Tag Archive: jazz


| Festa Literária de Paquetá promete ser mais um grande evento do calendário turístico da cidade |
foto da Ilha de Paquetá

Foto: divulgação

Nos últimos anos, diversas iniciativas vêm criando novas opções de lazer, entretenimento e cultura em Paquetá, além de festas tradicionais. São exibições de cinema, arte e cultura de rua, exposições, recitais, saraus e apresentações de música ao vivo, rodas de samba e de chorinho, MPB, jazz. Há bons restaurantes e casas que se dedicam à gastronomia. Faltava no calendário do bairro um evento dedicado à literatura. A Festa Literária de Paquetá / FLIPA 2017, que acontece entre os dias 18 e 20 de novembro, vem para preencher esta lacuna e colocar mais um evento no calendário da ilha.

A FLIPA terá atividades em diversos locais, clubes, restaurantes, bistrôs e casas. Serão cerca de 50 mesas de palestras, rodas de conversa e debates sobre a atualidade da literatura e do mercado editorial brasileiro. Um diferencial será o “Espaço dos Autores”, com inscrições abertas aos autores interessados, facilitando o acesso dos artistas independentes e iniciantes, no Paquetá Iate Clube (PIC), destinado ao lançamento coletivo de obras, exposição e venda de livros, sessões de autógrafos, além de oficinas, espetáculos teatrais e a apresentação do Selo Subúrbio Editorial (voltado para escritores de subúrbios e periferias e estudos sobre o assunto) e bate-papo com os autores.

A idealização da Festa é da Academia de Ciências Artes e Letras da Ilha de Paquetá (AACLIP) e do Instituto Cultural Casa Flor Paquetá, com curadoria de Cintia Barreto e Marcelo Ficher.

A homenageada desta edição será a poeta Elisa Lucinda, que estará na abertura do evento, no sábado, dia 18 de novembro, às 10h, no PIC. A escritora Bia Bedran receberá homenagem do Projeto Conversa Literária, um dos principais parceiros da primeira edição da Festa Literária.

O presidente da Academia Brasileira de Letras – ABL, Domício Proença Filho, encerra a programação na segunda-feira, dia 20, às 17h, no Quintal da Regina, onde descerra uma placa na Biblioteca Popular que funciona no local e leva o seu nome.

Em tempos de crise, os recursos para organizar a Festa vieram da contribuição dos parceiros locais envolvidos e da “Pulseirinha Mágica da FLIPA”, com custo de R$ 10 (válida para os 3 dias de evento), disponível através de venda online pelo Whatsapp (21) 96939-9387 e no comércio da ilha. Além de contribuir para a festa, os participantes da FLIPA com a pulseirinha terão direito a descontos nos locais de atividades e participam de sorteios de livros.

Colaboradores doaram livros para o evento, como a Secretaria de Estado de Cultura, que doou 200, e o Atelier Literário Katia Pinno, parceiro desde o início, que doou mais 100. As pulseirinhas também estarão disponíveis no stand receptivo da Flipa, na Praça Pedro Bruno, local de desembarque na ilha. Os autores participantes das atividades terão sua pulseirinha em cor diferente (verde), para facilitar a interação espontânea com o público.

A Festa Literária de Paquetá terá boa parte da programação dedicada à literatura infantil e infanto-juvenil, de olho no legado educativo para a promoção da leitura e da busca do conhecimento através da literatura. Haverá mesas específicas para pais e mães que querem entender de que maneira podem aproximar seus filhos dos livros, numa época em que o audiovisual domina a atenção das novas gerações, inclusive sobre a importância de se ler para os bebês. A Associação de Escritores e Ilustradores de Livros Infantis e Infanto-Juvenis (AEILIJ) apoia a FLIPA e trará autores para tratar do tema.

Já na abertura, a professora Bruna Letícia coordenará a participação de um grupo de alunos que organiza um Chá Literário na Escola Municipal Pedro Bruno. A Biblioteca Escolar Joaquim Manuel de Macedo também participa com uma Roda de Leitura sobre a obra do escritor Vivaldo Coaracy.

A Ilha de Paquetá é um lugar tranquilo, bucólico, com muitas praças e banquinhos ao longo da orla, com generosas sombras de suas árvores centenárias. A comissão organizadora vem estimulando manifestações artísticas espontâneas, com teatro de bonecos, contação de histórias e escritores expondo suas obras ao ar livre.

Clique em

Clique em “leia mais” ou em “View full article” e confira a programação completa da FLIPA. Mais informações estão disponíveis na página do evento no Facebook.

Festa Literária de Paquetá 2017 – FLIPA
Local: Ilha de Paquetá – Rio de Janeiro/RJ
Período: de 18 a 20/11/2017

Continue lendo

Anúncios
| Acompanhado por Cris Delanno e pelos músicos Adriano Giffoni, João Cortez e Adriano Souza, artista comemora 80 anos de idade |
foto de Roberto Menescal

Foto: reprodução site Espaço Cultural BNDES

O compositor, músico, arranjador, diretor e produtor musical Roberto Menescal comemora seus 80 anos de idade com uma apresentação no projeto Quintas no BNDES, nesta quinta-feira, 28 de setembro, às 19h. O repertório, com 16 canções, inclui sucessos de Menescal, clássicos da bossa nova, como “O barquinho”, “Você” e “Rio” (com Ronaldo Bôscoli), além de músicas que o influenciaram, como o jazz e o samba.

O artista, com sua guitarra, subirá ao palco acompanhado pela cantora Cris Delanno e pelos músicos Adriano Giffoni (contrabaixo), João Cortez (bateria) e Adriano Souza (teclados). A classificação é livre.

Parte dos assentos do teatro pode ser reservada pela internet, no site do Espaço Cultural BNDES. O sistema permite agendar ingressos na página do show da semana, a partir de segunda-feira, às 10h, até o dia do espetáculo, às 14h, ou quando se esgotarem as vagas disponíveis. Cada pessoa pode realizar apenas uma inscrição, que dá direito à retirada de uma entrada no dia do espetáculo. Não são permitidas reservas para grupos. Os ingressos são retirados às 18h, com tolerância até 18h30, mediante apresentação do documento de identidade.
Caso não tenha conseguido garantir sua entrada pela internet, você pode encontrar bilhetes na recepção do Espaço Cultural BNDES, no dia do espetáculo, a partir das 18h. Cada pessoa receberá apenas um ingresso com lugar marcado, estando o número de ingressos disponíveis sujeito à lotação máxima do teatro.

Quintas no BNDES – Show de Roberto Menescal
Local: Espaço Cultural BNDES – Av. Chile, n° 100 – Centro – Rio de Janeiro/RJ (próximo ao metrô Carioca)
Data: dia 28/09 (quinta-feira)
Horário: 19h
Classificação: livre

| *Segunda edição do evento traz boa música, cervejas artesanais e churrasco argentino |

Este slideshow necessita de JavaScript.

Da série “não é de graça, mas é quase”: 

A segunda edição do Barra Blues Festival chega ao estacionamento do Hilton Barra, na Barra da Tijuca, do dia 1° a 3 de setembro. No repertório, repetindo o sucesso da primeira edição, muita música boa com variados shows de blues, jazz e rock.

O Barra Blues Festival terá shows ao longo do dia inteiro. Na sexta, dia 1° de setembro, o duo Bluesão de Dois faz uma viagem sonora no melhor estilo folk e blues. Na sequência, a banda Blues Etc traz um setlist com muito rock clássico, folk e blue grass.

No sábado, dia 2 de setembro, a banda PMDC prestará uma homenagem aos principais nomes da história da guitarra como Jimi Hendrix, Eric Clapton, Celso Blues Boy e B. B. King. Depois, a Banda Cyara Blues sobe ao palco para tocar covers de Etta James, Ella Fitzgerald, Eric Clapton e Tina Turner. Fechando a noite, Cris Crochemore encerra apresentando um show repleto de riffs intensos e solos de guitarra com melodias marcantes.

No domingo, dia 3, devido ao grande sucesso na primeira edição, quem volta aos palcos do festival é a banda Los Tchellos, seguida da banda petropolitana O Velho Blues, que traz o blues de raiz com as suas “Cigar Boxes”, instrumentos de cordas feitos a partir de caixas de charutos.

Fechando o festival, a cantora Taryn, que interpreta a Rainha Elsa na versão brasileira do filme “Frozen”, subirá ao palco com arranjos especiais e inusitados. A apresentação é dirigida pelo renomado baterista Claudio Infante, que já se apresentou com o ícone do jazz BB King. No show, o público será transportado numa viagem pelo tempo, revivendo clássicos de Billie Holiday, Etta James e Muddy Waters até Led Zeppelin, Beatles, Janis Joplin e Jimi Hendrix.

O evento conta ainda com festival de churrasco, beer trucks artesanais, variadas opções de food trucks e espaço kids para os filhos se divertirem enquanto os pais curtem o festival*.

Segundo Fernando Fernandes, diretor executivo da Corporate Events, empresa organizadora do evento,o convite para sediar o festival partiu do hotel após o grande sucesso da primeira edição do Barra Blues Festival, em maio deste ano, no Shopping Metropolitano. “O Barra Blues Festival mostrou que veio para ficar. Desde a primeira edição, já tinha gente me perguntando quando seria a próxima”, conta.

Programação musical:

dia 1° de setembro – sexta-feira
19h – duo Bluesão de Dois
21h – Blues Etc

dia 2 de setembro – sábado
15h – Banda PMDC
19h – Banda Cyara Blues
21h – Cris Crochemore

dia 3 de setembro – domingo
15h – Los Tchellos
19h – O Velho Blues
20h – Tárin

II Barra Blues Festival
Datas: dias 1°, 2 e 3 de setembro
Horário de funcionamento: 15h às 23h
Local: Hilton Barra – Av. Embaixador Abelardo Bueno, n° 1430 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
*Entrada: gratuita, mediante a doação de 1kg de alimento não perecível: arroz, feijão, fubá, macarrão, molho, óleo, leite em pó, entre outros. Na falta da doação, a opção é doar R$ 5 na entrada em forma de vale-alimento. Alimentos, bebidas e atrações do espaço kids não serão oferecidos gratuitamente.

| Evento faz parte da programação especial de 20 anos do empreendimento |
foto da Banda Melim

Foto: divulgação

Para celebrar seu aniversário de 20 anos, nesta quarta-feira, dia 30 de agosto, o Shopping Bay Market promove show especial da Banda Melim, a partir das 19h. O público terá a oportunidade de ver de perto um dos grupos que participaram do reality musical “SuperStar”, da TV Globo. O evento erá realizado na Praça de Alimentação.

A Banda Melim é formada pelos irmãos niteroienses Diogo, Rodrigo e Gabi. O som mistura influências pessoais de cada integrante, com mistura de Pop, Surf Music, R&B, Reggae, Jazz e MPB.  Após anos de estrada em carreiras solo, decidiram apostar no trabalho em conjunto, em 2015, conquistando espaço na cena musical e um grande número de fãs em todo o país.

Como músicos, tocaram com Filhos de Jorge para mais de cinco mil pessoas no carnaval de Salvador, além de terem dividido palco com artistas como Sandra de Sá, Ivo Meirelles, Mumuzinho, entre outros. Já como compositores, tiveram melodias gravadas por Ivete Sangalo, Jorge & Mateus, Luan Santana, Sorriso Maroto e Psirico.

Show da Banda Melim no Shopping Bay Market
Data:
dia 30/08
Horário: 
19h
Local: Praça de alimentação, 3º piso do Shopping Bay Market – Av. Visconde do Rio Branco, n° 360 – Centro – Niterói/RJ – Tel.: (21) 2620-2330

 

foto do grupo Jazz Brasileiro

Foto: Facebook Jazz Brasileiro

O grupo Jazz Brasileiro fará um show no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa, um dos bairros mais tradicionais do Rio de Janeiro, no dia 20 de agosto, às 17 horas. Formado por professores que fazem releituras de músicas nacionais e internacionais, o grupo brasileiro mostra ritmos regionais dentro da temática do jazz. A proposta do grupo é socializar e apresentar através da arte as possibilidades de arranjos. O Jazz Brasileiro foi idealizado por Jorge Casagrande em 2011. Os integrantes se apresentam para motivar futuros alunos. Sem fins lucrativos, o grupo se apresenta em eventos, escolas e, em breve, levará para as ruas ritmos como o samba jazz; baião, maracatu frevo.

De acordo com a organização do evento, a apresentação tem duração prevista de uma hora. A organização também promove a“Campanha Santa Teresa sem carro: Seja amigo do Bairro! Não suba Santa de carro! Utilize os transportes públicos”. A rua não possui estacionamento.

Show do grupo Jazz Brasileiro no Parque Das Ruínas
Data: dia 20/08/2017 (domingo)
Horário: 17h
Local: Terraço do Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas – Rua Murtinho Nobre, n° 169 – Santa Teresa – Rio de Janeiro – RJ – Tels.: 2215-0621 / 2224-3922

 

 

| A apresentação faz parte dos “Concertos da Juventude” , da Orquestra Sinfônica Brasileira, com ingresso a R$ 1 |

Foto: Alexandre Chaves

Foto: Alexandre Chaves

Da sessão “Não é de graça, mas é quase”:
No próximo sábado, dia 11 de junho, às 16h, Paulo Santoro, violoncelista do consagrado Duo Santoro, vai pedir licença ao meio erudito para, desta vez, empunhar seu violoncelo no jazz, no Teatro da Câmara da Cidade das Artes.  Ao lado da pianista Tamara Ujakova, do contrabaixista Alexandre Brasil e do baterista André Frias, o violoncelista vai tocar a famosa “Suite para Cello e Jazz Piano Trio”, do compositor francês Claude Bolling, criador da fusão jazz-erudito e considerado o responsável pela renovação do jazz tradicional na década de 1960. A apresentação faz parte dos “Concertos da Juventude” , da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), com ingresso a 1 real. Principal intérprete da obra no país, há seis anos que Paulo não a executava.
Um mês depois, o músico será ainda solista da Orquestra Sinfônica da UFRJ em julho, dia 11, no Theatro Municipal, onde será apresentado  “Concerto para violoncelo e orquestra nº2”, de Villa-Lobos – a última vez que a obra foi tocada no Theatro Municipal foi em 1981, com Antonio Meneses. Este concerto faz parte das comemorações dos 71 anos da Academia Brasileira de Música, que tem exatamente Villa-Lobos como fundador e primeiro presidente.
Lembrando que o duo formado com seu irmão Ricardo Santoro – Duo Santoro – comemora 30 anos integrando a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) e que já tem confirmado, para setembro, um concerto especial da OSB, na Sala Cecília Meireles, no qual os irmãos vão interpretar “Duplum”, obra para orquestra de João Guilherme Ripper, escrita especialmente para a data, com regência do americano Lee Mills.
Até lá, a dupla lança seu segundo disco de carreira, “Paisagens Cariocas”, novamente com produção de Sergio Roberto de Oliveira (A Casa Discos), reunindo composições para duo de violoncelo.
Paulo Santoro interpreta Claude Bolling, ao lado da pianista Tamara Ujakova, do contrabaixista Alexandre Brasil e do baterista André Frias
Horário: 16h
Local: Teatro da Câmara da Cidade Das Artes – Endereço:  Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Data: 11/06/2016, sábado
Informações: (21) 3328-5300
Ingressos: R$1,00
Bilheteria: terça a domingo, de 13h às 19h. Em dias de espetáculo, de 13h até 30 min após o início da apresentação
| Programação do “Lavradio Jazz Fest” inclui oito bandas e será opção aos blocos na cidade |
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Enquanto o Rio de Janeiro ferve com os blocos de rua, samba e marchinhas de Carnaval, a boêmia Rua do Lavradio, no Centro Antigo, estará em clima de jazz. Pelo quarto ano consecutivo, o local será palco do “Lavradio Jazz Fest“, nos dias 06, 07, 08 e 09 de fevereiro, a partir das 13h. O evento é produzido pelo Grupo Scenarium em parceria com a cervejaria Heineken.

A programação inclui dois shows por dia. Oito grupos vão se revezar em um palco montado em frente ao Restaurante Santo Scenarium (Rua do Lavradio, número 36), apresentando o melhor do jazz dixieland, criado entre os anos de 1910 e 1920, em New Orleans. O estilo é uma das marcas do Mardi Gras, carnaval da cidade americana e uma das festas populares mais famosas do mundo.

“Quando idealizamos o festival, em 2012, nossa ideia era trazer o espírito do carnaval de New Orleans para o Rio de Janeiro. Lá é, sem dúvida, a cidade que mais se assemelha ao Rio de Janeiro nesse quesito, e não à toa, muita gente traça um paralelo entre o nascimento do samba aqui, com o nascimento do jazz naquela cidade. Fazer jazz de New Orleans no carnaval do Rio é muito mais óbvio do que pode parecer”, explica Thiago Espósito, produtor musical do festival.

Programação:

Sábado, dia 06/02
13h – Quinteto Rádio Swing: O cantor, guitarrista e arranjador norte-americano Mark Lambert lidera seu quinteto formado por grandes instrumentistas brasileiros. O grupo toca Jump Swing, fusão entre Jazz e Rhythm & Blues popularizado nos anos após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima. O gênero junta a espontaneidade do Jazz improvisado com os rítmos dançantes de R&B. Com sucessos como, “Let the Good Times Roll” (Ray Charles), “Caldonia” (Louis Jordan) e “Jump, Jive an’ Wail” (Louis Prima). Alem disso, Mark Lambert & Quinteto Radio Swing toca as melhores músicas dançantes do R&B e Soul Americano.

16h – Dolls and Dames New Orleans Band: As duas mais consagradas cantoras de jazz da noite carioca, Indiana Nomma e Alma Thomas se unem para montar um quinteto que presta homenagem às cantoras nascidas em Nova Orleans que fizeram parte do cenário musical durante os anos 30, 40, e 50. Indiana Nomma é Hondurenha e viveu no México, Portugal, Nicarágua, Alemanha e Brasília. Há 5 anos no Rio de Janeiro, conheceu a grande cantora de jazz nova-iorquina Alma Thomas, radicada no Brasil há 11 anos. O gosto pelos mesmos estilos musicais e a afinidade natural que houve entre seus timbres vocais, fez com que a parceria na cidade maravilhosa tenha se tornado uma referência de qualidade para os jazzófilos cariocas. Dentre as homenageadas, estão The Boswell Sisters, Mahalia Jackson, Irma Thomas e Sweet Emma Barret.

Domingo, dia 7/02
13h – Manouche Carioca: O jazz cigano, com sua sonoridade alegre e pulsante, invade o Carnaval trazendo a atmosfera retrô dos anos 30. O grupo nasceu da paixão de seus integrantes pelo Gypsy Jazz, estilo de música surgido nos anos 30, capitaneado pelo guitarrista Django Reinhardt. O Manouche é formado por: Thiago Di Sabbato (violão la pompe) Yuval Ben Lior (violão manouche) Tibor Fittel (acordeon) Marcos Luz (baixo) João di sabbato (bateria).

16h – All That Jazz Band: A All That Jazz Band é a mais antiga banda do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. Neste show o grupo apresenta grandes sucessos como La Cucaracha, Syboney, Tequila, Cielito Lindo, Frenesi, Perdido, entre outros.

Segunda-feira, dia 8/02
13h – São Jorge Brass Band: Na segunda de Carnaval, o São Jorge Brass Band, capitaneado pelo trompetista inglês Tom Ashe, leva a tradição do Carnaval de rua de New Orleans para o Rio de Janeiro. Primeiro e único bloco de jazz, o grupo executa o melhor do ritmo, incluindo também o Ragtime e o Charleston.

16h – Monte Alegre Hot Jazz Band: O grupo de “Traditional Jazz” nasceu no Rio de Janeiro em 2009. Seus integrantes de diversos países (Brasil, Chile, Estados Unidos e Inglaterra) participam ativamente da cena musical contemporânea carioca. O repertório é formado por arranjos de temas famosos compostos durante as primeiras décadas do século 20, como “Royal Garden Blues”, “That’s a plenty” e “Bourbon street parade”, somados a eternos clássicos como “When the Saints go marching in” e “Hello Dolly”. Sua formação acústica típica de uma banda de rua de New Orleans traz ao grupo uma sonoridade característica do gênero.

Terça-feira, dia 9/02
13h – Roda Romani: Com uma formação de quinteto especialmente montada para os fuliões jazzófilos. O grupo é o pioneiro de jazz manouche do Rio. Liderado pela talentosa violinista Carol Panesi sua formação e repertório é incomum no cenário carioca. Eles tocam a vertente do jazz criada na França pelo guitarrista cigano Django Reinhardt e seu parceiro, o violinista francês Stephano Grapelli. O jazz manouche, ou o jazz cigano, como é conhecido, é ritmicamente rico e animado e bebeu na fonte do jazz de New Orleans. As interpretações são intensas e o repertório é cuidadosamente lapidado. Temas como Minor Swing, Basin Street Blues, Djangology, Sweet Georgia Brown e Nuages não podem faltar no repertório.

16h – Orleans Original Jazz Band: O sexteto surgiu em 2010, idealizado pelo produtor musical Thiago Espósito, para trazer o jazz de New Orleans ao público do centro do  io de Janeiro, que aos poucos via a cena do jazz crescer na cidade, mas não tinha acesso ao subgênero mais divertido do jazz. No repertório, clássicos do jazz de New Orleans como When The Saints Go Marching In, You Are My Sunshine, Hello Dolly e Sweet Georgia Brown.

Lavradio Jazz Fest
Local: Palco montado na Rua do Lavradio, em frente ao Restaurante Santo Scenarium (nº 36).
Tel.: (21)3147-9007
Dias: 06, 07, 08 e 09 de fevereiro de 2016
Horário: das 13h às 18h30

| A dupla de músicos gaúchos é atração do “SESI in Jazz Festival |
Foto de Yamandu Costa & Renato Borghetti

Foto: Reprodução internet

Os músicos gaúchos apresentam o show “Violão Sete Cordas e Gaita Ponto” no “SESI in Jazz Festival“, que acontece neste sábado, 12 de setembro, às 19h, no Largo do Machado. No repertório, temas clássicos, música gaúcha e de fronteira costuradas com levadas de choro, releituras inéditas e improvisos que prometem marcar a apresentação.

O projeto é uma iniciativa do SESI Cultural. A idealização e curadoria são do produtor Paulo Assis Brasil.

SESI in Jazz Festival – Show de Yamandu Costa & Renato Borghetti
Data: dia 12 de setembro, sábado
Horário: às 19h
Local: Praça do Largo do Machado – Rio de Janeiro – RJ
Classificação etária: livre

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A partir deste mês de março, os clientes do BarraShopping poderão curtir shows gratuitos de jazz e soul music com o projeto “Jazz Sessions”.

As apresentações acontecerão às quartas-feiras, a partir das 19h, no lounge da nova expansão, no nível Américas. Amanhã, dia 11 de março, Edu Toledo Trio se apresenta.

No dia 18, será a vez de Dahora Trio, com repertório de bossa e samba. No dia 25, o pianista Alfredo Sertã promete encantar o público.

 

Jazz Sessions
Local: BarraShopping – Lounge da nova expansão – Avenida das Américas, 4.666 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Dias: 11,18 e 25/03, às quartas-feiras
Horário: 19h
Classificação: livre

| Programação apresentará sete bandas e será opção aos blocos |
Foto da Monte Alegre Hot Jazz Band

Monte Alegre Hot Jazz Band / Foto: Reprodução

Uma boa opção aos tradicionais eventos carnavalescos do Rio acontece entre os dias 14 e 17 deste mês na Rua do Lavradio, no Centro do Rio. Uma boa opção para quem não curte samba, marchinhas etc e tal ou deseja ouvir um som diferente.

Enquanto a Cidade Maravilhosa estiver mergulhada no samba e nas marchinhas de Carnaval, a boêmia Rua do Lavradio, no Centro do Rio Antigo, estará em clima ‘off folia”. Pelo terceiro ano consecutivo, a rua será palco do ‘Lavradio Jazz Fest’, nos dias 14, 15, 16 e 17 de fevereiro, a partir das 14h.

A programação gratuita inclui dois shows por dia. Sete grupos vão se revezar em um palco montado em frente ao Restaurante Santo Scenarium (Rua do Lavradio, número 36), apresentando o melhor do jazz dixieland, criado entre os anos de 1910 e 1920, em New Orleans. O estilo é uma das marcas do Mardi Gras, carnaval da cidade americana e uma das festas populares mais famosas do mundo.

Programação:

Sábado, 14

14h – Quinteto Radio Swing : O cantor, guitarrista e arranjador norte-americano Mark Lambert lidera seu quinteto formado pelos maiores instrumentistas brasileiros. O grupo toca Jump Swing, fusão entre Jazz e Rhythm & Blues popularizado nos anos após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima. O gênero mistura a espontaneidade do Jazz improvisado com os ritmos dançantes de R&B. O grupo apresenta sucessos como “Let the Good Times Roll” (Ray Charles), “Caldonia” (Louis Jordan) e “Jump, Jive an’ Wail” (Louis Prima).

16h – Roda Romani Trio: O grupo tem uma formação e um repertório incomum no cenário carioca. Eles tocam a vertente do jazz criada na França pelo guitarrista cigano Django Reinhardt e seu parceiro, o violinista francês Stephano Grapelli. O jazz manouche, ou o jazz cigano, como é conhecido, é ritmicamente rico e animado e bebeu na fonte do jazz de New Orleans. As interpretações são intensas e o repertório é cuidadosamente lapidado. Temas como Minor Swing, Basin Street Blues, Djangology, Sweet Georgia Brown e Nuages não podem faltar no repertório.

Domingo, 15

14h – São Jorge Brass Band: No domingo de Carnaval, o São Jorge Brass Band, capitaneado pelo trompetista inglês Tom Ashe, leva a tradição do Carnaval de rua de New Orleans para o Rio de Janeiro. Primeiro e único bloco de jazz, o grupo executa o melhor do ritmo, incluindo também o Ragtime e o Charleston.

16h – All That Jazz Band com o show ‘Mambo que vamos – Carnaval latino’: A All That Jazz Band é a mais antiga do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. Neste show o grupo apresenta grandes sucessos como La Cucaracha, Syboney, Tequila, Cielito Lindo, Frenesi, Perdido, entre outros.

Segunda-feira, 16

14h –Alma Thomas: A cantora norte americana está em cartaz com um belo tributo à Ella Fitzgerald. Como a diva já gravou três álbuns com Louis, Alma não teve como ignorá-lo e acabou se envolvendo também com a musicalidade de Satchmo. O trompetista, cantor e band leader mudou o curso da história do jazz e é considerado por muitos críticos um dos mais importantes jazzmen da história. No repertório Cheek to Cheek, Autumn in New York, A Fine Romance, Don’t Be That Way, Let’s Call the Whole Thing Off.

16h – Monte Alegre Hot Jazz Band: O grupo de “Traditional Jazz” nasceu no Rio de Janeiro em 2009. Seus integrantes de diversos países (Brasil, Chile, Estados Unidos e Inglaterra) participam ativamente da cena musical contemporânea carioca. O repertório é formado por arranjos de temas famosos compostos durante as primeiras décadas do século 20, como “Royal Garden Blues”, “That’s a plenty” e “Bourbon street parade”, somados a eternos clássicos como “When the Saints go marching in” e “Hello Dolly”. Sua formação acústica típica de uma banda de rua de New Orleans traz ao grupo uma sonoridade característica do gênero.

Terça-feira, 17

14h – Orleans Original Jazz Band: O sexteto surgiu em 2010, idealizado pelo produtor musical Thiago Espósito, para trazer o jazz de New Orleans ao público do Rio de Janeiro, que aos poucos via a cena do jazz crescer na cidade mas não tinha acesso ao subgênero mais divertido do jazz, o Dixieland. No repertório, clássicos do jazz de New Orleans como When The Saints Go Marching In, You Are My Sunshine, Hello Dolly e Sweet Georgia Brown.

16h – All That Jazz Band com o show ‘Carnaval ao redor do mundo’: A All That Jazz Band é a mais antiga do Rio de Janeiro especializada no Hot Jazz, o estilo vibrante de New Orleans. O grupo foi criado em 1990, com o apoio do escritor e baterista amador, Fernando Sabino, que era um aficcionado do Jazz de New Orleans. Nesta apresentação, a banda apresenta grandes sucessos como Can Can, Funiculi, Funicula, Polca do Barrilde Chopp, Uma casa Portuguesa, Hava Naguila, Never on Sunday.

Lavradio Jazz Fest
Dias: 14, 15, 16 e 17 de fevereiro de 2015
Local: Palco montado na Rua do Lavradio, em frente ao Restaurante Santo Scenarium (nº36). Tel. para informações: (21)3147-9007
Horário: 14h às 18:30h

O dixieland é um estilo de jazz criado na década de 1910, em Nova Orleans, que mistura a música africana e europeia.

 

 

Foto/arte: Reprodução

O “Tudo é Jazz“, Festival Internacional de Jazz de Ouro Preto, chega ao Rio com a edição “Tudo é Jazz no Porto”. O evento acontece nos dias 14 e 15 de dezembro, no Armazém da Utopia, no Cais do Porto do Rio de Janeiro. Além dos shows gratuitos no domingo, o evento promove oficinas gratuitas nos dias 14 e 15 de dezembro no Museu de Arte do Rio – MAR.

Programação gratuita:

Armazém da Utopia – Armazém 6 – Cais do Porto – Avenida Rodrigues Alves, Cais do Porto, Rio de Janeiro – RJ

Domingo, 15/12: – Convites podem ser reservados por email : contato@tudoejazz.com.br e retirados 1 hora antes de cada show.

18h: Rita Lima e Banda
19:30h: Leo Gandelman – Ventos do Norte
21h00: Gianluca Pellerito – Herbie Hancock Tribute

Oficinas Gratuitas – MAR – Museu de Arte do Rio – Praça Mauá, nº5, Centro – Rio de Janeiro – RJ
Inscrições através do email: oficinas@tudoejazz.com.br – Retirada do ingresso na bilheteria do Mar, 1 hora antes de cada oficina.

Sábado, 14/12:

– 15h: Seminário `Tudo é Jazz?` com: Maria Alice Martins, Flávio Henrique(Cobra Coral), Alessandra Maestrini e André Midani
– 17h: Workshop José James

Domingo, 15/12:

– 16h: Workshop Musical: Leo Gandelman
– 17h: Workshop Musical: Gianluca Pellerito

—————————————————————

Para os shows de sábado, dia 14, os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), e podem ser adquiridos no site www.ingresso.com ou na bilheteria do local.

Programação de sábado, dia 14/12:

– 20h: Cobra Coral
– 21:30h: Alessandra Maestrini em ‘Drama’n Jazz’
– 23h: José James
– 00:30h: Afro Jazz

Mais informações no site www.tudoejazz.com.br

Idriss Boudrioua Base & Jazz

Foto: Reprodução site Firjan

Fechando a última edição do SESI In Jazz Festival de 2013, o Idriss Boudrioua Base & Brass se apresenta na Barra da Tijuca, neste sábado, a partir das 20h. O grupo possui uma formação que reproduz a alma e a sonoridade de uma compacta big band, com músicos que interpretam o melhor do jazz brasileiro e internacional.

Os músicos que integram o grupo são: o saxofonista francês Idriss Boudrioua  (sax alto), Altair Martins (trompete e flugelhorn), Alex Freitas (sax tenor) e Henrique Band (sax barítono), Sérgio Barrozo (contrabaixo), Eduardo Farias (teclado) e Emile Saubole (bateria).

Sesi In Jazz Festival 2013 –  show “Idriss Boudrioua Base & Brass”

Local: Shopping Downtown – Avenida das Américas, 500 – Barra da Tijuca

Data: dia 30/11, às 20h

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como parte da programação do “Sesc Amplifica – Bossa e Jazz“, uma série de shows agita a Lagoa entre os dias 14 e 16 de novembro. Artistas renomados nacionais e internacionais se apresentam gratuitamente no local conhecido por muitos cariocas. Entre as atrações estão: Stanley Clarke (baixista e compositor de jazz, pop e rock, formou o grupo Stanley Clarke Trio e lançou o Jazz in Garden, que ganhou o Grammy de melhor álbum de jazz contemporâneo; Rosa Passos, Chamada de “João Gilberto de saias”); Rosa Passos (trocou o piano pelo violão e construiu carreira internacional no jazz, já se apresentou na Espanha, Noruega, Dinamarca, Suíça, Cuba, Uruguai e Alemanha, entre outros países);  Brandford Marsalis (compositor e saxofonista, é um dos instrumentistas mais reverenciados do jazz. Vencedor de três prêmios Grammy, já foi músico do Sting e de Miles Davis); Al Jarreau (Premiado por 7 vezes com o Grammy, entre 10 indicações. Premiado em diferentes categorias como pop, Jazz e R&B. Cantou na primeira edição do Rock in Rio, na mesma noite em que James Taylor e George Benson se apresentaram) e Quarteto Jobim (grupo de Bossa Nova em família, os herdeiros de Tom, Paulo e Daniel Jobim, junto com os músicos Paulo Braga, baterista, e Rodrigo Villa, contrabaixo, que teve a oportunidade de trabalhar diversas vezes com o compositor, levará o melhor da Bossa Nova para o Festival.

O DJ Béco Dranoff tocará no início e intervalo dos shows. O artista começou em São Paulo como programador de música na Jovem Pan II estação FM, trabalhou em locais de música de prestígio como 150 Jazz Club (Maksoud Hotel) e Projeto SP, produzindo shows nacionais e internacionais. Premiado musical e produtor de cinema, com mais de 20 anos de experiência dentro da música brasileira e da indústria cultural, representou e promoveu artistas como Gilberto Gil, Margareth Menezes e Bebel Gilberto em Nova York, fundando a Artmosphere, Inc, em 1988.

Confira a programação:

Dia 14/11, às 20h: Stanley Clarke
Dia 15/11, às 18h: Rosa Passos / 20h: Brandford Marsalis
Dia 16/11, às 18h: Quarteto Jobim /20h: Al Jarreau

Sesc Amplifica – Bossa e Jazz
Local: Parque dos Patins – Av. Borges de Medeiros, s/n°, Lagoa
Classificação: Livre

*Obs.: A apresentação de Eumir Deodato foi cancelada.

Foto: Reprodução site Firjan

Integrando uma série de eventos em homenagem ao poetinha, que acontecem pela cidade, neste sábado, dia 09, acontece um dos shows da última edição do SESI In Jazz Festival de 2013, com apresentação do show “Como Dizia o Poeta Vinicius de Moraes!”. Quem passar por lá poderá conferir a festa com apresentações do Quarteto em Cy, Georgiana de Moraes e Wanda Sá. A banda Triângulo das Bermudas, um trio de jazz , abre o evento.

Sesi In Jazz Festival 2013 –  show “Como Dizia o Poeta Vinicius de Moraes!”

Local: Praça do Largo do Machado

Data: dia 09/11, às 18h

Foto: Fred Capellato/Divulgação

O artista se apresenta a partir das 18 horas no SESI In Jazz Festival, projeto do SESI Cultural, que acontece a cada dois meses com apresentação de artistas consagrados e novos talentos do jazz. Com o objetivo de valorizar a música instrumental, o projeto, a cada edição, o SESI Cultural seleciona e apresenta novas bandas e solistas, que realizam o show de abertura de um artista já conhecido pelo público.

Grupos musicais e solistas que se enquadrem no gênero jazzístico, maiores de 18 anos, podem se inscrever para apresentações no festival. Para mais informações clique aqui!

Sobre Hermeto Pascoal

“Os sons da natureza o fascinaram desde pequeno. A partir de um cano de mamona de “gerimum” (abóbora), fazia um pífano e ficava tocando para os passarinhos. Ao ir para a lagoa, passava horas tocando com a água. O que sobrava de material do seu avô ferreiro, ele pendurava num varal e ficava tirando sons. Até o 8 baixos de seu pai, de sete para oito anos, ele resolveu experimentar e não parou mais. Dessa forma, passou a tocar com seu irmão mais velho José Neto, em forrós e festas de casamento, revezando-se com ele no 8 baixos e no pandeiro.”

Hermeto Pascoal no In Jazz Festival
Data: 14 de setembro, sábado, às 18h
Local: Largo do Machado

Admiradores do jazz e do afro-samba de Baden Powell, um dos maiores violonistas brasileiros, falecido em 2000, podem conferir canções de sua autoria, em parceria com ícones da música brasileira como Billy Blanco e Vinícius de Morais, entre outros.

Uma boa oportunidade para os que apreciam a música instrumental brasileira contemporânea é conferir o show de Marcel Powell e Dino Rangel, que se apresentam nesta quinta, dia 23, no Centro Cultural Ibeu. No encontro entre o violonista e o guitarrista jazzista, respectivamente, serão apresentadas as seguintes canções:

Estamos aí (Mauricio Einhorn/Durval Ferreira); Vou deitar e rolar (Baden Powell/Paulo César Pinheiro); Samba de uma nota só (Tom Jobim/Newton Mendonça); Incompatibilidade de gênios (João Bosco/Aldir Blanc);Garoto (Tom Jobim); Samambaia (César Camargo Mariano); A ginga do mané (Jacob do Bandolim); Moçada do samba (Tico tico); Samba triste (Baden Powel/Billy Blanco); Deixa (Baden Powell/Vinícius de Morais); Astronauta (Baden Powell/Vinicius de Morais); Lapinha (Baden Powell/ Paulo César Pinheiro); Manhã de carnaval (Luis Bonfá/Antonio Maria); Um abraço no Bonfá(João Gilberto); Samba Novo (Baden Powell).

Local: Centro Cultural Ibeu
Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690 – 11º andar – Auditório – Copacabana
Quando: dia 23 de maio – às 19h
Informações: (21) 3816-9458
Obs.: Distribuição de senhas na portaria do prédio do Ibeu 1h antes do show.

 

 

João BoscoO cantor e compositor se apresenta ao ar livre durante o SESI In Jazz Festival, evento realizado pela Firjan, por intermédio do SESI Cultural. Além de canções já conhecidas, o público poderá conferir novas, resultado de parceria com seu filho  Francisco Bosco.

O Festival também oferece oportunidades para novos talentos.  Bandas e solistas de jazz podem ser inscrever até o dia 22 de fevereiro, para disputarem a oportunidade de fazer o show de abertura do Festival. Os músicos serão selecionados pelo SESI Cultural. Para realizar a inscrição, os interessados devem consultar  o regulamento na página www.firjan.org.br/sesicultural. O resultado será divulgado no dia 26.

SESI In Jazz Festival – João Bosco

Data: 02 de março, sábado, às 18 horas 
Local: Largo do Machado (na própria praça) – Largo do Machado, s/nº –
Catete
Classificação: livre  

Jazz na zona oeste

Shopping da Barra promete clima de New Orleans durante os três dias de evento. A segunda edição do Downtown Jazz Festival acontece entre os dias 21 e 23 deste mês. O evento traz nomes como Taryn Spilzman, Márvio Batiste Ciribelli e Joel Ferreira.

II Downtown Jazz Festival
Avenida das Américas, 500 – Praça Central
Dias 21, 22 e 23 de setembro, às 18h30
Programação
Sexta-Feira: Taryn Spilzman
Sábado: Márvio Batiste Ciribelli
Domingo: Joel Ferreira

%d blogueiros gostam disto: