Tag Archive: dança afro


| Evento reúne apresentações de capoeira, de danças originárias da África e palestras sobre a importância e participação dos negros na construção da sociedade |

Foto: divulgação

No próximo sábado, 17 de novembro, das 9h ao meio-dia, o Centro de Visitantes do Monumento Estácio de Sá, no Aterro do Flamengo, será palco de diversas manifestações artísticas em homenagem à Semana da Consciência Negra. O público poderá conferir apresentações de capoeira e danças originárias da África. Também fazem parte da programação palestras cujos temas abordarão a importância e a participação dos negros na construção de nossa sociedade.

O Centro de Visitantes do Monumento Estácio de Sá conta com a curadoria do Grupo Estácio – um dos maiores e mais respeitados do setor educacional do Brasil, que atua há 48 anos no segmento de ensino superior. Presente em 23 estados e no Distrito Federal, por meio do ensino presencial, e em todo o Brasil com o EaD, conta com mais de 500 mil alunos matriculados. A Estácio atua em projetos que contribuem para o desenvolvimento social e cultural do País e promove o Programa de Responsabilidade Social Corporativa Educar para Transformar. O programa apoia iniciativas em cinco pilares: Esporte, Escola, Cidadania, Cultura, Inovação e Empreendedorismo.

Um pouco da História do Rio de Janeiro, o Monumento Estácio de Sá foi projetado pelo consagrado arquiteto Lúcio Costa e construído para homenagear Estácio de Sá, fundador da Cidade do Rio de janeiro. O espaço foi inaugurado oficialmente em 1973 e a Universidade Estácio de Sá passou a administrá-lo em 2010.

Homenagem à Semana da Consciência Negra
Local: Centro de Visitantes do Monumento Estácio de Sá – Avenida Infante Dom Henrique, s/nº – subsolo – Aterro do Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Mais informações: e-mail monumento@estacio.br
Data: dia 17/11 (sábado)
Horário: das 9h ao meio-dia

| Apresentações de dança acontecem nos dias 10 e 11/03, no Centro Coreográfico do Rio, na Tijuca |

Foto: divulgação

Como surgiu o mundo e como chegamos até aqui? O espetáculo Cosmogonia Africana – A Visão de Mundo do Povo Iorubá” traz para o público o mito da criação do universo segundo as tradições culturais do povo iorubá. As apresentações acontecerão nos dias 10 de março, às 19h, e 11 de março, às 18h, no Teatro Angel Viana – Centro Coreográfico do Rio de Janeiro, na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

Idealizado por Ana Catão – Aninha Catão -, bailarina e professora de dança afro, o projeto é patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro e realizado em parceria com o grupo Tambor de Cumba, com a proposta de fomentar o conhecimento sobre uma das diversas manifestações culturais africanas.

Baseado no trabalho do babalawo Marcelo Monteiro, a apresentação de dança aborda a criação do mundo e sua ligação com os orixás, por meio de danças específicas da cultura iorubana. Para isso, o espetáculo conta com a atuação de seis bailarinos que representam os elementos primordiais da criação da Terra, como o fogo, a água, a terra e o ar, assim como as divindades africanas, sob direção artística e também atuação de Aninha Catão.

O Tambor de Cumba
Fundado em 2011, por Aninha Catão, o Tambor de Cumba carrega em toda a sua trajetória o reconhecimento por promover as tradições culturais de matriz africana. O grupo é um dos pioneiros em atividades culturais no Cais do Valongo, hoje patrimônio mundial da UNESCO, promove a conscientização da cultura negra como resgate da identidade e integração social por meio das artes afro-brasileiras, sobretudo a dança, entre elas, o jongo, o coco, o samba de roda, a ciranda, o maculelê, a capoeira, o afoxé, o maracatu e a dança afro contemporânea.

Cosmogonia Africana – A Visão de Mundo do Povo Iorubá
Local: Teatro Angel Viana – Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro – Rua José Higino, 115 – Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Datas: dia 10/03, às 19h; dia 11/03, às 18h
Classificação: livre

Da sessão “não é de graça, mas é quase”:

| Evento reúne, debates, palestras, workshops, exposições, atividades esportivas, mostra de curtas, teatro, dança, shows e oficinas |

Foto: reprodução Facebook Festival de Primavera PUC-Rio

Festival de Primavera PUC-Rio acontece até o dia 10 de novembro, na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro. O evento universitário multicultural, organizado pelo Diretório Central dos Estudantes da PUC-Rio, reúne diversas atividades, como debates, palestras, workshops, exposições, atividades esportivas, cinema (mostra de curtas), teatro, dança, shows e oficinas. Para participar das atividades, o público deverá contribuir com 1kg de alimento não perecível, para o show de encerramento, dia 10 de novembro, com um livro.

O lucro arrecadado no bar no último dia do festival, com o show final, será destinado ao FESP (Fundo Emergencial de Solidariedade da PUC-Rio). Todo o alimento recolhido durante a realização das atividades irá compor cestas básicas que serão distribuídas aos funcionários terceirizados da PUC-Rio (essa ação conta com o apoio da Pastoral Universitária PUC-Rio e CRE). Já os livros serão destinados à FLUP, Festa Literária das Periferias, que acontecerá entre os dias 10 e 15 de novembro, no Vidigal.

Clique em “Leia mais” ou em “View full article” e confira a programação abaixo ou no site do evento, no endereço http://www.festivaldeprimavera.rio. Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: