Tag Archive: Só Dez Por Cento é Mentira


| Evento é uma homenagem ao autor, que faleceu em novembro do ano passado |
Foto de membros da Cia. Solo

Foto: Reprodução

A Cia. do Solo realiza um sarau na Cidade das Artes, no dia 07 de março, às 15h, em homenagem ao poeta Manoel de Barros, que faleceu em novembro de 2014.  Serão apresentados poemas do autor com música, poesia, conversa e criatividade. Será uma homenagem ao poeta que descobriu a poesia contida na infância, no ócio e na percepção além da forma. Após o sarau, as crianças poderão colorir, ajudar na montagem e acabamento de um singelo móbile, que ficará na sala de leitura da Cidade das Artes.

Sarau em homenagem ao poeta Manoel de Barros com a Cia. Solo
Local: Sala de Leitura da Fundação Cidades das Artes – Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro / RJ – Tel.: (21) 3325 0102
Data: Dia 07/03, sábado
Horário: às 15h

Veja também: Filme “Só Dez Por Cento é Mentira” é exibido em homenagem a Manoel de Barros na Cidade das Artes. Mais informações no link http://wp.me/pGfCs-147.

| Evento terá a participação do diretor do documentário longa-metragem e será realizado no Dia Nacional da Poesia, 14 de março |
Foto de Manoel de Barros

Foto: Reprodução

A Fundação Cidades das Artes, na Barra da Tijuca, promove a exibição do filme “Só Dez Por Cento é Mentira”(2008), do diretor Pedro Cezar, às 16h. Às 17h, Cezar e a jornalista e poeta Bianca Ramoneda participam de uma conversa sobre a produção.

Só Dez Por Cento é Mentira é um original mergulho cinematográfico na biografia inventada e nos versos fantásticos do poeta sulmatogrossense Manoel de Barros.
Alternando sequências de entrevistas inéditas do escritor, versos de sua obra e depoimentos de “leitores contagiados” por sua literatura o filme constrói um painel revelador da linguagem do poeta, considerado o mais inovador em língua portuguesa.
Só Dez Por Cento é Mentira ultrapassa as fronteiras convencionais do registro documental. Utiliza uma linguagem visual inventiva, emprega dramaturgia, cria recursos ficcionais e propõe representações gráficas alusivas ao universo extraordinário do poeta.
Procurando resignificar às “desimportâncias” biográficas e à personalidade “escalena” de Manoel de Barros o diretor Pedro Cezar, responsável pelo roteiro e pela narração, pontua o filme com momentos de breves testemunhos ao fundo, como fizera em seu primeiro longa metragem, Fabio Fabuloso. Narrado na maior parte das vezes em tom pessoal o filme busca, sobretudo, “uma voz que aproxime-se da simplicidade e da afetividade do personagem e que se afaste da soberba e da pretensão de uma análise teórica sobre poesia no idioleto manoelês”.
Manoel de Barros tem 93 anos, cerca de 20 livros publicados e vive atualmente em Campo Grande. Consagrado por diversos prêmios literários, é atualmente o escritor brasileiro que mais vende no gênero poesia.
Só Dez Por Cento é Mentira ganhou os prêmios de melhor documentário longa-metragem do II Festival Paulínia de Cinema 2009 e os prêmios de melhor direção de longa-metragem documentário e melhor filme documentário longa-metragem do V Fest Cine Goiânia 2009.”

Homenagem a Manoel de Barros – Dia Nacional da Poesia – Exibição do filme “Só Dez Por Cento é Mentira”
Local: Sala de Leitura da Fundação Cidades das Artes – Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro / RJ – Tel.: (21) 3325 0102
Data: Dia 14/03, sábado
Horário: 16h, exibição do filme; 17h30, conversa sobre o longa com o diretor Pedro Cezar e a jornalista e poeta Bianca Ramoneda

Veja também: Cia. do Solo realiza sarau com poesias de Manoel de Barros na Cidade das Artes. Mais informações no link http://wp.me/pGfCs-147.

%d blogueiros gostam disto: