Tag Archive: entrada franca


| O curta entrevistou nove produtores culturais de favelas cariocas e da Baixada Fluminense |

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No dia 10 de setembro (quinta), às 20h, o documentário “9Centros“, realizado por alunos da ESPOCC – Escola Popular de Comunicação Crítica do Observatório de Favelas, fará sua primeira exibição pública na Arena Carioca Dicró, seguida de um bate-papo com os diretores, os entrevistados do filme e convidados com o tema “Cultura de periferia: favelas cariocas e baixada, a diferença dos desafios”. O curta-metragem documentário, que entrevistou nove produtores culturais de favelas cariocas e da Baixada Fluminense, mapeia o cenário cultural dos territórios populares da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Estarão presentes na roda de bate-papo Ricardo Fernandes, ator, diretor teatral e produtor cultural da Cidade de Deus, um dos fundadores do grupo Os Arteiros; Hanier Ferrer, da ‪#‎geração90, da Barraco Marginal, produtor, ativista cultural e escritor; Rodrigo Pinho, um dos fundadores do Resistência Cultural, produtor do Ocupa Escola, ator e músico; Thamyra Thamara, fotógrafa, produtora cultural e pesquisadora; Bhega da Silva, ativista ambiental e cultural, criador do Cineminha no Beco; Will Ow, DJ, ativista social e cultural, integrante do Antiéticos.

A direção, produção e produção executiva são de Karla Suarez, que também assina o roteiro, Iury De Carvalho Lobo e Igor Souza, além de Gilmara Moreira na produção.

Sinopse

“O curta-metragem documentário 9Centros mapeia o cenário cultural dos territórios populares da região metropolitana do Rio de Janeiro. Com entrevistas de 9 produtores culturais de locais como Maré, Cidade de Deus, Vila Cruzeiro, Nova Iguaçu e Caxias, entre outros, o filme aborda a importância das produções culturais de territórios populares e de seus produtores para seus territórios e para as cidades.”

Exibição do documentário “9Centros”
Data: dia 10/09, quinta-feira
Horário: às 20h
Local: Arena Carioca Dicró – Av. Brás de Pina, s/n, Parque Ary Barroso – Penha – Rio de Janeiro – RJ
*Mais informações na página do evento no Facebook.

|Evento terá apresentações de Bernardo Ritto, Douglas Malharo, Beto Filho, grupo Terra Molhada e Alex Cohen|

Foto de Bernardo Ritto

Foto: Divulgação

Em setembro, o New York City’n Concert receberá uma programação recheada de sucessos com show especial de Alex Cohen no dia 29. No dia , o cantor Bernardo Ritto se apresenta com sucessos da MPB. Já no dia 08/09, o cantor Douglas Malharo faz show com canções autorais e hits nacionais.

Na semana seguinte, no dia 15/09, o cantor Beto Filho, filho de Roberto Corrêa, do Golden Boys, toca sucessos de Roupa Nova, Jorge Benjor, entre outros. No dia 22/09, o grupo Terra Molhada interpreta clássicos dos Beatles em show de voz e violão. Fechando a programação do mês, no dia 29/09, o cantor e compositor Alex Cohen faz show especial com a apresentação do seu projeto “Reluz”.

As apresentações acontecem sempre às terças-feiras, às 19h, no shopping New York City Center, na Barra da Tijuca.

Sobre o New York City’n Concert
Música e gastronomia se encontram no New York City Center toda terça-feira, a partir das 19h, em uma programação gratuita que toma conta do shopping. O evento New York City’n Concert, que teve início em julho de 2012, reúne artistas de diferentes estilos musicais e anima o happy hour de quem frequenta bares e restaurantes do mall.

New York City´n Concert
Datas: dias, 1º, 08, 15, 22 e 29 de setembro, às terças-feiras
Horário: às 19h
Classificação: livre
Local: Lounge do New York City Center – Avenida das Américas, 4.666 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Informações: (21) 3089-1051

| Um espetáculo de Rogério Blat, com direção de Anselmo Vasconcellos |
Foto do elenco da prça O Tombo

Foto: Reprodução Facebook O Tombo

A peça O Tombo“, de Rogério Blat, será encenada no dia 28 de fevereiro, às 20h, no Teatro Sylvio Monteiro, em Nova Iguaçu. No elenco, Surama de Castro, Wagner Trindade e Luciana Malcher.  A direção é de  Anselmo Vasconcellos. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo.

A comédia conta a historia de Serena, uma mulher insatisfeita com o resultado de sua vida. Depois de ficar viúva na lua de mel, passou grande parte do seu tempo vivendo no exterior e, ao voltar ao Brasil, descobriu-se desenturmada e sem amigos. A única pessoa presente diariamente na sua vida é Marilu, sua empregada doméstica.

Depois de mergulhar em vários métodos de auto-ajuda, Serena resolve virar celebridade. Passa a freqüentar festas e locais onde os VIPs se encontram e, ao se envolver num barraco com jogadores de futebol, ganha destaque na mídia. Marilu, aproveitando a oportunidade, liga para os jornais inventando mentiras para promover a patroa.

Serena resolve comprar uma roupa de uma grife famosa, pois se recusa a usar roupas de gosto duvidoso que as celebridades vestem. Ao entrar na loja, Marilu vê o piso molhado e empurra Serena que leva um tombo feio. Machucada, resolve processar a loja. Aproveitando a situação, Serena comparece a programas de TV que exploram seu drama.

Após uma batalha judicial, recebe uma indenização milionária. Recuperada, rica, famosa e cercada de sub-celebridades, Serena é reconhecida em todos os lugares da moda. No entanto, embriagada pela fama, nem lê mais o monte de papéis que Marilu dá para ela assinar. Sempre em busca de evidência na mídia, fica radiante quando Marilu conta que conseguiu colocá-la bem no alto, em destaque no carro abre-alas de uma escola de samba. O que Serena não sabe é que Marilu planeja mais um tombo – dessa vez definitivo – para se tornar a única herdeira da patroa. De maneira inovadora, o autor propôs três diferentes finais.

O Tombo
Local: Teatro Sylvio Monteiro – Rua Getúlio Vargas, 51 – Nova Iguaçu – Tel.: 21 2667-2157
Data: dia 20/02, sábado
Horário: às 20h – *Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo
Classificação: Não recomendado para menores de 16 (dezesseis) anos

 

Foto da peça Nem mesmo todo o oceano

Foto: Carlos Cabera / Divulgação

Carlos CaberaEspetáculo dirigido por Inez Viana e protagonizado por Leonardo Bricio, a partir do romance homônimo do Alcione Araújo, “Nem mesmo todo o oceano” vai circular por 13 Lonas Culturais e Arenas Cariocas do dia 24 de janeiro até 18 de março, sempre com ingressos grátis.

A peça conta os instantes que antecederam o golpe militar e os primeiros momentos da repressão, desvelando os “porões” da ditadura.  “Nem mesmo todo o oceano” levanta questões de ética e valores, contando a história fictícia de um médico recém-formado, desde a sua difícil infância de menino pobre no interior de Minas, os primeiros tempos de estudante vivendo em pensões no Rio de Janeiro, as decepções amorosas, as frustrações existenciais, a difícil sobrevivência em meio às feras do asfalto selvagem, enfatizando sobretudo o seu processo de perversão espiritual.

– Na peça, fatos reais se misturam à ficção, nos trazendo imediata identificação de uma das mais agravantes e dolorosas épocas do nosso país, a era da inocência perdida –, comenta a diretora.
No elenco, Leonardo Brício, Iano Salomão, Jefferson Schroeder, Junior Dantas, Luis Antonio Fortes e Zé Wendell, atores os da Cia OmondÉ, se intercalam nos diversos personagens que compõem a trama, trajam figurino simples, porém elegante, e atuam com a liberdade do espaço vazio (não há cenário), com isso, a diretora privilegia o ator, colocando-o como centro do espetáculo, valorizando o jogo teatral e a imaginação do espectador.
 
“Patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura / Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através do Programa de Fomento à Cultura Carioca, “Nem mesmo todo o oceano” é um thriller contemporâneo dentro de um romance histórico.” Assista ao trailer do espetáculo nos links http://vimeo.com/73329373 e https://www.youtube.com/watch?v=yFvImq1euGs
Em 2013 Inez Viana adaptou e dirigiu no palco principal do Espaço Sesc, em Copacabana, o espetáculo “Nem mesmo todo o oceano”, adaptação teatral do romance homônimo do escritor, dramaturgo e pensador Alcione Araújo. A peça conta os instantes que antecederam o golpe militar e os primeiros momentos da repressão, desvelando os “porões” da ditadura. Após a temporada de estreia o espetáculo foi apresentado em Juazeiro do Norte, Iguatu e Crato, cidades do Ceará, em Campina Grande na Paraíba, Belo Horizonte, participou da programação do Festival de Curitiba e do Tempo Festival, além de novas temporadas no Rio de Janeiro, sendo indicado ao Prêmio APTR na categoria Melhor Produção e ao Prêmio Questão de Crítica nas categorias Melhor Direção e Melhor Trilha Sonora. A partir do dia 24 de janeiro de 2015 o drama será apresentado em circulação por Lonas Culturais e Arenas Cariocas com ingressos grátis.
Nem mesmo todo o oceano
Classificação: 16 anos
Duração: 80 minutos
Apresentações:
24/1, sábado, às 20h
Lona Cultural Municipal João Bosco: Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes – Vista Alegre – tel. 2482-4316
30/1, sexta-feira, às 20h
Arena Carioca Fernando Torres: Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira – tel. 3495-3078
31/1, sábado, às 19h
Lona Cultural Municipal Gilberto Gil: Avenida Marechal Fontenelle, 5000 – Realengo – tel. 3462-0774
4/2, quarta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Jacob do Bandolim
Praça Geraldo Simonard – Pechincha – Jacarepaguá – tel. 2425-0825
11/2, quarta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Elza Osborne: Estrada Rio “A”, 22 -, Campo Grande – tel. 2413-2255
12/2, quinta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Renato Russo: Praça Poeta Manoel bandeira, s/nº – Ilha do Governador – tel. 3366-0589
26/2, quinta-feira, às 19h
Lona Cultural Municipal Herbert Vianna: Rua Ivanildo Alves, s/nº – Nova Maré – Maré – tel. 3105-6815
27/2, sexta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Sandra de Sá: Rua 12, quadra 219, Guandu 1 – Santa Cruz – tel. 3395-1630
4/3, quarta-feira, às 20h
Arena Carioca Jovelina Pérola Negra: Praça Ênio, s/nº – Pavuna – tel. 2886-3889
5/3, quinta-feira, às 20h
Arena Carioca Dicró: Parque Ari Barroso – Penha – tel. 3486-7643
12/3, quinta-feira, as 20h
Lona Cultural Municipal Carlos Zéfiro: Estrada Marechal Alencastro, s/nº – Anchieta – tel. 3019-1654
13/3, sexta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Terra: Praça Edson Guimarães, s/nº – Guadalupe – tel. 3018-4203
18/3, quarta-feira, às 20h
Arena Carioca Chacrinha: Rua Soldado Elizeu Hipólito, s/nº – esquina com Av. Litorânea – Guaratiba – tel. 3404-7980
Plataforma 2 - Uma homenagem aos artistas do cotidiano

Foto: Divulgação

A peça, que trata do cotidiano dos artistas e seu mundo, assemelhando-os aos trabalhadores do dia-a-dia, é um presente da Companhia e do Teatro Armando Gonzaga aos moradores do bairro e seu entorno. No elenco, Andreia Tonia, Fabricio Gallagher, Gabriella Cristina, Luciana dos Anjos e Mariana Rego. A direção é de Juliana Soure, fotografia de Tiago Brando.

” Cinco pessoas completamente distintas recebem um telegrama originário de um Teatro. Motivados por suas questões pessoais, eles resolvem ir até o local a fim de desvendar o mistério por trás do telegrama. Sem qualquer noção do que poderá acontecer, estas pessoas embarcam no Trem e rumam para uma região distante, de onde remetia o convite. Buscando encontrar algo em comum, eles dividem histórias e sonhos, e vivem momentos que, tanto no Teatro quanto no Trem, são sensivelmente sentidas por qualquer ser humano.”​​​

Plataforma 2 – Uma homenagem aos artistas do cotidiano
Local: Teatro Armando Gonzaga – Avenida General Cordeiro Farias, s/nº – Marechal Hermes – Rio de Janeiro/RJ
Data: 29/11, sábado, às 19:30h

 

Foto da banda Criadores de Acaso

Foto: Rennas Guimarães / Divulgação

A banda Criadores de Acaso participa da estreia da nova temporada do projeto Jovens Tardes, neste domingo, 16 de novembro, às 18h, no Quiosque da Globo, na Praia de Copacabana.  O grupo vai apresentar músicas do recém-lançado CD Água do Rio e também de seu primeiro álbum, Tempo de Voar. No repertório, a banda passeia por rock, pop, black music e MPB, tocando sucessos de Cazuza e Rita Lee, além de canções autorais, como “Pegar a Estrada” e “Descuido do Não”.

Banda Criadores de Acaso no projeto Jovens Tardes
Data: 16/11, domingo
Horário: 18h
Local: Quiosque da Globo – Praia de Copacabana (altura da Rua Miguel Lemos)
Classificação: livre

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

| O filme ‘Muita Calma Nessa Hora 2’ e a peça ‘Chorinho’ são as atrações deste domingo no bairro da Zona Oeste |

No dia 9 de novembro, domingo, a partir das 15h, Campo Grande será palco de mais um Programão Carioca, projeto da Globo que oferece sessões gratuitas de cinema e teatro em diversos pontos do Rio e do Grande Rio. Para esta edição, o evento terá o filme Muita Calma Nessa Hora 2’ e a peça Chorinho’, que tem no elenco as atrizes Denise Fraga e Claudia Mello.

Muita Calma Nessa Hora 2’ mostra o reencontro  e as novas aventuras das amigas Estrella (Débora Lamm), Aninha (Fernanda Souza), Tita (Andréia Horta) e Mari (Gianne Albertoni)  no Rio de Janeiro. A comédia é dirigida por Felipe Joffily e tem Bruno Mazzeo como um dos roteiristas. O longa e conta com a participação de Marcelo Adnet, Heloísa Périssé, Alexandre Nero, entre outros.

Com poesia e humor, a peça Chorinho’ apresenta a história de duas mulheres completamente diferentes, mas que sofrem de solidão. Em um encontro, as personagens interpretadas por Denise Fraga e Claudia Mello se transformam em amigas e compartilham seus pensamentos e medos.

Programão Carioca
Data: dia 9 de novembro (domingo)
Local: Teatro Arthur Azevedo (Rua Vitor Alves, 454 – Campo Grande)
15h – Filme – Muita Calma Nessa Hora 2 – classificação 12 anos
17h30 – Peça – Chorinho (com Denise Fraga e Claudia Mello) – classificação 12 anos
Retirada de ingressos para o filme e peça 1h antes de cada sessão / Distribuição de pipoca

 

 

Foto de Elba Ramalho

Foto: Facebook Elba Ramalho

| Serão três apresentações do show  “Elba Ramalho Acústico” neste final de semana |

A cantora faz três apresentações intimistas ao lado dos músicos Marcos Arcanjo – violão e guitarra, e Rafael Nascimento (Meninão) – sanfona, neste sábado, dia 01 de novembro, às 17h e 20h, e domingo, dia 2, às 19h, no Espaço Cultural Furnas, na Rua Real Grandeza, 219, em Botafogo.

O show “Elba Ramalho Acústico”, com duração de 60 minutos, traz seus grandes sucessos como Gostoso demais, Banho de Cheiro e Ai que saudade de ocê.

Os ingressos serão distribuídos a partir das 14h, nos dias dos shows, 1 (um) ingresso por pessoa, limitados à capacidade do auditório, que é de 170 lugares. A classificação indicativa é livre.

Elba Ramalho Acústico
Local: Espaço Cultural Furnas – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Tels: 21 2528-5166 / 2528-3112
Datas e horários: dia 01/11, sáb. às 17h e 20h / dia 2, dom., às 19h
Classificação indicativa: livre
Duração: 60 minutos
Capacidade: 170 lugares

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O cantor, compositor e instrumentista Marcos Valle comemora seus 70 anos de idade e 50 de carreira no projeto PianoBossaJazz, com o show Marcos Valle – 70 Anos, nos dias 30 e 31 de agosto. O artista é autor de mais de 300 canções e já lançou 23 álbuns. Já teve composições gravadas por artistas como Elis Regina, Tim Maia, Roberto Carlos, Diana Krall, Sarah Vaughan, Chicago e Dizzy Gillespie, entres outros. As senhas serão distribuídas nas datas do espetáculo, a partir das 14h, na portaria da Rua Real Grandeza, 219, em Botafogo.

Acompanhado pelos músicos Patrícia Alví, voz, Jessé Sadoc, no trompete e flugelhorn, Marcelo Martins, no sax e flauta, Mazinho Ventura, no baixo, e Renato “Massa” Calmon, na bateria, o artista traz no repertório do show canções como Com Mais de 30, Esperando o Messias, Arranca Toco e mais algumas músicas presentes neste seu álbum comemorativo com a Stacey como Batucada, Os Grilos, Samba de Verão e The Face I Love (Seu Encanto), The Answer (A Resposta) e Preciso Aprender a Ser Só (If You Went Away).

A bossa nova, baião, pop, soul, black music, jazz, dance music e até a música eletrônica e o rap são alguns dos estilos musicais que influenciaram sua carreira. Valle também compôs trilhas sonoras de filmes e novelas e trabalhou com artistas do Brasil e do exterior. É autor de canções de sucesso em parceria com artistas reconhecidos internacionalmente, como João Donato, Ed Motta, Paulo Sérgio Valle, Nelson Motta, Lulu Santos, Marcelo Camelo, Jay-Z e Kanye West, entre outros.

No ano passado, o compositor gravou Marcos Valle Tudo (EMI), Marcos Valle – Anos 80 (Selo Discobertas). Em dezembro, gravará o DVD ao vivo do álbum com Stacey Kent, durante uma temporada de 10 shows que realizará entre 09 e 13 de dezembro em um dos clubes de jazz mais respeitados no mundo, o Birdland, em Nova York.

Show – Projeto PianoBossaJazz – Marcos Valle – 70 anos
Local:  Espaço Furnas Cultural (Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo l Tel: 2528- 5166)
Datas: 30 e 31 de agosto, sábado e domingo
Horários: sábado, 20hs l domingo: 19h
Capacidade: 170 lugares
Classificação: livre
OBS: As senhas serão distribuídas nas datas do espetáculo, a partir das 14h, na portaria da Rua Real Grandeza.

Paulo Betti comanda mais uma edição do sarau “Mostre seu talento em cinco minutos”

Foto: Andréa Graiz/Divulgação

Na próxima terça-feira , dia 27 de maio, a partir das 20h, os atores Paulo Betti e Paulo Maia apresentam o sarau “Mostre seu talento em cinco minutos”, no Sesc Casa da Gávea.  O evento, iniciado em junho de 2012, abre espaço para que novos artistas interpretem canções, declamem poemas, dancem, leiam crônicas, apresentem esquetes e stand-up, dentro do tempo proposto. As apresentações são transmitidas pela TV web Casa da Gávea, no endereço http://www.casadagavea.org.br.

Nesse momento em que a cidade do Rio de Janeiro é objeto de desejo da maioria dos artistas do país, na Casa da Gávea eles podem, no sarau, apresentar suas qualidades em cinco minutos para um público sensível e encorajador – destaca Paulo Betti, um dos sócios do centro cultural.

Além das edições do sarau, o Sesc Casa da Gávea apresenta oficinas, o Ciclo de Leituras Dramatizadas, e uma programação de peças e shows.

Sarau Mostre seu talento em cinco minutos
Data: Terça-feira (27 maio)
Horário: 20h
Local: Sesc Casa da Gávea (80 lugares): Praça Santos Dumont, 116 – Gávea
Informações: (21) 2239-3511
Classificação: Livre

Foto/arte: Divulgação

Foto/arte: Divulgação

A 6ª edição do Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão acontece nos dias 17 e 18 de maio, no bairro Zona Norte, que abriga diversas instituições científico-culturais de grande importância histórica. A proposta é proporcionar ao público uma mistura de ciência, diversão, cultura e conhecimento.

O passeio tem como ponto de partida a Quinta da Boa Vista. Entre 10h e 16h, com intervalos regulares, ônibus sairão do parque com destino às instituições culturais do bairro. Exposições, seminários, oficinas, debates, visitas mediadas, exibição de filmes, espetáculos de teatro, dança e música são algumas das atividades especiais oferecidas pelas instituições participantes. As atividades são totalmente gratuitas e voltadas para públicos de todas as idades.

Fazem parte deste roteiro cultural, o Museu Nacional, o Museu Militar Conde de Linhares, o 1° Batalhão de Guardas, o Museu de Astronomia e Ciências Afins e o Club de Regatas Vasco da Gama, além de uma novidade neste ano, a participação do Centro Hípico do Exército, fundado em 1825, ainda no tempo do Império, quando servia de apoio às Cavalarias de Dom Pedro I. O público pode parar nos pontos que desejar e visitar as instituições por quanto tempo quiser, pois, a todo momento, haverá ônibus para levá-lo de um local a outro.

O evento as atividades da 12ª Semana Nacional de Museus, que tem como tema, neste ano, Museus: coleções criam conexões, buscando ressaltar a importância das coleções e a sua valorização. Promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), a Semana, que acontece de 12 a 18 de maio, celebra o Dia Internacional dos Museus (18 de maio), criado em 1977, pelo Conselho Internacional de Museus (Icom), objetivando dar visibilidade e valorizar o papel dos museus no desenvolvimento da sociedade.

Abaixo, a programação:

Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão
Período: Dias 17 e 18/05
Horário: De 10h às 16h
Saída: Quinta da Boa Vista

Museu Nacional/UFRJ
Quinta da Boa Vista. Dias 17 e 18, das 10 às 16h
– Inauguração das exposições “Kumbukumbu: África, Memória e Patrimônio” e “Móveis da Monarquia”.
– Mostras e oficinas: Coleção no Parque; Bichos pra ver, tocar e aprender; O Museu já foi Palácio e Onde Tudo Começou.
– Esquete teatral: Conexão Egito (11h e 15h)

Centro Hípico do Exército
Avenida Bartolomeu de Gusmão, 453. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

– Visitação às instalações do Centro Hípico do Rio de Janeiro;
– Apresentação de uniforme histórico;
– Apresentação da Banda do 2º Regimento de Cavalaria de Guarda (11h e 15h).

Museu Militar Conde de Linhares
Av. Pedro II, 383. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

Visitação mediada nos salões de exposições permanentes que narram a História Militar desde o período colonial até os dias de hoje.
Em destaque a galeria com efeitos especiais. No domingo, o Museu abriga mais uma edição do “Encontro de Veículos Antigos” e o espetáculo “Curta com Teatro”.

1º Batalhão de Guardas
Avenida Pedro II, 158. Dias 17 e 18 das 10 às 16h

– Exposição de viaturas e motocicletas militares;
– Exposição de uniformes históricos;
– Apresentação da banda de música: 11h30 e 15h00;
– Apresentação dos cães de guerra: 11h00 e 15h30;
– Exposição do acervo histórico do batalhão.

Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST)
Rua General Bruce, 586 | Bairro Imperial de São Cristóvão – Tel. 21 3514-5200
dia 17: 10h às 20h
dia 18: 10h às 16h

Dia 17
De 9h às 16h – Visitas Orientadas
De 9h às 16h – Planetário Inflável
16h – Oficina: A forma da órbita da Terra
De 10h às 17h – Observação do Sol
15h e 18h – Espetáculo teatral: O julgamento do macaco
De 17h30 às 20h – Observação do Céu*
* No dia 17, das 16h às 20h, os ônibus sairão direto para a Estação do Metrô de São Cristóvão.

Dia 18
De 9h às 16h – Planetário Inflável
De 9h às 16h – Visitas Orientadas
De 10h às 17h – Observação do Sol
16h – Oficina: Medindo o tempo: O relógio de Sol
15h e 18h – Espetáculo teatral: O julgamento do macaco

Club de Regatas Vasco da Gama
Rua Gal. Almério de Moura, 131. Dia 17 e 18, das 10h às16h*.

10h às 16h – Visitas Guiadas pelas Dependências Históricas do Clube:
Salão de Troféus (um dos destaques Troféu Constantino, é uma referência da luta do Vasco a favor da igualdade social e racial); Social do Clube, Tribuna de Honra (onde poderá tirar foto no mesmo lugar onde o Presidente Getúlio Vargas ditou as primeiras leis Sociais do Brasil), Capela N.S. das Vitórias, vista do Campo Oficial do Vasco.

14h às 15h – sessão de autógrafos com jogadores históricos do Clube.

*O estatuto do Clube veta o acesso em suas dependências com vestimenta de qualquer outro Clube do Brasil.

Foto de cena do filme Berlin is in Germany

Foto: Divulgação

A mostra “Encontro com o Cinema Alemão” reúne produções do final do século 20 e início do 21 que retratam a vida cotidiana e as relações sociais no país. As sessões acontecerão ao longo do mês de abril, no Sesc Engenho de Dentro. Além de questões contemporâneas da sociedade ocidental, o catálogo de produções retrata dois grandes temas: a Segunda Guerra Mundial e a vida na extinta Alemanha Oriental depois da unificação do país. A ação integra a agenda da Temporada Alemanha + Brasil 2013-2014.

O evento está circulando pelas regionais do Sesc no Brasil por meio de uma parceria com o Goethe-Institut. No Rio de Janeiro, além de Engenho de Dentro, a mostra passará pelas unidades do Sesc em Niterói, Nova Friburgo e Nova Iguaçu, onde ocorrerá a abertura oficial do projeto no Estado, no dia 17/4, às 19h, com a presença de Yasemin Samdereli, diretora do filme “Bem-vindo à Alemanha”.

Confira a programação a seguir!

Sesc Engenho de Dentro

1/4, 18h (Terça-feira)
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997.
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande.

3/4,18h (Quinta-feira)
Berlin is in Germany. Direção: Hannes Stöhr, colorido, 90min, 2001.
Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia.

5/4, 15h (Sábado)
Nenhum Lugar Para Ir (Die Unberührbare). Direção: Oskar Roehler, pb, 100min, 1999.
A escritora Hanna Flanders não consegue lidar nem com o próprio desenvolvimento pessoal nem com o desenvolvimento político responsável pela extinção da RDA e pela reunificação alemã.

10/4, 18h (Quinta-feira)
Adeus Lenin (Goodbye Lenin). Direção: Wolfgang Becker, colorido, 120 min., 2003.
Berlim (leste), outono de 1989: A mãe de Alex Kerner entra em coma após sofrer um infarto, razão pela qual a queda do muro lhe passa despercebida. No verão de 1990, ela recobra a consciência, porém o médico adverte que qualquer excitação pode ser-lhe fatal. Alex terá de esconder da mãe a extinção do Estado do Partido Socialista Único.

12/4, 15h (Sábado)
Sonnenallee (Sonnenallee). Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999.
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo.

17/4, 18h (Quinta-feira)
4 Dias em Maio (4 Tage im Mai). Direção: Achim von Borries, colorido, 95min, 2011.
Quatro dias antes do término da Segunda Guerra Mundial, soldados russos e alemães, na costa do mar Báltico, estão cansados da batalha. Apenas um órfão de 13 anos quer virar herói e tenta provocar um confronto.

19/4, 15h (Sábado)
Yella (Yella). Direção: Christian Petzold, colorido, 88 min, 2007.
Yella anseia pelo futuro. Deseja que a existência que tem levado se torne passado. Ela conhece um homem que opera no mundo do capital de risco. Yella dá provas de competência como sua assistente. Mas momentos de sua vida pregressa misturam-se à sua nova vida.

24/4, 18h (Quinta-feira)
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya). Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo.

26/4, 15h (Sábado)
Todos os Outros (Alle anderen). Direção: Maren Ade, colorido, 119 min, 2009.
O filme conta a história de Gitti e Chris, um casal no início da casa dos trinta que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois, longe de todos os outros. Só não conseguem fugir um do outro.

29/4, 18h (Terça-feira)
O Que Permanece (Was bleibt). Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 88 min., 2012.
Um universo familiar aparentemente intacto, um fim de semana prolongado em família – depois disso, nada mais será como antes. Aparentemente, tudo está em ordem e garantido – até o momento em que Gitte, que já sofre de depressão há vários anos, comenta que já está curada e que deixou de tomar os medicamentos. As fachadas da família supostamente intacta caem por terra.

Mostra Encontro com o Cinema Alemão
Local: Sesc Engenho de Dentro – Av. Amaro Cavalcanti, 1661 – Engenho de Dentro – Tels.: (21) 3822-4830 / 3822-9529
Período: De 01/04/2014 a 29/04/2014, conforme programação

Sesc Niterói
15/08
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). 
Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997. 16 anos
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande.

16/08
Berlin is in Germany. 
Direção: Hannes Stöhr, colorido, 90min, 2001. 14 anos
Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia

19/08
Nenhum Lugar Para Ir (Die Unberührbare).
 Direção: Oskar Roehler, pb, 100min, 1999. 14 anos
A escritora Hanna Flanders não consegue lidar nem com o próprio desenvolvimento pessoal nem com o desenvolvimento político responsável pela extinção da RDA e pela reunificação alemã.

20/08
Adeus Lenin (Goodbye Lenin).
 Direção: Wolfgang Becker, colorido, 120 min., 2003. 12 anos
Berlim (leste), outono de 1989: A mãe de Alex Kerner entra em coma após sofrer um infarto, razão pela qual a queda do muro lhe passa despercebida. No verão de 1990, ela recobra a consciência, porém o médico adverte que qualquer excitação pode ser-lhe fatal. Alex terá de esconder da mãe a extinção do Estado do Partido Socialista Único.

21/08
Sonnenallee (Sonnenallee).
 Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999. 14 anos
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo.

22/08
4 Dias em Maio (4 Tage im Mai).
 Direção: Achim von Borries, colorido, 95min, 2011. 14 anos
Quatro dias antes do término da Segunda Guerra Mundial, soldados russos e alemães, na costa do mar Báltico, estão cansados da batalha. Apenas um órfão de 13 anos quer virar herói e tenta provocar um confronto.

23/08
Yella (Yella). Direção: Christian Petzold, colorido, 88 min, 2007. 14 anos
Yella anseia pelo futuro. Deseja que a existência que tem levado se torne passado. Ela conhece um homem que opera no mundo do capital de risco. Yella dá provas de competência como sua assistente. Mas momentos de sua vida pregressa misturam-se à sua nova vida.

26/08
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya).
 Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.12 anos
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo.

27/08
Todos os Outros (Alle anderen).
 Direção: Maren Ade, colorido, 119 min, 2009. 14 anos
O filme conta a história de Gitti e Chris, um casal no início da casa dos trinta que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois, longe de todos os outros. Só não conseguem fugir um do outro.

28/08
O Que Permanece (Was bleibt).
 Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 88 min., 2012. 12 anos
Um universo familiar aparentemente intacto, um fim de semana prolongado em família – depois disso, nada mais será como antes. Aparentemente, tudo está em ordem e garantido – até o momento em que Gitte, que já sofre de depressão há vários anos, comenta que já está curada e que deixou de tomar os medicamentos. As fachadas da família supostamente intacta caem por terra.

Mostra Encontro com o Cinema Alemão
Local: Sesc Niterói – Rua Padre Anchieta, 56. Centro – Niterói – RJ – Tel.: (21) 2719-9119
Período: De 15 a 28/08/2014, conforme programação

Sesc Nova Iguaçu
17/4, 19h (Quinta)
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya)
. Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.12 anos
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo.
Debate com a Cineasta Yasemin Samdereli – Diretora do Filme

18/4, 10h e 14h (Sexta)
Nenhum Lugar Para Ir (Die Unberührbare).
 Direção: Oskar Roehler, pb, 100min, 1999. 14 anos
A escritora Hanna Flanders não consegue lidar nem com o próprio desenvolvimento pessoal nem com o desenvolvimento político responsável pela extinção da RDA e pela reunificação alemã.

19/4,  10h e 14h (Sábado)
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997. 16 anos
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande.

20/4, 10h e 14h (Domingo)
Yella (Yella). Direção: Christian Petzold, colorido, 88 min, 2007. 14 anos
Yella anseia pelo futuro. Deseja que a existência que tem levado se torne passado. Ela conhece um homem que opera no mundo do capital de risco. Yella dá provas de competência como sua assistente. Mas momentos de sua vida pregressa misturam-se à sua nova vida.

21/4, 10h e 14h (Segunda)
Sonnenallee (Sonnenallee). 
Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999. 14 anos
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo.

22/4, 10h e 14h (Terça)
Todos os Outros (Alle anderen). Direção: Maren Ade, colorido, 119 min, 2009. 14 anos
O filme conta a história de Gitti e Chris, um casal no início da casa dos trinta que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois, longe de todos os outros. Só não conseguem fugir um do outro.

23/4, 10h e 14h (Quarta)
4 Dias em Maio (4 Tage im Mai). 
Direção: Achim von Borries, colorido, 95min, 2011. 14 anos
Quatro dias antes do término da Segunda Guerra Mundial, soldados russos e alemães, na costa do mar Báltico, estão cansados da batalha. Apenas um órfão de 13 anos quer virar herói e tenta provocar um confronto.

24/4, 9h e 14h (Quinta)
Adeus Lenin (Goodbye Lenin). Direção: Wolfgang Becker, colorido, 120 min., 2003. 12 anos
Berlim (leste), outono de 1989: A mãe de Alex Kerner entra em coma após sofrer um infarto, razão pela qual a queda do muro lhe passa despercebida. No verão de 1990, ela recobra a consciência, porém o médico adverte que qualquer excitação pode ser-lhe fatal. Alex terá de esconder da mãe a extinção do Estado do Partido Socialista Único.
Debate com Agata Gomes – Professora de Geografia

25/4, 10h e 14h (Sexta)
O Que Permanece (Was bleibt). Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 88 min., 2012. 12 anos
Um universo familiar aparentemente intacto, um fim de semana prolongado em família – depois disso, nada mais será como antes. Aparentemente, tudo está em ordem e garantido – até o momento em que Gitte, que já sofre de depressão há vários anos, comenta que já está curada e que deixou de tomar os medicamentos. As fachadas da família supostamente intacta caem por terra.

26/4, 10h e 14h (Sábado)
Berlin is in Germany.
 Direção: Hannes Stöhr, colorido, 90min, 2001. 14 anos
Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia.
Debate com Miguel Nagle – Cineasta

27/4,  10h e 14h (Domingo)
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle).
 Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997. 16 anos
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande.

29/4, 10h e 14h (Terça)
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya).
 Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.12 anos
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo.

30/4, 10h e 14h (Quarta)
Sonnenallee (Sonnenallee). 
Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999. 14 anos
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo.

Mostra Encontro com o Cinema Alemão
Local: Sesc Nova Iguaçu – Rua Dom Adriano Hipólito, 10 – Moquetá – RJ – Tel.: (21) 2797-3001
Período: De 17 a 30/04/2014, conforme programação

Sesc Nova Friburgo
22/4, 19h (Terça-feira)
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997.
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande.

23/4,19h (Quarta-feira)
Berlin is in Germany. Direção: Hannes Stöhr, colorido, 90min, 2001.
Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia.

24/4, 19h (Quinta-feira)
Nenhum Lugar Para Ir (Die Unberührbare). Direção: Oskar Roehler, pb, 100min, 1999.
A escritora Hanna Flanders não consegue lidar nem com o próprio desenvolvimento pessoal nem com o desenvolvimento político responsável pela extinção da RDA e pela reunificação alemã.

25/4, 19h (Sexta-feira)
Adeus Lenin (Goodbye Lenin). Direção: Wolfgang Becker, colorido, 120 min., 2003.
Berlim (leste), outono de 1989: A mãe de Alex Kerner entra em coma após sofrer um infarto, razão pela qual a queda do muro lhe passa despercebida. No verão de 1990, ela recobra a consciência, porém o médico adverte que qualquer excitação pode ser-lhe fatal. Alex terá de esconder da mãe a extinção do Estado do Partido Socialista Único.

26/4, 17h (Sábado)
Sonnenallee (Sonnenallee). Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999.
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo.

26/4, 19h (Sábado)
4 Dias em Maio (4 Tage im Mai). Direção: Achim von Borries, colorido, 95min, 2011.
Quatro dias antes do término da Segunda Guerra Mundial, soldados russos e alemães, na costa do mar Báltico, estão cansados da batalha. Apenas um órfão de 13 anos quer virar herói e tenta provocar um confronto.

23 e 27/4, 19h (Quinta) e 17h (Domingo)
Yella (Yella). Direção: Christian Petzold, colorido, 88 min, 2007.
Yella anseia pelo futuro. Deseja que a existência que tem levado se torne passado. Ela conhece um homem que opera no mundo do capital de risco. Yella dá provas de competência como sua assistente. Mas momentos de sua vida pregressa misturam-se à sua nova vida.

27/4, 19h (Domingo)
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya). Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo.

29/4, 19h (Terça)
Todos os Outros (Alle anderen). Direção: Maren Ade, colorido, 119 min, 2009.
O filme conta a história de Gitti e Chris, um casal no início da casa dos trinta que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois, longe de todos os outros. Só não conseguem fugir um do outro.

30/4, 19h (Quarta)
O Que Permanece (Was bleibt). Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 88 min., 2012.
Um universo familiar aparentemente intacto, um fim de semana prolongado em família – depois disso, nada mais será como antes. Aparentemente, tudo está em ordem e garantido – até o momento em que Gitte, que já sofre de depressão há vários anos, comenta que já está curada e que deixou de tomar os medicamentos. As fachadas da família supostamente intacta caem por terra.

Mostra Encontro com o Cinema Alemão
Local: Sesc Nova Friburgo – Av. Presidente Costa e Silva, 231 – Nova Friburgo – RJ – Tel.: (22) 2543-5000
Período: De 22 a 30/04/2014, conforme programação

Sesc Ramos
27/5 (terça-feira), às 10h
A Vida é um Canteiro de Obras (Das Leben ist eine Baustelle). Direção: Wolfgang Becker, colorido,118min,1997.
Inverno em Berlim: um jovem operário perde seu emprego e é condenado a pagar uma multa. Seu pai morre e Vera, sua nova namorada, vai com ele ao velório. Um filme provocante e, às vezes, cômico, sobre a postura de vida de uma nova geração da cidade grande. Classificação: 16 anos

27/5 (terça-feira), às 15h
Berlin is in Germany. Direção: Hannes Stöhr, colorido, 90min, 2001.
Após um longo período de reclusão, que teve início ainda nos tempos da antiga RDA, Martin é posto em liberdade na nova Berlim unificada. Involuntariamente, ele entra em conflito com a polícia. Classificação: 14 anos

28/5 (quarta-feira), às 10h
Nenhum Lugar Para Ir (Die Unberührbare). Direção: Oskar Roehler, pb, 100min, 1999.
A escritora Hanna Flanders não consegue lidar nem com o próprio desenvolvimento pessoal nem com o desenvolvimento político responsável pela extinção da RDA e pela reunificação alemã. Classificação: 14 anos

28/5 (quarta-feira), às 15h
Adeus Lenin (Goodbye Lenin). Direção: Wolfgang Becker, colorido, 120 min., 2003.
Berlim (leste), outono de 1989: A mãe de Alex Kerner entra em coma após sofrer um infarto, razão pela qual a queda do muro lhe passa despercebida. No verão de 1990, ela recobra a consciência, porém o médico adverte que qualquer excitação pode ser-lhe fatal. Alex terá de esconder da mãe a extinção do Estado do Partido Socialista Único. Classificação: 12 anos

29/5 (quinta-feira), às 10h
Sonnenallee (Sonnenallee). Direção: Leander Haußmann, colorido, 94 min., 1999.
No filme, ousa-se fazer uma retrospectiva da Alemanha Oriental (RDA) – não de modo lamurioso, mas claramente nostálgico e bastante exagerado. O filme enfoca os jovens, as canções e danças proibidas bem como o “grande amor“ que transforma tudo. Classificação: 14 anos

29/5 (quinta-feira), às 15h
4 Dias em Maio (4 Tage im Mai). Direção: Achim von Borries, colorido, 95min, 2011.
Quatro dias antes do término da Segunda Guerra Mundial, soldados russos e alemães, na costa do mar Báltico, estão cansados da batalha. Apenas um órfão de 13 anos quer virar herói e tenta provocar um confronto. Classificação: 14 anos
30/5 (sexta-feira), às 10h
Yella (Yella). Direção: Christian Petzold, colorido, 88 min, 2007.
Yella anseia pelo futuro. Deseja que a existência que tem levado se torne passado. Ela conhece um homem que opera no mundo do capital de risco. Yella dá provas de competência como sua assistente. Mas momentos de sua vida pregressa misturam-se à sua nova vida.
Classificação: 14 anos

30/5 (sexta-feira), às 15h
Bem-Vindo à Alemanha (Almanya). Direção: Yasemin Samdereli, colorido, 95 min., 2010.
Em 1964, Hüseyin Yilmaz sai da Turquia e vai para a Alemanha. Mais tarde, traz a esposa e os filhos. Agora, sua neta relata com afeto e humor a história da família durante a viagem de férias do clã a seu lugar de origem. Qual é sua verdadeira pátria é a questão que cada um deverá colocar para si mesmo. Classificação: 12 anos

31/5 (sábado), às 10h
Todos os Outros (Alle anderen). Direção: Maren Ade, colorido, 119 min, 2009.
O filme conta a história de Gitti e Chris, um casal no início da casa dos trinta que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois, longe de todos os outros. Só não conseguem fugir um do outro. Classificação: 14 anos

31/5 (sábado), às 15h
O Que Permanece (Was bleibt). Direção: Hans-Christian Schmid, colorido, 88 min., 2012.
Um universo familiar aparentemente intacto, um fim de semana prolongado em família – depois disso, nada mais será como antes. Aparentemente, tudo está em ordem e garantido – até o momento em que Gitte, que já sofre de depressão há vários anos, comenta que já está curada e que deixou de tomar os medicamentos. As fachadas da família supostamente intacta caem por terra.
Classificação: 12 anos

Mostra Encontro com o Cinema Alemão
Local: Sesc Ramos (Sala de Internet Livre): Rua Teixeira Franco, 38 – Ramos – Tel.: (21) 2290-4003
Período: De 27 a 31 de maio, às 10h e às 15h

Foto: Divulgação

Apresentação acontece, dia 16 de dezembro, no Teatro Sesi, a partir das 19 horas. O cantor participa da gravação do Palco MBP, programa da Rádio MPB FM, e presenta sambas que marcaram épocas e grandes sucessos da MPB. A distribuição de senhas começa às 17h no local. Serão distribuídas 100 senhas.

Loroza acaba de lançar Carpe Diem, seu terceiro álbum solo, um disco que teve participação do produtor Plinio Profeta e tem composições próprias e de autores como Arlindo Cruz , Rodrigo Maranhão , Céu , Hyldon , Arnaldo Antunes , Gabriel Moura e Serginho Meriti . Um trabalho pop recheado de baladas e músicas para dançar, bem ao estilo do “neguinho de Madureira”. No repertório, músicas como “Mais Simples” (Gabriel Moura), “Basta a Gente se Olhar” (Arlindo Cruz e Dhema), “Preta Dileta” (Pedro Luiz e Loroza), “Podes Crer Amizade” (Majo, Loroza e Tony Tornado), “Caia” (Rodrigo Maranhão), “Carpe Diem” (Loroza e Bruno Migliari), entre outras. O artista segue em turnê com Carpe Diem, acompanhado por sua banda, formada por: Tuca Alves (guitarra , violão e cavaco), Renato Massa (bateria), Ge Fonseca (teclado), Alexandre Cavallo (baixo), Fabinhoi D`Lelis (percussão), Marlon Sette (trombone), Altair Martins (trumpete), Zé Carlos Bigorna (sax e flauta) e Kacau Gomes e Juju Gomes (vocais).

Além de intérprete e compositor, Sérgio Loroza também figura na dramaturgia brasileira. Ficou mais conhecido pelo público após interpretar o personagem Figueirinha, de A Diarista (seriado da TV Globo), mas atuou em novelas e outros programas da emissora, como Senhora do Destino, A Grande Familia, As Brasileiras, As Cariocas, Zorra Total, Malhação, do quadro Dança dos Famosos (do Domingão do Faustão, em 2007), entre outros. Como cantor, participou da formação do bloco carioca Monobloco. Recentemente, participou da série “Vai que cola”, do Multishow.

O artista se inspira em ícones como James Brown, Gerson King Combo e Tony Tornado para a construção de sua carreira eclética, de um intérprete que canta de marchinhas de carnaval a clássicos da MPB, além de clássicos da musica pop mundial.

Show de Serjão Loroza – Gravação do programa Palco MPB
Local: Teatro Sesi Centro – Av. Graça Aranha, n° 1 – Centro – Tel.: 2563-4163
Data: dia 16/12, segunda-feira, às 19h
Classificação: 18 anos –  A distribuição de senhas começa às 17h no local.

O segundo longa-metragem de Oswaldo Montenegro, lançado em novembro deste ano, apresenta aspectos da solidão por meio de histórias interligadas de personagens. Vanessa Giacomo narra o filme e interpreta uma mulher que perde a memória e rejeita sua vida anterior e a ter contato físico ou emocional com qualquer ser humano. Oswaldo Montenegro, no papel do “demônio”, enfrenta sua solidão andando pelo mundo, morrendo de saudade de Deus. Um diabo sádico, divertido, que sai por aí oferecendo infinitas possibilidades aos solitários, caso aceitem suas inusitadas condições e exigências.

Outras solidões são mostradas por personagens como o “Palhaço Cocada”, de 95 anos, interpretando a si mesmo (o palhaço mais velho do Brasil) em momentos engraçados e ternos. Uma mulher que, num bar, espera até de manhã por seu namorado, sem se convencer de que ele não vem. Um cantor que sai de Minas com a certeza de fazer sucesso no Rio de Janeiro e vira músico de rua. Um sertanejo que abandona seu ninho achando que vai “ganhar o mundo” e ser feliz. Todos misturados à solidão de atores fazendo testes e tentando entrar para esse filme. A trama vai do do riso ao drama, do musical ao documentário, da comédia romântica à sátira cruel.

Realizado com recursos próprios e a coprodução do Canal Brasil, “Solidões” foi rodado nas dunas de Arraial do Cabo (RJ), no cerrado de Brasília, no agreste de Pernambuco, no Rio de Janeiro e em Piraí (RJ), a fim de retratar ambientes intimistas e as paisagens mais exóticas do sertão. “As músicas de Oswaldo Montenegro permeiam e ligam esses episódios, como rios que vão desembocar num único final: a conclusão clara de que 90% das atividades humanas existem para diminuir ou suavizar a solidão e de que só o afeto pode trazer algum resultado.”

A sessão acontece nesta quarta, dia 11 de dezembro, às 19:30h, seguida de debate com Oswaldo Montenegro, que assina o roteiro, a música e a direção do longa.

No elenco, Vanessa Giacomo, Oswaldo Montenegro, Pedro Nercessian, Eduardo Canto, Renato Luciano, Kamila Pistori, Palhaço Cocada, Madalena Salles, Gabriela Carneiro da Cunha, , Paulinho Dias, Léo Pinheiro, Isaac Araújo, Jordana Paulista, Emilie Biason, Pierre Santos, Larissa Landin, Luciana Moreno, Cristina Prochaska, Maria Helena Dutra, Ariella Braz, Stefânia Ferreira, Renato Góes, Mayara Millane, Maria da Silva, Espedito da Silva, Luis da Silva, Tchello Palma, Verônica Bonfim, Paulo Moreira, Alethea Miranda, Mariah Morena. Elenco de apoio: Frederico Lessa, Diego Fernandes, Ian Ruas, Paulo Navarro, Caio Ruas, Gordo Marques, Clarissa Bárbio, Eduardo Cortazio, Carlito Dias, Marcio Mecca, Vinícius de Oliveira, Érika Lessa, David Carvalho, Lila Shakti, Fernando de Souza, Taís Alvarenga, Taiana Bastos, João de Deus , Antônio de Souza, Anderson Mathias, Paulo Silveira, Vanessa Viana, Andressa Lessa, Camila Paz, Guilherme Jacobs, Claire Digonn, Pedro Pso, Mariana Correa, Barbara Garcia, Tainá Bevilacqua, Gabriel Bernardes, Carina Eiras, João Brack, Marcela Galvão.

Exibição do filme Solidões
Local: Teatro Sesi Centro – Av. Graça Aranha, Centro – Tel.: 21 2563-4163
Data: dia 11/12, às 19:30h
Gênero: drama / comédia

Foto: Divulgação / site

O cantor e compositor se apresenta neste sábado, dia 30 de novembro, no Espaço Cultural Escola Sesc, zona oeste da cidade. Em apresentação mais intimista, no formato voz e violão, o artista canta sucessos como “Paciência”, “Jack Soul Brasileiro” e  “Hoje eu quero sair só”, além de outros que marcaram seus 30 anos de carreira.

“É a oportunidade de conhecer a canção despida e sem subterfúgios, da maneira como foi concebida”,explica o artista.

A apresentação está prevista para às 19h, mas a distribuição de senhas ocorrerá no local, a partir das 16h.

Show de Lenine – Voz e violão
Local: Espaço Cultural Escola Sesc – Avenida Ayrton Senna, 5677 – Jacarepaguá
Tels.: (21) 3214-7404 / 3214-7497
Data: Dia 30/11, às 19h

Foto: Reprodução internet

De 25 a 29 de novembro, o REcine (Festival Internacional de Cinema de Arquivo) exibe diversos filmes e documentários que tem a cidade do Rio como cenário ou tema. “O Rio em prosa e fitas traz mais de 70 filmes. As produções apresentam a cidade maravilhosa em suas diversas perspectivas, como a variedade humana e o estilo carioca de ser em diferentes épocas. Entre os temas abordados estão: música, arquitetura, romance, drama, e comédia. O festival, que está em sua 12ª edição, é uma iniciativa do Arquivo Nacional com a Rio de Cinema Produções Culturais. O evento conta ainda com uma mostra competitiva, oficinas, palestras e exposição. O ator e diretor Hugo Carvana é um dos homenageados.

Clique aqui e confira a programação completa!

O Rio em prosa e fitasREcine (Festival Internacional de Cinema de Arquivo)
Local: sessões no Arquivo Nacional (Praça da República, 173 – Centro.
Data: De 25 a 29/11 – das 10h às 22h (consulte a programação!)
Sessão Especial:Ganga bruta”, de Humberto Mauro, na Cinemateca do MAM, quinta-feira, 28 de novembro, às 20h. Homenagem a Adhemar Gonzaga e à Cinédia – Av. Infante D. Henrique, 85 – Parque do Flamengo.

 

 

Foto: Reprodução internet

Apresentação acontece nesta terça-feira, dia 1º de outubro, na Sala Funarte Sidney Miller. A leitura será realizada por alunos de escolas de teatro e por jovens profissionais. O espetáculo do pernambucano Luís Augusto da Veiga Reis foi contemplado pela Fundação Nacional de Artes em 2003, com o Prêmio Funarte de Dramaturgia, na categoria Teatro Adulto – Região Nordeste.

Sinopse:

“Três atrizes apresentam a história num fluxo fragmentado, em que a narrativa de cada uma delas pode ser confundida com as das outras. “São três pontos de vista diferentes. Elas se revezam”, explica Reis. Na trama, as personagens falam sobre assuntos como sexo; hospital; penitenciária; e outros temas, os mais diversos. A ação psicológica predomina. “É uma reflexão sobre o teatro hoje em dia”, comenta o autor. O título já remete para o estudo do processo de formulação de uma montagem, numa linguagem de metateatro, eixo em torno do qual o enredo é construído. Ele incita a discussão sobre como a arte da representação pode tocar as pessoas.”

O Ciclo de Leituras Dramáticas tem como objetivo levar aos palcos textos da dramaturgia brasileira contemporânea premiados pela Funarte e partiu de Guti Fraga, novo presidente da instituição. Na programação, peças que foram vencedoras do Prêmio nas edições entre 2003 e 2005. As leituras são apresentadas sempre às terças-feiras, às 18:30h, na Sala Funarte Sidney Miller até dezembro. A próxima leitura será no dia 8 de outubro, com “Balada de Amor no Sertão“, de Maria Cristina de Oliveira e direção de Antônio Guedes.

Ciclo de leituras dramáticas da Funarte – Peça “A Filha do Teatro”
Local: Sala Funarte Sidney Miller – Rua da Imprensa, 16 – Térreo – Palácio Gustavo Capanema – Centro
Data: dia 1º de outubro, terça-feira, às 18h30
Mais informações no site da Funarte ou pelo tel.: (21) 2279 8012

Foto A Joaninha Sapeca

Foto: Divulgação

No domingo, dia 22/09, às 17h, a Cia Artistando apresenta a peça  “A Joaninha Sapeca” no Santa Cruz Shopping. A história narra a vida de uma família de insetos muito tradicional e religiosa que tem um filho adolescente passando por uma fase difícil.

O espetáculo trata de uma forma bem humorada o sério problema do divórcio, enfrentado por muitas crianças hoje em dia, mostrando que o amor e a compaixão podem curar qualquer mágoa ou rancor. No elenco, Bruna Rodrigues, Bruno Borges e Carolina Amaral. A direção é de Bruno Comitre.

A programação de setembro conta ainda com apresentação da peça “A Onça e o Bode”, dia 29, às 17 horas.

Peça “A joaninha sapeca”
Data: Dia 22 de setembro (domingo) – às 17h
Peça “A Onça e o Bode”
Data: Dia 29 de setembro (domingo) – às 17h
Local: Santa Cruz Shopping – Rua Felipe Cardoso, 540 – Santa Cruz – Tel: (21)2418-9400

 

Foto Sininho

Foto: Divulgação

Outra dica para de teatro infantil é a peça “Sininho“, da Abrakadabra Produções, que terá apresentação gratuita no próximo domingo, dia 22/09, no Bangu Shopping.

O espetáculo conta a lenda de que um poderoso milagre será revelado quando a lua cheia brilhar atrás de uma preciosa pedra lunar. A fada e fiel companheira de Peter Pan partirá em busca de um tesouro que poderá salvar o refúgio das fadas. O texto e a direção são de Higor Sellucci. No elenco, Jessica Tostes, Karini Oliveira, Leticia Almeida, Michele Santos, Taynah Tostes e Higor Sellucci.

No dia 29/09 haverá apresentação de “A História dos Brinquedos 2“, a partir das 17 horas, na expansão do shopping.

Peças Infantis “Sininho” e “A História dos Brinquedos 2

Local: Expansão do Bangu Shopping – Rua Fonseca, 240 – Bangu – Tel.: (21) 2430-5130

Data: 22  e 29 de setembro (domingo)

Horário: 17h

Foto elenco da peça Sítio do Pica Pau Amarelo

Foto: Divulgação

Outro shopping da zona oeste que tem uma programação teatral para a criançada em setembro é o ParkShoppingCampoGrande. As apresentações acontecem de quarta a sábado, às 18h, no palco em formato de livro, na entrada principal do shopping. Às quintas-feiras, heróis e princesas se revezam no encontro com seus ídolos. Confira a programação a seguir:

18/09 Sítio do Pica Pau Amarelo – Narizinho mergulha no rio e vai parar no Reino das águas claras onde conhece e se apaixona pelo príncipe Escamado. Mas Narizinho gostaria de arrumar uma forma de fazer sua boneca falar então o Príncipe Escamado tem a ideia de chamar o seu amigo o Doutor Caramujo que no meio de suas experiências pode ter alguma Pílula que pode fazer com que a boneca mais amada comece a falar, fazendo assim a sua dona a menina mais feliz do mundo.

20/09 Quarto de bonecas – Caramelo é um ursinho rejeitado pelas bonecas que acreditam que o mudo deveria ser todo cor de rosa, mas encontra em Naná um ombro amigo. Mesmo sofrendo com a falta de respeito das outras bonecas, eles decidem dar uma lição nelas e mostram que todos são diferentes no mundo, só temos que aprender a respeitar essas diferenças.

21/09 O Gato de botas – Um moleiro, que tinha três filhos, repartiu seus únicos bens, deu ao primogênito o moinho; ao segundo, o seu burro; e ao mais moço apenas um gato. Este último ficou muito descontente com a parte que lhe coube da herança, mas o gato lhe disse que poderia mudar sua vida, ele então decidiu ouvir os conselhos do gato embarcando num mundo de mentiras, ele conheceu a princesa e logo se apaixonou, mas como tinha um nobre coração resolveu revelar toda a verdade para que ela o aceitasse exatamente como é.

25/09 O mistério em Londres – Os sobrinhos do famoso detetive Sherlock Holmes são chamados para a leitura do seu testamento pois são os únicos herdeiros, mas para a surpresa deles, terão de desvendar um grande mistério antes de receberem a fortuna. Muito suspense envolve essa história, e para receberem a herança terão que trabalhar juntos e descobrir qual o mistério que envolve a mansão Holmes.

27/09 O dragão verde – Filosel Aurora é uma princesa doce que sonha em se casar por amor, mas vê seu conto de fadas desabar, quando descobre que seus pais deram a mão dela em casamento ao herói que conseguir derrotar o grande dragão verde que está causando pânico em todos no reino. O jardineiro do palácio que sempre foi apaixonado pela princesa e sabe que se trata de um amor impossível, então decide arriscar sua vida enfrentando esse dragão para conseguir um dia se casar com sua amada.

28/09 O soldadinho de Chumbo – Aninha vive com sua avô e tem uma linda bailarina, um dia resolve pegar escondido o soldadinho do seu primo e coloca ele na janela para que ele possa cuidar do seu quarto. Ele conhece a bailarina e logo se apaixona, mas ele acaba caindo da janela. Aninha se sente culpada e pede ajuda do avô para salvar o soldadinho. O soldadinho cai no esgoto e depois vai parar no mar, mas o avô de Aninha consegue salvá-lo e ele é colocado perto da lareia para secar. A bailarina fica radiante quando o encontra, mas ao chegar perto dele, eles acabam caindo na lareira e se transformam em um só coração.

Programação infantil do mês de setembro no ParkShoppingCampoGrande
Dias: de quarta a sábado, às 18h
Local: Entrada principal, no piso L1 – entre as lojas Renner e C&A
Endereço: Estrada do Monteiro, 1.200 – Campo Grande – Tel.: (21) 2414-7424

Foto: Divulgação

A primeira edição do FESTFLUM – Festival Fluminense de Monólogos apresenta cinco espetáculos selecionados dentre os 26 inscritos. As apresentações acontecem de 16 a 20 de setembro, às 19:30h, na sede da Companhia Teatral Queimados Encena, em Queimados. O Festival premiará o monólogo vencedor com o Troféu Téspis de Melhor Intérprete, além de um prêmio em dinheiro no valor de R$1.200,00.

A festa de encerramento do evento acontecerá no dia 21 de setembro, às 19:30h, com a premiação do monólogo vencedor e a celebração dos seis anos do Espaço Cultural Queimados Encena. “A iniciativa do Produtor Cultural Leandro Santanna, pretende celebrar os espaços culturais alternativos da Baixada, que possuem uma infra-estrutura mínima como o Espaço Cultural Queimados em Cena.”

Confira os monólogos selecionados:

16/09 – VALSA Nº 6

Tratando-se de um monólogo intimista, a atriz não só interpreta magicamente inúmeros personagens imaginários (compostos a partir de animais selvagens), como também – a partir de rica movimentação -realiza pessoalmente a materialidade sonora, dialoga consigo mesma, com o público, dentro e a partir de inúmeros signos e recursos teatrais como objetos, janelas, tecidos, músicas, ecos, etc. Enfim, a sua relação com o real e o não real demonstra metaforicamente a possível esquizofrenia sofrida no pós-vida por Sônia. Letycia Carvalho vivencia 45 minutos de fantasia e emoção! A direção é de Brunno Rodrigues.

17/09 – O HOMEM COM A FLOR NA BOCA

Neste texto, Pirandello, que foi vencedor do prêmio Nobel de Literatura, faz uma radiografia do ser humano de forma lírica e, ao mesmo tempo, de forma cruel e particular. Deixando-nos as seguintes inquietações: “A condição maior, que se percebe, é quando ele questiona o sentido da vida. Como levar a vida se em breve ela acabará? O que fazer nesse período de vida? Como viver? Como conviver?”

18/09 ACORDA, AMOR!

“Acorda, Amor!” é um espetáculo baseado no conto clássico “A Bela Adormecida”. Através do corpo e da voz, da história e da técnica, das capacidades e incapacidades de apenas uma atriz em cena, é elaborada uma dramaturgia nascida da necessidade de atrair, divertir, encantar e se comunicar com o espectador. Uma narrativa onde o ator, em ultima instancia, narra a si mesmo.

Um conto de fadas, porque conforta o coração. Uma atriz, porque é o suficiente. Cinqüenta minutos, porque é um desafio para contar uma eternidade.

19/09 – O QUARTO DE BIANCA

Bianca é uma pessoa comum, dessas que se encontram por aí. Tem quase trinta anos, uma mala e sapatos sem salto. Gosta de chocolate, bala de leite e rivotril. De vez em quando, curte água mineral com gás, creme antienvelhecimento e só toma banho a cada três dias. Estudou direito, filosofia, história e biologia marinha. Largou todas. Largou tudo. Pensa quase todos os dias nas coisas que fez e, mais ainda, nas que não fez.

Bianca é a filha mais velha que volta a casa onde cresceu em “O quarto de Bianca”, novo espetáculo da Interferência Teatral. Observando o cenário de sua infância, Bianca reconta e remonta suas histórias, alterando os caminhos e construindo suas próprias novas verdades.

20/09 – ABRIGO

A peça “Abrigo” se propõe a trazer para cena e debater os caminhos desta população que cresce a cada momento na cidade do rio e de outras metrópoles deste país;população que apesar da negritude,pobreza, e condições precárias de vida dentro de instituições e nas esquinas e marquises, apesar de tudo, ainda pensam e tem algo de bom dentro de si.

FESTFLUM – Festival Fluminense de Monólogos
Local: Rua Mustafa Kalaoun, 116 – Queimados
Tel.: (21) 2663-2515
Datas e horários: De 16 a 21 de setembro, às 19:30h
Mais informações no site da Companhia.

%d blogueiros gostam disto: