Tag Archive: Iphan


| “Mestre e Roda de Capoeira – Patrimônios Culturais”, na entrada do Jardim Zoológico do Rio, também terá *Baianas de Acarajé |

Foto: divulgação

Neste sábado, dia 30 de março, a Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira ganharão um evento em sua homenagem. A ação, fruto de parceria entre o Zoológico do Rio (Rio Zoo) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), tem como objetivo, além de dar continuidade às políticas de salvaguarda em prol do Ofício dos Mestres e da Roda de Capoeira, valorizar esses exemplares do nosso patrimônio cultural, homenagear os Mestres por conta de sua contribuição para a história e o desenvolvimento da Capoeira e dar posse dos membros do Conselho de Mestres de Capoeira do Estado do Rio de Janeiro. O Conselho é constituído por 30 Mestres titulares, sendo 15 da região metropolitana e 15 do interior, assim distribuídos: 3 da região Médio-Paraíba, 3 da Região dos Lagos, 3 da Região Serrana, 3 da Costa Verde e 3 da Região Norte-Noroeste, além de 30 Mestres suplentes.

Surgida no século XVII entre africanos escravizados como instrumento de socialização e defesa, a capoeira é um dos maiores símbolos da identidade brasileira, está presente em todo o país e é praticada nos quatro continentes. A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira foram reconhecidos pelo Iphan como patrimônio cultural imaterial do Brasil em 2008 e estão inscritos no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes, respectivamente.

O “Mestre e Roda de Capoeira – Patrimônios Culturais, que contará com rodas de Capoeira e a presença de *Baianas de Acarajé, cujo ofício também é registrado como patrimônio imaterial do Brasil desde 2005, acontecerá das 10h às 15h, na entrada do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro, em São Cristóvão.

Mestre e Roda de Capoeira – Patrimônios Culturais
Local: RioZoo – Parque da Quinta da Boa Vista, s/nº – São Cristóvão – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 30/03
Horário: das 10h às 15h
*Obs.: comidas e bebidas não serão oferecidas gratuitamente

| “Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais” comemora Dia Municipal das Baianas de Acarajé |

Foto: divulgação

Neste sábado, dia 09 de fevereiro, na entrada do RioZoo, acontece o “Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais“, evento em comemoração ao Dia Municipal das Baianas de Acarajé, cujo ofício é reconhecido pelo IPHAN como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil desde 2005.

Cinco barracas de baianas venderão acarajés e doces típicos durante o evento, que também contará com shows dos grupos “Samba da Cabaça”, “Filhas de Samba” e “Afoxé Filhos de Gandhi”, além da presença de food trucks. A festa, no Parque da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, acontecerá das 11 às 16h.

 

Acarajé e Samba: Patrimônios Culturais
Local: RioZoo (Parque da Quinta da Boa Vista, s/n°) – São Cristóvão – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 9/02 (sábado)
Horário: das 11h às 16h

| Pianista participa do projeto “Música no Sítio”, realizado com apoio da Associação dos Amigos de Burle Marx |
Foto do pianista Cristiano Vogas

Foto: reprodução Facebook Cristiano Vogas

O Sítio Roberto Burle Marx, na Barra de Guaratiba, apresenta neste sábado, dia 16 de junho, às 10h30, recital com o pianista Cristiano Vogas. O evento faz parte do projeto Música no Sítio, realizado com apoio da Associação dos Amigos de Burle Marx. Para assistir ao espetáculo, basta se inscrever pelo e-mail serbm@iphan.gov.br. As vagas são limitadas.

Patrimônio cultural escondido no coração da Barra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, pertinho do Recreio e da Barra da Tijuca, o SRBM tem programação voltada para a música clássica durante todo o ano. Seu antigo morador, que doou o sítio ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan – em 1985, era um apreciador da música clássica. Barítono, Roberto Burle Marx costumava acompanhar seu irmão Walter, maestro, ao piano.

Música no Sítio – Recital de Cristiano Vogas
Local: Sítio Roberto Burle Marx – Estrada Roberto Burle Marx, nº 2019 – Barra de Guaratiba – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: (21) 2410-3009
Data: dia 16/06 (sábado)
Horário: 10h30
Inscrições: pelo e-mail serbm@iphan.gov.b

————————————————————-

Anúncios – *Ofertas válidas por tempo limitado:

| Pesquisa, que mapeou 15 municípios fluminenses, foi conduzida por estudantes de graduação da instituição de ensino |
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Após cinco anos de pesquisa, a  UERJ vai entregar ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) o Inventário Nacional de Referências Culturais das Folias de Reis do Estado do Rio de Janeiro, na próxima sexta-feira, dia 10 de junho, solicitando o registro desta manifestação como Patrimônio Imaterial Brasileiro. O mapeamento realizado em 15 municípios fluminenses é fruto do termo de cooperação técnica firmado entre a universidade e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

A tradição das Folias de Reis chegou ao Brasil  na época da colonização portuguesa. Embora de origem católica, é grande o sincretismo com outros sistemas religiosos, em especial aqueles de matriz africana. Com isso, no período de 25 de dezembro a 20 de janeiro, os devotos se uniformizam e assumem personagens com funções e significados distintos, como mestre, contra-mestre, músicos, palhaços e soldados, encenando a  história da peregrinação dos três Reis Magos ao local de nascimento de Jesus, com músicas e cantos.

”O resultado desse trabalho vem identificar o valor cultural do festejo, assim como apontar possibilidades de promoção e manutenção de tão importante expressão”, afirma a professora Cáscia Frade, supervisora da pesquisa, que foi conduzida por estudantes de graduação. Para o diretor do Departamento Cultural da UERJ, Ricardo Lima, é de fundamental importância o estudo dessa tradição que vem passando de pai para filho, reforçando laços de solidariedade e reafirmando as relações de pertencimento, que poderá ser desdobrado em um plano de salvaguarda das Folias de Reis do estado”, declara.

A cerimônia de entrega do documento com o pedido de registro está marcada para às 15 horas, no auditório do  IPHAN/RJ, na Avenida Rio Branco, 46, Centro, com a presença de diversos mestres e integrantes das Folias de Reis.

%d blogueiros gostam disto: