Tag Archive: filmes


| Sessões do Village MovieArt acontecem de 23 a 25/02, no deck do shopping da Zona Oeste do Rio |

Foto: reprodução internet

O VillageMall, na Barra da Tijuca, promove o Village MovieArt, com exibição de filmes indicados ao Oscar deste ano. As sessões de cinema acontecerão de 23 a 25 de fevereiro, no deck do shopping da Zona Oeste do Rio de Janeiro. As exibições estão sujeitas à lotação do espaço e, em caso de chuva, o evento passará por alterações. Confira a programação de filmes abaixo.

Village MovieArt
Local: deck do VillageMall – Avenida das Américas, 3.900 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Datas: dias 23, 24 e 25/02/2018
Dia 23/02 (sexta-feira)
Filme: Corra!
Horário: 19h30:
Legendado – Classificação indicativa: 14 anos
Filme: Sem Amor
Horário: 21h30
Legendado – Classificação indicativa: 14 anos
Dia 24/02 (sábado)
Filme: Em ritmo de fuga
Horário: 19h30
Legendado – Classificação indicativa: 14 anos
Filme: Me chame pelo seu nome
Horário: 21h30
Legendado – Classificação indicativa: 14 anos
Dia 25/02 (domingo)
Filme: Blade Runner 2049
Horário: 20h
Legendado – Classificação indicativa: 18 anos

| Obras da Coleção Cinema Brasileiro Contemporâneo serão exibidas em unidades da Zona Norte |

Foto: divulgação

Em fevereiro, as unidades do Sesc RJ no Engenho de Dentro, em Madureira e em Ramos apresentarão filmes brasileiros dirigidos por cineastas de grande destaque, mas que ainda permanecem pouco conhecidos pelo grande público. São obras de Suzana Amaral, Walter Carvalho, Júlio Bressane, Lucia Murat e Lúcio Kodato e Murilo Salles. O público terá mais uma chance para assistir filmes que fizeram grande sucesso de crítica, como “A Erva do Rato”, “Hotel Atlântico”, “Budapeste”, “Maré, nossa história de amor” e “Nome Próprio”.

No primeiro semestre de 2018, a programação audiovisual do Sesc RJ investe na difusão do cinema nacional com a exibição de filmes que fazem parte da Coleção Cinema Brasileiro Contemporâneo, editada pela Ancine. Serão seis recortes curatoriais, que agrupam os filmes por afinidades estéticas ou temáticas que apresentam ao público um panorama diversificado da produção cinematográfica nacional.

Clique em “leia mais” ou em “View full article” e confira a programação e as sinopses dos filmes.

Continue lendo

Ao longo do mês serão 112 sessões gratuitas nas unidades da capital, Região Metropolitana e interior |

foto de cena do filme Oslo, 31 de Agosto - um homem no mar

Foto: divulgação

A programação de cinema nas unidades do Sesc RJ em setembro apresenta quatro obras produzidas no Canadá, Dinamarca/Suécia, Polônia e Noruega. São 112 sessões com entrada franca, que acontecem em 17 unidades, sendo cinco delas na capital: Copacabana, Engenho de Dentro, Madureira, Ramos e Tijuca. Em comum, os filmes trazem no enredo protagonistas em crise. Acuados, perseguidos pela sociedade – ou por suas consciências –, os personagens estão à deriva, enfrentando o desafio de lidar com a própria existência e com o mundo que os cerca.

A Caça (Dinamarca/Suécia), do aclamado diretor Thomas Vinterberg, mostra um funcionário de uma creche perseguido pelos habitantes de uma cidade depois de uma acusação falsa de atentado ao pudor. Em O Batismo (Polônia), um ex-criminoso tenta recomeçar a vida honestamente, mas acaba virando alvo da máfia por motivos do passado. Oliver Sherman – Uma vida em conflito, um dos mais importantes filmes do novo cinema canadense, apresenta a trajetória de um militar veterano que se sente sozinho e desconectado do mundo e decide procurar pelo soldado que salvou sua vida durante a guerra. O encontro, inicialmente cordial, é abalado por conta de incompatibilidades entre os dois. Por fim, o premiado Oslo, 31 de Agosto, selecionado para diversos festivais, entre eles o Festival de Cannes, mostra um viciado em recuperação sendo confrontado com seus erros do passado após receber permissão para sair da clínica de reabilitação.

CICLO DE ENCONTROS – Algumas exibições de “Oslo, 31 de Agosto” serão seguidas do encontro A deriva como ato de ruptura e potência dramática, que reflete sobre como o perfil dos protagonistas dos filmes apresentados no recorte deste mês marca uma ruptura com o realismo clássico, sendo elemento recorrente no jogo das narrativas modernas. Roteirista e consultora criativa de TV e Cinema, Cristina Gomes estará em Copacabana, dia 6/9, às 16h, em Engenho de Dentro, 9/9, às 15h, e na Tijuca, 19/9, às 19h. Já o roteirista e professor Marcelo Esteves participa dos Encontros em São João de Meriti, dia 14/9, às 14h, Nova Iguaçu, 21/9, às 18h30, e Ramos, 27/9, às 15h30. Ambos abordarão, ainda, o impacto da deriva e da deambulação do personagem acuado na estrutura dramática, no ritmo da narrativa cinematográfica e nos significados e percepções para o espectador.

Clique em “View full article” ou em “continue lendo” e confira as sinopses e trailers dos filmes e a programação completa.

Continue lendo

Foto/arte: divulgação

Para que as famílias de São Gonçalo possam comemorar o Dia dos Avós de maneira especial, será montado no Shopping Pátio Alcântara, no dia 26 de julho, um “Cinema a Céu Aberto”. A exibição do filme começará a partir das 18h, na área externa da Praça de Alimentação.

Em parceria com a Subsecretaria de Políticas Públicas para o Idoso da Prefeitura de São Gonçalo, a atração pretende resgatar o saudosismo da época em que se transmitiam filmes em lugares abertos, assim como fazer com que outras gerações possam vivenciar essa experiência.

“Queremos oferecer uma opção de entretenimento diferenciada para região, criando um clima familiar e de aproximação entre gerações tão distintas”, ressalta Michelle Coutinho, coordenadora de marketing do Pátio Alcântara.

A entrada para o ‘Cinema a Céu Aberto’ é livre e está sujeita a lotação. O filme que será exibido abordará temas familiares do cotidiano e promete levar muita emoção aos espectadores. Em caso de chuva, o evento será adiado para o dia seguinte.

Shopping Pátio Alcântara celebra Dia dos Avós com evento ‘Cinema a Céu Aberto’
Data: 
dia 26/07   
Horário: 
18h
Local: 
Área externa na Praça de Alimentação do shopping – Praça Carlos Gianelli, s/nº – Alcântara – São Gonçalo – RJ – Tel.: (21) 3856-4086

 

Foto/arte: divulgação

CAMP! – Arte e Diferença começa hoje e vai até o dia 20 de setembro. O evento conta com exposição, debates e mostra de filmes. Confira as informações abaixo!

“UERJ afirma vanguarda social na luta por direitos civis em evento sobre diversidade em parceria com UFRJ

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, confirma sua posição de liderança na condução da implementação de políticas públicas que reconhecem o protagonismo juvenil e promovem o empreendedorismo de grupos sociais minoritários ao propor à FAPERJ a realização de um evento multidisciplinar sobre as representações da diversidade sexual nas artes brasileiras.

O evento CAMP! – Arte e Diferença, sob coordenação do Prof. Denilson Lopes Silva (UFRJ), é o primeiro projeto que agrega as três coordenações do Departamento Cultural da Sub-Reitoria de Extensão e Cultura da UERJ em torno de um tema transversal, a questão da diversidade sexual e sua relação com as expressões estéticas de artistas brasileiros.

Com programação que envolve uma exposição na Galeria Candido Portinari da UERJ, com curadoria do Prof. Marcelo Campos, do Instituto de Artes da UERJ, em colaboração com a equipe da Prof. Cascia Frade, Coordenadora de Exposições de Arte e Cultura do DECULT/SR-3; mostra de filmes na Concha Acústica, com apoio da Divisão de Teatros, liderada pela Prof. Maria Lúcia Galvão, do Instituto de Artes da UERJ e uma programação de debates realizados no Auditório Cartola do Centro Cultural da UERJ, sob orientação da Prof. Ilana Linhales, do Colégio de Aplicação da Universidade, a UERJ propõe à sociedade fluminense o debate sobre a inclusão social da população LGBTTTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros, Travestis, Transexuais e Intersexuais) por meio da arte.

O que é o CAMP?
O camp, como conceito acadêmico, emerge a partir dos movimentos por direitos civis da população LGBTTTI iniciados nos anos 60 nos EUA pelas mãos da escritora e intelectual norte-americana Susan Sontag (falecida em 2004). De uma maneira mais objetiva, ele pode ser traduzido como o gosto pelo exagero e pela artificialidade tão característicos e identificados na cultura gay mundial. O evento Camp! – Arte e Diferença tem o intuito de descortinar as disputas por prevalência de categorias tradicionais de gênero masculino e feminino, a partir de obras de arte produzidas no contexto da luta por direitos civis de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transgêneros, transsexuais e intersexuais no Brasil.

UERJ /SR-3 / DECULT / COEXPA / COART / DIVISÃO DE TEATROS / LIDIS / IMS / FCS e UFRJ apresentam:
CAMP! – Arte e Diferença
Exposição, debates e mostra de filmes.
Local: Centro Cultural da UERJ
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã
Informações: 2334-0938 / 0728

Exposição: CAMP! – Arte e Diferença
Galeria Candido Portinari
Curadoria: Marcelo Campos
Artistas: Barbara Copque, Claudia Hersz, Cristina Salgado, Dalton Paula, Fábio Carvalho, Júlio Lúcio, Leo Ayres, Marina de Botas, Moleculagem, Raul Leal, Sebastián Freire e Victor Arruda.
Período de visitação: de 20 de agosto a 20 de setembro de 2013, das 10h às 20h
ENTRADA FRANCA

Seminário CAMP!: Afetos e Poses
De 18 e 19 de setembro de 2013, das 9 às 20h
Auditório Cartola – Centro Cultural da UERJ
(em cima do restaurante universitário)
Inscrições: campuerj2013@gmail.com – Emissão de certificado de participação para aqueles que estiverem presentes em pelo menos 75% das atividades. ENTRADA LIVRE E GRATUITA.

MESA 1 – 18.9.2013, quarta-feira, 9h
Camp: Mídia e sua Atualidade
Prof. Mauricio de Bragança (UFF)
Prof. Denilson Lopes (UFRJ)
Prof. Thiago Soares (UFPB)
Mediação e debate: Prof. Sérgio Carrara (UERJ)

MESA 2 – 18.9.2013, quarta-feira, 14h
Canções e Divas
Profa. Claudia Mattos (UFF)
Prof. Julio Diniz (PUC-Rio)
Profa. Ana Chiara (UERJ)
Mediação e debate: Ricardo Freitas (UERJ)

MESA 3 – 18.9.2013, quarta-feira, 17h
Encontro com artistas e ensaístas.
Silviano Santiago e Daniel Link.
Mediação e debate: Prof. Ítalo Moriconi (UERJ)

MOSTRA DE FILMES – CAMP! – Arte e Diferença
De 16 a 20 de setembro de 2013, às 19h
Concha Acústica da UERJ

As exibições serão feitas em DVD com entrada gratuita.

Segunda-feira, 16.9 – “Madame Satã” (2002), de Karim Ainouz
Sinopse: No bairro da Lapa vive encarcerado na prisão João Francisco, artista transformista que sonha em se tornar um grande astro dos palcos. Após deixar o cárcere, João passa a viver com Laurita, prostituta e sua “esposa”. Neste ambiente João Francisco se transformar no mito Madame Satã. Biográfico – Drama – 105 min Colorido. Classificação etária recomendada: 16 anos.

Terça-feira, 17.9 – “Anjos da Noite” (1987), de Wilson Barros. Sinopse: Diversos personagens cruzam-se na noite paulistana à procura de amor e aventura. Ensaio cinematográfico sobre a solidão do homem urbano. Drama. 110 min. Colorido. Classificação etária recomendada: 18 anos.

Quarta-feira, 18.9 – “O Beijo da Mulher Aranha” (1985), de Hector Babenco. Sinopse: O filme conta a história do prisioneiro político de esquerda Valentín Arregui (Raul Julia) e Luís Molina (William Hurt), um homossexual afeminado condenado por “corrupção de menor”. Os dois dividem uma cela numa prisão brasileira. Drama. 120 min. Colorido. Classificação etária: 18 anos.

Quinta-feira, 19.9 – “Doce Amianto” (2013), de Guto Parente e Uirá dos Reis – DEBATE COM JEAN WYLLYS SEGUIDO DE EXIBIÇÃO DO FILME. – TEATRO ODYLO COSTA, FILHO. Sinopse: Amianto vive isolado em seu próprio mundo de fantasia, habitado por seus delírios e desenfreada esperança, onde seu talento e sua melancolia coexistem lado a lado. Depois de sentir abandonada por seu amor (The Boy), Amianto encontra abrigo na presença de seu amigo morto, Blanche, que irá protegê-la contra a sua dor, pelo menos tanto quanto ela puder. Com a ajuda de sua fada madrinha, Amianto reúne forças para continuar a viver na esperança de ser um dia feliz. Drama – 70 min. Colorido. Classificação etária recomendada: 18 anos.

Sexta-feira, 20.9 – “Toda Nudez Será Castigada” (1973), de Arnaldo Jabor. Sinopse: Jovem mimado encontra uma prostituta, e fica confuso sobre a natureza de seus sentimentos por ela, ele não pode decidir entre atração e repulsa. Drama – 102 min . Colorido. Classificação etária: 18 anos.

* Programação sujeita à alteração. Para programação atualizada, consulte o site http://www.decult.uerj.br/decult_programacao_2013_agosto.html

Fonte: Página do evento no Facebook

Novo Cineclube

Foi inaugurado no dia 23 o Cineclube Ação da Cidadania – CCAC. Com capacidade para 70 telespectadores, o espaço exibirá, quinzenalmente, sessões de cinema. O filme exibido foi “Profissão MC” (2009), de Alessandro Buzo e Toni Nogueira, em parceria com a Brazucah Produções, seguido de um debate com a Profª Adriana Faccina (UFF), que participa do movimento contra a criminalização do funk, e o MC Leonardo, presidente da Associação dos Profissionais e Amigos do Funk (APAFUNK).  

Centro Cultural Ação da Cidadania (CCAC) – Av. Barão de Tefé, 75 – Saúde – RJ – Tel.: (21) 2233-7460 – http://www.acaodacidadania.com.br

 

 

 

A Associação Brasileira de Imprensa promove, em parceria com a Casa da América Latina (CAL), o  ciclo “Sou louco por ti América”, no qual  serão exibidos quinzenalmente, às 18h30,  filmes sobre a América Latina. Dia 11 foi apresentado “Que viva México!”, de Sergei Eisenstein e Grigori Alexandrov. As exibições acontecem na  Sala Belisário de Souza, 7º andar.

Os estudantes universitários poderão requisitar certificado de atividade complementar para apresentar às instituições de ensino.

De lambuja, os primeiros 25 espectadores que chegarem à sessão receberão gratuitamente pipoca e guaraná, iniciativa do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Petróleo (SindiPetro).

ABI (Associação Brasileira de Imprensa) – Rua Araújo Porto Alegre, 71 – Rio de Janeiro – RJ / CEP 20030-012 – Tel. (21) 2282-1292

Mais informações: http://www.abi.org.br

%d blogueiros gostam disto: