cazuza cantando em um palco

Foto: divulgação

No ano em que completaria 60 anos, Cazuza ganha uma exposição especial Teatro Firjan SESI Centro sobre sua vida e obra. Até o dia 14 de dezembro o público poderá conferir momentos de sua infância e juventude, o início da carreira com o Barão Vermelho e a fase da carreira solo. Com acervo da Fundação Viva Cazuza, a mostra conta com alguns objetos e fotos de momentos do artista não tão conhecidos do público em geral.

A exposição é dividida em seis fases diferentes da vida do cantor e compositor. São muitas curiosidades desde antes até do nascimento, como a origem do apelido pelo qual ficou famoso, que ganhou do pai ainda na barriga da mãe. Ele só passou a gostar do nome verdadeiro – Agenor de Miranda Araújo Neto – bem mais tarde, quando descobriu que um de seus compositores prediletos também se chamava Agenor. Outro fato interessante dele ainda menino é que, junto com o jornalista Pedro Bial, seu amigo de escola, entrevistou um dos maiores poetas brasileiros.

Foto em preto e branco de Cazuza de óculos escuros

Foto: divulgação

A mostra também conta a evolução artística de Cazuza, a indicação de Léo Jaime para fazer parte da banda que viria a ser o Barão Vermelho e o ápice da banda no Rock in Rio de 1985. Uma semana após a separação da banda ele foi internado e recebeu uma visita de um beija-flor em seu quarto. Foi a inspiração para um dos seus sucessos da carreira solo, “Codinome Beija-Flor”. O público também verá os momentos em que ele já estava doente e debilitado, mas ainda produzindo obras como “O tempo não para”.

A exposição disponibiliza fones de ouvido com clássicos de Cazuza para o público desfrutar, além de um painel com uma foto do artista em tamanho real, em que é possível tirar uma foto com ele. Ao longo de toda a mostra há vários bloquinhos com frases (versos) de letras de suas canções, que as pessoas podem destacar e levar pra casa.

Durante todo o mês de novembro, os teatros Firjan SESI vão receber shows especiais para cantar a obra de Cazuza. Amigos e parceiros dele, como George Israel, formam a banda “Cajueiros” e apresentam ao público as canções mais clássicas, como “Brasil” e “Ideologia”. Roberto Menescal, Leila Pinheiro e Rodrigo Santos vão apresentar o espetáculo “Faz parte do meu show”, renovando a obra do artista e interpretando seus maiores sucessores em ritmo de bossa nova. O Bloco Exagerado vai promover uma mistura de ritmos para mostrar que Cazuza tem muita afinidade com o Carnaval, fazendo uma festa com chocalhos, surdos, triângulos e tamborins. A entrada dos shows custa R$10 e a programação completa pode ser vista no site www.firjan.com.br/guiadecultura.

Exposição Cazuza 60 anos
Local:
 Teatro Firjan SESI Centro – Avenida Graça Aranha, nº 1 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Data: segunda a sexta, até 14 de Dezembro de 2018
Horário: 10 às 19h
Classificação: livre
Mais informações: Tel.: 21 2563-4163

Apresentações do “Dia de Teatro no Bossa” acontecem aos sábados, das 11h às 12h |

Foto: divulgação

No mês de agosto é a vez Pinóquio e Peter Pan no Bossa Nova Mall, no Centro do Rio de Janeiro. Os espetáculos teatrais fazem parte do “Dia de Teatro no Bossa“, programação infantil que acontece aos sábados, das 11h às 12h, para até 300 pessoas.

No dia 4 acontecerá a apresentação da peça “Pinóquio“, o famoso boneco de madeira esculpido por Gepeto, ganha vida em uma história mágica, em que vê seu nariz aumenta de tamanho toda vez que conta uma mentira. Para se tornar um menino de verdade, o pequeno boneco passará por muitas confusões e aventuras, inclusive para salvar seu criador.

No sábado seguinte, dia 11, o público poderá assistir à apresentação de “Peter Pan“, o menino que não queria crescer. A aventura começa quando Peter visita Wendy e seus irmãos, acompanhado da Fada Sininho. A partir daí eles voam para a Terra do Nunca, um lugar mágico e encantador, não fosse à presença do temível capitão Gancho e seu bando de piratas.

Dia de Teatro no Bossa
Local: Bossa Nova Mall (subsolo) – Avenida Almirante Silvio de Noronha, 365 – Centro – Rio de Janeiro//RJ (ao lado do Aeroporto Santos Dumont e da estação VLT Santos Dumont) – Tel.: (21) 2303-7200
Datas: sábados – dia 04/08 e 11/08
04/08 – Pinóquio
11/08 – Peter Pan
Horário: 11h às 12h

Siga o blog nas redes sociais:
– Instagram.com/degracaeuvou
– Facebook.com/degracaeuvou
– Twitter.com/degracaeuvou
@degracaeuvou
—————————————————-
Anúncios – *Ofertas válidas por tempo limitado:

Livros infantis em promoção

| Espetáculo integra projeto “Teatrinho dos Sonhos”, que leva cultura e diversão às famílias da região |

Foto: divulgação

Neste domingo, dia 3 de junho, a partir das 16h, o Shopping Jardim Guadalupe receberá uma apresentação da peça infantil “Soldadinho de Chumbo”. O espetáculo faz parte do projeto Teatrinho dos Sonhos, que leva cultura e diversão de forma gratuita às famílias da região. O evento será realizado no 2° piso.

O espetáculo conta a história de um soldado que era diferente de todos os outros bonecos que moravam com ele dentro de uma caixa, pois ele tinha apenas uma perna. O soldado se apaixona por uma linda bailarina, mas por uma cilada do destino, se separam. Será que o amor do soldadinho pela bailarina e sua determinação o farão enfrentar as dificuldades para reencontrá-la?

Peça teatral infantil “Soldadinho de Chumbo”
Local: Shopping Jardim Guadalupe (2º piso) – Avenida Brasil, 22.155 – Guadalupe – Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 3512-9100
Data: dia 03/06 (domingo)
Horário: 16h

| “Calçadão da Rua do Rio” terá recreação, show de mágica, roda de samba e aulas de gafieira e yoga |

Foto: reprodução site Shopping Nova américa

O Shopping Nova América está com novidades. No próximo domingo, dia 29 de abril, a partir do meio-dia, será inaugurado o “Calçadão da Rua do Rio”, cheio de programação diferenciada para divertir toda a família ao longo do dia. Na programação estão atividades como recreação infantil, show de mágica, aula de gafieira e de yoga, roda de samba, entre outras.

O Calçadão da Rua do Rio acontecerá sempre aos domingos, uma vez por mês, com eventos diversificados para todas as idades. Durante todo o e vento uma variedade de itens estarão à venda na Feirinha de Artesanato.

Veja a programação: 

– 12h às 15h: Espaço Tijolinho (recreação; área esportiva e mágico)
– 16h às18h: Palco Rua (aula de gafieira)
– 17h às 18h: aula de yoga (30 vagas) – Inscrições na loja Quilksilver, no 2º piso, até o dia 28/04. Retirada do kit no dia do evento com apresentação do voucher retirado na loja momento da inscrição.
– 18h às 20h: Roda de samba com o grupo Samba Q Eu Gosto

Inauguração do Calçadão da Rua do Rio
Local: Shopping Nova América (Acesso E – perto da Chaminé) – Avenida Martin Luther King Jr., 126 – Del Castilho – Tel.: (21) 3083-1000 / 1005
Data: dia 29/04 (domingo)
Horário: 12h às 20h

| Banda Negrotrio, grupo Favela Made e talentos locais do rap se apresentam no evento | 

Foto: divulgação

A primeira edição da Feira Moda e Arte do Chapéu acontece neste domingo, 15 de abril, a partir das 13h, na Quadra do Chapéu Mangueira. A iniciativa visa promover um espaço voltado para moda que reúna, também, as mais diversas atividades culturais dentro do Morro Chapéu Mangueira, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
A banda Negrotrio, que levará o melhor do jazz e da gafieira, e o grupo Favela Made se apresentarão no evento, além de talentos locais do rap. Os shows acontecerão a partir das 15h. O público também poderá participar de uma aula de zumba às 16h. *Acessórios masculinos e femininos, produção artesanal em geral, gastronomia e um espaço dedicado à beleza estão garantidos na feira – incluindo serviços estéticos com trancistas e manicures. Além de empreendedores da região, o encontro também incentiva a participação de criativos periféricos de outros pontos da cidade.
Provando que cada vez mais fazedores periféricos estão sob o comando de seus próprios projetos e voltados para suas comunidades, a Maneh Produções & Eventos, cria da casa, realiza a colab com a Rainha Crespa, produtora responsável pela Feira Crespa. Concebida no projeto Agência de Redes para Juventude, transformando ideias em ação no território, as principais edições da Feira Crespa acontecem em parceria com a Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, bairro onde vivem seus realizadores.
Feira Moda e Arte do Chapéu – 1ª edição
Local: Quadra do Morro Chapéu Mangueira – Ladeira Ary Barroso, s/nº – Leme – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 15/04 (domingo)
Horário: das 13h às 21h
*Obs.: produtos expostos, bem como comidas, bebidas e serviços, não serão oferecidos gratuitamente.
| Performance “Tempestuosa Depressagem” dialoga com vivências subjetivas do ser humano |

Foto divulgação

O Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro apresenta, no dia 7 de abril, às 19h30, a “Tempestuosa Depressagem“. A  performance artística retrata as nuances e desdobramentos da síndrome do pânico e da depressão em mulheres negras com foco na dificuldade que elas têm de assumir e admitir as subjetividades da saúde mental.
“A depressão, o mal do século XXI, atinge todas as faixas populacionais, porém por conta de um racismo histórico e estrutural, estas subjetividades humanas foram negadas à população negra. Na performance, para além das próprias experiências corporais e psicológicas de quando foi acometida pela síndrome do pânico, a curadora e idealizadora do projeto, Flavia Souza, trará, através de uma dramaturgia verbal e corporal, relatos próprios e de outras mulheres negras com experiências semelhantes.”
A proposta é a de trazer à tona essa discussão e, ao mesmo tempo, poder humanizar esses sofrimentos a fim de que a problemática seja percebida por todos e como um alerta para aqueles que sofrem com a doença, para que procurem ajuda. A direção é de Tatiana Tibúrcio.
“Tempestuosa Depressagem é uma performance que dialoga com as vivências subjetivas do ser humano. Estas sensações são de difícil compreensão para a maioria da população. E nós, da população negra, temos a dificuldade de assumir e admitir quando somos acometidos psicologicamente. Desde a época do navio negreiro, a população negra já sofria e se suicidava por depressão, na ocasião chamada de banzo, e tida como um mal que só acometia aos escravizados. E assim nada foi feito para combater a patologia da relação mente e alma. E os pretos foram, como sempre, deixados de lado e, sem o condicionamento para reconhecer o problema, eles tiveram potencializados seus distúrbios, pois o direito à humanidade foi negado. No que diz respeito às mulheres negras, a sociedade brasileira se condicionou a uma cobrança excessiva, pregando que esta é uma fortaleza ambulante e não sente nada, conseguindo lidar bem com tudo. Segundo Djamila Ribeiro, por conta das violências pelas quais as mulheres negras passam, criou-se o mito da mulher negra forte, guerreira, que enfrenta tudo. Mulheres negras precisam ser fortes porque o Estado é omisso e desumano, porque também não reconhece nelas suas fragilidades que são próprias da condição humana. Sabemos que esta é uma construção racista e que traz uma ideia de que somos mais objeto do que humanos. Percebi que ao lidar com a saúde mental o problema é invisibilizado e silenciado entre a população negra. O autocuidado é praticamente inexistente, e isto é herança que o banzo nos deixou”, relata a idealizadora do projeto, Flavia Souza.
Flavia criou em 2017 MOVIMENCURE (movimento que cura). O Movimento tem como proposta debruçar e pesquisar sobre essa patologia da qual foi vítima. “A partir das manifestações culturais, circulares e acolhedoras, onde movimenta a energia que cada ser carrega em si, encontrei uma possibilidade de cura, trazendo, dessa maneira, uma reflexão através da ancestralidade”, diz.
“Através de pesquisas e oficinas, montei um pequeno fragmento solo, com participações e intervenções de vídeos com relatos sobre saúde mental, psíquica, sobre a construção de um ser forte, sobre a dificuldade que pessoas, principalmente negras, têm de admitir que estejam sofrendo e precisando de cuidados e sobre como, onde e quando podemos e devemos buscar ajuda. É sabido que o corpo fala e dialoga sobre tudo, sobre cura, angústia e ancestralidade”, afirma a artista.
O projeto Tempestuosa Depressagem foi contemplado no I PRÊMIO CULTURA + DIVERSIDADE da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. 
Tempestuosa Depressagem
Local: Teatro Angel Vianna – Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro – Rua José Higino, 115 – Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 7/04
Horário: 19h30
Classificação: livre
| Apresentação do cantor e compositor alemão será com alunos do ensino médio |
Foto do cantor e compositor Francesco Wilking

Foto: divulgação

No dia 6 de abril, às 19h, o cantor e compositor alemão Francesco Wilking, vocalista da banda Die Höchste Eisenbahn, fará uma apresentação na Escola Alemã Corcovado acompanhado de alunos do ensino médio.

A ação faz parte da Semana da Língua Alemã, iniciativa das Embaixadas da Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suíça, que tem como objetivo realizar diversas atividades pelo Brasil e incentivar o interesse pelo idioma e pela cultura.

 

Show de Francesco Wilking e alunos da Escola Alemã Corcovado
Local: Escola Alemã Corcovado – Deutsche Schule Rio de Janeiro – Rua São Clemente, 388 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 6/04
Horário: 19h

| “Na lembrança dos meus avós” aborda relação entre avós e netos a partir de álbum de fotografias que desperta lembranças e memórias |

Foto: divulgação

A Escola Municipal Tenente General Napion, no bairro de Ramos, recebe apresentação da esquete de teatro de bonecos “Na lembrança dos meus avós” no dia 8 de dezembro, às 13h30. A peça aborda a relação entre avós e netos a partir de um álbum de fotografias que desperta lembranças e memórias. A apresentação que mescla sabedoria dos idosos com a energia e a curiosidade das crianças.

O evento é resultado final do projeto “Teatro de Bonecos – Oficina e Espetáculo”, recebido gratuitamente pela escola. O projeto foi viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, realizado pela Studio AS, coproduzido pela Cia. Articulação, com patrocínio da Sotreq e da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Durante o processo, cerca de 50 alunos passaram por diferentes etapas, como leitura, escrita, desenho, construção e manipulação de bonecos, adereços e ensaios, que resultaram na apresentação da esquete.

Esquete de Teatro de Bonecos Na Lembrança dos meus avós
Local: Escola Municipal Tenente General Napion – Av. Almiranate Frontin, nº 50, Ramos – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 08/12
Hora: 13h30
Classificação Indicativa: livre

Da sessão “não é de graça, mas é quase”:

| Evento reúne, debates, palestras, workshops, exposições, atividades esportivas, mostra de curtas, teatro, dança, shows e oficinas |

Foto: reprodução Facebook Festival de Primavera PUC-Rio

Festival de Primavera PUC-Rio acontece até o dia 10 de novembro, na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro. O evento universitário multicultural, organizado pelo Diretório Central dos Estudantes da PUC-Rio, reúne diversas atividades, como debates, palestras, workshops, exposições, atividades esportivas, cinema (mostra de curtas), teatro, dança, shows e oficinas. Para participar das atividades, o público deverá contribuir com 1kg de alimento não perecível, para o show de encerramento, dia 10 de novembro, com um livro.

O lucro arrecadado no bar no último dia do festival, com o show final, será destinado ao FESP (Fundo Emergencial de Solidariedade da PUC-Rio). Todo o alimento recolhido durante a realização das atividades irá compor cestas básicas que serão distribuídas aos funcionários terceirizados da PUC-Rio (essa ação conta com o apoio da Pastoral Universitária PUC-Rio e CRE). Já os livros serão destinados à FLUP, Festa Literária das Periferias, que acontecerá entre os dias 10 e 15 de novembro, no Vidigal.

Clique em “Leia mais” ou em “View full article” e confira a programação abaixo ou no site do evento, no endereço http://www.festivaldeprimavera.rio. Continue lendo

| Mostra celebra vigorosa produção audiovisual em curta-metragem de estudantes de todo o país |

foto de cena do filme Um Sol Alaranjado, de Eduardo Valente, premiado em Cannes

Foto: divulgação – cena do filme Um Sol Alaranjado, de Eduardo Valente, premiado em Cannes

O Rio de Janeiro e Niterói recebem, de 4 a 10 de setembro, o 20º Festival Brasileiro de Cinema Universitário (FBCU). A mostra traz um panorama da produção audiovisual em curta-metragem de estudantes de universidades e de escolas de Cinema de todo o Brasil. Na maratona, o público poderá conferir 81 filmes. Eles compõem a Mostra Competitiva Nacional, com 26 curtas na disputa pelo prêmio principal; Mostra Panorama Nacional, com 39 produções fora de disputa, mas que se destacaram na escolha dos títulos pelos curadores; e a Mostra Panorama Carioca, que conta com 16 filmes fora de disputa, dirigidos por realizadores do Rio de Janeiro. Este ano o festival terá a Sessão Acessível e a Mostra Cineclube nas Escolas, com produções de alunos da rede municipal do Rio.
O festival acontece no Rio, na CAIXA Cultural e na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, e em Niterói, no Cine Arte UFF, onde será a noite de abertura, no dia 4 de setembro. O evento tem o patrocínio da Riofilme e da Secretaria de Estado de Cultura e é uma realização da Associação Cultural Festival Brasileiro de Cinema Universitário, Insensatez Audiovisual, Centro de Artes da UFF, Universidade Federal Fluminense e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.

Paralelamente às mostras, acontecem duas mesas de debate na Escola de Cinema Darcy Ribeiro: “Formação em Audiovisual”, com Elianne Ivo (UFF), Irene Ferraz (Escola de Cinema Darcy Ribeiro) e o homenageado Miguel Pereira (PUC/RJ); e Cinema e Territórios, com Priscila Gomes (Maré), Ziza Dourado (Escola de Cinema Darcy Ribeiro) e Luana Pinheiro (Nova Iguaçu).
Para alunos-realizadores e estudantes da arte cinematográfica em geral, três oficinas serão oferecidas: “Roteiro”, na Darcy Ribeiro; “Fotografia para Cinema”, no Estúdio Fazer Cinema, e “Filmes de Gaveta”, na UFF, sendo a Oficina Direção de Fotografia em Cinema – com o diretor de fotografia Neto Favaron – nos dias 05 e 06, gratuita (Mais informaçõespelo e-mail contato@fazercinema.com.br.

Clique em “View full article” ou em “continue lendo” e confira mais informações sobre o evento. A programação completa está disponível na página do festival no Facebook.

Continue lendo

| Pesquisa, que mapeou 15 municípios fluminenses, foi conduzida por estudantes de graduação da instituição de ensino |
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Após cinco anos de pesquisa, a  UERJ vai entregar ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) o Inventário Nacional de Referências Culturais das Folias de Reis do Estado do Rio de Janeiro, na próxima sexta-feira, dia 10 de junho, solicitando o registro desta manifestação como Patrimônio Imaterial Brasileiro. O mapeamento realizado em 15 municípios fluminenses é fruto do termo de cooperação técnica firmado entre a universidade e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

A tradição das Folias de Reis chegou ao Brasil  na época da colonização portuguesa. Embora de origem católica, é grande o sincretismo com outros sistemas religiosos, em especial aqueles de matriz africana. Com isso, no período de 25 de dezembro a 20 de janeiro, os devotos se uniformizam e assumem personagens com funções e significados distintos, como mestre, contra-mestre, músicos, palhaços e soldados, encenando a  história da peregrinação dos três Reis Magos ao local de nascimento de Jesus, com músicas e cantos.

”O resultado desse trabalho vem identificar o valor cultural do festejo, assim como apontar possibilidades de promoção e manutenção de tão importante expressão”, afirma a professora Cáscia Frade, supervisora da pesquisa, que foi conduzida por estudantes de graduação. Para o diretor do Departamento Cultural da UERJ, Ricardo Lima, é de fundamental importância o estudo dessa tradição que vem passando de pai para filho, reforçando laços de solidariedade e reafirmando as relações de pertencimento, que poderá ser desdobrado em um plano de salvaguarda das Folias de Reis do estado”, declara.

A cerimônia de entrega do documento com o pedido de registro está marcada para às 15 horas, no auditório do  IPHAN/RJ, na Avenida Rio Branco, 46, Centro, com a presença de diversos mestres e integrantes das Folias de Reis.

| Evento abordará os temas Artes Cênicas, Música, Museus & Exposições e Audiovisual |
Foto ilustrativa de seminário realizado

Foto: Prefeitura do Rio de Janeiro

Acontecerá nos dias 1º e 2 de junho, no Memorial Municipal Getúlio Vargas, o Seminário Perfil Cultural dos Cariocas. O Seminário será gratuito e será uma oportunidade para gestores, pesquisadores, artistas, produtores, estudantes, patrocinadores e demais fazedores de cultura conhecerem e debaterem os resultados da pesquisa que traçou o perfil cultural dos cariocas, além de entenderem melhor os hábitos culturais dos habitantes de cada região e da cidade como um todo.

 

A pesquisa traçou o perfil cultural dos cariocas e será apresentada no evento. Serão disponibilizadas 116 vagas, e as inscrições já estão abertas no site www.jleiva.com.br/cultura_no_rio. A pesquisa e o seminário são patrocinados pelo programa de fomento à cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

O Seminário será dividido em duas etapas por dia, na parte da manhã e na parta da tarde.  No primeiro dia serão abordados os temas Artes Cênicas (10h às 13h) e Música (15h às 18h). No dia seguinte será a vez de falar sobre Museus & Exposições (10h às 13h) e Audiovisual (15h às 18h).

Seminário Perfil Cultural dos Cariocas
Datas: dias 1º e 2 de junho
Local: Memorial Municipal Getúlio Vargas – Praça Luís de Camões, s/n°- Glória – Rio de Janeriro – RJ
Inscrições: abertas no site  http://www.jleiva.com.br/cultura_no_rio
Programação:
Dia 1° de junho – Artes Cênicas (10h às 13h) e Música (15h às 18h)
Dia 2 de junho – Museus & Exposições (10h às 13h) e Audiovisual (15h às 18h)
Vagas: 116

 

|Programação inclui oficina de poesia, show de blocos carnavalescos, roda de chorinho, capoeira e apresentação teatral|
Foto da Praça Mauá Revitalizada

Foto: Thales Leite / Reprodução Facebook MAR

Depois de ficar quatro anos fechada para obras do Porto Maravilha, a Praça Mauá será reaberta neste domingo, dia 06 de setembro, a partir das 09h30. Ao longo de todo o dia, a programação inclui oficina de poesia, show de blocos carnavalescos, roda de chorinho, capoeira, apresentação teatral, feira gastronômica com quituteiras tradicionais da Região Portuária e food trucks, artesanato, oficina e distribuição de balões. A reinauguração marca uma nova fase da área central da cidade e a reocupação da praça, que ganhará programação cultural própria.

Com a revitalização, a cidade reencontra sua história e reaproxima o Centro do mar. Transformada em esplanada, a Praça Mauá “cresceu” até a beira da Baía de Guanabara. Além disso, o fechamento da Avenida Rio Branco como área de lazer neste domingo, das 7h às 18h, cria a ligação com o Aterro do Flamengo. A Prefeitura do Rio vai implantar esquema especial de trânsito neste primeiro fim de semana, com dois cruzamentos da avenida abertos com o auxílio de operadores de tráfego, nas avenidas Beira-Mar e Presidente Vargas.

A Riotur inaugura um novo centro de informações turísticas, em frente à Praça Mauá, no interior do prédio do Touring Club, do Terminal de Cruzeiros Marítimos. A loja funcionará das 9h às 17h, de segunda-feira a sábado. O posto oferecerá aos moradores, visitantes de outros bairros e turistas material sobre a cidade e dicas dos principais pontos turísticos, restaurantes, hotéis e demais serviços.

Na reinauguração, a Prefeitura do Rio apresentará uma escultura de 25 metros com a inscrição #cidadeolimpica. Visitantes poderão tirar fotos tendo como paisagem a Baía de Guanabara e o Museu do Amanhã. As letras que formam a hashtag foram grafitadas por artistas plásticos.

Programação:
9h30 – Blocos e escolas de samba da Região Portuária (Vizinha Faladeira e Liga dos Blocos da Zona Portuária)
11h – Samba na Praça com o grupo Choro da Pedra do Sal
13h – Cia de Mysterios e Novidades apresenta espetáculo Chegança do Almirante Negro na Pequena África
14h – Museu de Arte do Rio (MAR) promove a atividade Forma das Palavras na Praça
14h – Roda de capoeira
15h – Cia EnvieZada – espetáculo Modesta Proposta Gourmet

Atividades ao ar livre:
Das 9h30 às 14h – Maquiagem artística para crianças, oficinas de arte com balões e distribuição de balões
Durante todo o dia – Gastronomia com Movimento Sabores do Porto e cinco caminhões de Food Truck (Frites, Nômade, Carolinas, Sudtruck e Biboca)

Mais informações sobre o esquema de trânsito e transporte estão disponíveis no site da Prefeitura, que montou um esquema especial para o fechamento da Avenida Rio Branco, das 7h às 18h deste domingo, que funcionará como área de lazer entre o Aterro do Flamengo e a Orla Prefeito Luiz Paulo Conde.

 

 

Foto: Rio Ônibus

Foto: Rio Ônibus

Monumento aos Pracinhas, Fortes de Copacabana e do Leme, Museu de Arte do Rio (MAR), Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e Museu Histórico Nacional! Seja bem-vindo ao Circuito Cultural 2013. O Rio Ônibus e as instituições parceiras se reuniram para presentear a população carioca neste mês de dezembro. No próximo dia 14, sábado, das 09h às 17h, cariocas e turistas poderão visitar esses monumentos e museus gratuitamente, durante todo o tempo desejado.

Para fazer o circuito, o Rio Ônibus vai disponibilizar, gratuitamente, quatro ônibus com ar condicionado e piso baixo, para facilitar o embarque e desembarque, todos acessíveis. O embarque e o desembarque poderão ser feitos em qualquer ponto do roteiro gratuitamente, e o intervalo nos pontos do circuito será de 30 minutos.

Haverá uma apresentação da Orquestra SindRefeições às 14h no Monumento aos Pracinhas, e outra de encerramento do evento às 18h no Forte de Copacabana, com a Orquestra Violões do Forte.

Programe-se e participe!

Foto/arte: Rio Ônibus

Foto/arte: Rio Ônibus

Fonte: Site Rio Ônibus

 

Foto: Reprodução internet

O Instituto Cultural Brasilis, em parceria com o IATEC, oferece entre os dias 3 e 6 de outubro oficinas gratuitas de Direção de Palco e Produção Técnica, Logística de Produção de Shows e Eventos, Produção de Festivais e Marketing para Produtores. Com apoio do Vivo Rio, as aulas acontecerão na unidade Centro do IATEC. As inscrições podem ser feitas pelo site do instituto ou pelo e-mail atendimento@institutoculturalbrasilis.org.br. Mais informações pelos telefones (21) 2493-9628 e 2486-0629.

Sobre as oficinas:

Direção de Palco e Produção Técnica – “Na função de produtor é fundamental o conhecimento das questões técnicas. Afinal, o produtor é responsável por comandar a equipe, necessitando entender um pouco de tudo. Com o conhecimento técnico o produtor pode dialogar e cobrar resultados de sua equipe. A oficina Introduz aos interessados através do conhecimento sobre as áreas técnicas envolvidas na produção dos mais variados tipos de eventos. São informações de caráter prático e podem ser utilizadas como ferramentas de conteúdo técnico no dia-a-dia da produção.”

Data: 03/10 (quinta)
Horário: das 13h30 às 17h30
Oficineiro: Fred Fonseca – Tour Manager dos Titãs, atuou na Globo como Coordenador de Produção e Assistente de Produção em novelas, mini-séries e musicais, além de ter participado da direção de palco de programas como Criança Esperança e Som Brasil.

Logística de Produção de Shows e eventos – “A oficina visa apresentar conceitos de logística, bem como apresentar ferramentas para sua aplicação, nas mais diversas áreas de shows e de eventos artísticos.”

Data: 04/10 (sexta)
Horário: das 13h30 as 17h30
Oficineiro: Elsa Costa – produtora de eventos como Roda Skol, Dream Factory, Somos Todos Brasileiros e pré-abertura do Parapan – Momentwnm.

Produção de Festivais – “A oficina Visa apresentar o aluno o universo dos festivais, com suas peculiaridades de produção.”

Data: 05/10 (sábado)
Horário: das 9h30 as 13h30
Oficineiro: Elsa Costa

Marketing para produtores

Apresentação: “Conhecer e entender de marketing é fundamental para exercer a atividade de produção como parte de um contexto maior e que se relaciona com um universo de anunciantes, apoiadores e patrocinadores. Além disso, também possibilita posicionar melhor seu empreendimento cultural no mercado e descobrir novas oportunidades de negócio.

A oficina: Introduzir o profissional de produção no contexto da atividade de marketing e oferecer conhecimentos e ferramentas que contribuam para a elaboração e implementação de projetos de Marketing Cultural e de Eventos.”

Data: 06/10 (domingo)
Horário: das 9h30 as 13h30
Oficineiro: Lucy Deccache – produtora executiva com 25 anos de experiência em eventos na área social e empresarial.

A IATEC Unidade Centro fica na Rua Pedro I, nº 4.402 – Praça Tiradentes – Tels.: 21 2493-9628 / 7819-3299

%d blogueiros gostam disto: