| Programação apresentará sete bandas e será opção aos blocos |
Foto da Monte Alegre Hot Jazz Band

Monte Alegre Hot Jazz Band / Foto: Reprodução

Uma boa opção aos tradicionais eventos carnavalescos do Rio acontece entre os dias 14 e 17 deste mês na Rua do Lavradio, no Centro do Rio. Uma boa opção para quem não curte samba, marchinhas etc e tal ou deseja ouvir um som diferente.

Enquanto a Cidade Maravilhosa estiver mergulhada no samba e nas marchinhas de Carnaval, a boêmia Rua do Lavradio, no Centro do Rio Antigo, estará em clima ‘off folia”. Pelo terceiro ano consecutivo, a rua será palco do ‘Lavradio Jazz Fest’, nos dias 14, 15, 16 e 17 de fevereiro, a partir das 14h.

A programação gratuita inclui dois shows por dia. Sete grupos vão se revezar em um palco montado em frente ao Restaurante Santo Scenarium (Rua do Lavradio, número 36), apresentando o melhor do jazz dixieland, criado entre os anos de 1910 e 1920, em New Orleans. O estilo é uma das marcas do Mardi Gras, carnaval da cidade americana e uma das festas populares mais famosas do mundo.

Programação:

Sábado, 14

14h – Quinteto Radio Swing : O cantor, guitarrista e arranjador norte-americano Mark Lambert lidera seu quinteto formado pelos maiores instrumentistas brasileiros. O grupo toca Jump Swing, fusão entre Jazz e Rhythm & Blues popularizado nos anos após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima. O gênero mistura a espontaneidade do Jazz improvisado com os ritmos dançantes de R&B. O grupo apresenta sucessos como “Let the Good Times Roll” (Ray Charles), “Caldonia” (Louis Jordan) e “Jump, Jive an’ Wail” (Louis Prima).

16h – Roda Romani Trio: O grupo tem uma formação e um repertório incomum no cenário carioca. Eles tocam a vertente do jazz criada na França pelo guitarrista cigano Django Reinhardt e seu parceiro, o violinista francês Stephano Grapelli. O jazz manouche, ou o jazz cigano, como é conhecido, é ritmicamente rico e animado e bebeu na fonte do jazz de New Orleans. As interpretações são intensas e o repertório é cuidadosamente lapidado. Temas como Minor Swing, Basin Street Blues, Djangology, Sweet Georgia Brown e Nuages não podem faltar no repertório.

Domingo, 15

14h – São Jorge Brass Band: No domingo de Carnaval, o São Jorge Brass Band, capitaneado pelo trompetista inglês Tom Ashe, leva a tradição do Carnaval de rua de New Orleans para o Rio de Janeiro. Primeiro e único bloco de jazz, o grupo executa o melhor do ritmo, incluindo também o Ragtime e o Charleston.

16h – All That Jazz Band com o show ‘Mambo que vamos – Carnaval latino’: A All That Jazz Band é a mais antiga do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. Neste show o grupo apresenta grandes sucessos como La Cucaracha, Syboney, Tequila, Cielito Lindo, Frenesi, Perdido, entre outros.

Segunda-feira, 16

14h –Alma Thomas: A cantora norte americana está em cartaz com um belo tributo à Ella Fitzgerald. Como a diva já gravou três álbuns com Louis, Alma não teve como ignorá-lo e acabou se envolvendo também com a musicalidade de Satchmo. O trompetista, cantor e band leader mudou o curso da história do jazz e é considerado por muitos críticos um dos mais importantes jazzmen da história. No repertório Cheek to Cheek, Autumn in New York, A Fine Romance, Don’t Be That Way, Let’s Call the Whole Thing Off.

16h – Monte Alegre Hot Jazz Band: O grupo de “Traditional Jazz” nasceu no Rio de Janeiro em 2009. Seus integrantes de diversos países (Brasil, Chile, Estados Unidos e Inglaterra) participam ativamente da cena musical contemporânea carioca. O repertório é formado por arranjos de temas famosos compostos durante as primeiras décadas do século 20, como “Royal Garden Blues”, “That’s a plenty” e “Bourbon street parade”, somados a eternos clássicos como “When the Saints go marching in” e “Hello Dolly”. Sua formação acústica típica de uma banda de rua de New Orleans traz ao grupo uma sonoridade característica do gênero.

Terça-feira, 17

14h – Orleans Original Jazz Band: O sexteto surgiu em 2010, idealizado pelo produtor musical Thiago Espósito, para trazer o jazz de New Orleans ao público do Rio de Janeiro, que aos poucos via a cena do jazz crescer na cidade mas não tinha acesso ao subgênero mais divertido do jazz, o Dixieland. No repertório, clássicos do jazz de New Orleans como When The Saints Go Marching In, You Are My Sunshine, Hello Dolly e Sweet Georgia Brown.

16h – All That Jazz Band com o show ‘Carnaval ao redor do mundo’: A All That Jazz Band é a mais antiga do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. Nesta apresentação, a banda apresenta grandes sucessos como Can Can, Funiculi, Funicula, Polca do Barrilde Chopp, Uma casa Portuguesa, Hava Naguila, Never on Sunday.

Lavradio Jazz Fest
Dias: 14, 15, 16 e 17 de fevereiro de 2015
Local: Palco montado na Rua do Lavradio, em frente ao Restaurante Santo Scenarium (nº36). Tel. para informações: (21)3147-9007
Horário: 14h às 18:30h

O dixieland é um estilo de jazz criado na década de 1910, em Nova Orleans, que mistura a música africana e europeia.