Tag Archive: oi futuro


| “Paposonica” terá bate-papo com os cineastas Josinaldo Medeiros e Manaíra Carneiro, que falarão sobre cultura, arte e violência |

Foto/Ilustração: Perspectivas do Helicóptero / divulgação

Uma obra de arte multimídia será instrumento de luta contra a violência que atinge a Favela da Maré. Dentro desse contexto, o ativista e cineasta Josinaldo Medeiros, co-fundador da página Maré Vive, é o palestrante convidado do Paposonica do dia 11 de outubro (quinta-feira), às 19h30, no Lasonica – Oi Futuro Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ao lado da cineasta Manaíra Carneiro, idealizadora do projeto multimídia “Perspectivas do Helicóptero”, uma das videoartes em 3D do Artsônica – Residência Artística, eles falarão sobre Cultura, Arte e Violência e como a arte pode desmitificar pensamentos sobre moradores das favelas do Rio.

Junto com o publicitário e produtor cultural Victor Hugo Rodrigues e da designer e filósofa Mariane Martins, Manaíra (diretora do filme “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos”) desenvolve o projeto “Perspectivas do Helicóptero”, midiarte em 3D, cuja ideia nasceu na Favela da Maré. A primeira perspectiva levará o visitante para dentro do helicóptero, “de forma distante” da favela. Ele ouvirá vozes de comando militar e alguns relatos de jornalistas que também estariam nesse helicóptero. No segundo vídeo, o visitante estará no chão, dentro da favela numa “perspectiva próxima”, com o helicóptero fazendo sobrevoos. Neste momento ele terá a sensação de precisar se esconder na casa de um morador para se proteger de tiros e escutará relatos reais de moradores coletados na página Maré Vive. Tudo isso será possível por meio de óculos de realidade virtual.

O objetivo é sensibilizar a população não favelada sobre o que acontece naquele território. O evento também terá transmissão ao vivo pela internet na página do Artsonica nas redes sociais.

PapoSonica com Josinaldo Medeiros e Manaíra Carneiro
Local: Labsonica  – Oi Futuro Flamengo – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo (Metrô: Estação Largo do Machado) – Rio de Janeiro/RJ
Data: dia 11/10 (quinta-feira)
Horário: 19h30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 40 lugares

Anúncios

Foto/arte: divulgação

A Santa Estação Cia de Teatro apresenta o espetáculo “Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”, nos dias 2, 3 e 4 de agosto, no Oi Futuro, no Flamengo. Após apresentações em Campinas, Curitiba e São Paulo, o grupo gaúcho, que completa 10 anos, encena no Rio de Janeiro um espetáculo ambientado em uma ficção com referência na desconstrução “nonsense” de David Lynch, que ora faz lembrar os filmes de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez, ora a estética dos quadrinhos de Frank Miller e Alan Moore. Com cenas de assassinato, roubo, sexo, intriga, humor, pitadas de efeitos especiais e personagens do submundo, Hotel Fuck está ancorado no diálogo entre a linguagem cinematográfica e teatral e tem como objetivo interferir nos espaços cotidianos da cidade sob a forma de um set de filmagem.

A peça transita entre o teatro, o cinema e a rua. O espetáculo apresenta ao espectador cenas decupadas, longe de uma narrativa tradicional, a saga se completa em três horas: Episódio 1 – “Cavando a porta do inferno.”;  Episódio 2 – “Uma temporada no paraíso.” eEpisódio 3 – “Eles atiram em lobos.” O público acompanha de perto as gravações e os truques utilizados para a realização dos efeitos especiais do que seria um filme de ação, sexo e terror, com muito humor e amadorismo, típicos de uma produção de baixo orçamento. Os atores jogam além dos personagens do filme Hotel Fuck, as figuras do entorno, ou seja, a equipe técnica: diretor, produtor, diretor de fotografia, assistente, diretor de arte, figurinista, câmera, técnicos de luz e som etc., misturando realidade e ficção e jogando com as diferentes camadas que surgem dessa contaminação. O texto dramático é de Diones Camargo e a direção de Jezebel De Carli.

Sinopse

“Quando Nick Newman, um infame esquartejador de mulheres, decide parar de matar, ele não imagina os problemas que essa decisão irá lhe trazer. A começar por Linda, sua amante imortal, que fica furiosa com a notícia, pois apesar dos insistentes pedidos ela nunca teve a sorte de ser destroçada pelo amado, da mesma forma que este fazia com as outras mulheres. Outra que não suporta a ideia é Audrey, uma mulher misteriosa que planeja vingar-se do homem que a mutilou, anos antes. Para isso, ela contrata Gordon, um detetive durão, sem saber que na verdade este não passa de um ex-ator que vive aprisionado no seu único e derradeiro papel. Essas figuras ainda cruzarão com Ashley, uma diva pornô excêntrica e radicalmente egocêntrica; com Loureen, uma diretora fetichista e dominadora, que está em busca do próximo roteiro que lhe colocará novamente atrás das câmeras; e com Jessica, uma transexual dividida pela culpa de um passado obscuro. Para completar esse cenário de pesadelo, um quadro de James Dean, um vestido da Marilyn Monroe, um papel de parede de pinturas rupestres, e uma revelação mística trazida por Leatherface. Garotas com cinta liga e armas em punho, massacres, assaltos a bancos, fetiches e perversões, algemas, couros e muffins, perseguições implacáveis, apostas mal-sucedidas, trocas de identidades, travestismo, esquartejamentos, revelações místicas trazidas por Leatherface, garotões que amam suas Magnum 44, corações partidos, sexo e sangue…  muito sangue. Onde? No Hotel Fuck, baby.”

A Santa Estação Cia. de Teatro foi fundada em 2003 sob direção de Jezebel De Carli e integrada por atores/bailarinos formados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul e Teatro Escola de Porto Alegre. Mantém seu trabalho de criação e produção artística, bem como de gestão e programação cultural de um espaço de referencia no âmbito das artes cênicas na cidade de Porto Alegre, o projeto Usina das Artes – Usina do Gasômetro. “Nestes dez anos a Santa Estação na busca de criar uma linguagem própria e inovadora vem produzindo espetáculos, experimentos e performances com reconhecimento de público e crítica.”

Atenção! As senhas serão distribuídas a partir de 1h antes do evento, na bilheteria do local.

“Hotel Fuck: num dia quente a maionese pode te matar”
Local: Oi Futuro (Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo)
Período: 02, 03 e 04 de agosto, às 19h  – Classificação etária: 18 anos
Informações: (21) 3131-3060

%d blogueiros gostam disto: