Tag Archive: livro


| Evento desta segunda-feira, 27/05, acontece em parceria com a Universidade Estácio de Sá e apoio da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu |

Foto: divulgação

Na próxima segunda, 27 de maio, a partir das 17h30, o Top Shopping – em parceria com o curso de Letras da Universidade Estácio de Sá de Nova Iguaçu – realizará o evento cultural “Roda de Leitura e Poesia”. A atração acontecerá no 3º piso do shopping de Nova Iguaçu, e contará com diversas atividades, como troca-troca de livros, contação de histórias para crianças e muita música.

A iniciativa tem o apoio da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu – FENIG e o objetivo dos organizadores é oferecer cultura à população de toda a Baixada Fluminense, fazendo com que as crianças despertem o gosto pela leitura.

“Estamos bem motivados – professores e alunos – para participarmos da roda de leitura e poesia, acreditamos que somente por meio da educação podemos transformar as vidas das pessoas. Os estudantes do curso de Letras terão uma chance de aliar teoria e prática”, comenta Tatiana Farias – Professora e coordenadora do curso de Letras da Estácio de Sá.

Roda de Leitura e Poesia
Local: TopShopping (Espaço Leitura – 3º piso) – Avenida Governador Roberto Silveira, 540 – Centro – Nova Iguaçu / RJ – Tel.: (21) 2667-1787
Data: dia 27/05 (segunda-feira)
Horário: a partir das 17h30

Clique aqui e compre livros em promoção no Magazine Você!

Anúncios
| Aula inaugural acontece dia 14/05 e contará com  a presença de amigos do músico, como Flavia Oliveira, Letícia Sabatella, Leonardo Lichote e José Júnior |

Foto: divulgação

Estão abertas as inscrições para o ciclo “Narrativas Curtas – Uma Homenagem a Marcelo Yuka”, que o Museu de Arte do Rio – MAR, sob a gestão do Instituto Odeon e por meio da Escola do Olhar, oferece em parceria com a FLUP – Festa Literária das Periferias. O curso funciona como uma espécie de concurso no qual os alunos serão estimulados a produzir contos sobre um dos títulos indicados nas aulas. Posteriormente, os textos serão reunidos em um livro que será publicado pela FLUP em 2020.  Os interessados em participar de todo o ciclo “Narrativas Curtas”, que acontece entre os dias 21 de maio e 23 de julho, devem ser maiores de 16 anos se inscrever pelo link http://bit.ly/NarrativasCurtas.

A aula inaugural do curso será uma grande celebração à obra de Marcelo Yuka. O encontro acontece no dia 14 de maio, às 17h, e vai reunir poetas e amigos do artista, como Renato Fontes, DJ TR, Orlando Zacconi, Marcelo Lobato, Giovana Hallack, Fred Coelho, Edu Alves, Leonardo Lichote, MC Leonardo, Flávia Oliveira, José Junior, Letícia Sabatella, Eliane de Souza e Numa Ciro. Os inscritos no ciclo “Narrativas Curtas” já têm lugar garantido na aula aberta, mas quem não está poderá participar do encontro inaugural fazendo a inscrição pelo link: http://bit.ly/VivaMarceloYuka.

Por intermédio do Ciclo de Narrativas Curtas, processo de formação de novos autores da Festa Literária das Periferias – FLUP, já foram lançadas sete elogiadas coletâneas de contos. O curso revelou talentos emergentes da literatura brasileira como Ana Paula Lisboa e Geovani Martins. Os dois últimos lançamentos, as coletâneas “90 anos de Malandragem” e “Conta Forte, Conta Alto”, homenagearam os mestres do samba Bezerra da Silva e Martinho da Vila, respectivamente.

O Museu de Arte do Rio – MAR
Uma iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o MAR tem atividades que envolvem coleta, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais. Espaço proativo de apoio à educação e à cultura, o museu já nasceu com uma escola – a Escola do Olhar –, cuja proposta museológica é inovadora: propiciar o desenvolvimento de um programa educativo de referência para ações no Brasil e no exterior, conjugando arte e educação com base no programa curatorial que norteia a instituição.
O MAR é gerido pelo Instituto Odeon, uma organização social da Cultura, selecionada pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro por edital público. O museu tem o Grupo Globo como mantenedor, a Equinor como patrocinadora master e a Rede D’Or São Luiz como apoiadora de exposições por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
A Escola do Olhar conta com patrocínio da Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Dataprev, TNA, In Press e BNY Mellon por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS e do Machado Meyer Advogados via Lei Federal de Incentivo à Cultura.
O MAR conta também com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização do Ministério da Cidadania e do Governo Federal do Brasil por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Narrativas Curtas – Uma Homenagem a Marcelo Yuka
Local: Museu de Arte do Rio – MAR – Praça Mauá, 5, Centro – Rio de Janeiro/RJ
Data: aula inaugural – dia 14 de maio, às 17h

| Espetáculo teatral infantil faz parte do projeto “Domingo é Dia de Teatrinho” |

Foto: divulgação

Emoção e aventura prometem embalar o domingo (17/03) do Madureira Shopping com a apresentação da peça infantilTHOR O DEUS DO TROVÃO“. O espetáculo faz parte do projeto “Domingo é Dia de Teatrinho”, que promove cultura e diversão às famílias da região. A atração acontece às 16h, na nova loja localizada no 2º piso do shopping da Zona Norte carioca.

Da mitologia ao quadrinho, esse personagem é o principal herói de uma geração. Ao receber a missão de proteger a terra, Thor desperta a ira de seu irmão Loki, provocando uma ameaça ao nosso planeta.

10

“Domingo é dia de Teatrinho”: THOR O DEUS DO TROVÃO
Local: Madureira Shopping (2º piso – antigo Pit Stop) – Estrada do Portela, 222 – Madureira – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 17/03
Horário: 16h 

Noca da Portela lança Livro-CD na UERJ

| Artistas como Aluísio Machado, Zé Katimba, Rosa Magalhães e Tiãozinho da Mocidade também marcam presença em evento desta quarta-feira | 
Foto de Noca da Portela

Foto: reprodução Facebook

No dia 12 de dezembro, às 19h, o Teatro Odylo Costa, filho (Teatro da Universidade Do Estado do Rio de Janeiro -UERJ) recebe Noca da Portela para o Show de Lançamento do Livro-CD Noca: da Portela e de todos os sambas, realizado pelo Acervo Universitário do Samba da UERJ.

A obra conta a trajetória do sambista desde sua juventude até suas vivências na G.R.E.S Portela. O livro-CD, lançado em comemoração aos 86 anos do compositor, foi escrito pelo professor Marcelo Braz (UFRJ), tem apresentação de Luiz Antonio Simas, prefácio do professor Roberto Medronho e contracapa assinada por Paulinho da Viola.

Outros artistas biografados pelo projeto, como Aluísio Machado, Zé Katimba, Rosa Magalhães e Tiãozinho da Mocidade marcam presença no evento, além de renomadas figuras do mundo do samba. Estudantes que forem ao evento receberão certificados para horas complementares.

Show de Lançamento do Livro-CD de Noca da Portela
Local: Teatro Odylo Costa, filho – Rua São Francisco Xavier, 524 – Campus UERJ Maracanã (próximo à estação Maracanã da SuperVia e MetrôRio)
Data: dia 12/12 (quarta-feira)
Horário: 19h
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Informações: tel.: 21 2334-0681
Acessibilidade para pessoas com deficiência

| Recital cênico “Poesia de Pai para Filho – Encontro de Duas Gerações” terá única apresentação, nesta quarta-feira, dia 21 de novembro, na Gávea |

Foto: divulgação

Após sucesso em Brasilia, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte, o espetáculo teatral “Poesia de Pai para Filho – Encontro de Duas Gerações” chega ao Rio de Janeiro em única apresentação, no Teatro das Artes, na Gávea, no dia 21 de novembro, às 20h. No palco, o escritor Fabrício Carpinejar homenageia Carlos Nejar, seu pai.

A peça é comemorativa às seis décadas de literatura de Carlos Nejar (79 anos de idade), membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), e indicado ao Nobel pela Academia Brasileira de Filosofia, e aos 20 anos de carreira de Carpinejar (45 anos), que já recebeu prêmios como o Jabuti e o da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

Esta é a primeira vez que os poetas se unem para uma apresentação com proposta de mostrar a troca de experiências e de cumplicidade entre pai e filho. No texto do espetáculo, escrito a quatro mãos, momentos de suas trajetórias líricas. Nejar faz leitura de seus poemas prediletos, Fabrício conta histórias da convivência entre eles. No recital cênico, o poeta faz perguntas ao pai, que só pode responder em forma de poemas.

Espetáculo teatral “Poesia de Pai para Filho – Encontro de Duas Gerações”
Local: Teatro das Artes – Shopping da Gávea – Rua Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 2540-6004
Data: dia 21/11 (quarta-feira)
Horário: 20h
Capacidade de público: 421 lugares

 

Foto/arte: todavia

No dia 11 de abril o Instituto Cervantes Río de Janeiro, em Botafogo, promoverá um debate sobre literatura e ditadura na América Latina. O evento acontecerá a partir das 18h30 e terá a participação de Patricio Pron, autor argentino e colunista do El País, da jornalista Mari Marin, da Agência EFE, e de Kelvin Falcão Klein, professor de Letras da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Após o encontro haverá o lançamento do livro “O espírito dos meus pais continua a subir na chuva“. Principal romance do jovem escritor radicado na Espanha, a obra é uma trama sobre a busca de um filho sobre o passado do pai e do próprio país. Patricio Pron é doutor em Filologia Românica, morou na Alemanha e vive em Madri, na Espanha. O escritor é autor de romances e coletâneas de contos traduzidos para o inglês, alemão, francês e italiano e foi eleito um dos 22 melhores jovens escritores da língua espanhola pela revista Granta.

 

Debate sobre literatura e ditadura na América Latina
Local: Instituto Cervantes Río de Janeiro – Rua Visconde de Ouro Preto, 62, Botafogo – Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 11/04
Horário: 18h30

| Registros selecionados farão parte do livro “Olhar Saudável”, publicação ilustrada que contará a história das feiras orgânicas do Circuito Carioca |

Foto: reprodução internet

O projeto Olhar Saudável – O Rio Saudável e Sustentável no Circuito Carioca de Feiras Orgânicas promoverá um workshop sobre fotografia de gastronomia, no Rio de Janeiro, no mês de abril. O curso será ministrado por Berg Silva, fotojornalista conceituado entre as mídias da cidade. As inscrições ficarão abertas até o dia 23 de março.  O Olhar Saudável, homônimo ao projeto, tem a finalidade de apresentar aos participantes o universo gastronômico – com foco na alimentação sustentável – e, para isso, os selecionados participarão de uma oficina no CADEG (Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara), na qual acompanharão o passo a passo dos pratos montados por chefs convidados e farão registros em algumas das feiras orgânicas mais conhecidas da cidade.

Para concorrer às 12 vagas oferecidas, os candidatos precisam ter formação básica em fotografia e equipamento profissional, ou semiprofissional. A ficha de inscrição, disponível no portal, http://www.olharsaudavelrio.com, deverá ser preenchida e anexada aos documentos exigidos e enviados, em formato PDF, para o e-mail, olharsaudavelrio@gmail.com, com o assunto “Inscrição Olhar Saudável”. São eles: cópia da Carteira de Identidade; Portfólio temático com no mínimo duas e no máximo cinco imagens de fotografia de comida; Vídeo de, no máximo, um minuto, declarando o porquê de querer participar do projeto.

As fotografias produzidas pelos alunos serão avaliadas por Berg Silva e pelos idealizadores do projeto, os chefs Joca Mesquita e Ciça Roxo. Os registros selecionados estarão no livro Olhar Saudável, uma publicação ilustrada que contará a história das feiras orgânicas do Circuito Carioca e que tem como objetivo valorizar a agricultura familiar do Rio de Janeiro, com lançamento previsto para a primeira quinzena de outubro.

O workshop visa especializar os fotógrafos inscritos em técnicas relacionadas à gastronomia, logo, entre os assuntos abordados no curso estão a Introdução à Importância da Fotografia na Gastronomia; Iluminação e Fotografia de Gastronomia; Fotografando com Luz Natural, Iluminação com Luz Dirigida, Fotografando na Prática; entre outros. Confira o programa completo no portal do projeto. Os resultados serão divulgados no dia 30 de abril, no portal do projeto e em suas mídias sociais (Facebook e Instagram). Os fotógrafos selecionados serão comunicados por e-mail pela organização do evento.

Projeto Olhar Saudável

O projeto Olhar Saudável – O Rio Saudável e Sustentável no Circuito Carioca de Feiras Orgânicas propõe ao público um olhar sobre a importância da sustentabilidade, do consumo consciente e da produção de produtos orgânicos na Cidade do Rio de Janeiro, por meio da publicação do livro de mesmo nome, que aborda a temática.

Para isso, alguns profissionais importantes serão destacados no trabalho, entre eles  o agricultor familiar, os chefs de cozinha e os fotógrafos, que atuam nos bastidores, realizando registros únicos na arte gastronômica. O projeto é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Mercer Brasil e PROOCEANO, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS, e tem como parceiros a Aguce Gastronomia e a Associação de Agricultores Biológicos do Estado do Rio de janeiro – ABIO. O Instituto Maniva será o grande beneficiado, recebendo como doação todo o valor da renda obtida com a venda dos livros.

Exposição reúne trabalhos de 16 escritores do país que produzem obras em vídeo, objeto, desenho e instalação |

Foto: divulgação

O Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no Centro do Rio, recebe, do dia 3 de março a 5 de maio, a mostra Rejuvenesça: Poesia Expandida Hoje. Com curadoria de Pollyana Quintella e produção de Ana Hortides, Rejuvenesça é uma exposição voltada para a produção de poetas e escritores que exploram outros formatos além do livro. 
Serão exibidos trabalhos de 16 escritores, oriundos de vários lugares do país, que produzem obras em vídeo, objeto, desenho e instalação. Ainda assim, a palavra e a escrita continuam como questões centrais de investigação. Em 1959, Ferreira Gullar fez o “poema enterrado”, que consistia na sobreposição de cubos de tamanhos diferentes (vermelho, verde e branco). O leitor-visitante ia levantando um a um e, por fim, encontrava enterrada a palavra “Rejuvenesça”. Dessa forma, a exposição considera o “poema enterrado” como uma experiência emblemática de poema espacial (curiosamente, foi a despedida de Gullar do neoconcretismo), fazendo uma homenagem ao grande poeta.
“Em alguns trabalhos, a recorrência a outras mídias é um modo de dar à narrativa novos complementos visuais, em outros é um modo de transformar a escrita em algo menos significante, mais absurdo. Em todos, persiste o exercício de materializar, espacializar e performatizar a linguagem escrita, e isso poderá ser visto na exposição de diferentes maneiras. Por isso, trazer a literatura para o meio das artes visuais é um modo de provocar encontros e contaminações entre os dois campos, buscando novos diálogos e soluções entre essas duas manifestações”, declara a curadora Pollyana Quintella.
Fazem parte da exposição os poetas e escritores Adelaide Ivánova, Carlos Augusto Lima, Catarina Lins e Priscila Fiszman, Dimitri Rebello, Érica Zíngano, Frederico Klumb, Guilherme Zarvos, João Reynaldo, Luca Argel, Lucas Matos, Marília Garcia, Oficina Experimental de Poesia, Reuben da Rocha, Tazio Zambi e Victor Heringer.
A mostra também contará com uma mesa de debates com os poetas e a curadora e um cineclube.
Rejuvenesça: Poesia Expandida Hoje
Local: Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica – Rua Luis de Camões, 68 – Centro – Rio de Janeiro – RJ – Tel.: (21) 2242-1012 – próximo à Av. Passos e à Praça Tiradentes

Período: de 3 de março a 5 de maio de 2018 
Funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 18h. Fechado aos domingos e feriados 
Classificação: livre
| “A Troquinha – 1ª edição” acontece no dia 24 de fevereiro, em Rocha Miranda |

Foto: reprodução internet

Atualmente, muito se fala em economia colaborativa, desperdício zero e crise. Uma boa dica de evento que tem tudo a ver com o assunto é “A Troquinha – 1ª edição“, que acontecerá no dia 24 de fevereiro, em Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio. A ideia é que o público troque entre si roupas, acessórios, sapatos, enfim, peças de vestuário em geral em bom estado que estejam encostadas no fundo do armário.

Idealizadora e organizadora do evento, a jornalista carioca Larissa D`Almeida sugere que as pessoas levem petiscos como biscoito, pacotinhos de batata-frita e pipoca, além de bebidas como refrigerantes e sucos, para beliscarem enquanto fazem as troquinhas. Mas quem preferir poderá comprar lanches em uma cantina disponível no local, um espaço cedido por uma igreja.

Além de peças de vestuário e acessórios, quem comparecer ao encontro também poderá levar livros para troca. No espaço também terá um bazar com peças à venda por preços camaradas.

A Troquinha – 1ª edição
Local: Rua Ibirapuitã 283, Rocha Miranda, Rio de Janeiro – RJ
Data: dia 24/02 (sábado)
Horário: 14h às 21h

 | Evento acontece até domingo e reúne sarau, estandes de editoras, debates, show do Música Extemporânea Brasileira e jogos para crianças e jovens |
foto externa da Casa França-Brasil

Foto: reprodução Facebook Casa França-Brasil

17ª Primavera Literária Rio acontece entre os dias 26 e 29 de outubro, das 10h às 20h, na Casa França-Brasil, no Centro do Rio de Janeiro. A programação do evento reúne saraus, estandes de editoras, debates, show com Música Extemporânea Brasileira e jogos para crianças e jovens.

Promovida pela Liga Brasileira de Editoras (Libre), Primavera Literária Rio é considerado o maior evento das editoras independentes no estado do Rio de Janeiro, contribui para a movimentação da atividade econômica representada no mercado editorial e para a democratização da leitura e a discussão de políticas públicas no campo do livro e da leitura. Em 2017, o evento conta com parceria da Bibliomundi, plataforma de autopublicação e distribuição de e-books, e será recheado de programação cultural.

Uma gincana digital será uma das atrações para crianças e jovens que comparecerem à 17ª Primavera Literária Rio, de 26 a 29 de outubro, das 10h às 20h, na Casa França-Brasil, no Centro do Rio. Usando a ferramenta de educação gamificada Seppio, a plataforma Bibliomundi e a Liga Brasileira de Editoras (Libre) montaram dois jogos, um para os alunos do ensino fundamental e outro para o ensino médio. Os participantes que alcançarem a pontuação máxima de 250 pontos concorrerão ao sorteio de um tablet. O objetivo da ação é incentivar o hábito da leitura.

Os estudantes já podem começar a jogar para acumular pontos antes mesmo do início da Primavera Literária. A gincana é composta por vários desafios, que valem 10 pontos cada. Os alunos do ensino médio serão desafiados, por exemplo, a gravar stories (recurso do Instagram para compartilhamento de vídeos e fotos) lendo uma estrofe do poema ‘Navio Negreiro’, de Castro Alves, à frente do Cais do Valongo, e lendo o poema ‘Mar Português’, de Fernando Pessoa, no terraço do Museu de Arte do Rio (MAR).

Para os estudantes do ensino fundamental, há desafios como gravar um vídeo de uma entrevista com uma professora sobre o livro favorito dela na infância e fazer o desenho de uma jiboia que comeu o elefante do Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry.

Os participantes devem registrar o cumprimento do desafio na plataforma Seppio e no Instagram com a hashtag #primaveraliteraria para validar a contagem dos pontos. Para participar, os alunos deverão: 1 – acessar a página https://play.seppo.io/?l=en; 2 – Clicar em “login as player”; 3 – digitar os códigos: 30E5AF (para Ensino Médio) e 272078 (para Ensino Fundamental); 4 – Preencher nome e e-mail; 5 – Agora é só jogar. A Árvore de Livros colabora com a divulgação dos jogos nas escolas.

Degustação de e-books 

Pelo aplicativo de leitura da Bibliomundi, os visitantes da Casa França-Brasil, durante a Primavera Literária, poderão baixar gratuitamente trechos de livros das editoras participantes.  Para fazer os downloads, os leitores terão de baixar o aplicativo de leitura Bibliomundi e fornecer um e-mail. “O acesso será feito a partir da distribuição de rede no local e o intuito é proporcionar leitura digital para os visitantes da feira e proximidades”, diz Raphael Secchin, sócio-fundador da Bibliomundi.

Mesas:

O sambista Martinho da Vila será atração da mesa “Martinho da Vila conversa sobre o Rio de Janeiro, crônicas e música” (quinta-feira, 26/10, às 18h), onde falará sobre sua veia literária.

Abordagens sobre o recrudescimento das muitas formas de intolerância em todo o Brasil também serão tematizadas durante a programação cultural. Destaques para as mesas “O Rio e o Rio que queremos”, uma reflexão sobre o momento atual da cidade (sábado, 28/10, às 11h); a ascensão do conservadorismo em “O conservadorismo e o retrocesso nos dias de hoje” (Domingo, 29/10, às 16h) e “A crise política e o poder no Brasil” (Sábado, 28/10, às 16h).

Também estão programadas mesas que debaterão temas estratégicos do mercado editorial, como “Edição e autopublicação” (sexta-feira, 27/10, às 16h). A mesa “Posto, logo existo: literatura em tempos de redes sociais” (domingo, 29/10, às 18h), analisará a interface entre as tecnologias analógicas e digitais.

Com o intuito de pensar o papel da gastronomia da teoria à prática, o evento promoverá a mesa “Toda comida tem uma história” (sábado, 28/10, às 18h). *A gastronomia terá outro ponto alto na instalação de um espaço gourmet no pátio externo da Casa França-Brasil, destinado ao atendimento do público, com sabores requintados, próximo ao monumento a Grandjean de Montigny.

A poesia musicada será contemplada por meio da mesa “Poesia e Música: as experiências de três poetas na música brasileira” (sábado, 28/10, 14h), onde o percurso dos versos literários para as letras de canções de Bruno Levinson, Mauro Santa Cecília e Rinaldi, três letristas consagrados na MPB, contarão as interações entre as muitas formas de expressão artística contidas nessa relação criativa.

O conjunto MEB (Música Extemporânea Brasileira) apresentará seu show “Boca do Mundo” (sexta, 27/10, 18h), onde são musicados poemas de autores como Fernando Pessoa, Paulo Leminski e Torquato Neto. O MEB é formado por Ticiana Passos (voz), Eduardo Lyra (percussão), Flávio Luiz (contrabaixo) e Zé Luiz Rinaldi (criação e composição).

As crianças também serão contempladas com uma programação específica oferecida pelo Clube de Leitura Quindim (em sua estreia na Primavera Literária), clube de assinaturas de livros infantis que mantém, entre os selecionadores de suas obras conveniadas, personalidades como Ziraldo, Adriana Calcanhotto e Marina Colasanti. O Espaço Infantil Clube Quindim terá uma programação rica em espetáculos, oficinas e contação de histórias.

Primavera Literária Rio 2017
Local: Casa França-Brasil – Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro, Rio de Janeiro – RJ
Período: de 26 a 29/10
Horário: das 10h às 20h – *não há previsão de fornecimento de comidas e bebidas gratuitamente no espaço gourmet no pátio externo da Casa França-Brasil.

| Com alguns eventos gratuitos, programação terá  teatro, lançamento de livro, oficinas literárias, cinema, música e gastronomia |
foto do elenco da peça Professor Rococó

Foto: divulgação

O Centro Universitário Celso Lisboa, no Engenho Novo, na Zona Norte do Rio, oferece, em setembro, uma extensa programação cultural para a comunidade, com apresentações teatrais, lançamento de livro, oficinas literárias, cinema, música e gastronomia. Alguns eventos têm entrada gratuita*. Confira!

Para dar início às atividades, estreia no dia 01 de setembro a peça “Professor Rococó”, com montagem de Regis de Sóri. A trama acontece durante uma aula de História do Brasil, onde Rococó, um professor aposentado, corteja sua aluna, Espoleta, em meio a um passeio pelo Período Colonial Brasileiro. As investidas são atrapalhadas pela mãe de Espoleta, a viúva Castorina, que sente uma forte paixão pelo Professor Rococó e deseja a qualquer custo um novo marido. No decorrer do espetáculo, são pontuados os gêneros musicais, danças da cultura brasileira, o futebol e o café. O texto e a direção são de Régis de Sóri. No elenco, Felipe Taborda, Regina Marçal e Luana Lopes.

O espetáculo acontece nos dias 01, 15, 22 e 29 de setembro, sempre às 20h. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e podem ser adquiridos na tesouraria do Centro Universitário Celso Lisboa.
Universo Perfeito de Imperfeições

A pedagoga e professora Bianca Glaciano irá lançar, às 18h30, no dia 04 de setembro, o livro ‘Universo Perfeito de Imperfeições’. O livro expõe o seu grito de desespero sobre a solidão, da necessidade de perfeição e da angústia de querer se encaixar e de ser aceita. Após muitas lutas contra o câncer, Bianca encontrou forças, portas e oportunidades no papel para sua cura e, assim, nasceu esse suspiro.

No dia do lançamento, o público contará também com uma oficina, na qual os participantes poderão se expressar individualmente e em conjunto por meio de vários exercícios poéticos. O lançamento, junto com a oficina, também acontecerá no dia 11 de setembro, no campus Centro, no mesmo horário.

Situação carcerária feminina em debate
Para fechar o mês, nos dias 28 e 29 de setembro acontece a 4ª edição do evento Cultura & Bate-papo, que colocará em discussão a situação da vida das mulheres que são tratadas como seres não humanos nas penitenciárias femininas do Brasil. Superlotação e alimentação vencida se tornam problemas menores quando mulheres grávidas são submetidas a torturantes interrogatórios, falta de atendimento médico antes/durante o parto e quando o tratamento higiênico é o mesmo das penitenciárias masculinas.

Esses e outros temas serão abordados através de documentários, palestras com pesquisadores e defensores do tema, além de uma roda de conversa que propõe um olhar crítico sobre capacidade funcional do sistema carcerário brasileiro.

Serviços:

“Professor Rococó”
Datas: 01, 15, 22 e 29 de setembro, às 20h
Duração: 70 minutos
Gênero: Comédia
Faixa etária: 16 anos
Local: Centro Universitário Celso Lisboa – Auditório Martins Filho (3º andar do Bloco A)
Endereço: Rua Vinte e Quatro de Maio, 797 Engenho Novo – Rio de Janeiro
Inteira: R$20,00
Meia: R$10,00
Ficha Técnica:
Texto e direção: Régis de Sóri
Elenco: Felipe Taborda, Regina Marçal e Luana Lopes.
Cenário e figurino: Grupo Tanamão
Iluminação: Eduardo Basser
Sonoplastia: Coletivo
Produção executiva: Regina Marçal

“Universo Perfeito de Imperfeições”
Datas: 04 e 11 de setembro
*Evento gratuito – Sem necessidade de inscrição
Horário: 18:30, nos dois dias
Locais: Dia 4: Salão Nobre do Centro Universitário Celso Lisboa – Unidade Engenho Novo, localizado no 2º andar do Bloco A. Endereço: Rua Vinte e Quatro de Maio, 797 – Engenho Novo.
Dia 11: Biblioteca do Centro Universitário Celso Lisboa – Unidade Centro, localizado no 2º andar. Endereço: Rua Sete de Setembro, 66 – Centro.

Cultura & Bate-papo: situação carcerária feminina em debate
Datas: 28 e 29 de setembro, a partir das 13h
*Evento gratuito – Sem necessidade de inscrição
Local: Teatro  do CCJF – Centro Cultural da Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro)
Inscrições pelo site da Celso Lisboa + 1 pacote de absorvente

Programação:
Dia 28/09, quinta-feira
13h – Doc. “Se eu não tivesse amor”. Mesa de debate com Geysa Chaves (Diretora do documentário), Joyce Louback (Cientista Social), Odete Firmino (Linguista) e Vê Barbosa (Atriz e Psicóloga).
15h30 – Intervalo Musical com o Coral Canta Celso, nas Escadarias do Centro Cultural.
16h – Palestra sobre o projeto “Chegando Junto – O método de Design Thinking na melhoria da qualidade de vida na penitenciária feminina “Talavera Bruce” com Carla Albuquerque e Suzana Amora.
18h – Encerramento

Dia 29/09, sexta-feira
13h – Palestra “Contando e Recontando Histórias” com Márcia Badaró, psicóloga que trabalhou por 30 anos na Secretaria de
Administração Penitenciária do Rio de Janeiro. Haverá venda de livros da psicóloga e autora no local.
15h – Intervalo Musical
15h30 – Palestra “Meninas em Privação de Liberdade” com o Grupo “Elas Existem”, formado por mulheres que lutam para dar a voz aos problemas vividos pelo universo feminino nas cadeias do país.
17h30 – Intervalo
18h – Roda de Conversa “A Capacidade Funcional do Sistema Carcerário Brasileiro – Uma crítica de vários lados” com a presença dos advogados Vanessa Lacerda e Ramon, da psicóloga jurídica Neilza Alves.
20h – Encerramento Gastronômico

Jornalista conversará com clientes da concessionária sobre seu livro ‘”História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI” |
foto da jornalista Miriam Leitão

Foto: reprodução internet

Dentro das composições do metrô é fácil identificar pessoas com hábito de leitura. Pensando em estimular esse pensamento crítico e cultural, nesta quarta-feira (16/08), às 19h30, a jornalista Miriam Leitão estará na estação Central do MetrôRio para temas presentes no seu livro “História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI”, da editora Intrínseca. Diversos acontecimentos ocorridos no país são narrados pela autora, com base em quatro anos de entrevistas, viagens, análises de dados e depoimentos de especialistas. Além do bate-papo mediado pelo jornalista e poeta Claufe Rodrigues, 60 exemplares de “História do futuro” serão doados à biblioteca.

Em funcionamento desde 2014, a Biblioteca Estação Leitura fica localizada na estação Central do MetrôRio e conta com um acervo de 3.900 exemplares. A base de cadastro da Biblioteca registra 5.060 leitores, dos mais variados perfis, que já pegaram emprestados mais de 24,6 mil livros, além de ter promovido 103 eventos literários. O projeto conta com o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura e do MetrôRio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS, conta com apoio do Instituto Invepar e realização da Oldemburg Marketing Cultural.

Sobre a autora convidada:
Miriam Leitão é de Caratinga (MG). Tem quatro livros de não ficção, um de ficção e quatro infantis. Desses, o Saga foi premiado com o Jabuti de Livro do Ano, o Tempos Extremos foi finalista do Prêmio São Paulo, e o Passarinho ganhou o Prêmio Revelação da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). É jornalista de TV, rádio, jornal e mídia digital. Em quarenta anos de profissão, recebeu diversos prêmios, entre eles o Maria Moors Cabot, da Universidade Columbia, de Nova York.

 

Debate do livro “História do Futuro: o horizonte do Brasil no século XXI” com autora Miriam Leitão.
Local: Biblioteca Estação Leitura, na Estação Central do MetrôRio
Data: dia 16/08 (quarta-feira)
Horário: 19h30

Ação do projeto que incentiva leitura associada ao lazer terá roda de samba

Foto de banca de livros

Fot: Livro de Rua

Se você gosta de uma boa leitura ou a incentiva, vai curtir essa dica para o final de semana. Com direito a roda de samba, o projeto Livro de Rua fará uma “Libertação de Livros” em Bento Ribeiro no próximo domingo, dia 22 de junho. A ação acontecerá no Largo do Respeito, na esquina da Rua Marina com Rua Matias de Albuquerque, a partir das 13h.

Pedro do Livro, coordenador do projeto, estima distribuir 300 livros. Além de adquirir livros, a organização do evento também convida o público para contribuir, ou seja, se você tiver livros e quiser libertá-los, é só chegar.

“Sobre o Projeto “Livro de Rua”
O projeto existe há cinco anos, sob a coordenação do professor Pedro Gerolimich, criador da iniciativa, e dos muitos voluntários que a causa já atraiu. “Muitos vem ver e ficam para ajudar, viram voluntários”, conta ele, que é conhecido como “Pedro do Livro” entre os amigos.
Segundo ele, há muito o que fazer para as pessoas lerem mais. O projeto está crescendo e, até o fim do ano, sua meta é atingir a marca dos 100 mil livros libertos. Para isso, expande as ações por toda a cidade.”
Gerald Thomas – Arranhando a superfície

Foto: divulgação

O autor e diretor teatral lança o livro “Gerald Thomas – Arranhando a superfície”, que reúne cerca de 130 ilustrações de sua autoria e textos de Zuenir Ventura e Antonio Gonçalves Filho. A organização e apresentação da obra ficou por conta da editora Isabel Diegues.

Livraria da Travessa do Shopping Leblon

Av. Afrânio de Melo Franco, 290 – Leblon  – 2º piso | tel.: (21) 3138-9600

Data: 10 de abril, às 19h

 

%d blogueiros gostam disto: