Tag Archive: flamengo


| Com cerca de 2000 frequentadores por edição, evento acontece no IAB, com raridades, lançamentos musicais e exibição de filmes. Cantoras ícones da música brasileira receberão o Troféu Feira do Vinil do Rio |

Foto: Marcio Graffiti / divulgação

Da série “não é de graça, mas é quase”:

A Feira de Vinil do Rio de Janeiro chega à sua 21ª edição, no dia 28 de abril (domingo), estreando em um novo espaço: o Instituto de Arquitetos do Brasil, no Catete. Comemorando 10 anos, a feira decide empunhar, neste ano, a bandeira da resistência cultural frente à crise política, econômica e moral pela qual atravessa nosso país: “estamos nos deparando com uma grave situação econômica vivida pelo Brasil atualmente, e mais aguda, no caso do Rio de Janeiro; uma das primeiras áreas atingidas é a Cultura, infelizmente vista como supérflua, seja em suas manifestações artísticas, seja em sua cadeia produtiva, representada por lojas, centros culturais, produtoras, e etc.”, afirma Marcello Maldonado, produtor executivo da Feira, que conclama lojistas, profissionais de Cultura e o grande público para se juntarem neste grande grito de resistência.

Durante o dia, as cantoras Dóris Monteiro e Leny Andrade vão receber o Troféu Feira de Vinil do Rio de Janeiro, já entregue, ao longo das últimas edições, a João Donato, ao grupo Azymuth, a Marcos Valle, ao compositor e arranjador Arthur Verocai, ao cantor e compositor Carlos Dafé e ao sambista Wilson das Neves. Marcello MBGroove, produtor artístico da Feira do Vinil do Rio, ressalta a importância da escolha: até hoje não havíamos homenageado mulheres… neste momento de importante reforço na questão do empoderamento feminino, nestes tempos onde a mulher tem sido alvo de situações extremas, convidamos essas duas divas do Sambalanço e MPBmulheres que  representam muito do que foi prensado em vinil no país nas décadas de 60 e 70 e são ícones, mulheres à frente do seu tempo, artistas de extremo talento e que merecem nossa reverência”.

Produzida por Marcello Maldonado e pelo produtor artístico Marcello MBGroove (coletivo Vinil É Arte), a feira tem entrada franca mediante a entrega simbólica de 1 kg de alimento, a ser entregue à Sociedade Viva Cazuza. Ao longo do dia, vários DJs apresentarão seus sets em vinil, especialistas nos mais variados estilos; MPB, Black Music, Rock, Eletronic. Cerca de 60 expositores de todo o Brasil estarão presentes com discos e CDs. Do Rio, participarão, entre outros, a Tropicália Discos e a Arquivo Musical, além da Livraria Baratos da Ribeiro e da Satisfaction. Os paulistas serão representados pelo Beco do Disco, Casa da Mia, Mega Hard, Mafer Discos e Vinil SP, só para citar algumas. A feira também terá estandes de venda de CDs, equipamentos de áudio, marcas de roupas e acessórios com esta temática.

Pela primeira vez o evento vai promover sessões de filmes que transitam no universo musical. Das 12h às 14h, o público poderá assistir, no auditório do IAB, os vídeos “Duelo de Titãs” (sobre a Furacão 2000), do diretor Cavi, “The Big Boy Show” (sobre o lendário DJ e apresentador Big Boy), dos cineastas Leandro Petersen e Cláudio Dager, e “Um dia com os Blacks que ainda existem”, de Marcio Grafifti. Depois haverá um bate-papo com os cineastas.

21ª Feira de Discos de Vinil do Rio de Janeiro
Local: IAB – Instituto dos Arquitetos do Brasil – Beco do Pinheiro, 10 – Flamengo – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 28/04 (domingo)
Horário: 11h às 19h
Entrada: 1 kg de alimento não perecível
Classificação: livre
Informações: 21-98181-9733

Anúncios
| “Paposonica” terá bate-papo com os cineastas Josinaldo Medeiros e Manaíra Carneiro, que falarão sobre cultura, arte e violência |

Foto/Ilustração: Perspectivas do Helicóptero / divulgação

Uma obra de arte multimídia será instrumento de luta contra a violência que atinge a Favela da Maré. Dentro desse contexto, o ativista e cineasta Josinaldo Medeiros, co-fundador da página Maré Vive, é o palestrante convidado do Paposonica do dia 11 de outubro (quinta-feira), às 19h30, no Lasonica – Oi Futuro Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ao lado da cineasta Manaíra Carneiro, idealizadora do projeto multimídia “Perspectivas do Helicóptero”, uma das videoartes em 3D do Artsônica – Residência Artística, eles falarão sobre Cultura, Arte e Violência e como a arte pode desmitificar pensamentos sobre moradores das favelas do Rio.

Junto com o publicitário e produtor cultural Victor Hugo Rodrigues e da designer e filósofa Mariane Martins, Manaíra (diretora do filme “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos”) desenvolve o projeto “Perspectivas do Helicóptero”, midiarte em 3D, cuja ideia nasceu na Favela da Maré. A primeira perspectiva levará o visitante para dentro do helicóptero, “de forma distante” da favela. Ele ouvirá vozes de comando militar e alguns relatos de jornalistas que também estariam nesse helicóptero. No segundo vídeo, o visitante estará no chão, dentro da favela numa “perspectiva próxima”, com o helicóptero fazendo sobrevoos. Neste momento ele terá a sensação de precisar se esconder na casa de um morador para se proteger de tiros e escutará relatos reais de moradores coletados na página Maré Vive. Tudo isso será possível por meio de óculos de realidade virtual.

O objetivo é sensibilizar a população não favelada sobre o que acontece naquele território. O evento também terá transmissão ao vivo pela internet na página do Artsonica nas redes sociais.

PapoSonica com Josinaldo Medeiros e Manaíra Carneiro
Local: Labsonica  – Oi Futuro Flamengo – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo (Metrô: Estação Largo do Machado) – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 11/10 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 40 lugares

| Evento terá shows de bandas independentes e o painel “Vinil – Mercado, Memória e Mídia |

Foto: Marcio Graffiti

A Feira de Vinil do Rio de Janeiro chega à sua 20ª edição, no dia 08 de abril, domingo, retornando ao Flamengo, bairro que a consagrou por cinco anos. O evento vai estrear na UNIVERITAS – que adquiriu o complexo educacional situado na Rua Marquês de Abrantes – e vai homenagear o compositor, arranjador e pianista João Donato, um dos pilares da música brasileira. O artista vai receber o Troféu Feira de Vinil do Rio de Janeiro, já entregue, ao longo das últimas edições, ao grupo Azymuth, a Marcos Valle, ao compositor e arranjador Arthur Verocai, ao cantor e compositor Carlos Dafé e ao sambista Wilson das Neves.

O evento também reunirá apresentações das bandas Monoplano, Cajubeats e Digga Digga Duo, estreando uma programação que também incentiva bandas independentes. Às 15h, o evento vai promover o painel “Vinil – Mercado, Memória e Mídia”, com a participação dos palestrantes Silvio Essinger (jornalista do jornal O Globo), Arnaldo De Souteiro (jornalista, produtor e colecionador de vinis) e Marcelo Fróes (pesquisador e produtor musical), com a medição do produtor e DJ Marcello MBGroove.

A Feira de Vinil do Rio é produzida por Marcello Maldonado e pelo produtor artístico Marcello MBGroove (coletivo Vinil É Arte), com realização da Espelho D’Água Produções e da UNIVERITAS, e apoio do CNA, da Rádio Alpha FM e da Satisfaction Discos. Assim como nas edições anteriores, será cobrada como entrada simbólica 1 kg de alimento, a ser entregue à instituição de caridade Solar Meninos de Luz.

Ao longo do dia, vários DJs apresentarão seus sets em vinil, especialistas nos mais variados estilos; MPB, Black Music, Rock, Eletronic. Pela primeira vez em sua história, a Feira terá um expositor internacional, a Human Head, diretamente do bairro do Brooklyn, Nova York. Cerca de 60 expositores de todo o Brasil estarão presentes com discos e CDs. Do Rio, participarão, dentre outros, a Tropicália Discos e a Arquivo Musical, além da Livraria Baratos da Ribeiro e da Satisfaction. Os paulistas serão representados pela Locomotiva, Mafer Discos e Vinil SP, só para citar algumas. A feira terá estandes de venda de CDs, equipamentos de áudio, marcas de roupas e acessórios com esta temática. O encontro chega a reunir 2.000 pessoas por edição.

Foto de João Donato

Foto: Marcos Hermes

João Donato
Nascido em 1934, no Acre, João Donato já dominava o acordeon quando emigrou para o Rio de Janeiro. Seu primeiro disco, “Chá dançante”, foi gravado aos 22 anos, sob direção musical de Tom Jobim. Passou também pelo trombone, mas especializou-se no piano, em cujas teclas instalou a síncopa que influenciaria a célebre batida de violão do colega João Gilberto, marca registrada da bossa nova. Nos EUA, onde fez história, tocou com nomes como Mongo Santamaria, Tito Puente, Ralph Peña, Eddie Palmieri e Johnny Martinez, entre outros tantos. No Brasil, é um dos maiores nomes da música realizou parcerias com Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Djavan, Elza Soares e Chico Buarque, entre muitos outros nomes.

20ª Feira de Discos de Vinil do Rio de Janeiro
Local: UNIVERITAS – Rua Marques de Abrantes, 55 – Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 08/04 (domingo)
Horário: 10h às 18h
Entrada: 1 kg de alimento não perecível
Classificação: livre
Informações: 21-98181-9733

| Após jogo no campo do Mocidade Futebol Clube, em Anchieta, Buchecha e MC Fanelly cantam para o público |
Foto do Buchecha

Foto: reprodução Facebook Buchecha

Da série “não é de graça, mas é quase”:

Neste sábado, dia 24 de março, a partir das 11h, acontece o jogo de futebol beneficente “Amigos do Flavinho x Amigos do Tieta“, no campo do Mocidade Futebol Clube, em Anchieta. O evento contará com a presença de BuchechaMC Fanelly, dos jogadores Michel Rangel e Jorge (Flamengo) e Jonathan (Nova Iguaçu), dentre outros. O objetivo é arrecadar alimentos não perecíveis para moradores carentes do bairro. A entrada será 1 quilo de alimento não perecível.

Partindo da máxima “fazer o bem sem olhar a quem”, os amigos Flavinho, Tieta ,Yago, Rômulo, André Cantuária e Naninho, ambos de Anchieta, bairro da Zona Norte no Rio de Janeiro, se uniram para realizar o evento. Após o jogo, Buchecha e MC Fanelly vão cantar para o público.

Amigos do Flavinho x Amigos do Tieta
Local: Rua Fernandes de Lima, 401 – Anchieta – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 24/03 (sábado)
Horário: a partir das 11h

———

Veja também: “Mundial de Paraciclismo de Pista revive sucesso dos Jogos Rio 2016“.

| Banda Fanfarra Black Clube animará final do evento deste sábado |
Foto da banda Fanfarra Black Clube

Foto: reprodução Facebook Fanfarra Black Clube

A próxima edição do “Curta, Praia” acontecerá no dia 24 de fevereiro, durante todo o dia, na Praia do Flamengo, na Zona Sul do Rio. O projeto promovido pela Rede Globo está em sua quinta temporada e oferece ao público oficinas esportivas e de qualidade de vida, além de shows. A Fanfarra Black Clube animará o final do evento deste sábado. A banda toca uma combinação de black music nacional e internacional com a animação do carnaval carioca. O grupo, criado em 2013, no Rio de Janeiro, toca uma mistura de funk, disco music e hits da música negra. O show está previsto para começar a partir das 18h.

O público também poderá participar de atividades como treino funcional, aulas de yoga, de voleibol, de futevôlei, de vôlei, de alongamento e de zumba. A surfista Chloé Calmon participará de uma sessão de autógrafos. A classificação é livre.

Curta, Praia
Local: Praia do Flamengo – altura da Rua Barão do Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 24/02 (sábado)
Horário: das 9h às 19h
Classificação: livre
Atividades:
09h00 – Abertura
09h20 – Aula de yoga
10h20 – Aula com a Confederação Brasileira de Voleibol
11h20 – Treino funcional
13h00 – Aula de futebol
14h00 – Aula de futevôlei
15h00 – Aula de vôlei
16h00 – Aula de alongamento
17h00 – Aula de Zumba
18h00 – Show Fanfarra Black Clube

| Vigésima edição da competição é realizada no Centro de Futebol Zico, no Recreio dos Bandeirantes |
foto do jogador Rodrygo Goes, do Santos, ao lado de Zico

Foto: Facebook Copa da Amizade

Começa hoje, e vai até o dia 2 de setembro, mais uma edição da Copa da Amizade Brasil-Japão, realizada no Centro de Futebol Zico (CFZ), no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio.

Equipes da categoria juvenil (sub 15) de 16 clubes de cinco estados brasileiros, além de quatro das mais expressivas do Japão, disputam o título da XX Copa da Amizade Brasil-Japão. Entre os times estão: Flamengo, Botafogo, Vasco da Gama, Fluminense, Audax, Boavista, CFZ do Rio/União, Bangu, Santos, Ponte Preta, Osasco, São Carlos, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Avaí, Grêmio, Kashima Antlers, Kashima Antlers Norte, Kashima Antlers Tsukuba e J.League.

Alguns jogos serão transmitidos ao vivo pelo Canal Zico 10, através da página oficial do ex-jogador no Facebook, e pelo site  no Mycujoo.tvAs partidas acontecem durante todo o dia, entre 9h e 16h, conforme tabela abaixo, também disponível na página da competição no Facebook.

__________

Este slideshow necessita de JavaScript.

Copa Da Amizade Brasil-Japão 2017
Local: Centro de Futebol Zico (CFZ) –  Av. Antônio Miguel Fernandes,  n° 700 – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro/RJ
Período: de 28/08 a 02/09/2017
Horário: 9h às 16h, conforme tabela de

| Evento vai homenagear o baterista, cantor e compositor Wilson das Neves, que receberá o Troféu Feira do Vinil do Rio |

17ª Feira de Discos de Vinil do Rio de Janeiro

Da sessão ” não é de graça, mas é quase”

Com cerca de 2000 frequentadores por edição, evento vai celebrar os 80 anos do baterista, compositor e cantor carioca, e reunir 60 expositores de todo o país, com raridades e lançamentos em LPs, CDS e compactos a preços para todos os bolsos.

As edições da Feira do Vinil do Rio na Zona Sul acontecem duas vezes ao ano e a próxima – primeira de 2016 – será no dia 19 de junho, domingo, retornando ao Instituto Bennett, no Flamengo, onde o evento costuma reunir em torno de 2.000 visitantes a cada edição, graças ao empenho do produtor Marcelo Maldonado, do curador artístico Marcello MBGroove (coletivo Vinil É Arte) e dos idealizadores Marcos Oliveira e Mauricio Gouveia (Livraria Baratos da Ribeiro). A feira tem o apoio da Satisfaction Discos e, assim como a anterior, será cobrada como entrada 1 kg de alimento, a ser doado para a instituição Lar de Tereza.

Foto de Wilson das Neves

Foto: Daryan Dornelles

Desta vez, o evento vai homenagear o baterista, cantor e compositor Wilson das Neves, que receberá, em mãos, o Troféu Feira do Vinil do Rio, dando continuidade à iniciativa do evento de sempre lançar luz nas obras de compositores e intérpretes expoentes da música popular brasileira. O músico já tocou com mais de 750 artistas, compôs cerca de 200 melodias, lançou 13 discos e já se apresentou ao lado de Chico Buarque,  Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Martinho da Vila, Moacyr Luz, entre outros artistas.

Além da entrega do troféu, haverá o Encontro Box Beat, que reunirá beatmakers, produtores e interessados para, ao decorrer da feira, produzir beats que serão sampleados de um único LP do Wilson das Neves, previamente escolhido pela produção da feira. Ao final do dia, os beats – produzidos em cima da música original do homenageado –  serão apresentados para o publico. Ao longo de toda a tarde, DJs e seletores cariocas apresentarão sets exclusivos 100% em vinil.

Estarão reunidos mais de 60 expositores de todo o Brasil. Do Rio, estarão presentes, dentre outros, a Tropicália Discos, a Sempre Música, a Arquivo Musical, além da Livraria Baratos da Ribeiro e da Satisfaction. Os paulistas serão representados pela Locomotiva, Neves Record, Groovnet rec, Mafer Discos, Sensorial e Zóyd, só para citar algumas. A feira também terá estandes de venda de CDs, equipamentos de áudio e roupas e acessórios com esta temática.

17ª Feira de Discos de Vinil do Rio de Janeiro
Dia: 19 de junho, domingo
Horário: das 11:30h às 20h
Local: Instituto Bennett – Rua Marques de Abrantes, 55 – Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Entrada: 1 kg de alimento não perecível
Classificação: livre
Informações: tel.: 21 98181-9733

 

 

 

 

 

 

Foto: Reprodução Nipocultura.com.br

A 12ª edição da “Festa do Japão” acontece nos dias 17 (sábado)  e 18 (domingo) no Flamengo. A cultura do país estará representada em diversas atividades como esporte, música e culinária.

O público poderá conferir apresentações de esportes como Taikô, Aikidô, Kendô e Judô; diversos tipos de danças japonesas, com Show do cantor Nobuhiro Hirata; oficinas de Origami, Shodô, Gô, Nihongo e Gueitebol, tambores japoneses. A culinária típica japonesa estará presente com venda de yakisoba, temaki, Gyoza, tempura, Yakitori, tarumaki, takoyaki, banana caramelada, doces Japoneses, além de espetinhos de carne, lingüiça no pão e salsichão, além de refrigerantes, cerveja, água, caipisakê e saquê.

A Festa é organizada pela Associação Cultural Esportiva Nipo-Brasileira do Estado do Rio de Janeiro (Renmei), Associação Nikkei do Rio de Janeiro (Nikkei), Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Rio de Janeiro e Instituto Cultural Brasil-Japão (ICBJ), com a colaboração do Consulado Geral do Japão e apoio da Prefeitura.

12ª Festa do Japão
Local: Parque do Flamengo – Em frente à Praia do Flamengo, 98, próximo ao Museu da República – altura da Rua Correia Dutra.
Datas e horários: 17/08/2013 (sábado), de 17:00 às 23:00 horas / 18/08/2013 (domingo) de 10:00 às 17:00 horas
Mais informações pelo site http://www.nikkeirj.com.br / tel.: 21 2556-9010

Foto/arte: divulgação

A Santa Estação Cia de Teatro apresenta o espetáculo “Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”, nos dias 2, 3 e 4 de agosto, no Oi Futuro, no Flamengo. Após apresentações em Campinas, Curitiba e São Paulo, o grupo gaúcho, que completa 10 anos, encena no Rio de Janeiro um espetáculo ambientado em uma ficção com referência na desconstrução “nonsense” de David Lynch, que ora faz lembrar os filmes de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez, ora a estética dos quadrinhos de Frank Miller e Alan Moore. Com cenas de assassinato, roubo, sexo, intriga, humor, pitadas de efeitos especiais e personagens do submundo, Hotel Fuck está ancorado no diálogo entre a linguagem cinematográfica e teatral e tem como objetivo interferir nos espaços cotidianos da cidade sob a forma de um set de filmagem.

A peça transita entre o teatro, o cinema e a rua. O espetáculo apresenta ao espectador cenas decupadas, longe de uma narrativa tradicional, a saga se completa em três horas: Episódio 1 – “Cavando a porta do inferno.”;  Episódio 2 – “Uma temporada no paraíso.” eEpisódio 3 – “Eles atiram em lobos.” O público acompanha de perto as gravações e os truques utilizados para a realização dos efeitos especiais do que seria um filme de ação, sexo e terror, com muito humor e amadorismo, típicos de uma produção de baixo orçamento. Os atores jogam além dos personagens do filme Hotel Fuck, as figuras do entorno, ou seja, a equipe técnica: diretor, produtor, diretor de fotografia, assistente, diretor de arte, figurinista, câmera, técnicos de luz e som etc., misturando realidade e ficção e jogando com as diferentes camadas que surgem dessa contaminação. O texto dramático é de Diones Camargo e a direção de Jezebel De Carli.

Sinopse

“Quando Nick Newman, um infame esquartejador de mulheres, decide parar de matar, ele não imagina os problemas que essa decisão irá lhe trazer. A começar por Linda, sua amante imortal, que fica furiosa com a notícia, pois apesar dos insistentes pedidos ela nunca teve a sorte de ser destroçada pelo amado, da mesma forma que este fazia com as outras mulheres. Outra que não suporta a ideia é Audrey, uma mulher misteriosa que planeja vingar-se do homem que a mutilou, anos antes. Para isso, ela contrata Gordon, um detetive durão, sem saber que na verdade este não passa de um ex-ator que vive aprisionado no seu único e derradeiro papel. Essas figuras ainda cruzarão com Ashley, uma diva pornô excêntrica e radicalmente egocêntrica; com Loureen, uma diretora fetichista e dominadora, que está em busca do próximo roteiro que lhe colocará novamente atrás das câmeras; e com Jessica, uma transexual dividida pela culpa de um passado obscuro. Para completar esse cenário de pesadelo, um quadro de James Dean, um vestido da Marilyn Monroe, um papel de parede de pinturas rupestres, e uma revelação mística trazida por Leatherface. Garotas com cinta liga e armas em punho, massacres, assaltos a bancos, fetiches e perversões, algemas, couros e muffins, perseguições implacáveis, apostas mal-sucedidas, trocas de identidades, travestismo, esquartejamentos, revelações místicas trazidas por Leatherface, garotões que amam suas Magnum 44, corações partidos, sexo e sangue…  muito sangue. Onde? No Hotel Fuck, baby.”

A Santa Estação Cia. de Teatro foi fundada em 2003 sob direção de Jezebel De Carli e integrada por atores/bailarinos formados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul e Teatro Escola de Porto Alegre. Mantém seu trabalho de criação e produção artística, bem como de gestão e programação cultural de um espaço de referencia no âmbito das artes cênicas na cidade de Porto Alegre, o projeto Usina das Artes – Usina do Gasômetro. “Nestes dez anos a Santa Estação na busca de criar uma linguagem própria e inovadora vem produzindo espetáculos, experimentos e performances com reconhecimento de público e crítica.”

Atenção! As senhas serão distribuídas a partir de 1h antes do evento, na bilheteria do local.

“Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”
Local: Oi Futuro (Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo)
Período: 02, 03 e 04 de agosto, às 19h  – Classificação etária: 18 anos
Informações: (21) 3131-3060

%d blogueiros gostam disto: