Tag Archive: Teatro


| Apresentação comemora o Dia do Folclore e faz parte da programação “Teatrinho no Pátio” | 
foto do elenco da peça As Historias do Índio Uirapuru

Foto: divulgação

Para comemorar o Dia do Folclore (dia 22 de agosto), o Pátio Alcântara apresentará neste sábado, dia 19 de agostoa partir das 16h30, a peça “As Histórias do Índio Uirapurú“.  O evento será realizado na Praça de Alimentação e faz parte da programação “Teatrinho no Pátio”.

O conto narra um apanhado de lendas, cantigas e histórias folclóricas tendo como enredo principal a procura por um saci muito brincalhão. O menino faz diversas brincadeiras com a plateia, enquanto procura o Saci com a ajuda de um índio contador de histórias, que lhe esclarece tudo sobre o folclore do nosso país.

Pátio Alcântara apresenta peça infantil “As Histórias do Índio Uirapurú”
Data: 
dia 19/08 (sábado)
Horário: 
16h30
Duração: 
50 minutos
Local: 
Praça de Alimentação do Shopping Pátio Alcântara – Praça Carlos Gianelli, s/nº – Alcântara – São Gonçalo/RJ – Tel.: (21) 3856-4086

| História se passa em meio à realização de um concurso que determinará quem será o Pirata do Ano |
Foto do elenco

Foto: divulgação

 

A programação do Clubinho do Recreio Shopping neste domingo de Dia dos Pais, dia 13 de agosto, traz a apresentação do espetáculo “A Ilha do Tesouro”. A apresentação acontecerá às 16h, no 2° piso do estabelecimento. A classificação é livre.

A história se passa em meio à realização de um concurso que determinará quem será eleito o Pirata do Ano, reunindo os mais terríveis piratas de quem se tem notícia, o Barba Azul, o Pirata do funk e a Pirata Charmosa. Eles precisarão encontrar um antigo tesouro enterrado em uma ilha pelo temido Barba Negra, que, mesmo como fantasma, fará de tudo para impedir. Será que eles irão conseguir?

O Clubinho do Recreio é um evento feito especialmente para as crianças se divertirem com atividades educativas e lúdicas no Recreio Shopping. Dominicalmente, sempre às 16h, a criançada poderá se reunir para curtir oficinas, espetáculos teatrais, shows de mágica, música, dança, entre outras atividades.

Clubinho do Recreio – Apresentação da peça infantil “A Ilha do Tesouro”
Data: dia 13/08 (domingo)
Horário: 16h
Local: 2º piso do Recreio Shopping – Avenida das Américas, n° 19.019 – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro/RJ  – Mais informações pelo telefone (21) 3906-3246 ou pelo site www.recreioshopping.com.br.

| Criação e concepção do show foram coletivas, com participação ativa dos jovens que integram a Companhia de Arte do Galpão Aplauso |
foto do elenco no palco

Foto: Mariana Vianna

Espetáculo do projeto Galpão Aplauso, “Um Único Grito – e muitos cantos” estreou em julho e ficará em cartaz até o dia 5 de agosto, no Santo Cristo, Zona Portuária do Rio de Janeiro. A proposta é contar através de um show a sinergia entre os movimentos musicais populares nas culturas do Brasil e dos Estados Unidos.  O show é encenado pelos jovens artistas formados pelo projeto.

A criação e a concepção do espetáculo foram de forma coletiva, com participação ativa dos jovens que integram a Companhia de Arte do Galpão Aplauso. A supervisão artística é de Stella Miranda, direção musical de Eder Targino e direção de movimento de Eduardo Gomes.

Um Único Grito – e muitos cantos – Galpão Aplauso
Temporada:  até o dia 05 de agosto
Quando: quarta a sábado
Horário: 18h30
Local: Galpão Aplauso – Rua General Luís Mendes de Moraes, n° 50 – Santo Cristo – Rio de Janeiro/RJ
Informações: (21) 2233-6648 / 98283-0000
*VLT em frente, com a opção de estacionamento no local.

| Espetáculo gira em torno de um grupo de animais que sempre viveu no zoológico e nunca imaginou o que é morar na selva |
Foto do elenco da peça teatral infantil Madagascar em um palco

Foto: divulgação

No dia 23 de julho, domingo, o Shopping Bay Market recebe a peça infantil “Madagascar“, a partir das 15h.  A apresentação acontecerá na Praça de Alimentação.

O espetáculo gira em torno de um grupo de animais que sempre viveu no zoológico e nunca imaginou o que é morar na selva. Alex, Marty, Glória e Melman levavam uma vidinha pacata na África, até que Alex acorda de um pesadelo aterrorizante, onde tudo à sua volta se tornara seco e sem vida. Seus amigos se transformaram em animais rabugentos e caquéticos. Então, vem à sua mente a latente ideia de voltar para casa. Muita diversão e aventura para os pequenos.

Shopping Bay Market apresenta o espetáculo infantil ‘Madagascar’
Data:
dia 23 de julho (domingo)
Horário: 
15h
Local: 
Praça de Alimentação do shopping – Avenida Visconde do Rio Branco, n° 360 – Centro – Niterói/RJ – Tel: (21) 2620-2330

 

 

| Espetáculo faz parte da programação especial de julho com diversas atrações temáticas |
foto do elenco da peça infantil Arraiá dos Bichos

Foto: divulgação

Neste domingo, dia 23 de junho, às 17h, o West Shopping Kids entra no clima de festa junina com a divertida peça “Arraiá dos Bichos“, que promete animar a garotada no “Arraiá do West Shopping”. O espetáculo, que tem produção da Cia Teatro de Bolso, direção de Leandro Amado e texto de Nunny Passos, será encenado no 2º piso do Shopping, próximo à loja Polishop.

Um grande arraiá acontece na floresta e os bichos cantores querem participar desse grande festival, que escolherá o melhor grupo musical. Na escolha do repertório, eles acabam discordando e decidem participar do concurso individualmente. E quem escolherá o vencedor será o público.

 

West Shopping apresenta a peça infantil “Arraiá dos Bichos”
Data: dia 23/07
Horário: 17h
Local: 2º piso do shopping (corredor da loja Polishop) – Estrada do Mendanha, n° 555 – Campo Grande – Rio de Janeiro/RJ – Tel.: (21) 3178-9501 /9502
Duração: aproximadamente 1h
Capacidade de público: Cerca de 100 pessoas (área interna, junto ao palco)
Classificação: livre

| Repertório vai do erudito ao popular e termina com apresentação de Carmina Burana |
foto externa do Theatro Municipal

Foto: Vânia Laranjeira/Reprodução

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro completa 108 anos nesta sexta-feira, dia 14 de julho, e realiza uma programação extensa e diversificada, contando com apresentações dos três corpos artísticos da instituição (ballet, orquestra e coro), além da participação de convidados especiais.

O programa será aberto às 9h30, com a Banda Marcial dos Fuzileiros Navais, que se apresentará nas escadarias do Theatro Municipal. Em seguida, o público poderá assistir ao “Um espetáculo de operetas”, com a Academia de Ópera Bidu Sayão. Ao meio-dia será a vez dos alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, que subirá ao palco para apresentar três balés, “Alegria Russa”, “Mozart” e “Les Sylphides”. As Visitas Guiadas também funcionarão com entrada franca nos horários de 13h30, 14h, 14h30 e 15h, e contarão com programação especial. No aniversário, os visitantes aprenderão mais sobre a história do Theatro, a necessidade de um teatro do porte do Municipal e a pressão feita por Arthur Azevedo para a concretização desse projeto. Ao final da Visita, Sacha Rodrigues fará uma homenagem a seu avô Nelson Rodrigues, lendo um texto no qual o dramaturgo conta como foi a estréia de “O Vestido de Noiva”.

Às 15h30, no foyer do teatro, será encenado “A morte do cisne”, número de balé com piano e violoncelo, com Deborah Ribeiro, primeira solista do Balé do Theatro Municipal. Às 16h o público poderá assistir aos Pequenos Mozart e Amadeus, conjunto de violinos composto por crianças a partir de 3 anos de idade que se vestem com roupas da época do grande compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Às 17h30, Deborah volta a apresentar “A Morte do Cisne”, dessa vez no Salão Assyrio, junto com o cantor popular Marcio Gomes, que interpretará canções da época do rádio, tango e boleros.  A Orquestra Sinfônica, o Coro e o Ballet do Theatro Municipal apresentarão a cantata “Carmina Burana”, às 20h.

Aniversário de 108 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Data: dia 14 de julho (sexta-feira)
Horário: 9h30 às 20h (conforme programação) – A distribuição de ingressos acontecerá por ordem de chegada do público.
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano, s/nº – Cinelândia – Rio de Janeiro/RJ

Programação:

9h30 BANDA DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS
10h15 – ACADEMIA DE ÓPERA BIDU SAYÃO
Um Espetáculo de Operetas Operetas de Offenbach, Léhar, Strauss, Weill, Bernstein, entre outros. Maestrina Preparadora Priscila Bomfim Coordenação e apresentação Eduardo Álvares

12h – ESCOLA ESTADUAL DE DANÇA MARIA OLENEWA
Alegria Russa
Música J. Strauss
Coreografia Silvana Andrade

Mozart
Música W. A. Mozart
Coreografia Dalal Achcar Les Sylphides
Música F. Chopin
Coreografia M. Fokine
Direção e apresentação Hélio Bejani

SOLISTAS DO BALLET DO THEATRO MUNICIPAL
Don Quixote, Pas de deux
Música L. Minkus
Coreografia M. Petipa
Bailarinos Mel Oliveira e Sandro Fernandes

15h30 – A MORTE DO CISNE
Música Saint-Säens
Coreografia M. Fokine
Bailarina Deborah Ribeiro
iano Priscila Bomfim
Violoncelo Pablo Uzeda
Apresentação André Heller-Lopes

16h – OS PEQUENOS MOZART E AMADEUS
Obras de Mozart, Haydn, Paganini, Beatles, Pixinguinha, Sivuca, Zequinha de Abreu, Chico Buarque, Tom Jobim, entre outros.
Direção Artística e Piano Suray Soren

16h30 – MÁRCIO GOMES  “ETERNAS CANÇÕES ”
Piano Moises Pedrosa

17h30 A MORTE DO CISNE
Música Saint-Säens
Coreografia M. Fokine
Bailarina Deborah Ribeiro
Piano Priscila Bomfim
Violoncelo Marcelo Salles

20h – CARMINA BURANA
BALLET, CORO E ORQUESTRA SINFÔNICA DO THEATRO MUNICIPAL
Música Carl Orff
Coreografia Rodrigo Negri
Regência Tobias Volkmann
Participação Especial Coral Infantil da UFRJ
Regente Maria José Chevitarese
Solistas Michele Menezes, Ciro D’Araújo, Jacques Rocha
Bailarinos Claudia Mota, Márcia Jaqueline, Deborah Ribeiro, Priscilla Mota, Fernanda Martiny, Juliana Valadão, Mônica Barbosa, Rachel Ribeiro, Regina Ribeiro, Renata Gouveia,Filipe Moreira, Murilo Gabriel, Edifranc Alves, Carlos Cabral, Paulo Muniz, Santiago Junior Participação Especial Elisa Baeta, Inês Schlobach, Lourdes Braga, Shirley Pereira, Teresa Ubirajara, Zélia Íris, Roberto Lima
Assistente de Coreografia Marcela Gil
Ensaiador César Lima
Assistente Margarida Mathews
Maestro Titular do Coro Jésus Figueiredo
Diretoras do BTM Ana Botafogo e Cecília Kerche

 

| Opereta musical com texto adaptado e músicas de Noel Rosa retorna ao palco para curtíssima temporada com novo elenco|

 

A opereta musical foi montada no ano de 2015, em comemoração aos 80 anos, e 30 anos depois que Marília Pera e Grande Otello gravaram um disco com as belíssimas canções de um dos maiores compositores da década de 1930. Além de homenagear um dos mais talentosos cariocas de toda a MPB, “A Noiva do Condutor” se destaca por ser uma espécie de síntese das características de um dos maiores nomes da nossa musica.

O musical conta a história de um condutor de bondes (Joaquim) que se faz passar por um advogado para conquistar o coração de sua amada Helena. Com a oposição do pai de Helena ao referido namoro, Joaquim se mete em algumas peripécias para alcançar seu objetivo: casar com sua amada. O enredo coloca em xeque os valores morais dos personagens, revelando o apego ao dinheiro e ao status social. Com humor e fina ironia, características fundamentais de toda a sua obra, Noel cria uma opereta tipicamente carioca, onde os valores mudam a todo instante, de acordo com a conveniência do momento.

Nesta obra de inegável valor histórico, o espectador encontrará vários discursos muito comuns em nossa sociedade atual, como choque de gerações, diferenças de classes sociais (rico-pobre), desvalorização e preconceito contra um trabalho sem status social, a hipocrisia e a utilização de máscaras sociais. A montagem traz as excelentes canções de Noel Rosa, ao mesmo tempo em que contribui para uma discussão sobre o teatro musical contemporâneo.

No elenco, Ester Elias, Marcelo Nogueira e José Mauro Brant. O espetáculo tem a participação dos músicos Músicos: Andrey Cruz, Nelson Freitas e Nilton Vilela. A direção musical é de Glória Calvente e a direção é de Djalma Thürller.

 

A Noiva do Condutor
Temporada: dias 20, 21, 27 e 28 de maio (Sábado às 20h e Domingo às 19h)
*Distribuição de senhas 1 hora antes do começo do espetáculo
Lotação: 170 lugares
Gênero: Musical
Classificação: 12 anos
Duração: 80 minutos
Local: Espaço Cultural Furnas – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ
Contato: e-mail: espacofurnascultural@furnas.com.br​
Tel.: 21 2528-5166 (segunda a sexta, das 9h às 17h)

| “As três irmãs” reestreia no dia 4 de junho e fica em cartaz até 24 de julho, com apresentações aos sábados e domingos, às 16 horas |
Foto das atrizes em ssuas personagens da peça teatral

Foto: Roberta Galluzzo / divulgação

A clássica peça “As três irmãs”, do dramaturgo russo Anton Tchekhov, volta ao jardim do Casarão Austregésilo de Athayde, no Cosme Velho, a partir do dia 4 de junho, para apresentações aos sábados e domingos, até 24 de julho, sempre às 16h. Contemplado pelo Programa Fomento Olímpico da Secretaria Municipal de Cultura, o espetáculo – cuja montagem foi idealizada pela diretora Morena Cattoni e pelas atrizes Gisela de Castro e Paula Sandroni – fará parte da programação olímpica. Graças ao sucesso de público e crítica nas duas temporadas anteriores durante o inverno carioca, a encenação entrou para o calendário de eventos da cidade.

A classificação etária é de 10 anos e as reservas devem ser feitas pelo email astresirmasnojardim@gmail.com. Em caso de chuva, não haverá espetáculo.

O elenco sofreu mudanças, mas as três irmãs são interpretadas pelas mesmas atrizes das montagens anteriores: Julia Deccache e as já citadas Gisela e Paula.  O cenário também é o mesmo. E nem poderia ser diferente. Afinal, o jardim da residência do escritor que presidiu a Academia Brasileira de Letras entre 1958 e 1993, palco da encenação, tem quase a mesma importância de um personagem, dialogando com os temas da peça. A iluminação é natural, pensando a luz do sol como representativo do tempo, bem como das estações do ano: a peça começa com o dia ainda claro, na primavera, e termina com a chegada da noite e do outono.

A montagem privilegia a natureza, o texto bem falado e a passagem do tempo da primorosa obra de Tchekhov. A peça conta a história das irmãs Olga, Irina e Macha –  representadas por  Paula Sandroni e Julia Deccache e Gisela de Castro –, que moram no interior da Rússia com o irmão Andrei, interpretado por Cirillo Luna. Eles foram criados por um pai militar que os ensinou as maiores virtudes. Porém, onde moram, o conhecimento que têm não serve pra nada útil. Eles recebem a visita de militares em sua casa e filosofam sobre a vida. As três irmãs sonham em voltar à sua cidade natal, Moscou. Esse sonho as move, porém nunca chegam a realizá-lo.

“As três irmãs”, do dramaturgo russo Anton Tchekhov, montagem de Morena Cattoni
Local: Casarão Austregésilo de Athayde – Rua Cosme Velho, 599 – Cosme Velho – Rio de Janeiro – RJ
Período: de 4 de junho a 24 de julho, sábados e domingos, às 16h
Classificação etária: 10 anos
Reservas pelo email astresirmasnojardim@gmail.com
*Em caso de chuva, não haverá espetáculo.

 

| Aulas do projeto Incubadora Cênica serão realizadas no Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian |
Foto da fachada do Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian

Foto: reprodução / site Portal do Servidor – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

A PAR Cia de Teatro, através do programa Fomento Cidade Olímpica, da Secretaria Municipal de Cultura, e patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, abre inscrições para o projeto Incubadora Cênica. O projeto foi um dos selecionados pelo Fomento Cidade Olímpica dentro da linha Arte Sem Limites, que dá apoio a atividades, espetáculos, processos de formação e companhias que envolvam acessibilidade e inclusão nas artes, em diversas linguagens. Através desta iniciativa, a companhia oferece um curso livre de teatro gratuito para pessoas com e sem deficiência. Serão disponibilizadas 40 vagas. As aulas  terão início no dia 06 de junho e irão até 13 de setembro, às segundas e quartas-feiras, das 14h às 18h,  no Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian. Os interessados poderão se inscrever até o dia 05/06, através do email parciadeteatro@gmail.com e, no dia 06/06 (início das aulas), as inscrições poderão ser feitas no local do curso. O projeto integra o Circuito Cultural Rio, idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Prefeitura do Rio, para a programação cultural dos períodos Olímpico e Paralímpico, de maio a setembro de 2016.

Além de descobrir talentos, a PAR Cia de Teatro quer, com este projeto, abrir espaço para que pessoas com e sem deficiência possam exercitar sua aptidão artística. O programa é voltado para alunos iniciantes, a partir de 12 anos de idade, e inclui aulas de história do teatro e seus gêneros teatrais, interpretação, voz, corpo, iluminação, figurino e cenário, sempre prevendo a inclusão dos alunos que tenham algum tipo de deficiência. Para isso, serão disponibilizados recursos como audiodescrição e Intérprete de Libras, piso tátil para orientar o aluno no espaço cênico, além de uma consultoria em acessibilidade, visando atender a todas as necessidades dos alunos com deficiência. O local onde será realizado o curso possui elevador e banheiros adaptados, sendo, portanto, acessível a pessoas com mobilidade reduzida e cadeirantes.

Projeto Incubadora Cênica
Período: de 06/06/2016 a 13/09/2016
Horários das aulas: Segundas e quartas-feiras, das 14h às 18h
Inscrições: até o dia 05/06 pelo email parciadeteatro@gmail.com e/ou no dia 06/06, no local do curso
Local: Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian – Rua Benedito Hipólito, nº 125 – Praça Onze – RJ – ao lado do Terreirão do Samba

| Peça contando a história do prédio que sedia a Alerj terá entrada franca sexta e sábado |
Foto da Assembléia Legislativa do estado do Rio de Janeiro -  Alerj

Foto: reprodução internet

O Palácio Tiradentes, que completa 90 anos nesta sexta-feira, dia 6 de maio, será aberto público para apresentação da peça “Tiradentes, um Palácio de Histórias, escrita e estrelada pelo historiador Milton Teixeira, acompanhado de seis atores do grupo teatral O Corsário Carioca. O espetáculo será encenado na sexta, às 19h, e no sábado (7/5), às 15h.  A entrada é franca e o plenário tem capacidade para 450 pessoas. Recomenda-se chegar uma hora antes antes para pegar senha.

A peça tem duração de 45 minutos e faz um breve passeio pela história do Palácio, com destaque para Tiradentes e seu traidor, Joaquim Silvério dos Reis, passando ainda por Getúlio Vargas, Luiz Carlos Prestes, Carlos Lacerda e a primeira deputada mulher do Brasil, Carlota Pereira de Queirós.

“Joaquim Silvério dos Reis, traidor de Tiradentes, foi o primeiro caso de delação premiada do Brasil, Depois disso, ele ganhou terras, virou barão”, conta Milton Teixeira, que, na peça, será o narrador no papel de um funcionário testemunha ocular dessas nove décadas de uma rica história.

A TV Alerj fará transmissão ao vivo e também pela internet, no canal youtube.com/AlerjTV.

Tiradentes, um Palácio de Histórias
Local: Sede da Assembleia Legislativa do rio de Janeiro – Alerj – Rua Primeiro de março, s/nº – Praça XV – Rio de Janeiro / RJ
Datas e horários: dia 06/05, sexta, às 19h; dia 07/05, sábado, às 15h

 

| Edição comemorativa de fim de ano chega a Marechal Hermes no dia 5 /12 com música e exibições de filmes e peças teatrais |
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Em 2015, o Programão Carioca comemora mais uma temporada de sucesso e encerra sua terceira edição no dia 5 de dezembro, sábado, no Teatro Armando Gonzaga, em Marechal Hermes. No evento do dia 5, a plateia poderá aproveitar o show do músico Luiz Poeta, as peças “O Mundo das Cantigas” e “Na Pista – Episódio A Festa”, os curtas “Lá do Alto” e “100 anos de Marechal Hermes”, além do filme “Linda de Morrer” e o coral Dó Ré Mi.

Às 15h, durante a distribuição de senhas, Luiz Gilberto de Barros – conhecido como Luiz Poeta – animará o público com uma apresentação voz e violão. O projeto segue prestigiando manifestações artísticas de talentos locais e convida a Cia Teatral Sifuxipa para apresentar “O Mundo das Cantigas”, peça infanto-juvenil que proporciona ao público uma viagem através do tempo e resgata brincadeiras e cirandas.

A sessão de cinema vai contar com a exibição do filme “Lá do Alto”, vencedor do Prêmio Curta Rio – iniciativa patrocinada pela Globo que teve como proposta homenagear os 450 anos do Rio de Janeiro. Em seis minutos, a produção apresenta a história de um menino sonhador que sofre a dor da perda da avó e com isso tenta convencer o pai a se aventurar no alto de uma pedra que ele acredita ficar perto do céu. O público poderá conferir ainda “100 anos de Marechal Hermes”, curta produzido por Beatriz Canella e Luciana Ferreira em homenagem ao bairro; e “Linda de Morrer”, da Globo Filmes, filme que conta a história de Paula (Glória Pires) que aplica em si mesma uma fórmula experimental para eliminar celulites e que depois de sua morte volta à Terra para impedir a comercialização do produto. Ao final, haverá bate-papo com Luciano Vidigal – diretor de “Lá do Alto” e do recém-lançado “Cidade de Deus – 10 anos depois” – e artistas locais.

O Programão Carioca vai entrar no clima natalino com a apresentação do Coral Dó Ré Mi. De Petrópolis, o grupo infantil apresentará canções como “Ó Noite Santa”, “Vem chegando o Natal”, “Boas Festas”, “Happy Day” e “Happy Xmas”. Encerrando as atividades, os atores do projeto “Na Pista”, peça-série voltada para o público jovem, vão apresentar o episódio “A Festa”, que aborda a prudência no primeiro encontro entre adolescentes.

Programão Carioca:
Criado em 2013, o Programão Carioca é uma iniciativa da Globo, com o apoio da Globo Filmes, que leva mensalmente cinema, teatro e outras manifestações artísticas para moradores de várias regiões do Rio e do Grande Rio. Em 2015, a emissora incluiu na programação do projeto manifestações artísticas de talentos locais, prestigiando assim iniciativas de moradores de diversos bairros e municípios.

Programão Carioca em Marechal Hermes
Data: dia 5 de dezembro, sábado
Horário: a partir das 15h
Local: Teatro Armando Gonzaga – Av. General Osvaldo Cordeiro de Farias, 511 – Marechal Hermes

Programação:

15h – Distribuição de senhas
15h – Músico Luiz Poeta – Livre
16h – Peça “O Mundo das Cantigas” – Cia Teatral Sifuxipa – Livre
17h – Exibição de “Lá do Alto”, filme vencedor do Prêmio Curta Rio / Curta “100 anos de Marechal Hermes” / Filme Linda de Morrer – 12 anos. Após as sessões, haverá bate-papo com o diretor Luciano Vidigal, do curta “Lá do Alto”, e artistas locais
19h – Coral Dó Ré Mi – Livre
20h – Peça “Na Pista – Episódio A Festa” – 12 anos
Entrada gratuita – Sujeito à lotação
* Outras informações: rio.globo.com e http://www.globofilmes.com.br

 

| Premiada adaptação do clássico de Miguel de Cervantes, comédia dramática terá curta temporada gratuita em outubro|
Foto: Maíra Lins

Foto: Maíra Lins

 

O espetáculo “O Incansável Dom Quixote“, premiada adaptação do clássico de Miguel de Cervantes, terá apresentações entre os dias 17 e 25 de outubro, no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo. As sessões acontecerão aos sábados, às 20h, e domingos, às 19h. Os ingressos serão distribuídos nos dias das apresentações, a partir das 14h.

A peça narra a história do mais famoso cavaleiro errante que saiu de casa com o desenfreado desejo de transformar o mundo em um lugar melhor. Ao lado de seu fiel escudeiro, Sancho Pança, ele passa por muitas desventuras que testam sua resistência e coragem: perde batalhas, é chacoteado e tem sua saúde mental questionada, mas nada disso é páreo para a mente inquieta e o coração incomensurável do “Cavaleiro da Triste Figura”.

A adaptação e dinâmica. Em cena, o ator cria o espetáculo em parceria com o espectador, em um constante jogo de contracenação. Sozinho no palco, Maksin Oliveira, sob a direção de Reinaldo Dutra, dá vida à Dom Quixote, Sancho Pança, Rocinante, Maritornes, narrador, dentre tantos outros personagens. Tudo se resume a um palco, um ator, a plateia e o jogo.

Trajetória:
O Incansável Dom Quixote está em circulação desde 2013 e já carrega em seu currículo diversas premiações e participações em  festivais fora do país. O espetáculo representou o Brasil em tradicionais encontros internacionais de arte como o VIII Festival Internacional de Teatro de Santo Domingo, VII Festival Internacional de Teatro Unipersonal del Uruguay e V Festival Internacional de Teatro Clássico Adaptado de Buenos Aires, dentre outros. Conquistou os prêmios de Melhor Ator em todos os festivais competitivos dos quais participou, além de prêmios para melhor direção, espetáculo, iluminação e indicações para melhor figurino e texto.

O Incansável Dom Quixote
Gênero: comédia dramática
Temporada: 17 a 25 de outubro de 2015, sábados e domingos
Horário: sábados, às 20h; domingos, às 19h
Local: Espaço Furnas Cultural – Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Rio de Janeiro / RJ
Tel.: (21) 2528-5166
Ingressos: distribuídos nos dias do espetáculo, a partir das 14h
Faixa etária: 12 anos

 

| Peça conta parte da vida e obra de Grandjean Montigny, arquiteto francês que viveu no Rio no século XIX |

Foto de dois atores durante apresentação da peça teatral Grandjean, le soleil

Foto: Pedro Fávero

O espetáculo, que conta a vida e obra de Grandjean Montigny, arquiteto francês que viveu no Rio, é parte da 2ª edição da Mostra Bosque – PUC cena experimentalpromovida pela PUC-Rio. As apresentações acontecem nos *sábados de outubro, às 18h, no Solar Grandjean de Montigny, no Museu Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio.

No elenco, Ander Simões, Jaqueline Calazans, Geise Gomes, Verônica da Costa, Nina Barros e Cacau Nascimento, além de participação de Roberta Valente em vídeo. O texto e a direção são de Lucas Valentim. A classificação é livre.

SINOPSE:
Uma trupe de atores negros utiliza de diversas possibilidades cênicas para contar fragmentos da vida e obra de Grandjean de Montigny, arquiteto francês que chega, juntamente com a Missão Artística Francesa, ao Rio de Janeiro de 1816. O espetáculo é itinerante percorrendo a casa construída pelo próprio Grandjean, onde ele viveu grande parte de sua vida, alinhando a cultura popular à erudita, tanto na proposição estética quanto na utilização de uma escrita rebuscada, barroca e metalinguística.

Espetáculo Grandjean, le soleil 
Período: sábados de outubro, às 18h – exceto no dia 24 /10
Local: Solar Grandjean de Montigny – Museu Universitário PUC-Rio – Rua Marquês de São Vicente, 225 – Gávea – Rio de Janeiro – RJ ( Campus da PUC Rio)
*Capacidade limitada –  as senhas serão distribuídas 15 minutos antes do espetáculo
Duração: 60 minutos
Classificação: livre

| O elenco traz como novidade o cantor Felipe Dylon, que ingressa na carreira de ator de musicais |

Foto do elenco do espetáculo Os Saltimbancos

Foto: Divulgação

O musical “OS SALTIMBANCOS’’ é um clássico da nossa dramaturgia infantil. Adaptado por Chico Buarque, tornou-se referência para várias gerações e até hoje encanta crianças e adultos por sua magia.

O espetáculo conta a história de quatro animais (jumento, cachorro, galinha e gata) que fugiram de suas casas e de seus patrões por maus tratos. Eles se encontram numa estrada e decidem formar um conjunto musical. Juntos passam por diversas etapas e, contagiados pela música, conseguem ser felizes. Seguem então um caminho de liberdade rumo a um futuro melhor, onde o amor, o respeito e a amizade são o lema de suas vidas!

No elenco, Maria Lucia Priolli, Claudio Gardin , Adriana Quadros ou Juliana Duarte, Rodrigo Pitanga e Felipe Dylon; Coro: Cia Oficina de Artes Maria Lucia Priolli. O atual elenco traz como novidade o cantor Felipe Dylon, que ingressa na carreira de ator de musicais. O texto é de Luiz Henríquez e Sergio Bardotti e a produção é da Oficina de Artes.

 

 

Musical “Os Saltimbancos”
Data: dia 10 de outubro, sábado
Local: Espaço Uptown – Av. Ayrton Senna, 5.500 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
Horário: às 18h

| O evento vai acontecer na Lona Cultural Terra, em Guadalupe, a partir das 13h |
Foto de divulgação do filme Loucas pra Casar

Foto: Páprica Fotografia / Divulgação

O Programão Carioca, projeto da Globo que promove atividades culturais gratuitas em vários pontos do Rio e do Grande Rio, está de volta em sua terceira temporada, que começa no dia 29 de março, domingo, a partir das 13h. Com novidades que incluem a valorização de artistas locais, a plateia terá a oportunidade de conferir a exibição dos filmes O Rio por Eles e Loucas pra Casar, do curta Um lugar para chamar de nosso e da peça Neurótica!. O evento vai acontecer na Lona Cultural Terra, em Guadalupe. A distribuição de ingressos começará a partir do meio-dia.

Celebrando os 450 anos do Rio de Janeiro, a Globo produziu a série de documentários O Rio por Eles, que, transformado em filme, faz um resgate histórico e mostra impressões de estrangeiros sobre a cidade. O longa abre a programação da tarde, seguido por Um lugar para chamar de nosso, que traz a autorreflexão da diretora Tatiane Oliveira sobre o processo de ressignificação do bairro onde foi criada – Guadalupe – através do contato com uma sala popular de cinema inaugurada em 2006.

 

Dirigido por Roberto Santucci, Loucas pra Casar conta a história de três mulheres que descobrem estar envolvidas com o mesmo homem. O filme, que será exibido às 16h10, relata a rivalidade entre as personagens Malu (Ingrid Guimarães), Lúcia (Suzana Pires) e Maria (Tatá Werneck). Márcio Garcia, Fabiana Karla e Edmilson Filho também integram o elenco. Após a exibição, Adailton Medeiros, fundador e diretor do Ponto Cine – primeira sala popular de cinema totalmente digital do Brasil –  apresenta o “Diálogos com o Cinema”, um bate-papo sobre a sétima arte com participação do público do Programão Carioca.

Às 19h30, entra em cena a peça “Neurótica!”. O monólogo da atriz Flávia Reis fala sobre as neuroses provocadas pela vida moderna e apresenta figuras tipicamente neuróticas que encontramos no dia a dia. O artista plástico Rodrigo Sini, morador do bairro, também expõe sua arte através de grafites que, entre outros trabalhos, apresentam imagens de crianças negras que revivem sua infância.

Programão Carioca
Data: Dia 29 de março (domingo)
Local: Lona Cultural Terra, em Guadalupe
Programação: 
13h00 – Abertura do evento
13h00 – Exibição do filme “O Rio por Eles” (150 minutos)
15h35 – Curta – “Um lugar para chamar de nosso” (30 minutos)
16h10 – Filme “Loucas pra Casar” (108 minutos) – classificação 14 anos
18h00 – Diálogos com o cinema (bate-papo cultural com o público do evento)
19h30 – Peça – Neurótica! (60 minutos) – classificação 12 anos
20h30– Encerramento do evento
*Exposição do artista Rodrigo Sini durante todo o evento
*Distribuição de ingressos a partir do meio-dia

| Montagem que recria a rica cultura popular nordestina é uma homenagem a Ariano Suassuna |
Foto: Renato Maia / Divulgação

Foto: Renato Maia / Divulgação

Prestando uma grande homenagem ao poeta, romancista e dramaturgo brasileiro Ariano Suassuna, a Cia Entreato apresenta uma turnê aberta ao público da Zona Norte carioca. Serão nove apresentações  entre os dias 12 deste mês e 09 de abril de 2015.  Com o apoio do Fomento Carioca, a peça, com texto e direção de Lu Gatelli, terá sua primeira apresentação no 12 de março, na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, às 14h. No elenco estão Diego Marques, Lígia Dechen, Lu Gatelli, Ricardo Gadelha, Ricardo Gonçalves, Richard Goulart e Vitor Martinez.

Trata-se de uma trupe de brincantes que no seu repertório explora a rica cultura popular nordestina de uma maneira cômica, lúdica, criativa e contagiante na sua relação com o público. Na construção dos personagens são utilizados mecanismos de comicidade, dando suporte ao trabalho corporal dos atores. Esse trabalho tem como fonte a movimentação rítmica da cultura popular, a pesquisa de arquétipos locais e também registros importantes na história do Teatro Popular.

A trilha musical do espetáculo tem uma sonoridade que traduz todo um sentimento de brasilidade nordestina: coco, baião, xote, maracatu, músicas folclóricas, rezas e cantigas populares dão o ritmo a esta obra. No enredo, o personagem Catolé narra a chegada do circo-teatro que propicia a entrada num mundo mágico, cômico, poético e repleto de musicalidade onde romances, intrigas e trapaças podem acontecer.

Cia Entreato
A Cia. Entreato é um grupo de teatro fundado em 2000, que realiza um trabalho continuado de investigação cênica voltada para o teatro popular e a linguagem do palhaço. Os espetáculos, com repertório dedicado ao público infantil e adulto, são sempre um convite a vivenciar uma experiência criativa, à diversão e a entrar em contato com elementos da cultura brasileira.
Toda a comunicação com o espectador abrange o cômico, o lúdico e o poético, sem abrir mão do diferencial da Cia Entreato: seu trabalho autoral, com acabamento estético e centrado nos atores/músicos, que cantam e encantam plateias de todas as idades.
Mais do que o reconhecimento fundamental ao artista, que comporta sorrisos, aplausos e lágrimas naqueles que o assistem, nesses quatorze anos de estrada, a Cia vem acumulando diversas indicações e premiações em festivais pelo Brasil. Dentre as quais merece destaque o prêmio Zilka Salaberry 2008, de melhor espetáculo, e o de melhor atriz para a diretora Lu Gatelli.

Abaixo, o teaser do espetáculo:

Confira a programação!

Dia 12/03 – Arena Carioca Jovelina Pérola Negra (Pavuna) – 14h;
Endereço: Praça Énio – s/n – Telefone (21)2886-3889
Dia 13/03 – Lona Cultural João Bosco (Vista Alegre) – 20h;
Endereço: Av. São Félix 601 – Telefone (21) 2482-4316
Dia 19/03 – Lona Cultural Terra (Guadalupe) – 20h;
Endereço: Rua Marcos de Macedo s/nº – Praça Edson Guimarães – Tels.: 3018-4203
Dia 20/03 – Lona Cultural Carlos Zéfiro (Anchieta) – 20h;
Endereço: Estrada Marechal Alencastro s/nº – Tel.: 3019-1654
Dia 26/03 – Lona Cultural Hebert Vianna (Maré) – 14h;
Endereço: Rua Ivanildo Alves s/nº – Tel.: 3105-6815
Dia 27/03 – Arena Carioca Dicró (Penha) – 15h e 20h;
Endereço: Rua Flora Lobo – Penha Circular – Tel.: (21) 7951-0203
Dia 29/03 – Arena Carioca Fernando Torres (Parque Madureira) – 18h;
Endereço: Rua Bernardino de Andrade, 200 – Tels.: 3495-3093 – 3495-3078
Dia 09/04 – Lona Cultural Renato Russo (Ilha do Governador) – 18h;
Endereço: Parque Manuel Bandeira, S/Nº – Cocotá  – Aterro do Cocotá – Tel.: 3366-0589
Duração: 80 min.
Classificação: 12 anos.
Capacidade: 320 lugares

| Um espetáculo de Rogério Blat, com direção de Anselmo Vasconcellos |
Foto do elenco da prça O Tombo

Foto: Reprodução Facebook O Tombo

A peça O Tombo“, de Rogério Blat, será encenada no dia 28 de fevereiro, às 20h, no Teatro Sylvio Monteiro, em Nova Iguaçu. No elenco, Surama de Castro, Wagner Trindade e Luciana Malcher.  A direção é de  Anselmo Vasconcellos. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo.

A comédia conta a historia de Serena, uma mulher insatisfeita com o resultado de sua vida. Depois de ficar viúva na lua de mel, passou grande parte do seu tempo vivendo no exterior e, ao voltar ao Brasil, descobriu-se desenturmada e sem amigos. A única pessoa presente diariamente na sua vida é Marilu, sua empregada doméstica.

Depois de mergulhar em vários métodos de auto-ajuda, Serena resolve virar celebridade. Passa a freqüentar festas e locais onde os VIPs se encontram e, ao se envolver num barraco com jogadores de futebol, ganha destaque na mídia. Marilu, aproveitando a oportunidade, liga para os jornais inventando mentiras para promover a patroa.

Serena resolve comprar uma roupa de uma grife famosa, pois se recusa a usar roupas de gosto duvidoso que as celebridades vestem. Ao entrar na loja, Marilu vê o piso molhado e empurra Serena que leva um tombo feio. Machucada, resolve processar a loja. Aproveitando a situação, Serena comparece a programas de TV que exploram seu drama.

Após uma batalha judicial, recebe uma indenização milionária. Recuperada, rica, famosa e cercada de sub-celebridades, Serena é reconhecida em todos os lugares da moda. No entanto, embriagada pela fama, nem lê mais o monte de papéis que Marilu dá para ela assinar. Sempre em busca de evidência na mídia, fica radiante quando Marilu conta que conseguiu colocá-la bem no alto, em destaque no carro abre-alas de uma escola de samba. O que Serena não sabe é que Marilu planeja mais um tombo – dessa vez definitivo – para se tornar a única herdeira da patroa. De maneira inovadora, o autor propôs três diferentes finais.

O Tombo
Local: Teatro Sylvio Monteiro – Rua Getúlio Vargas, 51 – Nova Iguaçu – Tel.: 21 2667-2157
Data: dia 20/02, sábado
Horário: às 20h – *Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início do espetáculo
Classificação: Não recomendado para menores de 16 (dezesseis) anos

 

| Espetáculo acontece no terraço do 3° piso do shopping, nos dias 24 e 26 de fevereiro, às 20h |
Foto do elenco caracterizado como personagens do musical

Foto: Divulgação

Nos dias 24 e 26 de fevereiro, às 20h, o Pátio Alcântara apresenta o musical “Elisa, A Rainha do Gelo“, com a Cia teatral Artistando. O evento faz parte da agenda de espetáculos infantis que começou com a ‘Turma do Chaves’, em janeiro.  A atração acontece no terraço do 3° piso do shopping.

A protagonista do espetáculo é a princesa Elsa, filha mais velha do rei e da rainha de Arendelle, que nasceu com a capacidade mágica de criar gelo e neve. Aos oito anos, acerta, sem querer, um raio congelante em sua irmã Anna, e por isso, fica trancada no castelo para aprender a controlar seus poderes até o dia de sua coroação. Após, acidentalmente, condenar o reino a um inverno eterno, ela foge e se esconde num castelo de gelo. Agora cabe a Anna e Kristoff, um destemido homem da montanha, partirem numa jornada para trazerem Elsa de volta à Arendelle e reverterem o inverno em verão.

No elenco, Felipe Soares, Daiana Madeira, Renan Medeiros, Bhia Aded e Ariosto Paes. A direção é de Jorge Azevedo, com produção da Cia teatral Artistando.

Segundo o coordenador do Marketing do Pátio Alcântara, André Leandro, 2015 é um ano de muitos espetáculos infantis no shopping, sendo uma forma de entreter as famílias e trazer muita diversão. “O espetáculo vai mostrar cenas maravilhosas do incrível mundo do gelo, que podem tocar os corações das famílias com lindas mensagens de superação”, comenta André.

Musical “Elisa, A Rainha do Gelo”
Datas: dias 24 e 26 de fevereiro
Horário: às 20h
Local: Terraço do 3° piso do Pátio Alcântara – Praça Carlos Gianelli, s/nº – Alcântara – São Gonçalo. Tel.: (21) 2025-6706

| Clássico da comédia do absurdo, do Autor Fernando Arrabal, fala da guerra de forma inusitada e propõe a reflexão sobre o momento atual do país |
Foto do elenco da peça Piquenique no Front

Foto: Janderson Pires / Divulgação

Sinopse: Um clássico do teatro do absurdo. O espetáculo Piquenique no Front conta de forma bem humorada, original e absurda, a história do soldado incompetente Zapo que, em combate, recebe num domingo a inesperada visita dos seus pais, o Senhor e Senhora Tépan para um piquenique em pleno front de batalha. Sem entender a situação de seus pais, Zapo acompanha essa atividade familiar com acontecimentos insólitos, um piquenique no meio de uma guerra, entre bombas, tiros e rajadas, como a prisão do soldado inimigo Zepo e a visita de farejadores à procura de feridos. A gentileza e tranquilidade de todos não é abalada, em meio de bombardeios de aviões, metralhadoras e granadas eles cantam, brincam e dançam. (…) “Viemos aqui para fazer um piquenique com você e vamos aproveitar o domingo. (…) Já que o Senhor prisioneiro é tão simpático, vamos passar um ótimo dia no campo.” (…)

A peça estará em cartaz na Arena Carioca Dicró, na Penha, na Arena Abelardo Barbosa – Chacrinha -, em Pedra de Guaratiba, na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira, na Lona Cultural Municipal Terra, em Guadalupe, e na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna.

O espetáculo do escritor, pintor, poeta, dramaturgo, diretor e cineasta Fernando Arrabal traz no elenco os atores Alexandre Lino,Leo Campos, Mariana Martins, Tom Pires, João Fraga, Diogo Pivari. A tradução e direção são de Jacqueline Laurence. Realização: Cineteatro Produções.

“Levar ao palco das Arenas e Lonas do Rio de Janeiro uma montagem que registra a qualidade e o respeito merecidos de uma obra prima do Teatro do Absurdo, é por si só motivo de comemoração com muito Piquenique. Escrita há mais de 40 anos pelo escritor Fernando Arrabal, que presenciou a guerra e refletiu-a em todo o seu trabalho, “Piquenique no Front” é uma obra que ainda se mantém forte e impactante na atual conjuntura política e de manifestos que vive nosso país. Encenar “Piquenique no Front” comitantemente ao cenário de revolta e luta que vivemos, é uma grande oportunidade de propor a reflexão, lançar um olhar sobre si mesmo diante e dentro desta guerra. E, além disso, prestar uma homenagear ao gênio Fernando Arrabal e seus 82 anos de vida completados em 2014 e mais de 60 anos dedicados ao teatro e ao cinema.”

Programação:

– 29 DE JANEIRO (QUINTA-FEIRA ÀS 18H) – ARENA CARIOCA DICRÓ – PENHA
Endereço: Parque Ari Barroso / Tel:3486-7643

– 30 DE JANEIRO (SEXTA-FEIRA ÀS 2IH) – ARENA CARIOCA ABELARDO BARBOSA – CHACRINHA
Endereço: Pedra de Guaratiba / Tel: 3404-7980

– 1º DE FEVEREIRO (DOMINGO ÀS 19H) – ARENA CARIOCA FERNANDO TORRES – MADUREIRA
Endereço: Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira / Turiaçu.

– 4 DE FEVEREIRO (QUARTA-FEIRA ÀS 19H) – LONA CULTURAL MUNICIPAL TERRA – GUADALUPE
Endereço: Rua Marcos de Macedo, s/n° | Guadalupe / Tel.: 3018-4203

– 6 DE FEVEREIRO (SEXTA-FEIRA ÀS 20H) – ARENA CARIOCA JOVELINA PÉROLA NEGRA – PAVUNA
Endereço: Praça Ênio s/n – Pavuna – zona norte / Tel: 2886-3889

Duração: 50 minutos

Foto da peça Nem mesmo todo o oceano

Foto: Carlos Cabera / Divulgação

Carlos CaberaEspetáculo dirigido por Inez Viana e protagonizado por Leonardo Bricio, a partir do romance homônimo do Alcione Araújo, “Nem mesmo todo o oceano” vai circular por 13 Lonas Culturais e Arenas Cariocas do dia 24 de janeiro até 18 de março, sempre com ingressos grátis.

A peça conta os instantes que antecederam o golpe militar e os primeiros momentos da repressão, desvelando os “porões” da ditadura.  “Nem mesmo todo o oceano” levanta questões de ética e valores, contando a história fictícia de um médico recém-formado, desde a sua difícil infância de menino pobre no interior de Minas, os primeiros tempos de estudante vivendo em pensões no Rio de Janeiro, as decepções amorosas, as frustrações existenciais, a difícil sobrevivência em meio às feras do asfalto selvagem, enfatizando sobretudo o seu processo de perversão espiritual.

– Na peça, fatos reais se misturam à ficção, nos trazendo imediata identificação de uma das mais agravantes e dolorosas épocas do nosso país, a era da inocência perdida –, comenta a diretora.
No elenco, Leonardo Brício, Iano Salomão, Jefferson Schroeder, Junior Dantas, Luis Antonio Fortes e Zé Wendell, atores os da Cia OmondÉ, se intercalam nos diversos personagens que compõem a trama, trajam figurino simples, porém elegante, e atuam com a liberdade do espaço vazio (não há cenário), com isso, a diretora privilegia o ator, colocando-o como centro do espetáculo, valorizando o jogo teatral e a imaginação do espectador.
 
“Patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura / Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através do Programa de Fomento à Cultura Carioca, “Nem mesmo todo o oceano” é um thriller contemporâneo dentro de um romance histórico.” Assista ao trailer do espetáculo nos links http://vimeo.com/73329373 e https://www.youtube.com/watch?v=yFvImq1euGs
Em 2013 Inez Viana adaptou e dirigiu no palco principal do Espaço Sesc, em Copacabana, o espetáculo “Nem mesmo todo o oceano”, adaptação teatral do romance homônimo do escritor, dramaturgo e pensador Alcione Araújo. A peça conta os instantes que antecederam o golpe militar e os primeiros momentos da repressão, desvelando os “porões” da ditadura. Após a temporada de estreia o espetáculo foi apresentado em Juazeiro do Norte, Iguatu e Crato, cidades do Ceará, em Campina Grande na Paraíba, Belo Horizonte, participou da programação do Festival de Curitiba e do Tempo Festival, além de novas temporadas no Rio de Janeiro, sendo indicado ao Prêmio APTR na categoria Melhor Produção e ao Prêmio Questão de Crítica nas categorias Melhor Direção e Melhor Trilha Sonora. A partir do dia 24 de janeiro de 2015 o drama será apresentado em circulação por Lonas Culturais e Arenas Cariocas com ingressos grátis.
Nem mesmo todo o oceano
Classificação: 16 anos
Duração: 80 minutos
Apresentações:
24/1, sábado, às 20h
Lona Cultural Municipal João Bosco: Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes – Vista Alegre – tel. 2482-4316
30/1, sexta-feira, às 20h
Arena Carioca Fernando Torres: Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira – tel. 3495-3078
31/1, sábado, às 19h
Lona Cultural Municipal Gilberto Gil: Avenida Marechal Fontenelle, 5000 – Realengo – tel. 3462-0774
4/2, quarta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Jacob do Bandolim
Praça Geraldo Simonard – Pechincha – Jacarepaguá – tel. 2425-0825
11/2, quarta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Elza Osborne: Estrada Rio “A”, 22 -, Campo Grande – tel. 2413-2255
12/2, quinta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Renato Russo: Praça Poeta Manoel bandeira, s/nº – Ilha do Governador – tel. 3366-0589
26/2, quinta-feira, às 19h
Lona Cultural Municipal Herbert Vianna: Rua Ivanildo Alves, s/nº – Nova Maré – Maré – tel. 3105-6815
27/2, sexta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Sandra de Sá: Rua 12, quadra 219, Guandu 1 – Santa Cruz – tel. 3395-1630
4/3, quarta-feira, às 20h
Arena Carioca Jovelina Pérola Negra: Praça Ênio, s/nº – Pavuna – tel. 2886-3889
5/3, quinta-feira, às 20h
Arena Carioca Dicró: Parque Ari Barroso – Penha – tel. 3486-7643
12/3, quinta-feira, as 20h
Lona Cultural Municipal Carlos Zéfiro: Estrada Marechal Alencastro, s/nº – Anchieta – tel. 3019-1654
13/3, sexta-feira, às 20h
Lona Cultural Municipal Terra: Praça Edson Guimarães, s/nº – Guadalupe – tel. 3018-4203
18/3, quarta-feira, às 20h
Arena Carioca Chacrinha: Rua Soldado Elizeu Hipólito, s/nº – esquina com Av. Litorânea – Guaratiba – tel. 3404-7980
Foto da peça a A Dama e o Vagabundo

Foto: Divulgação

Neste domingo, 18 de janeiro, o Santa Cruz Shopping recebe a peça infantil “A Dama e o Vagabundo”, com a Cia Abrakadabra. A peça será apresentada no corredor da Light, às 17h. A classificação é livre.

Dama é uma cadela de família de aristocratas, e Querida, a sua dona, recebe-a como presente do seu marido, Jim, que lhe dá a noticia de a cachorrinha  está esperando um bebê.

A babá Tia Sarah desconfia que Dama ficará arisca, e então tenta colocar uma focinheira em Dama, que foge de casa assustada e na rua, vive grandes aventuras. Uma linda história que encantará crianças e adultos.

A Dama e o Vagabundo
Data: 18 de janeiro, domingo
Horário: 17h
Local: Corredor da Light, no Santa Cruz Rua Felipe Cardoso, 540 – Santa Cruz – Tel.: (21)2418-9400
Classificação: Livre

Foto A Cripta de Poe - Atores Claudia Wer e Rafael Schmitt

Foto: Reprodução Facebook Biblioteca Parque Estadual

Companhia Nova de Teatro apresenta o universo fantástico e fantasmagórico da literatura de Edgar Allan Poe até 1º de fevereiro

O teatro Alcione Araújo, da Biblioteca Parque Estadual,  recebe entre 10 de janeiro e 1º de fevereiro o espetáculo multimídia “A Cripta de Poe”, da Companhia Nova de Teatro. As apresentações acontecem aos sábados e domingos, às 18h.

Inspirada no universo dos contos e poemas fantásticos do escritor americano Edgar Allan Poe, a dramaturgia do espetáculo recorre às obras “O Espectro”, “O Corvo”, “O Retrato Oval”, “Berenice”, “Ligéia”, “William Wilson” e o “O Coração Denunciador” para inspirar o universo obsessivo e fantasmagórico. Concebida em formato de “palco-instalação”, a peça conta com a participação em vídeo do ator Paulo César Peréio, como o “Velho Poe”.

A proposta cênica mescla diferentes manifestações artísticas como teatro, canto, vídeo e música eletrônica, a fim de intensificar a atmosfera de suspense e ilusão característica das produções literárias de Poe, que propõe um mergulho no desconhecido da alma humana, através de personagens que revelam a duplicidade do homem.

A produção homenageia os 206 anos do nascimento de Poe, um dos precursores do conto moderno. “A Cripta de Poe” tem concepção cênica de Lenerson Polonini, fundador da Companhia Nova de Teatro, e já passou pelo Centro Cultural São Paulo e pelo Centro Cultural Castelinho do Flamengo, no Rio de Janeiro, com grande recepção do público e da crítica.

Ficha Técnica
A Cripta de Poe – Baseado livremente na obra de Edgar Allan Poe
Direção, dramaturgia e iluminação: Lenerson Polonini
Elenco: Afonso Henrique Soares, Carina Casuscelli, Rosa Freitas, Rafael Schmitt, Claudia Wer e Guil Silveira.
Participação especial em vídeo: Paulo César Peréio
Direção de Arte, figurinos e maquiagem: Carina Casuscelli
Música: Wilson Sukorski
Videocenário: Acauã Fonseca e Alexandre Ferraz.
Operação de vídeo: Giuliano Conti.
Assistente de imagem: Henrique Oda
Realização: Companhia Nova de Teatro

Espetáculo “A Cripta de Poe”
Período: 10 de janeiro a 1º de fevereiro, aos sábados e domingos, às 18h
Classificação: 14 anos
Duração: 60 minutos
Local: Biblioteca Parque Estadual (BPE), Teatro Alcione Araújo – Av. Presidente Vargas, 1261 – Centro – Rio de Janeiro – RJ

 

| Espetáculo com texto e direção de Nelson Rodrigues Filho terá curta temporada |
Foto da peça A Decisão

Foto: Divulgação

“A Decisão” estreia nesta segunda-feira, às 21h, no Teatro Maria Clara Machado, no Planetário da Gávea.  “A peça narra uma denúncia contra o estupro, esse crime que cresce absurdamente em nossa sociedade e faz parte de um dia a dia de horror, que nos acompanha com uma revoltante e crescente frequência. A cena Zero nos mostra, de uma forma realista, uma curra arquitetada, nos mínimos detalhes, contra uma menina de 16 anos.

O espetáculo aborda a semana que precede a decisão do campeonato local, cuja partida final acontecerá em Barreiros, cidade do interior brasileiro, que sofre influência de um grande centro do futebol, o Rio de Janeiro. Este acontecimento suscita a inusitada proposta de se apostar a mulher do artilheiro e grande ídolo da cidade, contra a de um dos quatro amigos que frequentam diariamente o bar do Seu Manel. Por conta dessa aposta, um passado de sujeiras vem à tona, incluindo chantagens contra uma mulher fotografada com o amante e que acabou sendo obrigada a ir para cama com os quatro amigos. A aposta que não foi feita, acabou tomando conta da cidade atingindo, diretamente, as parceiras dos protagonistas da “aposta”.”

A peça fica em cartaz até o dia 16 de dezembro, sempre às segundas e terças-feiras, às 21h. No elenco, Sabrine Wolfart, Mateus Sartori, Rafael Hauí, Lucas Bensiman, Tiago Ribeiro, Fifo Benicasa, Alexandre Paz, Josias Duarte, Sandro Arieta, Afonso Celso, Vanessa Greff, Darília Oliveira, Michele Cosendey e Jojo Rodrigues.

A Decisão
Estreia: 1º de dezembro de 2014
Temporada: Até 16 de dezembro de 2014
Horários: Segundas e terças – feiras – 21h
Local: Teatro Maria Clara Machado – Planetário da Gávea – Av. Padre Leonel Franca, 240 – Gávea – Tel.: 21-2274-7722
Duração: 75 min
Classificação: 18 anos
Capacidade: 120 lugares
Gênero: Drama

Plataforma 2 - Uma homenagem aos artistas do cotidiano

Foto: Divulgação

A peça, que trata do cotidiano dos artistas e seu mundo, assemelhando-os aos trabalhadores do dia-a-dia, é um presente da Companhia e do Teatro Armando Gonzaga aos moradores do bairro e seu entorno. No elenco, Andreia Tonia, Fabricio Gallagher, Gabriella Cristina, Luciana dos Anjos e Mariana Rego. A direção é de Juliana Soure, fotografia de Tiago Brando.

” Cinco pessoas completamente distintas recebem um telegrama originário de um Teatro. Motivados por suas questões pessoais, eles resolvem ir até o local a fim de desvendar o mistério por trás do telegrama. Sem qualquer noção do que poderá acontecer, estas pessoas embarcam no Trem e rumam para uma região distante, de onde remetia o convite. Buscando encontrar algo em comum, eles dividem histórias e sonhos, e vivem momentos que, tanto no Teatro quanto no Trem, são sensivelmente sentidas por qualquer ser humano.”​​​

Plataforma 2 – Uma homenagem aos artistas do cotidiano
Local: Teatro Armando Gonzaga – Avenida General Cordeiro Farias, s/nº – Marechal Hermes – Rio de Janeiro/RJ
Data: 29/11, sábado, às 19:30h

 

%d blogueiros gostam disto: