Tag Archive: João Saldanha


| Festival de Cinema de Futebol exibirá 42 filmes em quatro salas do Rio e Niterói |

Foto: divulgação

O CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol dá o pontapé inicial da sua oitava edição no Rio de Janeiro, de 23 de novembro a 3 de dezembro, apresentando uma programação com 42 filmes, em quatro salas. São 17 filmes brasileiros e 22 internacionais oriundos da França, Grécia, Rússia, Islândia, Itália, México, Argentina, Inglaterra, Uruguai, Equador e Alemanha, além de três co-produções: Brasil/Inglaterra, Alemanha/Irã e Líbano/USA.

Em 2017, além das tradicionais mostras competitivas de curtas e longas-metragens que ocorrem no Espaço Itaú de Cinema (Praia de Botafogo), o CINEfoot chega pela primeira vez em Niterói, no Cine Arte UFF.

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB recebe a nova mostra especial criada pela organização do festival, batizada de “GERALDINOS & ARQUIBALDOS”, e a já consagrada MOSTRA DENTE DE LEITE, voltada para o público infantojuvenil. O Centro Cultural Justiça Federal – CCJF apresenta a “PRORROGAÇÃO“ do CINEFOOT, de 30/11 a 3/12.

Clique em “leia mais” ou em “View full article” e confira a programação completa.

Continue lendo

| Evento acontece em homenagem ao jornalista, que completaria 100 anos em 2017 |
Foto do jornalista João Saldanha narrando uma partida de futebol em uma cabine de rádio em um estádio

Foto: Rádio Globo

Para celebrar o centenário do jornalista João Saldanha, que aconteceria neste ano, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ) prepara uma homenagem que ocorrerá no dia 25 de julho, às 18h30, com a exibição do documentário “João Saldanha”, de 2012, seguida de uma mesa-redonda no auditório que leva o nome do jornalista, em sua sede, na Rua Evaristo da Veiga 16, 17º andar, na Cinelândia, no Centro do Rio. O jornalista e pesquisador André Iki Siqueira está entre os nomes escalados para a mesa-redonda. Além de diretor do documentário – junto com Beto Macedo -, ele é autor da biografia “João Saldanha: uma vida em jogo”.

Ex-técnico da seleção brasileira, botafoguense e militante do Partido Comunista Brasileiro, Saldanha é considerado um dos maiores cronistas e comentaristas da história do jornalismo esportivo do País.

O jornalista trabalhou nas redações de O Globo, Jornal do Brasil, Placar, Última Hora, Diário Carioca, TV Rio, Rádio Tupi, Rede Globo e Rede Manchete. Crítico diário da seleção brasileira, João aceitou o desafio, virou técnico, classificou o Brasil para a Copa de 1970 e foi demitido do cargo ao se recusar a atender um pedido do general Médici, então presidente do Brasil, em plena ditadura militar.
João Saldanha morreu aos 73 anos, na Itália, onde estava trabalhando na cobertura da Copa do Mundo de Futebol, em 12 de julho de 1990, de insuficiência respiratória e embolia pulmonar.

 

Sindicato dos Jornalistas do Rio exibe documentário João Saldanha
Local: Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ) – Rua Evaristo da Veiga, nº 16 – 17º andar – Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 25/07
Horário: 18h30

Foto: Sesc Rio

Foto: Sesc Rio

A videoinstalação artística “Topo!” fica aberta à visitação gratuita até o dia 27 de julho, no Espaço Sesc, em Copacabana, na zona sul da cidade. O projeto é uma homenagem ao lendário jornalista esportivo e técnico de futebol João Saldanha. “Topo!” foi idealizada por seu filho, o diretor e coreógrafo João Saldanha, que, através de textos e vídeos, recria a atmosfera e o contexto político que o técnico viveu enquanto estava no comando da Seleção Brasileira de Futebol.

“João Saldanha foi um dos mais destacados cronistas esportivos do país. Ex-jogador do Botafogo de Futebol e Regatas, na década de 50 ele se tornou técnico do clube da Estrela Solitária, onde teve uma passagem vitoriosa. Após o fracasso da Copa de 66, Saldanha foi convidado a ser treinador da seleção brasileira e foi o homem responsável por recuperar a moral da nossa seleção e classificá-la para a Copa de 70. Deixou o comando do time antes do início da competição, retornando ao jornalismo depois desse episódio. Apelidado por Nelson Rodrigues como João Sem-Medo, militou por toda sua vida adulta no Partido Comunista Brasileiro, e faleceu no ano de 1990, eternizando-se como uma das figuras mais polêmicas, imprevisíveis, irreverentes e emblemáticas da história do futebol brasileiro.”

“Se macumba ganhasse jogo, o campeonato baiano terminava sempre empatado”. João Saldanha.

Videoinstalação artística “Topo!”
Local: Espaço Sesc – Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana – Tel.: (21) 2547-0156
Período: até 27 de julho – de terça a domingo, das 14h às 18h
Classificação: livre

Fonte: Sesc Rio
%d blogueiros gostam disto: