Tag Archive: Império Serrano


Da sessão “não é de graça, mas é quase”:
| Expectativa da organização da 22ª edição do projeto é reunir aproximadamente 120 mil pessoas |

Foto: reprodução Facebook Trem do Samba

A 22ª edição do “Trem do Samba acontecerá no dia 2 de dezembro, próximo sábado. O evento celebra o Dia Nacional do Samba, comemorado no dia 2 de dezembro, com uma viagem de trem da estação Central do Brasil até o bairro de Oswaldo Cruz, considerado berço do samba carioca. A festa contará com um palco principal montado na Central do Brasil, além de mais três no bairro do subúrbio carioca.  Neste ano o evento idealizado pelo sambista Marquinhos de Oswaldo Cruz homenageia o tambor como instrumento que promove a comunicação entre as gerações, a ancestralidade, além de interagir com diversas culturas.

A festa do samba terá início às 21h do dia 1° de dezembro, com a partida do “Cortejo Alegre dos Senhores da Memória”, conduzido pelos “Senhores da Memória”, seguidos de diversos partideiros, os improvisadores do
samba. O cortejo seguirá em direção à Praça Paulo da Portela, em Oswaldo Cruz, onde será formada uma enorme roda de samba. À meia-noite, em saudação aos “Senhores da Memória”, haverá uma grande queima de fogos, que marcará o encerramento das atividades do dia.

No dia 2 de dezembro – Dia Nacional do Samba – a Central do Brasil e Oswaldo Cruz se transformam para receber o grande evento. Na Central, a programação começará às 13h, com DJs, e os shows começarão às 15h. No Palco Almir Guineto (homenagem ao sambista falecido em maio deste ano), renomados artistas do samba nacional se apresentarão, como Marquinhos de Oswaldo Cruz, Osmar do Breque, Tantinho da Mangueira e Wilson Moreira, além das Velhas Guardas da Portela, Vila Isabel, Salgueiro, Mangueira e Império Serrano, se revezam até às 19h.

A partir das 18h24, trens sairão da Central do Brasil em viagens diretas, a cada 20 minutos, (às 18h24, 18h44, 19h04 e 19h24) com rodas de samba para animar a viagem dos passageiros até Oswaldo Cruz, onde a festa continuará. Para embarcar no Trem do Samba, basta contribuir com 1kg de alimento não perecível, que será trocado por um bilhete, na própria estação da Central do Brasil, durante todo o dia do evento, ou comprar uma passagem diretamente na bilheteria. Os alimentos arrecadados serão destinados a entidades de apoio a pessoas carentes. A organização do do evento entregará as doações ao Banco Rio de Alimentos, do Sesc Regional Rio, que destinará os alimentos para instituições parcerias.

Durante o trajeto, dentro de cada um dos vagões e de cada uma das composições, sambistas vão comandar rodas de samba, fazendo a festa com o público. Cinco Velhas Guardas e 32 rodas de samba garantirão shows e muita festa. Na programação estão:  Coletivo Samba na Rua; Democráticos de Guadalupe; Pedetersa; Kizomba; Clube do Samba; Grupo Moça Prosa; Autonomia/Pedra do Sal; Kebajê; Embaixadores da Folia; Pagode do Nelsinho e Wilma; Baluarte de Turiaçú; Aos novos compositores; Grupo Regente; Tia Ciça.

Em Oswaldo Cruz, todos desembarcarão das composições e 14 rodas de samba seguirão para bares de referência do bairro. O público poderá desfrutar das atrações dos três palcos montados em diferentes pontos: Palco Mestre Pirulito, na Praça Paulo da Portela, Palco Wilson das Neves, na Rua João Vicente, e Palco Mestre Trambique, na Rua Átila da Silveira. A festa não tem hora para acabar.

Segundo a organização do projeto, a expectativa de público é de aproximadamente 120 mil pessoas, a festa emprega anualmente cerca de 1.500 trabalhadores, promove o aquecimento do comércio local e, em média, são arrecadadas 2,5 toneladas de alimentos em cada edição.

Para o retorno do evento também haverá trens especiais. Confira os horários: Da estação Oswaldo Cruz para Santa Cruz, às 0h e 1h45; Da estação Oswaldo Cruz para Japeri, às 23h30 e 1h30; Da estação Oswaldo Cruz para a Central do Brasil, às 22h, 23h, 0h15, 1h e 2h. A SuperVia alerta que é proibido embarcar nos trens com garrafas de vidro, caixas de isopor, gelo e objetos pontiagudos.

Trem do Samba 2017 
Local: Estação de trens Central do Brasil/Oswaldo Cruz
Data: dias 1°/12/2017 (Cortejo Alegre dos Senhores da Memória e roda de samba em Oswaldo Cruz); dia 2/12/2017 (Trem do Samba)
Horário: dia 1°/12, às 21h; dia 2/12, a partir das 13h, conforme programação

| Alimentos arrecadados serão distribuídos pelo Império Serrano nos projetos sociais da agremiação |

Foto: divulgação

Da séria “não é de graça, mas é quase”:

A “capital do subúrbio” vai se transformar na capital do artesanato. Para quem quer empreender e gerar renda, dar os primeiros passos ou se aprimorar em técnicas de artesanato, a oportunidade é a Madureira Artes Manuais, feira de capacitação que acontece entre 25 de agosto e 1º de setembro, das 10h às 18h, na quadra da escola de samba Império Serrano. O evento é organizado pela Caçula para marcar a chegada da rede de lojas em Madureira, onde inaugura sua 17ª unidade no sábado, dia 26, às 9h.

Madureira Artes Manuais vai oferecer dez mil vagas gratuitas em aulas de técnicas como biscuit, decupagem, pintura em tecido, scrapbook, patchwork, bijuteria, tricô, crochê, bordado e customização, entre outras. O sistema das aulas é o “faça e leve”, ou seja, o aluno leva para casa a peça feita por ele nas oficinas. O material utilizado também é gratuito, graças à parceria da Caçula com indústrias brasileiras do segmento de artesanato.

A organização do evento pede apenas que o interessado leve um quilo de alimento não perecível (menos sal e açúcar) para cada aula que desejar fazer. Os alimentos arrecadados serão distribuídos pelo Império Serrano nos projetos sociais da agremiação que atendem moradores da região.

As oficinas terão duração de uma hora cada e serão organizadas ao longo de cinco horários: de 10h às 11h; 11h30min às 12h30min; 14h às 15h; 15h30min às 16h30min e 17h às 18h. As inscrições serão feitas apenas na hora e a participação nas aulas é por ordem de chegada.

“O Madureira Artes Manuais é ideal para quem busca novas oportunidades em meio à crise econômica do País e do estado, porque o artesanato é um dos caminhos mais promissores e rápidos para gerar uma nova renda”, enfatiza Roberto Santos, Gerente de Projetos Especiais da Caçula e Coordenador Geral do evento. “A feira é um projeto de alcance social que realizamos nas regiões onde a Caçula tem filiais, com o objetivo de capacitar artesãos para que atuem nos mercados de turismo e eventos, entre outros”, completa o executivo.

“Desfile da Paz” terá Portela e Império Serrano no sábado, dia 26 – As campeãs do carnaval carioca, Portela (grupo especial) e Império Serrano (grupo de acesso) vão comandar um desfile cujo enredo é um pedido de paz para a cidade do Rio de Janeiro. O “Desfile da Paz” acontecerá no sábado, dia 26, às 9h, e faz parte da festa de abertura da nova loja da Caçula. Ritmistas, passistas, artesãos e crianças do Madureira Esporte Clube sairão da quadra do Império Serrano até a loja, na Estrada do Portela nº 51. Duas mil bolas de gás brancas serão distribuídas. Os organizadores estimam que cerca de 300 pessoas participem do desfile.

Sobre a Caçula – A filial da Caçula em Madureira é a 17ª da rede de lojas nascida há quase quatro décadas na Saara, meca do comércio popular do Rio de Janeiro. Com três mil metros quadrados, a loja terá três amplas salas para cursos regulares de artesanato. Nas prateleiras, produtos de todas as áreas de atuação da empresa, entre elas papelaria, informática, aviamentos, tecidos, carnaval, armarinho, ferragens, bazar, festas, casa e decoração.                                                                   Líder na distribuição de insumos para artesanato no estado do Rio, a Caçula é a empresa privada com a maior grade de cursos regulares oferecidos aos clientes. São mais de 60 técnicas ensinadas a cerca de mil alunos por mês. A empresa também organiza, há dez anos, a Rio Artes Manuais, que é considerada a maior feira de capacitação em artesanato do país. Em março de 2017, a 11ª edição teve recorde de público, com mais de 22,5 mil visitantes no Centro de Convenções SulAmérica, no Centro da cidade do Rio.

Madureira Artes Manuais
Período: de 25/08 a 1º/09 (exceto sábado e domingo, 26 e 27)
Local: Quadra do GRES Império Serrano – Av. Ministro Edgard Romero, n° 180 – Madureira – Rio de Janeiro/RJ
Horário: 10h às 18h
*Valor da inscrição: grátis (com doação de 1 kg de alimento não perecível)
Material: grátis
Classificação etária: 10 anos

| Uma das obras inauguradas foi o Túnel ‪‎Rio 450‬, que liga o Centro à Região Portuária da cidade |

O Túnel ‪‎Rio 450‬, que liga o Centro à Região Portuária do Rio de Janeiro, foi inaugurado hoje. A cerimônia contou com a presença do prefeito do Rio, Eduardo Paes, do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e da presidente Dilma Rousseff. O túnel tem capacidade de fluxo para 55 mil carros/dia e faz parte do projeto de revitalização daquela área. A inauguração fez parte da comemoração do aniversário de 450 anos da cidade.

O prefeito também participou do tradicional Parabéns à cidade, na Rua da Carioca, onde um bolo com 450 metros foi distribuído à população que compareceu à festa. Já em Oswaldo Cruz, na Zona Norte, ao som das baterias da Portela e do Império Serrano, foi inaugurada a terceira sede administrativa da cidade, o Palácio Rio 450. A ideia é que o prefeito também despache de lá.  ‪

Em uma cerimônia no Palácio da Cidade, em Botafogo, 14 personalidades cariocas foram condecoradas com a Medalha 1º de Março. Entre os homenageados estiveram a atriz Fernanda Montenegro, a sambista Dona Ivone Lara, o arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, o jogador Zico, o poeta Ferreira Goulart, vendedores do tradicional mate na praia, Luiz Soares da Silva e Isaías dos Santos, os funcionários mais antigos da prefeitura, Moysés Domingos da Costa, Idalício Manuel e Gyleno dos Santos, além de Pezão e da presidente Dilma Rousseff. Na ocasião, foram anunciadas ainda as 63 personalidades que marcaram a história da cidade em várias épocas, de Estácio de Sá e Machado de Assis a Tia Ciata, e que terão seus nomes inscritos no livro de “Heróis e Heroínas da Cidade do Rio”. Também foram apresentados selos comemorativos dos Correios e medalhas de ouro, prata e bronze, feitas em parceria com a Casa da Moeda, para lembrar o aniversário do Rio.

O evento teve apresentação musical de clássicos do repertório carioca, como “Cidade Maravilhosa”, pelo Hino Nacional executado pela Orquestra Sinfônica do Rio e pela apresentação da escola de samba Estácio de Sá, que encerrou a Ao fim da cerimônia foi cortado um bolo ao som de Parabéns pra Você cantado e tocado pela bateria da Escola de Samba Estácio de Sá.

De acordo com o jornal Extra, Cerca de 20 pessoas realizaram um protesto no início da noite, nas imediações do evento. Os manifestantes fizeram um panelaço e gritavam “fora Dilma!”.

Veja também:
DJs, projeções, performances e espetáculo de luzes movimentam a Praia do Flamengo neste domingo – http://wp.me/pGfCs-13K
Quinta da Boa Vista é palco para shows em comemoração ao aniversário do Rio – http://wp.me/pGfCs-13Z

Saiba mais sobre o Túnel Rio 450 anos!

%d blogueiros gostam disto: