Tag Archive: paquetá


| Passeio na “Ilha dos Amores” acontece neste domingo, 26/05, a partir das 9h | 
Rolé Caroca Paquetá

Rolé Carioca em Paquetá /2016 / Crédito: Thiago Diniz

O Rolé Carioca inicia as atividades deste ano com roteiro em Paquetá – bairro queridinho do público que acompanha os passeios – no dia 26 de maio, a partir das 9 horas. A proposta do projeto, que está em sua sétima edição, é difundir conteúdos históricos e culturais da cidade do Rio de Janeiro a partir do portal http://www.rolecarioca.com.br. Uma de suas principais ações, os passeios gratuitos acontecem no último domingo de cada mês. O ponto de encontro é na Praça XV, em frente às barcas.

No roteiro do passeio na “Ilha dos Amores” deste domingo estão os seguintes locais: Praça Pedro Bruno, Igreja do Senhor Bom Jesus do Monte, Canhão de Saudação a D. João VI, Árvore Maria Gorda, Igreja de São Roque, Praia da Moreninha, Ponte da Saudade, Casa de José Bonifácio e Parque Darke de Mattos.

Por mais convidativo que seja, nem sempre é possível uma pausa no dia-a-dia para vivenciar a cidade de forma mais plena e lúdica. E é justamente esta experiência que propõe o Rolé Carioca. Além dos passeios gratuitos, que já reuniram cerca de 25 mil pessoas em mais de 45 roteiros diferentes, atingindo a marca de 1700 quilômetros percorridos desde 2013, o Rolé engloba outras plataformas, como o portal, onde é possível encontrar todos os roteiros já realizados, além de informações, curiosidades e dados históricos sobre a cidade, propondo a reflexão sobre a relação de seus moradores com o território.

Rolé na Ilha dos Amores
O clima bucólico, com jeito de vila de interior, faz de Paquetá – conhecida como Ilha dos Amores – um dos destinos preferidos do público que acompanha os passeios promovidos pelo Rolé Carioca. Quem contempla sua natureza, com árvores centenárias e belas praias, nem imagina que a Ilha teve uma das ocupações mais antigas do Brasil, quando os franceses tentaram criar, antes mesmo da fundação da cidade do Rio de Janeiro, a sua “França Antártica” na Baía de Guanabara. No século 19, Paquetá caiu nas graças do Império e foi local de hospedagem frequente de Dom João VI, no Solar Del Rey (hoje a Biblioteca Pública). Foi também na Ilha que viveu, em seus últimos anos, o político e naturalista José Bonifácio, cuja residência segue preservada e em uso. Com o funcionamento regular das barcas, a partir de 1838, Paquetá caiu definitivamente nas graças dos moradores do Rio, que adotaram o local como destino de veraneio.

O nome Paquetá, de origem indígena, significa “lugar com muitas pacas”, já que a ilha era repleta de pacaranas na época dos índios Tamoios (ou Tupinambás). No entanto, outras interpretações sugerem que o nome queira dizer “área com muitas conchas ou pedras” – marca registrada do bairro até hoje. Seja como for, Paquetá apaixona os seus visitantes pelo seu clima retrô, imortalizado pelo romance A Moreninha, do escritor Joaquim Manoel de Macedo, publicado em 1844.

O projeto é uma realização do estúdio M’BARAKÁ, com consultoria de conteúdo dos professores, do coordenador nacional e professor do curso de História da Universidade Estácio de Sá, Rodrigo Rainha, e do historiador William Martins, – mestres de cerimônia do projeto e guias dos passeios. Os patrocinadores são a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, Estácio de Sá e RioCard, além de copatrocínio das empresas SHIFT ETT e Cinesystem. Todos os patrocínios foram realizados por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

Neste ano o passeio conta com uma novidade: o encerramento do Rolé acontecerá com um piquenique coletivo no Parque Darke de Mattos. Os organizadores sugerem que o púbico leve canga e lanche.

Rolé Carioca – Paquetá
Data: dia 26/05 (domingo)
Horário: 9h
Ponto de encontro: Praça XV (saída das barcas) – Centro – Rio de Janeiro/RJ // Obs.: Ponto de encontro alternativo, às 11h10) na Praça Pedro Bruno, em Paquetá.
Duração: aproximadamente 2h30
Gratuito – Não é necessário fazer inscrição – Obs.: passagens das barcas não estão incluídas no evento gratuito.

Clique em “Leia Mais” ou em “View Full Article” e saiba mais sobre os locais do roteiro do evento.

Livro Sob Um Céu de Flamboyants - Cotidiano e História Social na Ilha de Paquetá - Interciência

 

 

 

 

Continue lendo

Anúncios
| Festa Literária de Paquetá promete ser mais um grande evento do calendário turístico da cidade |
foto da Ilha de Paquetá

Foto: divulgação

Nos últimos anos, diversas iniciativas vêm criando novas opções de lazer, entretenimento e cultura em Paquetá, além de festas tradicionais. São exibições de cinema, arte e cultura de rua, exposições, recitais, saraus e apresentações de música ao vivo, rodas de samba e de chorinho, MPB, jazz. Há bons restaurantes e casas que se dedicam à gastronomia. Faltava no calendário do bairro um evento dedicado à literatura. A Festa Literária de Paquetá / FLIPA 2017, que acontece entre os dias 18 e 20 de novembro, vem para preencher esta lacuna e colocar mais um evento no calendário da ilha.

A FLIPA terá atividades em diversos locais, clubes, restaurantes, bistrôs e casas. Serão cerca de 50 mesas de palestras, rodas de conversa e debates sobre a atualidade da literatura e do mercado editorial brasileiro. Um diferencial será o “Espaço dos Autores”, com inscrições abertas aos autores interessados, facilitando o acesso dos artistas independentes e iniciantes, no Paquetá Iate Clube (PIC), destinado ao lançamento coletivo de obras, exposição e venda de livros, sessões de autógrafos, além de oficinas, espetáculos teatrais e a apresentação do Selo Subúrbio Editorial (voltado para escritores de subúrbios e periferias e estudos sobre o assunto) e bate-papo com os autores.

A idealização da Festa é da Academia de Ciências Artes e Letras da Ilha de Paquetá (AACLIP) e do Instituto Cultural Casa Flor Paquetá, com curadoria de Cintia Barreto e Marcelo Ficher.

A homenageada desta edição será a poeta Elisa Lucinda, que estará na abertura do evento, no sábado, dia 18 de novembro, às 10h, no PIC. A escritora Bia Bedran receberá homenagem do Projeto Conversa Literária, um dos principais parceiros da primeira edição da Festa Literária.

O presidente da Academia Brasileira de Letras – ABL, Domício Proença Filho, encerra a programação na segunda-feira, dia 20, às 17h, no Quintal da Regina, onde descerra uma placa na Biblioteca Popular que funciona no local e leva o seu nome.

Em tempos de crise, os recursos para organizar a Festa vieram da contribuição dos parceiros locais envolvidos e da “Pulseirinha Mágica da FLIPA”, com custo de R$ 10 (válida para os 3 dias de evento), disponível através de venda online pelo Whatsapp (21) 96939-9387 e no comércio da ilha. Além de contribuir para a festa, os participantes da FLIPA com a pulseirinha terão direito a descontos nos locais de atividades e participam de sorteios de livros.

Colaboradores doaram livros para o evento, como a Secretaria de Estado de Cultura, que doou 200, e o Atelier Literário Katia Pinno, parceiro desde o início, que doou mais 100. As pulseirinhas também estarão disponíveis no stand receptivo da Flipa, na Praça Pedro Bruno, local de desembarque na ilha. Os autores participantes das atividades terão sua pulseirinha em cor diferente (verde), para facilitar a interação espontânea com o público.

A Festa Literária de Paquetá terá boa parte da programação dedicada à literatura infantil e infanto-juvenil, de olho no legado educativo para a promoção da leitura e da busca do conhecimento através da literatura. Haverá mesas específicas para pais e mães que querem entender de que maneira podem aproximar seus filhos dos livros, numa época em que o audiovisual domina a atenção das novas gerações, inclusive sobre a importância de se ler para os bebês. A Associação de Escritores e Ilustradores de Livros Infantis e Infanto-Juvenis (AEILIJ) apoia a FLIPA e trará autores para tratar do tema.

Já na abertura, a professora Bruna Letícia coordenará a participação de um grupo de alunos que organiza um Chá Literário na Escola Municipal Pedro Bruno. A Biblioteca Escolar Joaquim Manuel de Macedo também participa com uma Roda de Leitura sobre a obra do escritor Vivaldo Coaracy.

A Ilha de Paquetá é um lugar tranquilo, bucólico, com muitas praças e banquinhos ao longo da orla, com generosas sombras de suas árvores centenárias. A comissão organizadora vem estimulando manifestações artísticas espontâneas, com teatro de bonecos, contação de histórias e escritores expondo suas obras ao ar livre.

Clique em

Clique em “leia mais” ou em “View full article” e confira a programação completa da FLIPA. Mais informações estão disponíveis na página do evento no Facebook.

Festa Literária de Paquetá 2017 – FLIPA
Local: Ilha de Paquetá – Rio de Janeiro/RJ
Período: de 18 a 20/11/2017

Continue lendo

As festas juninas são uma boa pedida para esquentar o friozinho carioca. Para quem ainda não curtiu ou não se programou para alguma, o De Graça Eu vou traz algumas dicas com o tema para o final de semana. Prepare a camisas xadrez, os vestidos coloridos e os chapéus de palha! E, meninas, não esqueçam das marias-chiquinhas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Festa Junina do Imperator acontece neste domingo, dia 16, das 17h às 22h, no Terraço Alto Méier, com entrada limitada à lotação do espaço. Além das tradicionais barraquinhas de doces e salgados típicos, brincadeiras e brindes, haverá música ao vivo com a banda de forró “Para Todos” e apresentações de quadrilha com a Escola Balleto de Dança às 18h30 e às 20h30.

– O Imperator Centro Cultural João Nogueira Fica na Rua Dias da Cruz, 170 – Méier.        

Outra atração interessante é o espetáculo “Arraiá dos Irmãos Brothers”, que estreia neste sábado, dia 15 de junho, às 17h. Uma mistura de circo, teatro e música para contar a história de um casamento na roça, com muita alegria, acrobacias e malabarismo. Após o espetáculo, o público é convidado a formar uma grande quadrilha com a trupe Irmãos Brothers. As apresentações, com classificação livre, acontecem nos dias 15, 22 e 29 de junho, sempre às 17h.

– O Parque das Ruínas fica na Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa. 

No sábado também haverá festa em Paquetá. O 3º Arraiá da Pérola da Guanabara acontece amanhã, dia 15, às 18h, na Praça de São Roque. A festa promete brincadeiras, comidas típicas e muita música como forró, xote, xaxado e baião, do alto do coreto. Embora o evento seja gratuito, a organização demanda gastos. Quem desejar contribuir pode obter informações na página do evento no Facebook, na qual também há dicas dos horários das barcas Rio x Paquetá – Paquetá x Rio: https://www.facebook.com/events/441660949264091/.

A tradicional Escola de Teatro Martins Pena, no centro do Rio, promove seu 2º Arraiá nos dias 13 e 14 de julho. A festa na roça acontece das 14h às 21h.

A Escola Técnica Martins Pena fica na Rua vinte de Abril, nº 14 – Centro. Tel.: 2332-9721.

%d blogueiros gostam disto: